El estado actual de la ganaderia nacional Brasil

814 views
493 views

Published on

Presentación de Marcio Antonio Portocarrero, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, durante la IX Reunión de la CODEGALAC, Capítulo Cono Sur, realizada en Santiago de Chile el 11 al 12 de diciembre de 2007.

Published in: Government & Nonprofit
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
814
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

El estado actual de la ganaderia nacional Brasil

  1. 1. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. El estado actual de la ganaderia nacional Brasil Marcio Antonio Portocarrero Santiago de Chile, Deciembre 2007.
  2. 2. AGRONEGÓCIO NO BRASIL
  3. 3. Produção com Sustentabilidade IBGE e CONAB – adaptação MAPA Elaboração – revista VEJA edição 03/03/2004 DISTRIBUIÇÃO TERRITORIAL Estimativa em milhões de ha FLORESTA AMAZÔNICA 350 PASTAGENS 220 ÁREAS PROTEGIDAS 55 CULTURAS ANUAIS 47 CULTURAS PERMANENTES 15 CIDADES, LAGOS E ESTRADAS 20 FLORESTAS CULTIVADAS 5 707 Outros usos 38 Área não explorada, ainda disponível para a agricultura 106 TOTAL .... 851
  4. 4. Total Exportado US$ milhões Açúcar 1º 1º 113 6.167 Café 1º 1º 134 3.364 Suco de Laranja 1º 1º 82 1.469 Complexo Soja 2º 1º 74 9.308 Carne Bovina 2º 1º 164 3.923 Tabaco 2º 1º 114 1.752 Álcool 2º 1º 40 1.605 Carne de Frango 3º 1º 145 3.203 Milho 3º 4º 34 460 Carne Suína 4º 4º 72 1.036 Brasil - Ranking Mundial Principais Produtos Produção Exportação Número Países destino
  5. 5. Em 2007 o PIB do agronegócio representou 23,3% do PIB total Em 2007 o PIB do agronegócio representou 23,3% do PIB total 76,7% 23,3% PIB-Agronegócio (2007): R$ 564,36 bilhões PIB-Brasil (2007): R$ 2.422,70 bilhões Fonte: Elaboração dos autores para esse estudo com dados do Banco Central do Brasil e CNA
  6. 6. Rebanho Brasileiro • Bovinos – 213.417 (mil cabeças) • Aves de corte – 5.028 (milhões de cabeças) • Aves de postura – 109.156 (milhões de cabeças) • Suínos – 37.482 (mil cabeças)
  7. 7. 1.000 2.000 3.000 4.000 5.000 6.000 7.000 8.000 9.000 10.000 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 Produção (milton) Fontes: CNA, ABEF e ABIECS Bovina: 71% Suína: 116% Frango: 174% Produção de Carnes – 1994 a 2006
  8. 8. Participação da carne brasileira nas exportações mundiais Participação da carne brasileira nas exportações mundiais Fonte: Elaboração dos autores para esse estudo c/ dados da Conab e USDA 17,8 21,9 27,4 31,6 39,8 40,3 38,3 37,9 38,2 12,0 10,7 11,2 29,1 30,430,1 26,325,1 18,5 14,1 13,2 8,6 14,612,810,55,1 14,2 15,9 0 10 20 30 40 50 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 % Bovina Suína de Frango
  9. 9. PROJEÇÕES BRASILPROJEÇÕES BRASIL Produção de Carne Bovina (mil toneladas) 10.630 13.976 11.649 16.303 0 4000 8000 12000 16000 20000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 2,48%
  10. 10. Exportação de Carne Bovina (mil toneladas) Exportação de Carne Bovina (mil toneladas) Consumo de Carne Bovina (mil toneladas) PROJEÇÕES BRASIL PROJEÇÕES BRASIL 2.265 4.473 3.431 5.515 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 6,18 % 8.390 10.850 8.757 12.924 0 2000 4000 6000 8000 10000 12000 14000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 2,32 %
  11. 11. PROJEÇÕES BRASILPROJEÇÕES BRASIL Produção de Carne Suína (mil toneladas)Produção de Carne Suína (mil toneladas) 2.973 3.730 2.220 5.216 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 1,86%
  12. 12. Exportação de Carne Suína (mil toneladas) Exportação de Carne Suína (mil toneladas) Consumo de Carne Suína (mil toneladas) PROJEÇÕES BRASIL PROJEÇÕES BRASIL 499 971 586 1.357 0 200 400 600 800 1000 1200 1400 1600 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 4,85 % 2.475 3.136 1.919 4.352 0 1000 2000 3000 4000 5000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 2,33 % 2.475 3.136 1.919 4.352 0 1000 2000 3000 4000 5000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior
  13. 13. PROJEÇÕES BRASILPROJEÇÕES BRASIL Produção de Carne de Frango (mil toneladas) 14.414 11.533 17.295 9.821 0 5000 10000 15000 20000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 3,26%
  14. 14. Exportação de Carne de Frango (mil toneladas) Exportação de Carne de Frango (mil toneladas) Consumo de Carne de Frango (mil toneladas) PROJEÇÕES BRASIL PROJEÇÕES BRASIL 2.984 4.467 2.455 6.479 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 7000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 3,49 % 6.837 9.927 8.729 11.125 0 2000 4000 6000 8000 10000 12000 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 Observado Projeção Limite Inferior Limite Superior Taxa anual de crescimento 2007/08-2017/18 3,30 %
  15. 15. “DESAFIO” Produção Sustentável e Certificada
  16. 16. Pirâmide da Qualidade de Alimentos – OILB. Limite InferiorLimite Inferior Alimento de Baixo Preço Alimento de Baixo Preço Alimento CertificadoAlimento Certificado Alimento PremiumAlimento Premium Produção IntegradaProdução Integrada Produção OrgânicaProdução Orgânica Protocolos InternacionaisProtocolos Internacionais Adaptado JRA / LCBN3rd Edition 2004
  17. 17. 1 - Sistema Agropecuário de Produção Integrada – SAPI “Boas práticas agropecuárias”
  18. 18. SISTEMA AGROPECUÁRIO DE PRODUÇÃO INTEGRADA: VISÃO HOLÍSTICA Programa de Especiarias e Plantas Medicinais e Aromáticas Programa de Olericultura Programa de Flores e Plantas Ornamentais Programa de Grãos e Oleaginosas Programa de Raízes, Tubérculos e Fibras Vegetais í Programa de Fruticultura Organização Informação (Banco de Dados) Monitoramento do Sistema Sustentabilidade SAPISAPISAPISAPI Programa de Pecuária de Corte e Leite Programa de Apicultura Programa de AvesPrograma de Suínos
  19. 19. SAPI – ESTADO DA ARTE • PIF/SAPI – 17 espécies frutíferas em 14 Estados 14 normas técnicas publicadas • 39 projetos - nos setores da fruticultura, horticultura, grãos, pecuária, apicultura, raízes e tubérculos. • Parceiros: Embrapa, CNPq, INMETRO, Universidades, Instituições Estaduais de Pesquisa, Extensão, Defesa Agropecuária, Sebrae, Senar, Ceagesp, Associações de Produtores, Cooperativas e Certificadoras. • Mais de 500 Instituições - Públicas e Privadas envolvidas.
  20. 20. Distribuição Geográfica dos Projetos SAPI. 39 Projetos PI 2004/05 05 Projetos PI Animal 2005 13 Projetos previstos 2006/07
  21. 21. Projetos de PI Animal – 2006/2007. Título do Projeto Em andamento 1. Bovinos de Leite 2. Bovinos de Corte na Integração Lavoura/ Pecuária 3. Caprinos e Ovinos 4. Apicultura 5. Bovino de Corte Estados da Federação 1. PR 2. GO 3. CE 4. SC 5. MS/SP MAPA/SDC/DEPROS
  22. 22. Boas Práticas Agropecuárias – BPA • Áreas Temáticas: – Gestão Econômica e Financeira. – Responsabilidade Social. – Gestão Ambiental. – Instalações Rurais. – Manejo Pré-Abate e Bons Tratos. – Formação e Manejo de Pastagens. – Suplementação Alimentar. – Controle Sanitário. – Manejo Reprodutivo.
  23. 23. S I STEMA AGROPECUÁRIO DE PRODUÇÃO INTEGRAD A
  24. 24. 2 - Rastreabilidade na Pecuária de Corte Brasileira. Sistema Brasileiro de Identificação e Certificação De Origem Bovina e Bubalina – SISBOV.
  25. 25. Objetivo O controle e a rastreabilidade do processo produtivo no âmbito das propriedades rurais de bovinos e bubalinos. • Propriedades rurais certificadas com 100% dos animais existentes nessas propriedades rurais identificados desde o nascimento. • Registro do manejo zootécnico dos animais. • Controle do transito dos animais do nascimento ao abate.
  26. 26. SISBOV • Propriedades Cadastradas: 21.094 • Propriedades Certificadas: 7.774 • Confinamentos Cadastrados: 152 • Confinamentos Certificados: 27 • Animais Vivos: – 9.862.542 (atualiz. 06/12/2007)
  27. 27. 3 – Bem-estar animal
  28. 28. Bem-estar Animal Refere-se aos animais tenham sido manejados de acordo com os requisitos mínimos de qualidade, de produção e de manejo, segundo o Código de Bem-estar Animal que possui 5 pontos fundamentais: • Ausência de fome ou sede. • Ausência de desconforto – ambiente apropriado, incluindo abrigo e área de repouso. • Ausência de dor, machucaduras e doenças. • Liberdade de movimentação – espaço suficiente, instalações adequadas e convivência com os da mesma espécie. • Ausência de medo e angústia.
  29. 29. 4 - PROGRAMA Integração Lavoura-Pecuária ILP A ILP é a denominação que se dá a sistemas de produção que integram atividades agropecuárias de forma sinérgica e sistêmica.
  30. 30. no Brasil. • 110 milhões de ha de pastagens cultivadas. • 47 milhões de ha de lavouras. no Cerrado. 60 milhões de ha de pastagens cultivadas. – 70% em processo de degradação. • 17 milhões de ha de lavouras. – 50% em monocultivo e plantio convencional. Estimativas de áreas de pastagens e de lavouras
  31. 31. Área do Bioma Amazônia no Brasil: 419.694.300 ha Área de Amazônia Legal: 506.445.800 ha Área do Brasil: 851.487.700 ha (IBGE, 2006)
  32. 32. Promover e coordenar ações que incentivem e apóiem os agentes das cadeias produtivas do agronegócio a melhorar o seu nível tecnológico e gerencial, e preparar a base produtiva para a certificação dos seus produtos e das suas propriedades. Mitigar o desmatamento em biomas frágeis e/ou estratégicos como a Amazônia e o Cerrado; Intensificar o uso da terra pela diversificação de atividades; e Recuperar a capacidade produtiva do solo pela rotação e diversificação de culturas. Objetivos do Programa ILP
  33. 33. ERROR:stackunderflow OFFENDINGCOMMAND:~ STACK:

×