Your SlideShare is downloading. ×
Utilizando Web Analytics para Reotimização de Sites
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Utilizando Web Analytics para Reotimização de Sites

790

Published on

Conteúdo referente à palestra ministrada na Faculdade Impacta no dia 19/10/2011.

Conteúdo referente à palestra ministrada na Faculdade Impacta no dia 19/10/2011.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
790
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
31
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Utilizando Web Analyticspara Reotimização de Sites Alex Pelati Dir. Search Marketing AO5 – Agência Orange Five
  • 2. A Evolução do SEO e a necessidade de mensurar resultados
  • 3. No passado, as tarefas do profissional de SEO paraobter posicionamento no Google eram:- Fazer pesquisa de palavras-chave;- Inserir as palavras-chave nos títulos das páginas do site (semlimite de caracteres);- Escrever as meta-descriptions das páginas do site;- Inserir as palavras-chave nas meta-keywords das páginas dosite (sem limite de caracteres);- Cadastrar (submeter automaticamente) o site em milhares dediretórios da WEB (o que importava era a quantidade).
  • 4. Os seus objetivos eram:- Aumentar o PageRank do site;- Posicionar o site em diversas palavras-chave relacionadas aosprodutos/serviços oferecidos no site. Ou seja:TRÁFEGO + TRÁFEGO + TRÁFEGO
  • 5. Já atualmente, o trabalho do profissional de SEOenvolve:ANÁLISE ESTRATÉGICA ON-PAGE- Fazer pesquisa de palavras-chave;- Criação de títulos e meta-descriptions otimizados;- Orientar a criação de páginas de destino;- Orientar a linkagem interna do site;- Orientar a disposição das informações do site;- Orientar a criação e adequação de conteúdo do site.
  • 6. ANÁLISE TÉCNICA DO SITE- Acompanhamento do rastreamento e indexação do site pelosmecanismos de pesquisa (robots.txt, sitemap.xml, uso deflash, ajax, etc.);- Conferência das marcações estruturadas do código-fonte dosite (tags de cabeçalho, alt dasimagens, microformats, schema.org, etc.);- Prevenção de conteúdo duplicado interno (redirecionamento301, rel canonical, rel next e prev, etc.).
  • 7. EXECUÇÃO ESTRATÉGICA OFF-PAGE- Cadastro manual em diretórios, social bookmarking, etc.;- Submissão de artigos;- Análise de links da concorrência;- Relacionamento para guest posts;- Orientação para curadoria de artigos;- Sugestões para ações de link bait;- Sugestões para conversão de conteúdo não indexável;- Etc.
  • 8. Com isso, tornou-se primordial a:MENSURAÇÃO DE RESULTADOS- Posicionamento de palavras-chave;- Quantidade de páginas indexadas;- Aumento do fluxo de visitas;- Conversões do site(vendas, contatos, inscrições, downloads, comentários, etc.);- Etc.
  • 9. Google Webmaster Tools e o CTR nos Resultados Orgânicos
  • 10. Com o Google Webmaster Tools, é possível analisarrapidamente o CTR e a posição das principais palavras-chave na SERP do Google:
  • 11. Também é possível verificar as páginas de destino dasprincipais palavras-chave na SERP do Google:
  • 12. DICA!É possível integrar os dados do Google Webmaster Tools noGoogle Analytics.Saiba como em:http://analytics.blogspot.com/2011/10/webmaster-tools-in-google-analytics-for.html
  • 13. Google Analytics – Posicionamento e Conversão de Palavras-Chave
  • 14. Utilizando os Dados do Google Adwords para Melhorar os Resultados de SEO
  • 15. Para alcançar os melhores resultados para o cliente, não sepode criar disputas SEO x PPC. O correto é aproveitar os dadosde ambas as mídias para atingir com precisão os objetivos docliente.Por isso, utilize o relatório dos termos de pesquisa do Adwordscomo fonte de dados:
  • 16. DICA!Na nova versão do Google Analytics você obtêm os dados dostermos de pesquisa, ou seja, não é necessário ter acesso àconta do Google Adwords do cliente.Para isso, acesse “Publicidade”e “Consultas de PesquisaCorrespondidas”:
  • 17. Quais são as vantagens de utilizar os dados do Adwordspara reotimizar seu site?- Obter o número de impressões correto;- Verificar quais palavras-chave possuem melhor taxa deconversão, independente do volume de pesquisa;- Obter novas ideias de palavras-chave, tendo em vista autilização de palavras-chave em correspondência “ampla” ou“frase”;- Projetar a conversão do SEO com o posicionamento depalavras-chave utilizadas no Adwords.
  • 18. Obtendo o Posicionamento Orgânicodas Palavras-Chave no Google Analytics
  • 19. Para obter o posicionamento orgânico das palavras-chaves noGoogle Analytics, é necessário criar três filtros personalizados.Lembre-se de criar os filtros em um novo perfil, para não alteraros dados do perfil principal:
  • 20. O 1º filtro determinará que somente os resultados orgânicos sãoutilizados:
  • 21. O 2º filtro determinará que serão utilizados os resultados doGoogle:
  • 22. O 3º filtro determinará a exibição da palavra-chave + posiçãoinformada na referência da URL do Google, por exemplo:Busca pela palavra-chave “ao5” no Google:http://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&cd=1&ved=0CBwQFjAA&url=http%3A%2F%2Fwww.ao5.com.br%2F&rct=j&q=ao5&ei=HfGeTrngHu-GsAKW6KGECg&usg=AFQjCNG_kiN1YCVrvueZcrfIGc_1Lugelw&sig2=batj9xolq5JNFsCK2Qp8-g palavra-chave posição
  • 23. Por fim, confira a ordem de processamento dos filtros e nãoesqueça de configurar as metas de conversão do perfil:
  • 24. Veja como são exibidos os dados:
  • 25. Com esses dados, você pode montar planilhas para saber:- Quantidade de visitas do site por posição;- Percentual de conversões por posição;- Número de conversões por posição. posição visitas % conversão # conversão # palavras 1ª 574 19,86% 114 170 2ª 190 19,47% 37 76 3ª 63 11,11% 7 44 4ª 78 21,79% 17 38 5ª 47 10,64% 5 26 6ª 65 13,84% 9 22 7ª 46 17,39% 8 14 8ª 60 10% 6 11 9ª 28 10,71% 3 9 10ª 77 14,28% 11 22 11/20 93 12,90% 12 49 21+ 18 11,11% 2 18
  • 26. Acompanhando o ROI com Google Analytics
  • 27. Num E-commerce, calcular o ROI é muito simples, basta tera tag e-commerce devidamente instalada na página deconfirmação de compra:
  • 28. Agora, como calcular exatamente a receita obtida em sites que geram somente um “lead” on-line e a venda ocorre no momento posterior
  • 29. Mensurando a Qualidade dos Leadse Integrando os Dados com o Google Analytics
  • 30. Nesse caso, você pode obter a mídia(ppc, organic, referral...), origem (google, bing, twitter...) e apalavra-chave no momento do envio do “lead” para salvar essesdados numa planilha e posteriormente cruzá-los com os dadosde visitas do Google Analytics.COMO?Obtendo a URL de referência por Por script PHP ou;Obtendo o UTMZ do cookie do Google Analytics.
  • 31. Para utilizar o script PHP, você deve instalá-lo em todas aspáginas do site e recuperar a informação no envio do lead para oe-mail.<?phpsession_start();if(!isset($_SESSION["referrer"])){if ($_SERVER["HTTP_REFERER"]){$referrer = $_SERVER["HTTP_REFERER"];}else{$referrer = "unknown";}$_SESSION["referrer"] = $referrer;}?>No envio do lead para o e-mail, basta incluir o campo:$mail->Body .= “Referer: ". $_SESSION["referrer"] ;http://www.google.com.br/search?q=ao5&ie=utf-8&oe=utf-8&aq=t&rls=org.mozilla:pt-BR:official&client=firefox-a
  • 32. Pelo Cookie, você deverá ter o Google Analytics corretamenteinstalado em todas as páginas do site.No envio do lead para o e-mail, basta incluir o campo:$mail->Body .= “Cookie: ". $_COOKIE["__utmz"] ;888888888.8888888888.1.1.utmcsr=google|utmccn=(organic)|utmcmd=organic|utmctr=ao5
  • 33. De posse desses dados, crie uma planilha com os seguintescampos:- Palavra-chave;- Número de E-mails (deve corresponder à taxa de conversão demeta do Google Analytics);- Valor da Receita;- Número de Transações. palavra-chave # e-mails receita transações
  • 34. Depois, utilize a função =PROCV (ou =VLOOKUP em inglês) doExcel para integrar os dados do relatório do Google Analyticscom os dados da planilha de controle de conversões elaborada: Palavra- Taxa Valor por Visitas Taxa Leads # Contatos # E-mails Receita Transações Valor Médio Chave Transações Visitahead-tail 1 238 14,29% 34 34 R$ 6.450,00 5 R$ 1.290,00 2,10% R$ 27,10long-tail 3 194 17,01% 33 33 R$ 13.767,00 12 R$ 1.147,25 6,19% R$ 70,96long-tail 8 126 12,70% 16 16 R$ 1.743,15 2 R$ 871,58 1,59% R$ 13,83head-tail 4 118 16,10% 19 19 R$ 924,30 1 R$ 924,30 0,85% R$ 7,83long-tail 2 99 30,30% 30 30 R$ 4.963,20 4 R$ 1.240,80 4,04% R$ 50,13head-tail 3 75 17,33% 13 13 R$ 8.842,50 9 R$ 982,50 12,00% R$ 117,90head-tail 7 70 4,29% 3 3 R$ 1.098,70 1 R$ 1.098,70 1,43% R$ 15,70head-tail 5 50 6,00% 3 3 R$ 0,00 0 #DIV/0! 0,00% R$ 0,00long-tail 6 45 15,56% 7 7 R$ 894,35 1 R$ 894,35 2,22% R$ 19,87Exemplo prático em: http://www.ao5.com.br/planilha/
  • 35. Avaliação e Aplicação de Técnicas para Melhorar o Posicionamento Orgânico
  • 36. Com os dados apresentados em mãos, veja o que pode ser feitopara melhorar seu posicionamento orgânico:TÍTULO- A palavra-chave é encontrada entre os 65 primeiros caracteresdo título da página?Se não, verifique a possibilidade de otimizar seu título e incluí-la.EFEITOS DESEJADOS- Melhorar o CTR na SERP do Google;- Aumentar o posicionamento da palavra-chave.
  • 37. META-DESCRIPTION- A meta-description exibe uma frase de chamariz? A palavra-chave aparece na meta-description da página?Se não, otimize o texto para torná-lo mais atrativo. Verifique apossibilidade de trabalhar duas descrições.EFEITOS DESEJADOS- Melhorar o CTR na SERP do Google;
  • 38. META-DESCRIPTIONExemplo de duas descrições. Trabalhe duas frases com 150caracteres cada:Busca por “criação de sites”:Busca por “desenvolvimento de sites”:
  • 39. LANDING PAGE- A palavra-chave “head-tail” possui uma página de destinoespecífica? A palavra-chave “long-tail” possui um tópicoespecífico na página de destino?Se não, crie páginas de destino específicas para a palavra-chave. Trabalhe as palavras-chave “long-tail” no conteúdo dapágina;Utilize tags de cabeçalho para estruturar o conteúdo;Otimize as imagens da página.EFEITOS DESEJADOS- Aumentar o posicionamento da palavra-chave;- Melhorar a conversão do site.
  • 40. LINKAGEM INTERNA- A página de destino da palavra-chave recebe muitos linksinternos? O texto âncora dos links internos estão otimizados?Se não, organize a estrutura do site para receber o “juice” dasprincipais páginas do seu site;Utilize a palavra-chave exata ou expressões com a palavra-chave no texto âncora dos links internos.EFEITOS DESEJADOS- Aumentar o posicionamento da palavra-chave;- Melhorar a conversão do site.
  • 41. LINKAGEM EXTERNA- A página de destino da palavra-chave recebe links de outrosdomínios de qualidade? O texto âncora dos links externoscontêm a palavra-chave?Se não, utilize as estratégias off-page (slide 7) para conseguirlinks para o site;Procure selecionar domínios de qualidade para obter seus links;Se possível, trabalhe variações no texto âncora dos links, commenções exatas e parciais da palavra-chave.EFEITOS DESEJADOS- Aumentar o posicionamento da palavra-chave;- Aumentar autoridade do site e das páginas.
  • 42. Perguntas? Obrigado! @pelati @agenciaao5 www.ao5.com.br alex@ao5.com.br

×