Sentidos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sentidos

on

  • 9,341 views

Aula sobre os sentidos humanos

Aula sobre os sentidos humanos

Statistics

Views

Total Views
9,341
Views on SlideShare
9,341
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
270
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sentidos Sentidos Presentation Transcript

  • Olá! Eu sou o Pedro e vou-te ajudar a descobrir os órgãos dos sentidos..
  • Sabias que temos 5 sentidos ? Eles são a visão , audição , olfato gosto e tato . Sabias que temos 5 sentidos ? Eles são a visão,audição, olfato, paladar e tato .
  • A pele é o órgão do sentido do tacto. A pele é o órgão do sentido do tato. Tato
  • O tato é o primeiro sentido que desenvolve nos seres humanos. É pelo tato que sentimos as propriedades dos corpos físicos, sua dureza e textura. No tato existem três tipos de sensibilidade: - Mecânica - Térmica - Dolorosa
  • O tato é diferente de todos os outros sentidos, ele só é ativado quando tocamos em algum objeto. Milhares de células entram em ação para nos informar se é algo quente ou frio, áspero ou macio, fofo, seco ou úmido.
  • Na pele existem dois tipos de nervos minúsculos que recebem as impressões do tato. São as terminações nervosas e os corpúsculos táteis. As impressões de dor, tato, calor, frio e pressão são recolhidas pelas terminações nervosas e pelos corpúsculos táteis. Em seguida, são conduzidas pelos nervos até o cérebro, onde são transformadas nas respectivas sensações. Portanto, a dor, o tato, o calor, a pressão são sentidos no cérebro e não na pele.
  • CORPÚSCULOS SENSORIAIS A = Corpúsculo de Meissner D = Ligações Nervosas B = Corpúsculo de Paccini E = Corpúsculo de Krause C = Terminações Nervosa livres F = Corpúsculo de Ruffini
  • Pele, Pelos e Glândulas Pele: formada pela epiderme (camada externa) e derme (camada mais profunda). Na pele encontramos ainda pelos e glândula sudoríparas e sebáceas, que têm função protetora, de regulação térmica e lubrificante.
  • A língua é o órgão do sentido do gosto. A língua é o órgão do sentido do gosto. Paladar ou Gustação
  • É o resultado de sensações percebidas pela boca e também por sensores do olfato. O paladar é o sentido que nos permite sentir o gosto dos alimentos. Na língua existem 10 mil pequenas estruturas chamadas papilas gustativas e existem sensores dentro de cada uma delas, chamados corpúsculos gustativos , que transformam o sabor em impulsos elétricos e esses impulsos informam ao cérebro se a comida é doce, salgada, amarga ou azeda.
  • O olfato tem uma grande importância para o paladar, pois, quando colocamos algum alimento na boca, a mesma libera odores que se espalham pelo nariz. As sensações olfativas funcionam ao lado das sensações gustativas, auxiliando no controle do apetite e da quantidade de alimentos que são ingeridos. A saliva também é importante, pois as moléculas do alimento precisam ser dissolvidas em algum líquido. A saliva entra em ação, assim que você sente o odor do alimento, esse processo é conhecido como água na boca. As quatros sensações gustativas chamamos de sensações gustativas primária, são elas:
  •                              A = amargo B = ácido C = salgado D = doce
  • OLFATO O nariz é o órgão do sentido do olfato .
  • Situa – se nas fossas nasais e permitem a percepção dos odores. As fossas nasais são revestidas internamente por uma mucosa. Na parte inferior, essa mucosa é avermelhada, pois é rica em vasos sanguíneos destinados a aquecer o ar que inspiramos. Na parte superior, essa mucosa contém ramificações do nervo olfatório, formando uma região especializada conhecida como epitélio olfatório . O nariz humano tem cerca de 5 milhões de células olfativas, são elas que capturam as moléculas odoríferas e enviam essa informação ao cérebro, que faz o reconhecimento dos odores.
  • Os animais usam o olfato para encontrar alimento, orientarem-se e perceber perigos. Nos seres humanos, o olfato é muito mais sensível que o paladar, podendo perceber até 10 mil odores diferente. No nariz há células especiais para captar os odores.
  •  
  • O olfato, como a visão, possui uma capacidade adaptativa. Ao sentirmos um odor forte, a sensação olfativa é bastante forte também, mas, após alguns minutos, o odor fica quase imperceptível. Porém, ao contrário da visão que é capaz de perceber um grande número de cores ao mesmo tempo, o sistema olfativo detecta a sensação de um único odor de cada vez. Contudo, um odor percebido pode ser a combinação de vários outros diferentes. Se tanto um odor pútrido quanto um aroma doce estão presentes no ar, o dominante será aquele que for mais intenso, ou, se ambos forem da mesma intensidade, a sensação olfativa será entre doce e pútrido.
  • AUDIÇÃO Os ouvidos são os órgãos do sentido da audição. Os ouvidos são os órgãos do sentido da audição.
  • O ouvido é um órgão extremamente sensível, que nos capacita perceber e interpretar ondas sonoras. É pela audição que percebemos os sons. Primeiramente, o som se propaga pelo ar, entra pelo ouvido e chega ao tímpano, uma membrana protetora. O tímpano passa a vibração para três ossinhos juntos entre si: estribo, martelo e bigorna.
    • Ouvido externo     É formado pela orelha e pelo conduto auditivo externo.     A orelha é constituída de tecido cartilaginosa, com ondulações que captam o som.     O conduto auditivo externo conduz o som para o interior do ouvido. Nele existem glândulas que produzem a cera. A cera e os pêlos têm a função de reter as impurezas.
    • Ouvido médio ou caixa timpânica     Localiza-se numa escavação do osso temporal e separa-se do ouvido externo por uma membrana chamada tímpano.     O ouvido médio comunica-se com o ouvido interno através da janela oval e a janela redonda.     O ouvido médio comunica-se com a faringe.     No interior do ouvido médio localizam-se também 3 ossinhos chamados; MARTELO, BIGORNA e ESTRIBO, tem como função conduzir as vibrações do ar do meato acústico para os fluídos da orelha interna.
    • Ouvido interno ou labirinto Situa-se numa escavação do osso temporal. Divide-se em:
    • •    Canais semicirculares – são responsáveis pelo equilíbrio do corpo. •    Vestíbulo – são duas partes ocas, o sáculo e o utrículo. •    Caracol – ou cóclea – é o verdadeiro órgão auditivo, de onde são transmitidas as sensações para o cérebro.
    • •    O ouvido interno está cheio de um líquido denominado endolinfa.
  •  
  •  
  • VISÃO Os olhos são os órgãos do sentido da visão. Os olhos são os órgãos do sentido da visão.
  • A visão é um dos cinco sentidos dos seres humanos, é aquele que nos permite ver o mundo à nossa volta. Se não tivéssemos visão seria impossível ler as palavras do modo como fazemos, provavelmente não haveria cinema, artes plásticas, fotografia e até mesmo a televisão.
  • Os globos oculares estão localizados dentro de cavidades ósseas denominadas órbitas, compostas de partes dos ossos frontal, maxilar, zigomático, lacrimal e palatino. Ao globo ocular encontram-se associadas estruturas acessórias: pálpebras, supercílios (sobrancelhas), conjuntiva, músculos e aparelho lacrimal.
  • Estruturas dos olhos
  • O MECANISMO DA VISÃO Os raios luminosos atravessam a córnea, o cristalino, o humor aquoso e o humor vítreo e atingem a retina. Desta maneira os raios luminosos, ao penetrarem na córnea e no humor aquoso, passando pela pupila, chegam ao cristalino, que leva a imagem mais para trás ou para frente, permitindo que ela se projete sobre a retina, a imagem formada na retina é invertida. O nervo óptico conduz os impulsos nervosos para o centro da visão, no cérebro, que o interpreta e nos permite ver os objetos nas posições em que realmente se encontram
  •  
  • Adaptação no escuro A transição da visão diurna - baseada nos cones - para a visão noturna - baseada nos bastonetes - não é instantânea. Tal fenômeno é denominado adaptação no escuro e depende de diversos fatores, entre eles: dilatação das pupilas, regeneração da rodopsina e ajuste funcional da retina, de forma que os bastonetes estejam mais disponíveis para as células ganglionares, uma vez que os bastonetes não são encontrados na fóvea, mas apenas na retina periférica.
  • Problemas de visão Sempre que as imagens se formam corretamente na mancha amarela, a visão é nítida, e o olho é considerado emetrope ou normal . Quando isso não ocorre, dizemos que há defeito de visão. Dentre esses defeitos destacam-se a miopia , a hipermetropia , o astigmatismo , o estrabismo e a presbiopia . Outros problemas de visão são o daltonismo, a catarata e a conjuntivite.
  •  
  • Atividades 1
    • http://cienciafundamental.blogspot.com/2008/10/rgos-dos-sentidos-vdeos-para-o-8-ano-do.html
    • http://br.syvum.com/cgi/online/serve.cgi/materia/biologia/sensorg.tdf?0
    • http://www.klickeducacao.com.br/2006/ativint/jogos/jogofront/0,5982,PPR-495-2,00.html
    • http://www.anossaescola.com/cr/tesouro_id.asp?tesouroID=746
    • http://www.alzirazulmira.com/ilusao/ilusao.htm
    • http://buratto.org/otica/Indice.htm
    Atividades 2 Construa uma palavra cruzada e uma cruzadinha sobre os Órgãos dos Sentidos.