4/5/2011Destinos IndutoresWORKSHOP“MARKETING DE DESTINOS”          BEM VINDOS!!!!OBJETIVOS DO WORKSHOP                    ...
4/5/2011       ORIENTAR gestores públicos e privados, parceiros e comunidades a COMPREENDEREM FORMAS INOVADORAS de atuação...
4/5/2011 Deixar uma SEMENTE que deve servir como um momento de REFLEXÃO e início de um TRABALHO COOPERADO dos ATORES LOCAI...
4/5/2011PROGRAMA DO WORKSHOPManhã – 9h às 12h                 Tarde – 14h às 19h    Abertura                        Posi...
4/5/2011              O que existe em comum entre Turismo,                   Hospitalidade e Marketing?                   ...
4/5/2011HOSPITALIDADE Na ótica da hospitalidade e do dom, há dois coletivos comuns: aquele que recebe (anfitrião) e aquele...
4/5/2011TURISMO   Turismo como atividade: fenômeno de desenvolvimento    social, econômico, cultural e ambiental... Traz ...
4/5/2011[1] TuristasDesejam consumir férias,sair do lugar rotineiro,conhecer e experimentar coisasnovas, ser bem recebidos...
4/5/2011[2] EMPRESAS, SERVIÇOS, PESSOASBuscam satisfazer osdesejos dos turistaspor meio da prestaçãode serviços diferencia...
4/5/2011O CONSUMIDOR ATUAL DE VIAGENS ETURISMO...  Esses dados demonstram a relevância da internet para a  divulgação do d...
4/5/2011[3] DESTINOS    Podemos dizer que o convite à visita de um destino     é feito sob a forma de publicidade, por ex...
4/5/2011[3] DESTINOS   A imagem, a mensagem e a marca do destino devem    ser reconhecidas, aprovadas e disseminadas por ...
4/5/2011   MARKETING DE EXPERIÊNCIAS   “Marketing de experiências é uma estratégia de venda    que busca tangibilizar o ...
4/5/2011       BLOCO 1 - Atividade 1: em grupo – 30 minutos        Desenvolver texto sobre Florianópolis: destino turístic...
4/5/2011      A IMPORTÂNCIA DO MARKETING      EM PRODUTOS QUE SÃO      SERVIÇOS: TURISMO      O produto certo, no lugar ce...
4/5/2011A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO[1º passo]Informar-se sobre o ambiente de MKT   M...
4/5/2011MICROAMBIENTE   O destino em si ou o negócio de turismo em si   Os fornecedores   Os intermediários   Os turis...
4/5/2011TURISMO NO MUNDO   Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT),    o mercado de viagens representa 30% das exp...
4/5/2011BRASIL: CENÁRIO DE OPORTUNIDADESTURISMO: ATIVIDADE DE IMPORTÂNCIA GLOBALEVENTOS NO BRASIL:UM SALTO NO CRESCIMENTOT...
4/5/2011COMO ACOMPANHAR A RAPIDEZDESSAS TRANSFORMAÇÕES?   Informar-se a respeito do                Cada destino está    ...
4/5/2011[2º passo]Criar ValorA IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO1. SEGMENTAÇÃO DE MERCADO O p...
4/5/2011CRITÉRIOS MAIS USADOS PARA SEGMENTAÇÃO   Objetivo de viagem: lazer, férias, negócios.   Demográficos: sexo, idad...
4/5/20112. SELEÇÃO DE MERCADO-ALVO   Para que os esforços sejam    focados em um mesmo    sentido, o foco parte do    pri...
4/5/20111. ENTENDER QUEM É O CONSUMIDOR     Pesquisa    Quem é, afinal, o turista de aventura e o ecoturista     no Brasi...
4/5/2011PESQUISA ABETA Esta pesquisa foi divulgada em março de 2010, realizada pela Associação Brasileira das Empresas de ...
4/5/20112. DEFINIR PRIORIDADES DE AÇÃO1.   Aberto (maioria 68%).2.   Virgem – foco de médio a longo prazo, pois demanda   ...
4/5/2011AS SEIS DIRETRIZES DE COMUNICAÇÃOPARA EMPRESAS E INSTITUIÇÕES    1a diretriz: Mantenha-se fiel à identidade     d...
4/5/2011AS SEIS DIRETRIZES DE COMUNICAÇÃOPARA EMPRESAS E INSTITUIÇÕES         4a diretriz: Explore o Glossário de Desejos...
4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETAPLANO DE COMUNICAÇÃOLIVRO DE MARCA DA ABETA                               29
4/5/2011PLANO DE COMUNICAÇÃOLIVRO DE MARCA DA ABETA                               30
4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETALIVRO DE MARCA DA ABETA                               31
4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETALIVRO DE MARCA DA ABETA                               32
4/5/2011     33
4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETA    PLANO DE COMUNICAÇÃOCASE BROTAS ⦁ RESULTADOS    Anteriormente aos resultados da pesqui...
4/5/2011PLANO DE COMUNICAÇÃOPLANO DE COMUNICAÇÃO                            35
4/5/2011                BLOCO 2 - Atividade 2 - TARGET:                    em grupo – 20 minutos    Plenária: definição de...
4/5/2011                          BLOCO 2 - TARGET:                             Prioridades                               ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Mtur (IMB) marketing de destinos parte 001

1,110 views
1,044 views

Published on

WORKSHOP “MARKETING DE DESTINOS” Parte 1

Published in: Travel
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,110
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
48
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mtur (IMB) marketing de destinos parte 001

  1. 1. 4/5/2011Destinos IndutoresWORKSHOP“MARKETING DE DESTINOS” BEM VINDOS!!!!OBJETIVOS DO WORKSHOP 1
  2. 2. 4/5/2011 ORIENTAR gestores públicos e privados, parceiros e comunidades a COMPREENDEREM FORMAS INOVADORAS de atuação na COMUNICAÇÃO E PROMOÇÃO TURÍSTICA, de maneira coordenada e INTEGRADA para a racionalidade de AÇÕES e de RECURSOS no contexto da INSERÇÃO MERCADOLÓGICA.OBJETIVOS DO WORKSHOP APRESENTAR EXEMPLOS REAIS de ESTRATÉGIAS, aplicações e resultados positivos em marketing e PROMOÇÃO TURÍSTICA no Brasil, a fim de dar SUBSÍDIOS AO DIÁLOGO e um ALERTA às necessidades de cada destino indutor no âmbito da construção de uma IMAGEM e MENSAGEM competitiva no MERCADO.OBJETIVOS DO WORKSHOP 2
  3. 3. 4/5/2011 Deixar uma SEMENTE que deve servir como um momento de REFLEXÃO e início de um TRABALHO COOPERADO dos ATORES LOCAIS.OBJETIVOS DO WORKSHOP PROGRAMAÇÃO 3
  4. 4. 4/5/2011PROGRAMA DO WORKSHOPManhã – 9h às 12h Tarde – 14h às 19h Abertura  Posicionamento Marketing, turismo  Cases e hospitalidade  Mix de Marketing e de comunicação Bloco 1: ... Que destino é este?  Internet  Manutenção de valor Cases  Empacotado e Desempacotado A importância do Mkt  Bloco 3: Ad Words Bloco 2: Target PRIMEIRO DIA MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 4
  5. 5. 4/5/2011 O que existe em comum entre Turismo, Hospitalidade e Marketing? A troca...MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADEMARKETING Marketing é o conjunto de atividades humanas que tem por objetivo facilitar e consumar relações de troca. Conjunto de técnicas utilizadas para identificar e satisfazer as necessidades e desejos do consumidor através de um processo comercial de compra e venda (TROCA).MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 5
  6. 6. 4/5/2011HOSPITALIDADE Na ótica da hospitalidade e do dom, há dois coletivos comuns: aquele que recebe (anfitrião) e aquele que é recebido (hóspede). A hospitalidade pode se manifestar em diversos setores/situações, mas o turismo não pode se manifestar sem a hospitalidade.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE Podemos dizer que a hospitalidade é uma marca do povo brasileiro? E o que faz um lugar mais hospitaleiro do que outro? As pessoas?MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 6
  7. 7. 4/5/2011TURISMO Turismo como atividade: fenômeno de desenvolvimento social, econômico, cultural e ambiental... Traz benefícios por meio de uma troca harmoniosa entre seus atores (comunidade e turistas). É um negócio que se faz com as pessoas e para as pessoas, ou seja, turismo são pessoas.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADETURISMO Podemos dizer que turismo e hospitalidade estão intrinsecamente ligados na relação de troca entre turista, trade e comunidade. Se o turismo é um produto que só pode ser consumido na fonte produtora, não há como prová-lo antes da compra; o bem receber, a hospitalidade desejada pelo turista no destino, também não.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 7
  8. 8. 4/5/2011[1] TuristasDesejam consumir férias,sair do lugar rotineiro,conhecer e experimentar coisasnovas, ser bem recebidos...TROCAR... experiências,hábitos e costumes...Busca-se no investimentode tempo e dinheiroa recompensa por meioda satisfação, da felicidade. MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE[1] Turistas Embora essa relação de troca se estabeleça de maneira subjetiva e seja de difícil “treinamento”, pois hospitalidade se pratica, é de comum entendimento que todo turista gosta de ser bem recebido, de ser encantado e, por fim, dar-se por satisfeito na sua relação de custo-benefício. MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 8
  9. 9. 4/5/2011[2] EMPRESAS, SERVIÇOS, PESSOASBuscam satisfazer osdesejos dos turistaspor meio da prestaçãode serviços diferenciados,preparados para acolhere encantar os consumidores.O bem-estar e a experiênciapossuem como moeda de trocaa rentabilidade para os negóciosda empresa e seuscolaboradores...MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADEO CONSUMIDOR ATUAL DE VIAGENS ETURISMO... Busca novas experiências Segundo a Pesquisa de Hábitos de Consumo do Turista Brasileiro (Ministério do Turismo, julho de 2009):  39,1% dos consumidores buscam na internet as fontes de informação sobre viagens no Brasil;  41,5% buscam informações advindas de parentes e amigos. BOCA A BOCA MOUSE A MOUSEMARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 9
  10. 10. 4/5/2011O CONSUMIDOR ATUAL DE VIAGENS ETURISMO... Esses dados demonstram a relevância da internet para a divulgação do destino como condição preponderante para a existência e/ou permanência do destino no imaginário do cliente como possibilidade de compra e viagens. “O mundo mudou, as pessoas mudaram e a comunicação mudou”.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE[3] DESTINOSDestinos são lugares quematerializam a imagem dodesejo, do lugar sonhado,o sol, o frio aconchegante,a busca pela nova experiência.A imagem do lugar, do quese pode fazer lá, ver ouconhecer, é que motiva odeslocamento do turista.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 10
  11. 11. 4/5/2011[3] DESTINOS Podemos dizer que o convite à visita de um destino é feito sob a forma de publicidade, por exemplo, no site da cidade ou de algum hotel – “Visite Caldas Novas”. A mensagem coloca de maneira generalizada todas as pessoas do destino como responsáveis pelo convite. Mas será que a comunidade local, o vendedor da banca de jornais, o recepcionista da farmácia, entre outras pessoas que direta e indiretamente tenham contato com os turistas reconhecem isso? MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE[3] DESTINOS O marketing e as estratégias de promoção se tornam ferramentas indispensáveis não só para atrair os turistas para a visita ao destino como também para promover o diálogo entre gestores do destino e líderes da iniciativa privada com a comunidade local. MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 11
  12. 12. 4/5/2011[3] DESTINOS A imagem, a mensagem e a marca do destino devem ser reconhecidas, aprovadas e disseminadas por toda a comunidade... Sem isso, podemos dizer que o inverso da hospitalidade se manifestará: a inospitalidade.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADEE COMO TORNAR OS SERVIÇOSVISÍVEIS AO TURISTA? Deve-se reduzir a incerteza. Os compradores procuram sinais de qualidade de serviço. Tiram conclusões sobre a qualidade por meio da observação: o lugar, as pessoas, o equipamento, o material de comunicação e o preço. A tarefa do prestador de serviços é tornar esses serviços tangíveis de várias maneiras.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 12
  13. 13. 4/5/2011 MARKETING DE EXPERIÊNCIAS “Marketing de experiências é uma estratégia de venda que busca tangibilizar o posicionamento da marca e transformá-lo em vivências memoráveis em todos os pontos de contato dos consumidores potencializando assim seu valor”.MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADEVídeo: “Bahamas” Link programa passagem para http://www.passagempara.org.br/main.asp Link vídeo http://www.passagempara.org.br/main.asp?ViewID={87658 E0A-606B-4CFB-B90A- 84FB11EC757A}&params=itemID={BBA3C865-AA4A- 4829-9CDD-EF18C5D39F24};&UIPartUID={D56C58FB- CD33-46C3-82FA-21BC7889BE40}MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 13
  14. 14. 4/5/2011 BLOCO 1 - Atividade 1: em grupo – 30 minutos Desenvolver texto sobre Florianópolis: destino turístico. Uso de figura de linguagem METÁFORA: A metáfora é a figura mais utilizada, mais conhecida e mais estudada da retórica, à qual o dicionário dá “imagem” como sinônimo. O que se sabe da metáfora verbal, ou do falar por imagens, é que consiste em empregar uma palavra por outra (similarideade), em virtude de sua relação analógica ou de comparação. Cinco sentidos, História, cultura, Desenho urbano, Clima/atmosfera, Pessoas, personalidades, Curiosidades, fatos memoráveis, Similaridade com outras cidades, Atrações, experiências, ...MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE ORIENTAÇÕES - Atividade 1 Texto com letra legível Pensar em início, meio e fim (NÃO COLOCAR TÍTULO). Mensagem positiva: Apresentar a alma do destino, a imagem e as experiência que se pode vivenciar no lugar ... BLOCO 1: Florianópolis, que destino é este?MARKETING, TURISMO E HOSPITALIDADE 14
  15. 15. 4/5/2011 A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO O produto certo, no lugar certo, na hora certa, no preço certo. Como praticar marketing no dia a dia dos destinos e das empresas ligadas ao negócio do turismo?A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 15
  16. 16. 4/5/2011A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO[1º passo]Informar-se sobre o ambiente de MKT Microambiente MacroambienteA IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 16
  17. 17. 4/5/2011MICROAMBIENTE O destino em si ou o negócio de turismo em si Os fornecedores Os intermediários Os turistas Os concorrentes Os públicosA IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMOMACROAMBIENTE Novas Sustentabilidade Tecnologias Cultura Tradição Destinos = Globalização Compreensão + Economia ResponsabilidadesA IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 17
  18. 18. 4/5/2011TURISMO NO MUNDO Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), o mercado de viagens representa 30% das exportações mundiais de serviços e 6% das exportações mundiais totais (2009). O Turismo se situa em 4º lugar, depois dos combustíveis, produtos químicos e automóveis.TURISMO: ATIVIDADE DE IMPORTÂNCIA GLOBALTURISMO NO MUNDO A OMT estima que a chegada de turistas internacionais chegue a 1,6 bilhão em 2020. Maior diversificação dos destinos turísticos.TURISMO: ATIVIDADE DE IMPORTÂNCIA GLOBAL 18
  19. 19. 4/5/2011BRASIL: CENÁRIO DE OPORTUNIDADESTURISMO: ATIVIDADE DE IMPORTÂNCIA GLOBALEVENTOS NO BRASIL:UM SALTO NO CRESCIMENTOTURISMO: ATIVIDADE DE IMPORTÂNCIA GLOBAL 19
  20. 20. 4/5/2011COMO ACOMPANHAR A RAPIDEZDESSAS TRANSFORMAÇÕES? Informar-se a respeito do  Cada destino está mercado é imprescindível inserido em um ambiente para tomar decisões mercadológico específico, assertivas. com elementos que implicam segmentação de mercado e definição de público-alvo também específico.A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMOFONTES DE PESQUISA E ESTATÍSTICAS Ver páginas 31 e 32 do livreto “Marketing de Destinos Turísticos”.A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 20
  21. 21. 4/5/2011[2º passo]Criar ValorA IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO1. SEGMENTAÇÃO DE MERCADO O processo de segmentação permite adequar cada serviço aos grupos-alvo de consumidores, desenvolvendo atributos que atendam a necessidades específicas de cada grupo. Em marketing, chama-se cada grupo de target (alvo).A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 21
  22. 22. 4/5/2011CRITÉRIOS MAIS USADOS PARA SEGMENTAÇÃO Objetivo de viagem: lazer, férias, negócios. Demográficos: sexo, idade, classe, renda, profissão, religião, raça, ocupação, tamanho da família. Região geográfica: região, tamanho do município, país, clima, população, densidade. Psicográficos: atitudes socioculturais, opiniões, personalidade.A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMOCRITÉRIOS MAIS USADOS PARA SEGMENTAÇÃO Psicossociais: estilo de vida, personalidade, status, propensão ao consumo. Benefícios: necessidade ou desejo a ser atendido, benefícios buscados pelo consumidor. Situacionais: foco se desloca do indivíduo para a situação – contexto de consumo.A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 22
  23. 23. 4/5/20112. SELEÇÃO DE MERCADO-ALVO Para que os esforços sejam focados em um mesmo sentido, o foco parte do princípio de que os recursos de marketing são, sempre, escassos. Segmentar também é priorizar esforços e recursos. Vocação do destino + abrangência do mercadoA IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO Case ABETA – PESQUISA E PLANO DE COMUNICAÇÃO 23
  24. 24. 4/5/20111. ENTENDER QUEM É O CONSUMIDOR Pesquisa Quem é, afinal, o turista de aventura e o ecoturista no Brasil? Como ele decide? Quais são as suas motivações e, principalmente, as origens da sua forma de pensar e agir? Quais seriam as formas de comunicação mais eficazes para tocar esse cliente? ABETA – PESQUISA E PLANO DE COMUNICAÇÃOPESQUISA ABETA O consumidor de Ecoturismo e Turismo de Aventura Toda estratégia de comunicação começa com um passo muito importante definir: qual é o público consumidor que se quer atingir. Quem é o ecoturista e o turista de aventura do Brasil? Quais são seus desejos e suas expectativas? ABETA – PESQUISA E PLANO DE COMUNICAÇÃO 24
  25. 25. 4/5/2011PESQUISA ABETA Esta pesquisa foi divulgada em março de 2010, realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), em convênio com o Ministério do Turismo. Para saber mais. O Perfil do Turista de Aventura e do Ecoturista no Brasil pode ser obtido na íntegra no site da Abeta: www.abeta.com.brABETA – PESQUISA E PLANO DE COMUNICAÇÃOABETA – PESQUISA E PLANO DE COMUNICAÇÃO 25
  26. 26. 4/5/20112. DEFINIR PRIORIDADES DE AÇÃO1. Aberto (maioria 68%).2. Virgem – foco de médio a longo prazo, pois demanda esforços mais complexos ou até mesmo quebra de paradigmas.3. Topa-tudo – foco na fidelização do cliente.4. Crianças e família – um nicho de mercado que deve ser pensado e tido como estratégias de foco prioritário, mas demanda também estruturas e prestação de serviços adequados a este público. ABETA – PESQUISA E PLANO DE COMUNICAÇÃO PLANO DE COMUNICAÇÃO 26
  27. 27. 4/5/2011AS SEIS DIRETRIZES DE COMUNICAÇÃOPARA EMPRESAS E INSTITUIÇÕES 1a diretriz: Mantenha-se fiel à identidade do Ecoturismo e Turismo de Aventura do Brasil. 2a diretriz: inserir contexto mais amplo: (1) os benefícios desse tipo de turismo ao cliente; (2) o ganho das comunidades locais com esse tipo de turismo; (3) os diferenciais de sua região de atuação e as qualificações de seu negócio. PLANO DE COMUNICAÇÃOAS SEIS DIRETRIZES DE COMUNICAÇÃOPARA EMPRESAS E INSTITUIÇÕES 3a diretriz: destacar as possibilidades de uma experiência completa na natureza que tal atividade oferece, como: as belezas naturais da região; as atrações culturais ou a história do lugar; pratos típicos e artesanato local; a interação com a população local; conforto da hospedagem e momentos de descanso. PLANO DE COMUNICAÇÃO 27
  28. 28. 4/5/2011AS SEIS DIRETRIZES DE COMUNICAÇÃOPARA EMPRESAS E INSTITUIÇÕES  4a diretriz: Explore o Glossário de Desejos. PLANO DE COMUNICAÇÃOAS SEIS DIRETRIZES DE COMUNICAÇÃOPARA EMPRESAS E INSTITUIÇÕES 5a diretriz: Valorize a riqueza natural e cultural do destino. Toda atividade gera algum impacto. Qual o impacto positivo de sua atividade? Reflita e divulgue. 6a diretriz: A segurança de sua atividade deve ser mostrada, não dita. Escolha cuidadosamente as imagens de divulgação de forma a mostrar elementos de segurança segundo as normas da ABNT. PLANO DE COMUNICAÇÃO 28
  29. 29. 4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETAPLANO DE COMUNICAÇÃOLIVRO DE MARCA DA ABETA 29
  30. 30. 4/5/2011PLANO DE COMUNICAÇÃOLIVRO DE MARCA DA ABETA 30
  31. 31. 4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETALIVRO DE MARCA DA ABETA 31
  32. 32. 4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETALIVRO DE MARCA DA ABETA 32
  33. 33. 4/5/2011 33
  34. 34. 4/5/2011LIVRO DE MARCA DA ABETA PLANO DE COMUNICAÇÃOCASE BROTAS ⦁ RESULTADOS Anteriormente aos resultados da pesquisa e ao plano de comunicação, era consensual aos empresários e às entidades do setor que a comunicação, a mensagem e as ações promocionais deveriam ser focadas no público já praticante das atividades de Ecoturismo e Turismo de Aventura (o Topa-Tudo). PLANO DE COMUNICAÇÃO 34
  35. 35. 4/5/2011PLANO DE COMUNICAÇÃOPLANO DE COMUNICAÇÃO 35
  36. 36. 4/5/2011 BLOCO 2 - Atividade 2 - TARGET: em grupo – 20 minutos Plenária: definição de 2 segmentos do turismo que já acontecem no destino e 1 segmento potencial: Cada grupo por segmento deve listar: Produtos Experiências .A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO BLOCO 2 - Atividade 2 - TARGET: em grupo – 20 minutos Segmento Produtos Experiências Ecoturismo Flutuação no Rio Estar em contato Sucuri com a natureza EXPERIÊNCIAS Conhecer lugares Adquirir conhecimento Fazer amigos Adquirir cultura Aventurar-se Praticar esportes Estar em contato com a Relaxar natureza Abstração Dar-se ao luxoA IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 36
  37. 37. 4/5/2011 BLOCO 2 - TARGET: Prioridades PRIORIDADE 1 PRIORIDADE 2 PRIORIDADE 3A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO BLOCO 2 - Atividade 2 - TARGET: em grupo – 20 minutos Plenária: definição de 2 segmentos do turismo que já acontecem no destino e 1 segmento potencial: Cada grupo por segmento deve listar: Produtos Experiências .A IMPORTÂNCIA DO MARKETING EM PRODUTOS QUE SÃO SERVIÇOS: TURISMO 37

×