Raio-X das Relações Bilaterais Brasil - China (Janeiro 2011)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Raio-X das Relações Bilaterais Brasil - China (Janeiro 2011)

on

  • 986 views

Levantamento mensal das trocas comerciais entre Brasil- China.

Levantamento mensal das trocas comerciais entre Brasil- China.
Estudo realizado pela área de Análise Econômica do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP.

Statistics

Views

Total Views
986
Views on SlideShare
865
Embed Views
121

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 121

http://www.fiesp.com.br 121

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial LicenseCC Attribution-NonCommercial License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Raio-X das Relações Bilaterais Brasil - China (Janeiro 2011) Document Transcript

  • 1. janeiro | 2011 Inflação em alta na China. Acima dos 4% desde outubro de 2010, a inflação chinesa fechou o mês de janeiro em 4,9%. China eleva taxa de juros para desacelerar economia. Em uma tentativa de frear a economia e conter a inflação, o Banco Central chinês aumentou as taxas de juros de depósitos bancários e de empréstimos para respectivamente 3,0% e 6,06% em fevereiro de 2011. Essa foi primeira elevação de juros do ano. Em 2010, a China elevou a taxa de juros em duas ocasiões, sempre visando esfriar os preços e controlar a liquidez. Embraer retira investimento da China. Decisão chinesa de produzir seus próprios aviões em 2011 barroou mercado para Embraer. A empresa brasileira, que já produzia na China há 10 anos, encerrou suas atividades no país e vendeu os 49% de suas ações à sócia chinesa Aviac 2. China ultrapassa Estados Unidos e se torna o primeiro parceiro comercial brasileiro. China inicia o ano como principal parceiro comercial brasileiro tanto nas importações como nas exportações. A corrente de comércio teve um crescimento de 51% em relação a janeiro do ano passado e o Brasil iniciou o ano de 2011 com um déficit comercial que alcançou US$ 572,0 milhões. Manufaturados seguem com déficit histórico. A balança comercial de manufaturados com a China segue a tendência de déficit para o lado brasileiro. Em janeiro 2011, o saldo negativo de US$ 2,1 bilhões foi 40% maior que o mesmo período do ano passado, quando fechou deficitário em US$ 1,5 bilhão. Minérios de ferro e óleo bruto de petróleo concentram 76% das exportações brasileiras para a China. Com um aumento de 178% em relação a janeiro do ano passado, as exportações de minérios de ferro para a China bateram recorde nesse início de ano, somando US$ 1,2 bilhão. O segundo produto mais exportado, óleos brutos de petróleo, ainda que com queda de 49% em relação a janeiro passado, representou sozinho 10% da pauta, ou seja, mais do que os 7% de exportação de manufaturas. Importações de manufaturados crescem 43% em janeiro. Puxada principalmente por aparelhos transmissores (US$ 98,0 milhões), máquinas de processamento de dados (US$ 91,0 milhões) e aparelhos de ar condicionado (US$ 85,0 milhões), as importações chinesas cresceram 43%, saindo de US$ 1,6 bilhão em janeiro de 2010 para US$ 2,3 bilhões em janeiro de 2011. De todos esses produtos, aparelhos de ar condicionado foram os que apresentaram maior variação em relação ao período anterior, com crescimento de 219%. China pratica preço médio abaixo do preço mundial em 95% dos produtos importados chineses. Dos 15 principais produtos chineses importados pelo Brasil, 14 possuem um preço médio abaixo do praticado pelo mundo. Alguns dos produtos como, bombas e compressores, transmissores e compostos heterocíclicos apresentam preço médio menor que o mundo em respectivamente 61%, 47% e 44%. Elaboração: DEREX / Área de Análise Econômica do Comércio Exterior – Fevereiro de 2011
  • 2. Raio-X das Relações Bilaterais Brasil - China Evolução da Balança Comercial Brasil-China (US$ bilhões) 3,5 3,3 3,3 3,2 2,8 2,32,1 2,5 2,4 2,7 2,7 2,6 2,6 2,6 2,3 2,0 2,4 2,3 2,2 1,6 1,7 1,8 1,8 1,6 1,1 1,2 0,8 1,6 0,9 0,8 0,5 0,5 0,9 0,1 -0,4 0,3 -0,6 -0,5 -0,4 jan/10 fev/10 mar/10 abr/10 mai/10 jun/10 jul/10 ago/10 set/10 out/10 nov/10 dez/10 jan/11 Exportação Importação Saldo Evolução da Balança de Manufaturados Brasil-China (US$ bilhões) 2,28 2,30 2,66 2,52 2,57 2,26 2,01 1,94 2,11 1,58 1,57 1,63 1,78 0,11 0,11 0,08 0,14 0,09 0,12 0,09 0,07 0,15 0,11 0,13 0,09 0,21 -2,0 -2,1 -1,5 -1,5 -1,5 -1,7 -2,5 -2,4 -2,4 -1,9 -1,8 -2,2 -2,2 jan/10 fev/10 mar/10 abr/10 mai/10 jun/10 jul/10 ago/10 set/10 out/10 nov/10 dez/10 jan/11 Exportação Importação Saldo Composição da Pauta de Exportação e Importação do Comércio Bilateral - jan/2011 Exportações para China Importações da China 13% 3% 7% 80% 97% Semimanufaturados Manufaturados BásicosElaboração: DEREX / Área de Análise Econômica do Comércio ExteriorFonte: AliceWeb/MDIC 01
  • 3. Raio-X das Relações Bilaterais Brasil - China Exportação - Principais Produtos (US$ milhões) jan/11 jan/10 Part. 2011 Var.Total 1.772 1.126 100% 57%Básicos 1.413,9 826,6 80% 71%Minerios de ferro e seus concentrados 1.174,7 422,5 66% 178%Óleos brutos de petroleo 170,3 335,4 10% -49%Carne de frango congelada,fresca ou refrig.incl.miudos 27,7 9,4 2% 193%Minerios de manganes e seus concentrados 10,5 15,4 1% -32%Outros 30,8 43,9 2% -30%Semimanufaturados 238,2 189,0 13% 26%Polimeros de etileno,propileno e estireno 16,3 26,6 1% -39%Suco de laranja congelado 12,8 3,9 1% 226%Outros 209,0 158,5 12% 32%Manufaturados 119,9 110,3 7% 9%Avioes 32,4 29,6 2% 10%Polimeros de etileno,propileno e estireno 16,3 26,6 1% -39%Suco de laranja congelado 12,8 3,9 1% 226%Demais produtos manufaturados 11,0 5,9 1% 87%Papel e cartao,para escrita,impressao ou fins graficos* 5,1 4,2 0% 21%Outros 42,3 40,1 2% 0% Importação - Principais Produtos (US$ milhões) jan/11 jan/10 Part. 2011 Var.Total 2.344,6 1.605,9 100% 46%Básicos 78,6 17,2 3,4% 357%Semimanufaturados 4,7 4,3 0,2% 11%Manufaturados 2.261,2 1.584,4 96,4% 43%Aparelhos transmissores ou receptores, partes 97,6 77,5 4,2% 26%Máquinas para processamento de dados 90,9 66,0 3,9% 38%Aparelhos de ar condicionado 85,3 26,7 3,6% 219%Máquinas processamento de dados, partes 80,7 76,4 3,4% 6%Circuitos impressos e equipamentos de telefonia 61,6 38,7 2,6% 59%Circuitos integrados ou microconjuntos eletrônicos 59,7 52,7 2,5% 13%Motores, geradores e transformadores 59,4 50,2 2,5% 18%Compostos heterociclicos 49,3 33,2 2,1% 48%Produtos laminados de ferro ou aço 48,3 39,8 2,1% 21%Tecidos de malha 44,4 34,2 1,9% 30%Dispositivos de cristais liquidos (lcd) 37,3 43,4 1,6% -14%Aparelhos elétro-mecânicos e térmicos 35,1 27,2 1,5% 29%Bombas, compressores e ventiladores 35,1 22,5 1,5% 56%Outros 1.476,6 995,8 63,0% 48%Elaboração: DEREX / Área de Análise Econômica do Comércio Exterior 02Fonte: AliceWeb/MDIC
  • 4. Raio-X das Relações Bilaterais Brasil - China Participação da China nas importações brasileiras janeiro de 2011 US$ milhões Participação15 Maiores Produtos jan/11 jan/10 jan/11 jan/10Aparelhos transmissores ou receptores, partes 97,6 77,5 47% 52%Máquinas para processamento de dados 90,9 66,0 52% 46%Aparelhos de ar condicionado 85,3 26,7 84% 66%Máquinas processamento de dados, partes 80,7 76,4 58% 55%Circuitos impressos e equipamentos de telefonia 61,6 38,7 51% 44%Circuitos integrados ou microconjuntos eletrônicos 59,7 52,7 18% 21%Motores, geradores e transformadores 59,4 50,2 39% 27%Compostos heterociclicos 49,3 33,2 30% 24%Produtos laminados de ferro ou aço 48,3 39,8 30% 22%Tecidos de malha 44,4 34,2 90% 87%Dispositivos de cristais liquidos (lcd) 37,3 43,4 74% 47%Aparelhos elétro-mecânicos e térmicos 35,1 27,2 87% 80%Bombas, compressores e ventiladores 35,1 22,5 21% 16%Transmissores ou receptores 35,0 34,2 45% 51%Pilhas,baterias e acumuladores eletricos 32,1 20,5 67% 56%Comparação do preço médio das importações brasileiras da China e do Mundo em janeiro de 2011 US$ / Kg15 Maiores Produtos China Mundo DiferençaAparelhos transmissores ou receptores, partes 13,2 16,2 -19%Máquinas para processamento de dados 45,8 60,0 -24%Aparelhos de ar condicionado 4,6 5,2 -12%Máquinas processamento de dados, partes 27,9 37,2 -25%Circuitos impressos e equipamentos de telefonia 102,3 135,3 -24%Circuitos integrados ou microconjuntos eletrônicos 1.136,5 1.110,4 2%Motores, geradores e transformadores 6,4 10,5 -39%Compostos heterociclicos 6,7 12,0 -44%Produtos laminados de ferro ou aço 0,8 1,0 -18%Tecidos de malha 4,7 4,8 -2%Dispositivos de cristais liquidos (lcd) 62,2 65,3 -5%Aparelhos elétro-mecânicos e térmicos 4,2 4,6 -8%Bombas, compressores e ventiladores 4,6 11,8 -61%Transmissores ou receptores 27,7 52,0 -47%Pilhas,baterias e acumuladores eletricos 11,0 11,6 -5% 1Elaboração: DEREX / Área de Análise Econômica do Comércio ExteriorFonte: AliceWeb/MDIC 03