Seminário Latino Americano Capítulo do Brasil
Estrutura do Capitulo Brasileiro <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>Background (teórico e histórico)  </li></ul><ul><li>...
Background (teórico) <ul><li>Cohen et.al. (2002) é o ponto de partida; </li></ul><ul><li>Progresso tecnológico na periferi...
Raízes históricas <ul><li>Institutos de Pesquisa e universidades estão por trás dos casos bem sucedidos (soja, minério, aç...
 
Survey de Universidades
Grupos que responderam por área do conhecimento 1005 Total 103 Antropologia, Arqueologia, Ciência Política, Educação, Filo...
Distribuição Geográfica dos grupos que responderam
Características dos grupos interativos Fonte: Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, Censo de 2006. 9.98 2.1 22.5 4.10 ...
Tipos de relacionamento com empresas
Resultados do relacionamento com empresas
Canais utilizados na transferência de conhecimento e informação entre as partes
Dificuldades na interação 65,1% Custeio da pesquisa 29,9% Problema de confiabilidade 60,4% Falta de conhecimento das ativi...
De quem foi a iniciativa para a interação
Survey de Empresas
 
Fontes de Informação
Razões da colaboração
De quem foi a iniciativa para a interação
Sucesso na colaboração com universidades/IPs
Estudos de Casos Selecionados <ul><li>Caso PPGEM – UFRGS </li></ul><ul><li>Tecpar – Inteligência Artificial (Paraná) </li>...
Conclusão (reflexões iniciais)
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Seminário Latino Americano Capítulo do Brasil

339 views
299 views

Published on

Apresentada no SEMINÁRIO DESAFIOS DA INTERAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA NA AMÉRICA LATINA E NO BRASIL

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
339
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seminário Latino Americano Capítulo do Brasil

  1. 1. Seminário Latino Americano Capítulo do Brasil
  2. 2. Estrutura do Capitulo Brasileiro <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>Background (teórico e histórico) </li></ul><ul><li>Survey de universidades </li></ul><ul><li>Survey de empresas </li></ul><ul><li>Estudos de caso </li></ul><ul><li>Conclusão </li></ul>
  3. 3. Background (teórico) <ul><li>Cohen et.al. (2002) é o ponto de partida; </li></ul><ul><li>Progresso tecnológico na periferia; </li></ul><ul><li>Dinâmica (centro X periferia) </li></ul><ul><li>Universidades (quando/quais tipos foram criadas?): papel de antena na periferia </li></ul><ul><li>Firmas e sociedade. </li></ul><ul><li>Interações universidade-empresa </li></ul>
  4. 4. Raízes históricas <ul><li>Institutos de Pesquisa e universidades estão por trás dos casos bem sucedidos (soja, minério, aço, petróleo, aviões, ect.); </li></ul><ul><li>Criação tardia de universidades (humanidades, ensino elitista e vinculo tardio entre ensino/ pesquisa); </li></ul><ul><li>Industrialização tardia e restrita (estrutura); </li></ul><ul><li>Desenvolvimento tardio do Sistema Financeiro; </li></ul><ul><li>Contexto social problemático (escravidão, polaridade modernização-marginalização); </li></ul><ul><li>Institutos de pesquisa públicos (IAC, Manguinhos, Butantan, Instituto Biológico, etc.) foram mais importantes inicialmente; </li></ul>
  5. 6. Survey de Universidades
  6. 7. Grupos que responderam por área do conhecimento 1005 Total 103 Antropologia, Arqueologia, Ciência Política, Educação, Filosofia, Geografia, História, Psicologia, Sociologia, Teologia, Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Informação, Comunicação, Desenho Industrial, Direito, Economia,, Planejamento Urbano e Regional, Serviço Social, Turismo, Artes, Letras, Lingüística Humanidades 158 Ciência da Computação, Física, Geociências, Matemática, Oceanografia, Probabilidade e Estatística, Química Ciências Exatas e da Terra 200 Agronomia, Ciência e Tecnologia de Alimentos, Engenharia Agrícola, Medicina Veterinária, Recursos Florestais e Engenharia Florestal, Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, Zootecnia. Ciências Agrárias 221 Biofísica, Biologia Geral, Bioquímica, Botânica, Ecologia, Farmacologia, Fisiologia, Genética, Imunologia, Microbiologia, Morfologia, Parasitologia, Zoologia, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Saúde Coletiva Ciências Biológicas e da Saúde 323 Eng. Aeroespacial, Eng. Biomédica, Eng. Civil, Eng. de Materiais e Metalúrgica, Eng. de Minas, Eng. de Produção, Eng. de Transportes, Eng. Elétrica, Eng. Mecânica, Eng. Naval e Oceânica, Eng. Nuclear, Eng. Química, Eng. Sanitária Engenharias Nº de Grupos Área do conhecimento Grande área do conhecimento
  7. 8. Distribuição Geográfica dos grupos que responderam
  8. 9. Características dos grupos interativos Fonte: Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, Censo de 2006. 9.98 2.1 22.5 4.10 5.2 2.5 29.5 5.0 Humanidades 8.8 3.2 43.2 4.9 14.8 4.9 55.4 6.3 Ciências Exatas e da Terra 10.8 4.5 62.6 5.7 15.9 6.6 85.9 6.6 Ciências Biológicas e da Saúde 18,5 8,3 87,2 7,2 24,7 11,3 105,4 8,4 Ciências Agrárias 14,3 4,2 30,6 5,9 18,0 5,2 36,2 5,9 Engenharias Dissertações Teses Artigos PhD Dissertações Teses Artigos PhD Grupos não interativos Grupos interativos Média por grupos Grandes áreas do conhecimento
  9. 10. Tipos de relacionamento com empresas
  10. 11. Resultados do relacionamento com empresas
  11. 12. Canais utilizados na transferência de conhecimento e informação entre as partes
  12. 13. Dificuldades na interação 65,1% Custeio da pesquisa 29,9% Problema de confiabilidade 60,4% Falta de conhecimento das atividades realizadas universidades/ IPTs Dificuldades do relacionamento com empresas 52,5% Falta de pessoal qualificado para estabelecer um diálogo Outros Distância geográfica Direitos de propriedade Diferença de prioridades Divergência quanto ao prazo da pesquisa Falta de pessoal qualificado para estabelecer um diálogo Falta de conhecimento das necessidades das empresas Burocracia (limites institucionais) Burocracia interna 4,0% 29,1% Institucional 42,3% 57,2% 38,1% Ambos 48,7% 60,4% 76,3% Universidades/ IPTs 45,8% Empresas Muito ou moderadamente importante Categoria
  13. 14. De quem foi a iniciativa para a interação
  14. 15. Survey de Empresas
  15. 17. Fontes de Informação
  16. 18. Razões da colaboração
  17. 19. De quem foi a iniciativa para a interação
  18. 20. Sucesso na colaboração com universidades/IPs
  19. 21. Estudos de Casos Selecionados <ul><li>Caso PPGEM – UFRGS </li></ul><ul><li>Tecpar – Inteligência Artificial (Paraná) </li></ul><ul><li>Embrapa –CTPA (Goiás) </li></ul><ul><li>Hertape Calier Saúde Animal – ICB (UFMG) </li></ul><ul><li>LIEC (UFSCar) </li></ul>
  20. 22. Conclusão (reflexões iniciais)

×