Cap. 03 ind. da america espanhola

948 views
764 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
948
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
48
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cap. 03 ind. da america espanhola

  1. 1. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA CAPÍTULO – 03 Independência da América Espanhola. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  2. 2. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  3. 3. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA O Contato com os Brancos • Desastrosa para o índio (violência); • O europeu só visava o lucro; • Defesa da superioridade branca; - A espada; - A cruz; - A fome. OBS.: • A América torna-se civilizada ?????? • Descoberta ou invadida????? www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  4. 4. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  5. 5. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA 1 - Independências das nações latino-americanas: Processo de libertação das colônias espanholas. • Quando: Aproximadamente entre 1810 e 1830. • Fatores externos: – Crise geral do Antigo Regime (enfraquecimento das potências coloniais). – Iluminismo (base ideológica). – Independência dos EUA (exemplo). – Guerras napoleônicas (ESP invadida sem condições de controlar as colônias). – Revolução Industrial (pressão inglesa para abertura de mercados). – Doutrina Monroe: “A América para os Americanos” (auxílio dos EUA) • Fatores internos: – Pacto colonial retardando desenvolvimento das colônias. – Desigualdades sociais. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  6. 6. IDADE CONTEMPORÂNEA A AMÉRICA ESPANHOLA AMÉRICA LATINA Chapetones Criollos CHAPETONES: Espanhóis ocupantes dos cargos públicos mais importantes. Grandes proprietários. CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis, nascidos nas colônias Excluídos dos cargos importantes Grandes e médios proprietários. Mestiços Negros e Ameríndios MESTIÇOS: Filhos de espanhóis com negros ou ameríndios: Pequenos proprietários e trabalhadores livres. NEGROS E AMERÍNDIOS: Submetidos às formas Compulsórias de trabalho: Mita e Encomienda - Ameríndios Escravidão - Negros www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  7. 7. IDADE CONTEMPORÂNEA 6% sto c rac ia AMÉRICA LATINA A SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA: (aproximadamente 20 milhões de pessoas). Ari 1.2000.000 30% 6.000.000 60% 12.000.000 4% (800.000) CHAPETONES e CLERO: Espanhóis, altos cargos, privilégios. CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis nascidos na América. Elite colonial, grandes proprietários e comerciantes. Integrantes dos Cabildos (Câmaras Municipais) MESTIÇOS: capatazes e artesãos que serviam aos criollos. ÍNDIOS: Explorados como escravos ou “semi-escravos” (Mita – trabalho forçado nas minas/ Encomienda – trabalho servil nos latifúndios) NEGROS: explorados como escravos (Mita / Encomienda) www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  8. 8. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA • Fases dos movimento de independência: – Movimentos precursores (1780 – 1870); – Rebeliões frustradas (1810 – 1816); – Movimentos concretos (1817 – 1824). • Precursores: – TUPAC AMARU (José Gabriel Condorcanqui / PERU – 1776): rebelião indígena. Massacre de aproximadamente 80 mil pessoas – chama acessa. acessa – FRANCISCO MIRANDA (VEN – 1811): Criollo que liderou libertação provisória da Venezuela. Foi preso e morreu na ESP. TUPAC AMARU • Guerras de Independência: – Intervenção napoleônica na ESP. – Deposição do rei Fernando VII.. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  9. 9. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA – 1810 – 1814: Criollos tomam o poder na América amparando-se nos cabildos e formando juntas governativas com apoio da população. Derrotados após a restauração da monarquia na ESP. – 1817 – 1825: lutas vitoriosas. SIMÓN BOLÍVAR (republicano) SAN MARTIN (monarquista) – principais líderes. BOLÍVAR www.colegiodiocesano.zip.net SAN MARTIN Prof. Evanildo Pitombeira
  10. 10. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA Apoio da ING e dos EUA, ambos interessados em novos mercados. BOLIVAR – libertação da Venezuela em direção ao Peru (norte para o sul). SAN MARTIN – libertação da Argentina em direção ao Peru (sul para o norte). Apoio popular. Libertação de escravos. BOLIVARISMO: ideal de unidade territorial do continente (oposição da ING, EUA e elites rurais locais). Fracasso (Congresso do Panamá – Pan-americanismo). www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  11. 11. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA • Conseqüências: – Fragmentação territorial em várias repúblicas. – Instabilidade política (lutas internas pelo poder). – Dependência econômica (Sul – ING, Centro – EUA). – Estrutura econômica inalterada (América permanece como fornecedora de matéria-prima e consumidora de manufaturados). – CAUDILHISMO – tipo de governo característico da América Latina do período, com líderes autoritários, paternalistas e conservadores, representantes das elites locais. – UNITARISMO (Partido Conservador) / FEDERALISMO (Partido Liberal) – Desigualdades sociais – mestiços, índios e negros ainda marginalizados. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  12. 12. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA Pobre México Antecedentes: * Movimento popular e republicano, liderado pelos padres Miguel Hidalgo e Morelos (Vicente Guerreno) – 1810. Base ideológica diferentes das outras revoltas, lutavam: - Transformações sociais; - Fim da escravidão; - Igualdade de direitos. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  13. 13. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA Independência do México • 1815 – Movimento liderado pelas elites – General Augustín Itúrbide – proclama a independência do México (Plano de Iguala). • Monarquia (1821 a 1824) – Itúrbide autoproclama-se imperador. • 1824 – Deposição de Itúrbide e consolidação da independência com o general Guadalupe Victória (REPÚBLICA) • De 1824 a 1850, teve aproximadamente 50 governos. • Guerras Mexicano-americanas (1847/48) – EUA, anexa o Texas. • Tratado de Guadalupe Hidalgo (1848) – (Perde o Texas, Colorado, Arizona e Novo México – 15 milhões de dólares). www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  14. 14. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA • 1850 – Revolta Liberal contra oligarquias chefiada por um criollo Benito Juárez (1854 – 1862): – Aboliram as estrutura coloniais e emanciparam os indígenas – Nacionalizaram os bens da igreja; – Suspenderam o pagamento da dívida externa; • França invade o México (resistência à invasão com apoio dos EUA – Doutrina Monroe) • Porfírio Diaz (1876 – 1911): – Ditadura com elementos positivistas. – Indústrias estrangeiras. – Base agrária latifundiária (Estado oligárquico). – Milhões de camponeses na miséria. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  15. 15. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA Cuba livre? • Colônia espanhola no Caribe, principal produtora mundial de açúcar e de tabaco do século XIX, • 1885, liderada por José Martí iniciou seu processo de emancipação. • Martí, usou do seu jornal, La Patria Libre, para mobilizar o povo, até que foi preso e deportado para a Espanha. • Voltou a América e peregrinou por México, Venezuela e Estados Unidos, usando de suas ideias para conseguir fundar o Partido Revolucionário Cubano. • Morreu em 1895, logo após desembarcar em Cuba. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  16. 16. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA • O processo de independência continuou, pelos norteamericanos, que usaram a explosão de um navio atracado em Havana para declarar guerra ao domínio espanhol sobre a ilha. • O presidente dos EUA, William McKinley, assinou em 1898 a Resolução Conjunta, declarando cinicamente: “... que o povo de Cuba é e por direito deve ser livre e independente, ... que os Estados Unidos por intermédio da presente declaram não ter vontade nem intenção de exercer soberania, jurisdição ou domínio sobre esta ilha, exceto para sua pacificação, e assevera sua determinação, quando a mesma seja atingida, de entregar o governo e o domínio da ilha a seu povo.” • A partir da Resolução Conjunta, o governo norte-americano teria argumentos para usar a força e declarar guerra a Espanha e, com isso, passaria a “garantir” a soberania e a liberdade de territórios como o Caribe e as áreas do Pacífico. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  17. 17. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA • Cuba permaneceu ocupada pelos norteamericanos até o ano de 1902. • Em 1901, os cubanos foram obrigados a acrescentar em sua Constituição a Emenda Platt, (Cuba torna-se protetorado norte-americano com regalias territoriais – caso do espaço onde hoje se encontra a base militar de Guantánamo) • Qualquer ameaça à ilha, os norteamericanos teriam o direito de “defendêla”. • A Emenda valeu até o ano de 1933, quando num golpe militar Fulgêncio Batista assumiu o poder. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  18. 18. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA O Haiti dos negros livres • Movimento ímpar nas independências da América. • O Haiti, localizado na parte central da América, rica colônias da francesa – (açúcar). • Controlado por uma pequena elite de brancos proprietários de terra, usava basicamente a mão de obra escrava negra (diferindo assim também do restante da América espanhola), • Elite e escravos desejavam dar fim às exigências impostas pelo pacto colonial francês (divergiam): - A elite – buscava maior autonomia política com o intuito de expandir seus interesses, - Os escravos – queriam a justiça social a fim de fazer valer o lema francês de liberdade, igualdade e fraternidade. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  19. 19. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA • Em 1791, escravos, mulatos e negros alforriados uniram-se com o objetivo de dar fim ao domínio exercido pela elite branca que controlava os poderes e instituições políticas locais. • Sob o comando do líder negro Toussaint Louverture, os escravos conseguiram tomar a colônia e extinguir a ordem vigente. • Anos depois, a própria França revolucionária poria fim à escravidão em suas colônias, como parte do seu projeto revolucionário. • 1801, Louverture, deseja liberdade para os escravos da região da ilha colonizada pelos espanhóis hoje correspondente à República Dominicana. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  20. 20. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA • 1803, Bonaparte enviou um grande exército que, sob o comando de Charles Leclerc, conseguiu deter Toussaint Louverture, levando-o preso para a França, onde morreu. • Jacques Dessalines, assume o poder, conseguiu derrotar as tropas de Napoleão e concretizar a Independência do Haiti. • 1806, Dessalines foi traído e assassinado por Alexandre Pétion e Henri Christophe, o Haiti passou então a adotar o regime republicano • O reconhecimento da independência daquele país só aconteceria no ano de 1825, quando o governo francês recebeu da excolônia uma indenização de 150 milhões de francos. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  21. 21. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA O Haiti nunca conseguiu uma independência que lhe desse a garantia da soberania, caindo anos mais tarde na mão de ditadores violentos e vivendo hoje uma condição de miserabilidade quase total, ainda mais depois da tragédia do terremoto que matou mais de 200 mil pessoas. A repercussão da independência do Haiti na América foi de extremo valor para desencadear ondas de protestos por parte dos negros ainda cativos. No Brasil, destacamos a Conjuração Baiana ou Guerra dos Alfaiates no ano de 1798. www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira
  22. 22. IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA LATINA FIM www.colegiodiocesano.zip.net Prof. Evanildo Pitombeira

×