Cadeia Produtiva do Turismo Náutico

  • 426 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
426
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
7
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Justificativa Conhecer a Densidade Empresarial Elos que compõe essa cadeia Fortalecimento da economia localPotencial da Costa Verde - Projeto de Turismo Inexistência de estudos para dimensionar o negócio
  • 2. Objetivo GeralIdentificar, delinear e analisar a CadeiaProdutiva do Turismo Náutico na região da Costa Verde – RJ
  • 3. Base ConceitualTurismo AquaviárioMarítimo Náutico Cruzeiros Esporte e lazer
  • 4. Metodologia
  • 5. Contextualização Costa Verde Localiza-se ao longo da costa sul do Estado; 80 km da cidade do Rio de Janeiro e se prolonga até a costa norte de São Paulo; Oferece maravilhosas paisagens, em função da combinação entre o mar e as montanhas; Vegetação tropical, exuberante e preservada, a Mata Atlântica ;
  • 6. O perfil do usuário náutico estrangeiro no BrasilTem entre 40 e 50 anos;Possui poder aquisitivo elevado;Gasta, em média, cinco vezes mais que um turista convencional;Profissional liberal ou empresário;
  • 7. Cadeia Produtiva do Turismo NáuticoO conjunto das etapas deprodução da atividadeturística e náutica, que vaidesde o planejamento até aentrega ao consumidor final.
  • 8. Pesquisa de Campo
  • 9. Característica da CPTNViabiliza a fixação da população litorânea em suascomunidades de origem A participação da mão-de-obra direta na fabricação de embarcações de esporte e lazer varia entre 30% e 40%,As embarcações maiores são proporcionalmente maisintensivas em mão de obra.
  • 10. Desenvolver ações comerciais SensibilizarFomentar a a qualidade Estratégias comunidade envolvida Melhorar as instalações náuticas
  • 11. Considerações FinaisO efeito multiplicador aliada à inclusão democrática da atividade náutica gerapossibilidades ímpares e infinitas.Diversidade e complexidade da CPTNImpacto da atividade gera o desenvolvimento localNecessidade de organização – formalização
  • 12. Vanessa CohenCoordenadora de Projetos de Turismo SEBRAE/RJ Tel: (21)2212-7951 E-mail:vcohen@sebraerj.com.br