• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Powerpointpescador
 

Powerpointpescador

on

  • 631 views

 

Statistics

Views

Total Views
631
Views on SlideShare
631
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Powerpointpescador Powerpointpescador Presentation Transcript

    •  
      • O Pescador é uma pessoa que pesca diferentes seres vivos aquáticos e que pode usar para seu próprio consumo ou vender.
      • Pesca é a extracção de organismos aquáticos, do meio onde se desenvolveram para diversos fins, tais como a alimentação, desporto (pesca desportiva), decoração (captura de espécies ornamentais ) ou para fins industriais, incluindo o fabrico de rações para o alimento de animais em criação e a produção de substâncias com interesse para a saúde, como o óleo de fígado de peixe (principalmente o óleo de fígado de bacalhau ).
      • Esta engloba a aquacultura em que as espécies capturadas são primeiro criadas em instalações apropriadas, como tanques, gaiolas ou viveiros.
      • As principais espécies exploradas pelas pescas no mundo pertencem aos grupos dos peixes, dos crustáceos e dos moluscos. No entanto, são também cultivados e capturados pelo homem várias espécies de crocodilos, batráquios (sapos e rãs) , mamíferos marinhos (baleias) e algas.
      • De acordo com " O Estado das Pescarias e da Aquacultura no Mundo ", uma publicação da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura), a produção de pescado no mundo em 2002 foi superior a 94 milhões de toneladas pela actividade extractiva e mais 50 milhões pela aquacultura. Estima-se que o pescado suporte actualmente cerca de 16% da proteína consumida pelo Homem. As pescas são igualmente um enorme fornecedor de emprego, contribuindo bastante para a economia mundial.
      • A pesca com linha e anzol continua a ser uma das principais formas de capturar peixe. Pelo facto do material ser de fácil aquisição, é o principal método de pesca de subsistência em rios, lagos ou junto à costa. No entanto, várias pescarias industrializadas usam este método, quer com a lixa-de-pau, em que cada pescador segura na mão uma linha na extremidade da qual se colocam várias linhas secundárias cada uma com o seu anzol, até aos palangres de vários quilómetros de comprimento com que se pescam os atuns de profundidade. Ainda muito praticado mas com menos adeptos é a Pesca com mosca ou Fly fishing em Inglês.
      • As armadilhas de diversos tipos são também métodos de pesca muito populares desde há muito tempo. Na região Indo-Pacífica os pescadores locais constroem gaiolas em forma de V com ripas de bambu ou de folhas de palmeira, colocam-nas perto de rochas ou recifes de coral e conseguem capturar peixes de grande valor comercial. Em Portugal existe uma pesca tradicional para polvos e outros da sua família. Os "covos" são bastante utilizados na costa norte portuguesa (Matosinhos, Labruge, Vila Chã, Mindelo, Vila do Conde e outras). Estas artes de pesca, como se designam os instrumentos utilizados directamente na captura de peixe e outros animais aquáticos.
      • Um arrastão é um barco de pesca que opera redes de arrasto, ou seja, redes em forma de saco que são puxadas a uma velocidade que permite que os peixes, crustáceos ou outro tipo de pescado, sejam retidos dentro da rede.
      • Os arrastões podem ser relativamente pequenos, barcos de 6/8 metros de comprimento, podem operar em parelha, ou seja, dois barcos puxando a mesma rede, mas podem igualmente ser grandes barcos-fábrica, por vezes operando 2 ou mais redes ao mesmo tempo. O equipamento principal para esta actividade é um ou dois guinchos que enrolam e desenrolam os cabos das portas. Os arrastões industriais podem ter longas hastes metálicas chamadas plumas, cujas pontas, abertas para os lados do navio, seguram os cabos de 2 ou mais redes, além de poderem operar como barcos-fábrica.
      • Existem dois tipos básicos de operação das redes de arrasto: pela borda e pela popa. O arrasto pela borda exige apenas uma colocação de roldanas no convés para a ligação dos cabos com os guinchos, mas no arrasto de popa, esta parte do navio tem que estar modificada para a fácil entrada e saída da rede; nos arrastões maiores, a popa pode estar transformada numa rampa.
      • As redes de arrasto podem ser de fundo ou de meia-água; nesta última, a quantidade de pesos e flutuadores é regulada para manter a rede à profundidade pretendida. Estas redes são usadas para capturar peixes pelágicos, como os carapaus ou sardinhas e, nos barcos mais modernos, são equipadas com sondas para detectar os cardumes e permitir acertar a altura da rede.
      • A pesca de arrasto (pesca efectuada pelos arrastões) é alvo de legislação rígida em muitos países devido a ser muito perigosa para a conservação das espécies piscícolas, dado que o seu uso desregrado pode conduzir à extinção de várias espécies de peixes e crustáceos (mediante por exemplo o uso de malhas excessivamente finas, o que impede que os peixes juvenis possam escapar à captura.
      • Redes de pesca são aparelhos para pescar flexíveis, construídos principalmente com panos de rede, geralmente de fibras relativamente delgadas e com malhas de tamanho menor que a menor dimensão dos peixes ou mariscos que se pretendem capturar com elas.
      • Existem três tipos básicos de redes de pesca:
      • As redes de arrasto;
      • As redes de emalhar;
      • As redes de cerco.
      • Estes são os tipos encontrados tanto na pesca artesanal, como na industrial; no entanto, na pesca artesanal encontram-se muitas variantes destes tipos básicos.
      • Na maioria dos países existe legislação rigorosa acerca do uso de redes pois não se deve usar redes com tamanho suficiente para capturar os peixes juvenis, pois isso impede as espécies de se reproduzirem, o que pode levar à diminuição dos stocks piscícolas e até à extinção de espécies.
      • Os pescadores muitas vezes são lembrados por poetas. Queremos aqui deixar um poema sobre esta profissão.
    •