• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Revisão IBC
 

Revisão IBC

on

  • 1,189 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,189
Views on SlideShare
1,188
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Revisão IBC Revisão IBC Presentation Transcript

    • Introdução ao Brasil Contemporâneo Revisão dos textos Sociologia/Política
    • Celso Furtado: Desenvolvimento e Subdesenvolvimento
    • Europa 1 - Desorganização da eco artesanal pré-capitalista -> liberação de mão-de-obra 2 - Expansão para além das fronteiras(EUA, Austrália) – Colônias 3 – Expansão para economias pré-capitalistas Origem do subdesenvolvimento Subdesenvolvimento é fruto do desenvolvimento
    • Economia subdesenvolvida Capitalista Antiga
    • Economia subdesenvolvida Capitalista Antiga X % da renda Y % da renda
    • Salário
      • Desenvolvidos:
        • determinado com relação à produção
      • Subdesenvolvidos
        • determinado de acordo com as condições de vida prevalecentes
    • Capitalista Antiga Salário = 1y Salário= 1,0001y Economia subdesenvolvida Mão-de-obra
    • Exemplo: Uk investindo no sudeste Asiático UK Ceilão Investem X na prod. De borracha 3X 1,5X volta a UK, para suas poupanças(invest) Característica dinâmica da Eco Cap 1,5X é transformado em renda, não em investimento
    • Coexistência de dois núcleos
      • Capitalista:
        • Praticamente só era gerador de massa de salários
        • Salários determinados pelas condições locais de vida
        • Pouco vínculo com a Eco local
    • Desenvolvimento da indústria no País: Para Celso Furtado, a Indústria se deu pelos investimentos feitos a partir das divisas recebidas pelo setor cafeeiro no Brasil. As divisas eram investidas no setor cafeeiro, que aumentava a renda da população, que aumentava a demanda por bens de consumo --------------------------------------------------------------------- café Demanda por Bens de Consumo Oferta Manufaturas nacionais Demanda por Bens de capital Na Europa, ocorreu o contrário: Primeiro a oferta, depois a demanda
        • Multiplicador – dependente da procura externa
        • Crescimento da pop. = queda dos salários
        • ^ divisas = ^ inversões = ^ renda nacional = ^ importações = v multiplicador
        • Em seguida, a moeda se desvaloriza
        • v divisas = v importações = =demanda =
      • ^ Ind. Nacional de bens de consumo
    • Pontos de estrangulamento
        • Não havendo ind. de base, e estando o câmbio desvalorizado, os lucros que foram gerados pela ind. de bens de consumo são investidos em outras atividades, como construção residencial, que não afeta permanentemente a economia
    • Fernando Henrique Cardoso e Enzo Faletto: Dependência e desenvolvimento na América Latina
    • Intro
        • Bens consumo
        • Populismo
        • Ordenação politica para fora
        • Diversificação industrial
        • Crise do populismo
        • Fortalecimento da burguesia
        • Organização e representação política das classes dominantes
        • Ordenação politica para o mercado interno
    • Problema
        • Explicar as mudanças:
      • 1 – crise do sistema atual
      • 2 – trasnformação da relação com os países do centro
    • Papel do populismo
        • Em certo momento, nos países da AL, algumas classes se uniram para alterar a antiga forma de poder, no Brasil, a revolução de 30. Essa aliança, possibilitou o acumulo de capital, que favoreceu os investimentos internos
        • Nessa situação, o Estado foi o intermediário das classes, vide Vargas
    • Abertura dos mercados internos ao controle externo Desenvolvimento do mercado interno atrai os olhos das grandes coorporações estrangeiras O PSI passa a demandar cada vez mais setores industriais para continuar a substituição, porém, alguns desses setores precisam de investimentos muito grandes para desenvolver tecnologia, tornando-se mais viável importar a tecnologia
    • A indústria nacional moderna se dá em função de um mercado interno urbano restrito, porém, importante, evidente do sistema social excludente, característico das economias periféricas
    • Novo papel da periferia no contexto capitalista da época Primeiro momento: Importação-exportação Segundo momento: Investimento
    • Economia
        • Plano de Metas
        • Paeg
        • Milagre Econômico
    • Plano de Metas (56-60)
        • Promove a superação do PSI
        • Investimentos do Estado em infra-estrutura
        • Estímulo ao aumento da produção de bens intermediários
        • Incentivo à introdução dos setores de consumo duráveis e de capital
        • Acabar com pontos de estrangulamento e gerar pontos de germinação
      • Implementação
        • BB e BNDE – Carência longa, com juros baixos e com recursos obtidos a partir de uma política de reserva de mercado
          • Lei do similar nacional instrumentos cambiais e tarifários
          • Incentivos e isenções atraiam as indústrias estrangeiras
      • Crescimento da produção industrial(55/62):
        • Materiais de transporte +711%
        • Materiais elétricos e de comunicações: +417%
        • Têxtil: +34%
        • Alimentos: +54%
        • Bebidas: +15%
      • Problemas do Plano:
        • Financiamento(inflação)
        • Concentração da renda
        • Apronfundou as contradições criadas pela industrialização
        • DÍVIDA EXTERNA(de 1445bi para 2835bi(55/61))
      • Resultados:
        • Relativa superação do PSI
        • Amadurecimento da economia
      • Crise dos anos 60
      • 4 explicações(na verdade 6)
      Conjunturais Estruturais Políticas Econômicas 1 Instabilidade politica 3 Crise do populismo 2 Politica econômica recessiva de combate a inflação 4 Crise do PSI 5 Crise cíclica endógena do modelo industrial 6 Inadequação institucional
    • 1 – polarização no período(presidente e vice de partidos opostos, renúncia de Jânio, dificuldade do vice assumir e etc…) 2- legado de JK – Inflação -> controle de gastos e limitação de crédito 3- crise do populismo – a dificuldade de incorporação das massas urbanas com poucas concessões trazia insegurança para as elites 4- crise do PSI – esgotamento do dinamismo do modelo de industrialização: os bens a serem substituidos exigiam muito capital para tal 5- crise cíclica endógena – diz que o plano de metas gerou excesso de capacidade produtiva, não acompanhada pela demanda, resultando em diminuiçao dos investimentos 6- inadequação institucional – com as mudanças ocorridas social e economicamente, o Estado precisava se adequar ao novo Brasil
    • PAEG – Campos e Bulhões Políticas Conjunturais Reformas estruturais
    • Combate à inflação 1 – diminuição do déficit público(de 4,2% do PIB em 63 para 1,1% do PIB em 66) 2 – Aumento da taxa de juros – aumento do passivo de empresas, redução do consumo e criação de capacidade ociosa 3 – Redução dos salários Essas medidas tentavam acabar com a inflação por diminuir o consumo e diminuir a quantidade de moeda em circulação.