Exercicio de geografia sobre economia global com gabarito

11,245 views
10,702 views

Published on

Prof. Paulo Vital

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
11,245
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
46
Actions
Shares
0
Downloads
103
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Exercicio de geografia sobre economia global com gabarito

  1. 1. Exercício de Geografia sobre Economia Global com Gabarito 1. A década de 90, sobretudo a primeira metade, é reconhecida como um período de estabilidade da economia e de avanços sociais importantes, no Brasil. Analise as proposições sobre a década de 90 e as questões correlatas. I. De maneira geral pode-se inferir que a implantação da nova moeda – o Real, e o controle da inflação permitiram aumento do consumo e dos índices de desenvolvimento humano, diminuição da pobreza, melhor distribuição de renda. II. Certamente, pode-se afirmar que houve avanços sociais importantes no Brasil, mas a década de 90 também foi marcada por conflitos e lutas travadas em prol de direitos e ampliação de conquistas sociais. A exemplo foram as lutas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), dos movimentos em defesa dos indígenas, movimentos negros, feministas, afrodescendentes e ecologistas. III. A década de 90 também foi marcada por crises. A exemplo, a crise econômica internacional no final da década que colocou a economia brasileira em dificuldades; a ocorrência de privatizações controversas e o crescimento do déficit público. IV. Na década de 90, inserção do país na ordem política internacional, os principais pontos da política externa pautavam-se no cultivo de relacionamento pacífico com os países vizinhos e na política de fortalecimento das relações regionais e conjuntas, como as voltadas ao Mercosul e à União Europeia, dentre outras. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras. b) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. c) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras. d) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras. e) Todas as afirmativas são verdadeiras. 2. (MACK) Desde a crise financeira mundial, deflagrada nos EUA em 2008, muitos governos têm adotado medidas para a sua superação. Assinale a alternativa correta sobre o tipo de medidas de política econômica adotada no Brasil. a) Liberal clássico, com ampla abertura a importações que visam dinamizar o mercado interno e a competição com empresas nacionais. b) Neoliberal, em que o Estado amplia a sua participação em setores considerados estratégicos. c) Socialista, em razão da ideologia esquerdista dos integrantes do governo. d) Desenvolvimentista, em que o Estado utiliza mecanismos como isenção de impostos, redução de juros e aumento do protecionismo. e) Globalizada, em que o país se torna aberto a qualquer tipo de movimentação financeira com outros países, sem qualquer restrição legal.
  2. 2. 3. Assinale a alternativa que melhor interprete a tabela abaixo: Fonte: http://www.geografiaparatodos.com.br/img/infograficos/retrato_dos_bricsh.jpg (acesso em 13 de outubro de 2012). a) O termo BRIC foi criado em 2001 pelo economista inglês Jim O'Neill para fazer referência a todos os países em desenvolvimento do planeta, exceto os já incorporados ao mundo desenvolvido como Brasil, China e Rússia. b) Estes países emergentes possuem características comuns como, por exemplo, o bom crescimento econômico. Especialistas indicam que, em breve, a Rússia, herdeira política e econômica da antiga União Soviética, ultrapassará facilmente o PIB da China e será a segunda economia mundial. c) Ao contrário do que algumas pessoas pensam, estes países não compõem um bloco econômico, apenas compartilham de uma situação econômica com índices de desenvolvimento e situações econômicas parecidas. Eles formam uma espécie de aliança que busca ganhar força no cenário político e econômico internacional, diante da defesa de interesses comuns. d) Brasil e China, mesmo sendo os mais populosos dos BRICs, apresentam índices de crescimento econômico elevados e, portanto, estão bem qualificados no quadro do Índice de Desenvolvimento Humano – IDH.
  3. 3. O time dos emergentes: (da esq. para a dir.) Dilma Rousseff, do Brasil; Dimitry Medvedev, da Rússia; Manmohan Singh, da Índia; Hu Jintao, da China; e Jacob Zuma, da África do Sul, em reunião dos Brics, em Nova Délhi. (Disponível em:< http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/86407_TODO+PODER+AOS+BRICS> Acesso em: 10 out. 2012). 4. Os líderes políticos reunidos na foto representam o conjunto de países que têm se destacado no quadro da economia mundial recentemente. Sobre esse conjunto de países, assinale a alternativa correta. a) Com exceção da África do Sul, todos os demais são considerados grandes potências econômicas em razão de terem conseguido, nos últimos 10 anos, eliminar completamente a pobreza de seus territórios. b) Compõem um bloco denominado BRICS que se formou a partir de mudanças significativas no cenário mundial e aponta transformações quanto ao papel e importância dos países em desenvolvimento nesse contexto. c) Todos, sem exceção, conseguiram atingir altos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) nos últimos 10 anos e, por isso, são considerados potências emergentes no cenário econômico mundial. d) Formam um bloco econômico denominado BRICS, que em 2011 superou a União Europeia e NAFTA em participação na economia mundial considerando- se o valor do PIB. e) Possuem várias características comuns no tocante à língua e demais elementos culturais, o que os mobilizou a formarem um bloco visando a uma participação econômica mais significativa no cenário mundial. 5. Leia o texto com atenção. Uma pesquisadora produziu as seguintes características para o Brasil: “Brasil, quinto país do mundo em extensão territorial, é o mais vasto do hemisfério sul. Ele faz parte essencialmente do mundo tropical, à exceção de seus estados mais meridionais, ao sul de São Paulo. O Brasil dispõe de vastos territórios subpovoados, como o da Amazônia, conhece também um crescimento urbano extremamente rápido, índices de pobreza que não diminuem e uma das sociedades mais desiguais do mundo. Qualificado de ‘terra de contrastes’ o Brasil é um país moderno do Terceiro Mundo, com todas as contradições que isso tem por consequência” (Adaptado de: Vesentini, J. W.).
  4. 4. O Brasil é qualificado como “terra de contrastes” por a) fazer parte do mundo tropical, mas ter um crescimento urbano semelhante ao dos países temperados. b) não conseguir evitar seu rápido crescimento urbano, por ser um país com grande extensão de fronteiras terrestres e de costa. c) possuir grandes diferenças sociais e regionais e ser considerado um país moderno do Terceiro Mundo. d) possuir vastos territórios subpovoados, apesar de não ter recursos econômicos e tecnológicos para explorá-los. e) ter elevados índices de pobreza, por ser um país com grande extensão territorial e predomínio de atividades rurais. 6. O Brasil, a Rússia, Índia e China alcançaram grande importância na economia mundial. O grupo formado por estes quatro países passou a ser chamado de BRIC. Essa sigla foi criada em 2001 pelo economista Jim O’neill, do grupo Goldman Sachs. O BRIC já tem importância política mundial, e a Rússia, Índia e China contam com um grande poderio militar. Neste sentido, é correto afirmar: a) o BRIC não firmou acordos políticos, comerciais ou militares, mas dispondo de economias com grande potencial produtivo e de consumo constituiu tratados de comércio. b) o BRIC agrupa 60% da população do planeta, formando um imenso mercado consumidor. c) Brasil, Rússia, Índia e China são países com culturas e economias semelhantes. d) a Índia e a China atuam fortemente na importação de manufaturados. e) o Brasil e a Rússia atuam fortemente na exportação de manufaturados, sendo que os russos se destacam no ramo da informática. 7. O BRICS é o grupo formado pelos países emergentes no sistema capitalista composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A ideia do termo foi do economista Jim O’Neil em estudo de 2001 para identificar o grupo de países responsável por grande parte do crescimento econômico mundial recente. Em 2006, o conceito se tornou um agrupamento efetivo de países que, em 2011, passou a contar com a África do Sul. Sobre o BRICS é correto afirmar que: a) a economia da Rússia se torna enfraquecida pela inexistência de grandes reservas de petróleo e gás natural no país, o que provoca uma dependência pela necessidade de importação dessas fontes de energia. b) o sistema bancário chinês é moderno, entretanto as reservas estrangeiras no país são insignificantes. c) o grupo de países passou a ter existência formal, contando com um documento constitutivo com a realização da primeira Reunião de Cúpula entre Brasil, Rússia, Índia e China, em 2006. d) a Índia ainda não apresenta previsão de crescimento muito elevado, principalmente por não ter realizado um processo de abertura econômica, evitando a atração de investimentos estrangeiros. e) o Brasil, na atualidade, apresenta um sistema financeiro estável e sólido garantido por bancos capitalizados e confiáveis.
  5. 5. 8. A obra de Vik Muniz permite uma reflexão sobre a organização do espaço no período técnico-científico-informacional, discutido por Milton Santos. Em relação ao processo de espacialização desse período, assinale a alternativa correta. a) Caracteriza-se pela redução das necessidades de transporte das mercadorias. b) É determinado pela concentração populacional no espaço geográfico. c) Exclui os espaços rurais pela restrição da utilização de ciência e de tecnologia. d) Marca a totalidade do espaço, que se subordina à lógica da globalização. e) Resulta no predomínio de relações lugar-lugar em detrimento das relações local-global. 9. BRASIL: POTÊNCIA OU COLÔNIA? Não há dúvidas de que, em alguns aspectos, a economia brasileira vai bem, com seu crescimento puxado pelo forte consumo do mercado interno. Também é preciso reconhecer que nos últimos anos o país obteve resultados expressivos no que diz respeito às políticas sociais, tendo tirado mais de 20 milhões de brasileiros do estado de miséria e elevado mais de 30 milhões à classe média. Por outro lado, alguns indicadores ainda nos envergonham e mostram que estamos muito distantes do mínimo necessário para nos considerarmos uma nação em desenvolvimento. Como exemplo, podemos citar um quesito fundamental à saúde, que é o saneamento ambiental, cujos indicadores são alarmantes (...). Na educação, ciência e tecnologia a situação não é diferente (...). No que se refere à Política Industrial, a situação também é extremamente preocupante, pois o atual modelo econômico nos empurra para uma primarização da economia. O fato é que o Brasil está priorizando a exportação de commodities em detrimento das exportações de bens de maior valor agregado (...). NETO, Luiz Aubert. Revista Mercado Comum. Ano XVIII – Ed. 218. p. 112, 113. Texto adaptado. Em relação ao texto acima e seu título, são apresentadas as seguintes afirmativas: I. O Brasil mostra características de potência, devido ao valor agregado dos seus produtos industrializados. II. Alguns indicadores de extrema relevância, como saúde, educação, política industrial ainda incluem o país na classificação do subdesenvolvimento. III. A exportação de commodities, em detrimento das exportações de bens de maior valor, coloca o Brasil na categoria de potência. IV. Os fatores de expressivos resultados nas políticas sociais e o crescimento da economia através do fortalecimento do mercado interno têm levado a crer que o Brasil está na categoria de potência. Está CORRETO apenas o que se afirma em a) II e IV b) II e III c) I e IV d) I e II e) I e III
  6. 6. 10. As commodities representaram 71% do valor exportado pelo Brasil de janeiro a maio. Nos cinco primeiros meses do ano passado essa participação era de 67%. As vendas ao exterior desses produtos avançaram 39,1%, muito mais que as dos manufaturados, 15,1%. Os cálculos são da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), obedecendo a critérios diferentes dos seguidos pelo Ministério do Desenvolvimento, já que incluem commodities classificadas como semimanufaturados e mesmo alguns produtos considerados manufaturados pelas estatísticas oficiais. Entre esses itens estão açúcar refinado, combustíveis, café solúvel e alumínio em barras. http://www.iedi.org.br/artigos/imprensa/2011/ iedi_na_imprensa_20110629_commodities_ja_representam_71_das_exportacoes_do_pais. html A reportagem revela uma mudança gradual no perfil das exportações brasileiras. Sobre esse tema, é correto afirmar: a) Apesar do aumento da participação das commodities na pauta de exportações, o Brasil apresenta superávit na balança comercial dos produtos manufaturados. b) O aumento da exportação brasileira de commodities, mencionado na reportagem, está fortemente baseado no crescimento da demanda asiática. c) Nos últimos anos, o Brasil vem aumentando exponencialmente a sua participação no comércio de produtos de alta e média intensidade tecnológica. d) A mudança revelada pela reportagem resulta da maior diversificação do setor produtivo brasileiro. e) O câmbio valorizado foi um dos fatores que contribuíram para o aumento das vendas externas, tanto de commodities como de manufaturados. 11. (FGV-SP) Considere os textos. I. [maio de 2011] O governo da presidente Cristina Kirchner aplica uma saraivada de medidas que restringem ou atrasam a entrada de produtos brasileiros no mercado argentino. Segundo a consultoria portenha Abeceb, do total de exportações realizadas pelo Brasil para a Argen tina, 23,9% são alvo de barreiras – quase um quarto das vendas. (http://veja.abril.com.br/noticia/economia/argentina-aumenta-barreiras-comerciaiscontra-o-brasil) II. [outubro de 2011] A decisão do Brasil de elevar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos importados foi questionada durante reunião do comitê de acesso a mercados da Organização Mundial do Comércio (OMC). Durante o encontro, representantes de Japão, Austrália, Coreia do Sul, Estados Unidos e União Euro- peia – que abrigam algumas das maiores montadoras do mundo – pediram à delegação brasileira explicações sobre a medida. (http://oglobo.globo.com/economia/mat/2011/10/14/paises-exportadores-de-vei- culosreclamam-na-omc-do-aumento-do-ipi-925586226.asp#ixzz1cQB0V2Hq)
  7. 7. Sobre os textos, é correto afirmar que: a) ambos expressam medidas protecionistas que visam salvaguardar as indústrias nacionais. b) ambos têm como objetivo criar superávits nas balanças comerciais argentina e brasileira. c) I mostra uma medida protecionista e II é uma retaliação brasileira aos subsídios agrícolas dos países ricos. d) I representa o rompimento dos acordos firmados pelo Mercosul e II é uma medida protecionista do Brasil. e) I é medida fortemente condenada pela OMC e II tem caráter paliativo para balanças comerciais deficitárias. 12. (UERJ) O exame da distribuição de renda da população auxilia na avaliação do grau de justiça social, da qualidade da ação previdenciária do Estado e da eficácia das políticas públicas de combate à pobreza. Observe o gráfico que indica a razão entre a renda anual dos 10% mais ricos e a renda anual dos 40% mais pobres, no Brasil, nos anos de 2001 a 2008. LUCCI, Ellian. BRANCO, Anselmo L., MENDONÇA, Cláudio. Território e sociedade no mundo globalizado. São Paulo: Saraiva, 2010. Considerando os dados apresentados, é possível afirmar que a principal ação governamental que contribuiu para a mudança verificada na distribuição da renda na sociedade brasileira durante o período indicado foi: a) elevação do valor real do salário mínimo b) redução da carga tributária do setor produtivo c) diminuição da taxa básica de juros ao consumidor d) ampliação do investimento público em infraestrutura 13. (UFPA) “Nos últimos vinte anos o Brasil tem desenvolvido novas formas técnicas e organizacionais, como a informatização e a automação nas atividades agropecuárias, na indústria e nos serviços, os atuais tipos de contratação e as políticas trabalhistas conduziram, entre outros aspectos, a um aumento do desemprego e da precarização das relações de trabalho. ”SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 2001. p. 220. (Texto adaptado). A implicação das mudanças tecnológicas no mundo do trabalho, no Brasil, sugeridas no texto, estão identificadas na alternativa: a) A redução dos postos de trabalho nas atividades agropecuárias e industriais foi compensada pelo investimento dos setores público e privado em postos de trabalho nos grandes centros urbanos. b) As ampliações das necessidades produtivas, sobretudo a partir da revolução das telecomunicações, têm contribuído para o aumento do desemprego no setor informal.
  8. 8. c) As novas formas de contratação de trabalho, principalmente a terceirização, são um dos indicadores de que as relações de emprego se tornaram precárias, o que foi acompanhado da redução da renda do trabalhador brasileiro. d) A crescente diversificação das profissões atende às novas necessidades produtivas do mercado, no entanto é responsável pelo crescimento do desemprego no setor de serviços e na economia informal do país. e) O crescimento e a distribuição dos polos regionais de informática pelo território nacional foram responsáveis pela redução dos subempregos, na medida em que se absorveram os desempregados do mercado formal. 14. Importantes transformações produtivas e na forma de organização do trabalho têm ocorrido nas últimas décadas em todo o mundo e também no Brasil. Assinale a alternativa correta. a) Em todo o mundo vêm sendo observadas mudanças em relação ao assalariamento e ao desemprego, como a precarização das relações de trabalho para desoneração da produção, e o crescimento da informalidade. b) Acordos e tratados internacionais, dos quais o Brasil é signatário, tratam da questão do trabalho escravo e proíbem a escravidão por dívida, razão pela qual esse tipo de trabalho forçado não é registrado no país desde 1888. c) Considerando a oferta de trabalho no Brasil, observa-se uma mudança de tendência, com a diminuição de oferta de emprego no setor primário e terciário, e efetivo aumento da oferta de emprego no setor secundário da economia. d) Uma característica marcante das relações de trabalho na etapa atual do modo de produção é a maior organização sindical. 15. Sobre o Texto, cuja ideia central é a sociedade brasileira, afirma-se que: a) o clima seco da Região Norte é o principal responsável pelas mazelas sociais que estão presentes no Brasil. b) a falta de oportunidades no setor agrícola brasileiro promove consideráveis problemas socioeconômicos, político e cultural. c) paz, saúde, trabalho e dinheiro representam os setores da sociedade brasileira que estão sendo trabalhados pelo governo. d) as crianças de todo Brasil estão amparadas pelas famílias, por isso não precisam de políticas públicas. e) o governo brasileiro é omisso em determinadas situações, pois há grandes desigualdades e problemas sociais. GABARITO - 1E 2D 3C 4B 5C 6A 7E 8D 9A 10B 11A 12A 13C 14A 15E

×