Programa de Desenvolvimento Sustentável da Cadeia    Produtiva Madeira-Móveis na Região Amazônica Brasileira              ...
Projeto                             RESPOSTA A DEMANDA LOCAL                             PROJETO PILOTO:                  ...
RSTDEMANDA E OFERTA                   PONTO DE ATENDIMIENTO         PONTO DE ATENDIMIENTO                           BELEM ...
MATRIZ DE BENS     BIENES                                     Bienes                                                      ...
INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO DE BENS EM UM TERRITÓRIO                 NA PERSPECTIVA DE UM PROJETO DEL.   CRITÉRIOS       ...
Desafios do Projeto na construção e      gestão de Bens Coletivos - RST• Interesses “privados” institucionais algumas vêze...
Obrigado www.sebrae.com.br/rstalexandre@sebrae.com.br
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Guerra alexandre articulacao publico privada bienes publicos colectivos rst

250 views
226 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
250
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Guerra alexandre articulacao publico privada bienes publicos colectivos rst

  1. 1. Programa de Desenvolvimento Sustentável da Cadeia Produtiva Madeira-Móveis na Região Amazônica Brasileira BRA/07/013 4º Workshop de Desenvolvimento Local, Territorial e Cadeias ProdutivasPainel: Articulação Público-Privada/Bens Públicos Coletivos: Rede de Instituições 07 e 08 de Março /2012 CNI - Brasília
  2. 2. Projeto RESPOSTA A DEMANDA LOCAL PROJETO PILOTO: REDE DE SERVIÇOS TECNOLÓGICOS SEBRAE O objetivo geral da Rede é trazer benefícios para os pequenos negóciosInstituição e aumentar a competitividade da Local BID cadeia produtiva de madeira e móveis, por meio de um mais estreito relacionamento entre empresas e instituições de ciência e tecnologia (ICTs), aculturando as empresas na EMPRESA COSMOB inovação tecnológica e vocacionando as ICT no provimento de serviços tecnológicos para pequenos negócios.
  3. 3. RSTDEMANDA E OFERTA PONTO DE ATENDIMIENTO PONTO DE ATENDIMIENTO BELEM MANAUS Empresas do setor madeira e movel
  4. 4. MATRIZ DE BENS BIENES Bienes BIENES CLUB altamente PRIVADOS excluyentesCentro de ReferênciaPonto de AtendimentoConstituição da RST Novos canais de mercado Baja rivalidad Alta rivalidadMetodologia da RST Master em DesignConsciência e gestão ambiental Lista de produtos e serviços tecnológicos – ou B.P LocalizadoPolíticas ambientais Pesquisa com novas espécies de madeira BIENES Bienes no BIENESPUBLICOS excluyentes COMUNS
  5. 5. INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO DE BENS EM UM TERRITÓRIO NA PERSPECTIVA DE UM PROJETO DEL. CRITÉRIOS FINALIDADE FONTE DO DIMENSÃO / FATORES DEMODALIDADES DO INVESTIMENTO FINANCIAMENTO/ ALCANCE RISCO AOSINVESTIMENTOS APORTE NO PROJETO OBJETIVOS DOE BENS. DEL PROJETOINVESTIMENTOS CAPITAL DE GIRO, ATIVO CONTRAPARTIDA LOCAL EMPRESA INACESSIBILIDADE FIXO E MISTO (ECONÔMICA E/OU INDIVIDUAL GERANDO INDIVIDUAIS: FINANCEIRA) DOS INSATISFAÇÃO AOS BENS PRIVADOS EMPRESÁRIOS COM INTERESSADOS DO RECURSOS PRÓPRIOS OU PROJETO MESMO DE TERCEIROS.INVESTIMENTOS INFRA-ESTRUTURA APORTADOR COLETIVO DE GOVERNANÇA E PRODUTIVA LOCAL + INTERNACIONAL DE EMPRESAS SUSTENTABILIDADE DO EM BENS INTANGÍVEIS: REDES, RECURSOS + BEM COLETIVO. COLETIVOS MARCAS, INFORMAÇÃO, CONTRAPARTIDA LOCAL APROPRIAÇÃO PRIVADA CAPACITAÇÃO, ETC DA(S) INSTITUIÇÕE(S) OU SELETIVA PARTÍCIPESINVESTIMENTOS INFRA – ESTRUTURA APORTADOR SOCIEDADE NÃO EXECUÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL INTERNACIONAL DE COMPROMETENDO EM BENS RECURSOS + RESULTADOS GERAIS PÚBLICOS CONTRAPARTIDA LOCAL DO PROJETO DA(S) INSTITUIÇÕE(S) PARTÍCIPES DO PROJETO + COMPROMISSO DE ENTES GOVENAMENTAIS PARCEIROS/INTERESSADOS
  6. 6. Desafios do Projeto na construção e gestão de Bens Coletivos - RST• Interesses “privados” institucionais algumas vêzes se sobrepõem aos coletivos (fortalecem e enfraquecem o resultado desejado).• Bem Coletivo se confunde com o público, considerado de menor valor.• Conhecimento e autêntico compromisso dos protagonistas com a construção das condições necessárias prévias para conquistar-se o “Bem Coletivo”.• Governança e competência técnica e gerencial instalada nos territórios para a auto-gestão sustentável do Bem Coletivo.
  7. 7. Obrigado www.sebrae.com.br/rstalexandre@sebrae.com.br

×