• Like
Natal
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
531
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
3
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. TRADIÇÕES DO NATAL Bruno santos 6ºF Nº5 MORAL
  • 2. Tradições do Natal 25 de DezembroAs pessoas pensam que o Natal é nodia 25 de Dezembro, porque julgamque foi neste dia que nasceu Jesus. Noentanto, a data do nascimento édesconhecida.A primeira igreja não se preocupoucom isso pois o importante foi onascimento do Menino Jesus, quenasceu com o objetivo de salvar ahumanidade.A data 25 de Dezembro para festejar onascimento de Jesus deve ter sidoestabelecida entre os anos 243 e 336a.C.
  • 3. Porquê esta data e não outra?A escolha desta data teve como objetivo dar sentido cristão a uma festa pagã.O imperador Aureliano no ano 274 oficializou o culto ao sol, ordenou a construção de um templo e fixou a sua festa no dia 25 de Dezembro, que segundo a astronomia do tempo, essa era a data do solstício de inverno. Os cristãos passaram a festejar nessa data o nascimento do menino Jesus, o Sol da Justiça, a Luz do Mundo.
  • 4. PresépioA palavra “presépio”significa “manjedoura deanimais” e sua origem é,hebraica .A partir de 1223 asrepresentações do presépiosofreram um grandeimpulso, quando SãoFrancisco de Assis resolveufazer um presépio ao vivoem Grécia, na Itália, na noitede 24 para 25 de Dezembro.A partir desse momentocomeçaram a vulgarizar-serepresentações com figurasesculpidas.
  • 5. Árvore de Natal Por ocasião do Natal costuma usar-se,como ornamento das casas, o pinheiro e oabeto. As suas folhas simbolizam a vidaeterna. Jesus, como se sabe, veio dizerque tínhamos a vida em abundância.Tendo sido Cristo, pendente da Cruz, oPão vivo descido do céu, os medievaiscostumavam ornamentar a árvore dopresépio com ofertas, símbolo daEucaristia, como fruto do sacrifício da cruz.Daí o aparecimento da árvore do Natal,carregada de frutas e guloseimas queJesus oferece às crianças.A tradição da Árvore de Natal é de origemgermânica e data do tempo de SãoBonifácio.Uma das primeiras pessoas a adoptar ocostume da Árvore de Natal, parece tersido a rainha Carlota, esposa de Jorge IIIde Inglaterra.
  • 6. MISSA DO GALOA Missa do Galo tem origem na província espanhola de Toledo. Cada lavrador matava um galo em memória daquele que cantou três vezes quando Pedro negou Jesus. A ave era levada para a igreja e oferecida aos pobres, a fim de terem um almoço melhorado no dia de Natal. Em algumas aldeias portuguesas e espanholas levava-se o galo vivo para a igreja para que ele cantasse durante a missa.
  • 7. Pai Natal A história do Pai Natal é baseada num factoverdadeiro. No século IV, Nicolau, Bispo de Mira,tinha o hábito de distribuir presentes entre ospobres, mas não gostava de receberagradecimentos. Como era Bispo já com alguma idade, tinha assuas barbas brancas e usava um trajeavermelhado, como os cardeais actuais nascerimónias solenes. Mesmo depois da sua morte, as criançasholandesas acostumaram-se a colocar os sapatosà porta de casa, esperando a visita de SãoNicolau. Faziam-no na noite de 5 para 6 deJaneiro, noite em que os Reis Magos oferecerampresentes a Jesus.Mais tarde o costume divulgou-se por outrospaíses, que mudaram a data para a noite de Natale passaram a chamar Pai Natal aquele que traz asprendas.
  • 8. Tradição do BacalhauA Igreja Católica, na época da IdadeMédia, mantinha um rigoroso calendárioonde os cristãos deveriam respeitar osdias de jejum, excluindo de sua dietaalimentar as carnes consideradas“quentes”. O bacalhau era uma comida“fria” e o seu consumo era incentivadopelos comerciantes nos dias de jejum.Com isso, passou a ter forteidentificação com a religiosidade e acultura do povo português. O rigorosocalendário de jejum foi aos poucossendo desfeito, mas a tradição dobacalhau mantém-se forte nos paísesde língua portuguesa até os dias dehoje, principalmente no Natal.
  • 9. Bolo ReiDiz a lenda que, quando os Reis Magos foramvisitar Jesus com a intenção de lhes oferecerempresentes: ouro, incenso e mirra, a cerca de setequilómetros do local onde o Menino seencontrava tiveram uma discussão: qual elesseria o primeiro a oferecer os presentes.A solução foi-lhes dada por um artífice, queassistindo à conversa, quis ajudar a encontrarpara o problema uma saída que agradasse atodos. Ele faria um bolo cuja massa incorporariauma fava. Repartindo pelos Reis Magos, seria o primeiroa oferecer os presentes ao Menino Jesus,aquele em cuja fatia se encontrasse a fava.Conhecido pelo nome de Bolo Rei feito paraescolher um Rei, aquele doce passou a usar-sesobretudo no Natal. Há uma outra lenda que diz ter sido um bolo defruta seca.Os crentes deviam comer doze bolos entre oNatal e o dia de Reis.A côdea simboliza – o ouro; o miolo e as frutassecas simbolizam – a mirra; o aroma simboliza –o incenso.