Prof. Emmanuel FragaTemas:•Introdução à Lógica Formal   emmanuel.dde@uol.com.br•Princípios lógicos•1ª Operação do Espírito
Objetivos: Relacionar a reflexão filosófica e científica; Identificar e exercitar os elementos básicos da lógica  formal...
Ementa:   Introdução à Lógica Formal  Os princípios lógicos nas filosofias de Parmênides de     Eléia, Aristóteles e Lei...
Bibliografia Básica: BASTOS,       Cleverson L., KELLER, Vicente. Aprendendo Lógica.    Petrópolis, RJ: 1997.   COPI, Ir...
Para Aristóteles,Lógica = óργανον  <Órganon> Uma espécie de  instrumento,   vestíbulo ou propedêutica à     Filosofia
“A lógica estuda a razão como instrumento da ciência ou  meio de adquirir e possuir a verdade. Pode-se defini-la:  ‘a arte...
“A lógica é a ciência douso        correto      doentendimento e da razãoem       geral,    segundoprincípios a priori dec...
z Princípio  da  Identidade  [p = p] - Aquele que  afirma a identidade  de determinada coisa com ela  mesma. Pode ser assi...
3.Princípio  do  Terceiro  Excluído [ p ∨ ~ p] -  Afirma que: Dada uma noção qualquer ou ela é   verdadeira ou é falsa, is...
“Ato de apreender uma coisa sem afirmar ou negar.”                           (MacCall)              Conceito = Ideia = Noç...
Propriedades de um conceito:u Compreensão  [ou CONOTAÇÃO] -  “amplitude  em  relação  às  notas [isto  é, os elementos int...
Lei Geral:“O conteúdo e a extensão de um conceito estão numa relação inversa um com o outro. Pois, quanto mais um conceito...
Lógica- 1ª Parte (CONCEITO)
Lógica- 1ª Parte (CONCEITO)
Lógica- 1ª Parte (CONCEITO)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Lógica- 1ª Parte (CONCEITO)

2,593

Published on

Introdução à Lógica formal - 1ª operação do intelecto(Simples Apreensão)

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,593
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Lógica- 1ª Parte (CONCEITO)

  1. 1. Prof. Emmanuel FragaTemas:•Introdução à Lógica Formal emmanuel.dde@uol.com.br•Princípios lógicos•1ª Operação do Espírito
  2. 2. Objetivos: Relacionar a reflexão filosófica e científica; Identificar e exercitar os elementos básicos da lógica formal Identificar os principais tipos de falácias formais e informais; Construir a base dos argumentos da lógica matemática/simbólica.
  3. 3. Ementa:   Introdução à Lógica Formal  Os princípios lógicos nas filosofias de Parmênides de Eléia, Aristóteles e Leibniz.  A lógica do conceito: propriedades, lei geral e árvore de Porfírio  A lógica do juízo: classificação, tabela-verdade e oposição lógica  A lógica do raciocínio: tipos de raciocínio e silogística  Falácias e Paralogismos
  4. 4. Bibliografia Básica: BASTOS, Cleverson L., KELLER, Vicente. Aprendendo Lógica. Petrópolis, RJ: 1997. COPI, Irving. Introdução à lógica. Trad. álvaro Cabral. São Paulo: Mestre Jou, 1978. LUNGARZO, Carlos. O que é lógica. São Paulo: Brasiliense, 1993. MARITAIN, Jacques. A ordem dos conceitos; lógica menor. Trad. de Ilza Neves. Rio de Janeiro: Agir, 1972. NAHRA, Cinara; WEBER, Ivan Hingo. Através da lógica. Petrópolis, RJ: Vozes: 2002.
  5. 5. Para Aristóteles,Lógica = óργανον <Órganon> Uma espécie de instrumento, vestíbulo ou propedêutica à Filosofia
  6. 6. “A lógica estuda a razão como instrumento da ciência ou meio de adquirir e possuir a verdade. Pode-se defini-la: ‘a arte que dirige o próprio ato da razão, isto é, que nos permite chegar com ordem, facilmente e sem erro, ao próprio ato da razão’.” S. Tomás de Aquino (Anal. Post.)
  7. 7. “A lógica é a ciência douso correto doentendimento e da razãoem geral, segundoprincípios a priori decomo ele [isto é, oentendimento] devepensar.” Immanuel Kant (Ak 16)
  8. 8. z Princípio  da  Identidade  [p = p] - Aquele que afirma a identidade  de determinada coisa com ela mesma. Pode ser assim enunciado: Toda coisa é o  que é.s Princípio da (não-)Contradição [ ~(p ∧ ~ p)] - Determina que: Uma  coisa  —considerada sob o mesmo aspecto —  não  pode  ser  e  não-ser  ao  mesmo tempo.
  9. 9. 3.Princípio  do  Terceiro  Excluído [ p ∨ ~ p] - Afirma que: Dada uma noção qualquer ou ela é  verdadeira ou é falsa, isto é, não há um possível meio-termo entre a afirmação e negação.4.Princípio  da  Razão  Suficiente – Lei formulada por LEIBNIZ (1646-1716) em sua obra la Monadologie [#32]: “Fato algum pode ser tomado como verdadeiro ou existente, nem algum enunciado ser considerado verídico, sem que haja uma razão suficiente [grifo nosso] para ser assim e não de outro modo.”
  10. 10. “Ato de apreender uma coisa sem afirmar ou negar.” (MacCall) Conceito = Ideia = Noção“O conceito de cada coisa é aquilo que é o significado expresso pela sua definição”. S. Tomás de Aquino (Questões discutidas sobre a verdade) OBS: Termo = expressão material do conceito
  11. 11. Propriedades de um conceito:u Compreensão  [ou CONOTAÇÃO] -  “amplitude  em  relação  às  notas [isto  é, os elementos inteligíveis que o espírito nele discerne e que lhe pertencem necessariamente] que o caracterizam.”a Extensão  [ou DENOTAÇÃO] - Denomina-se extensão de uma idéia: “a sua amplitude em relação aos indivíduos  aos  quais  se  aplica  e  agrupa  em  sua  unidade”. Diz respeito, portanto, ao conjunto de objetos compreendidos num determinado conceito.
  12. 12. Lei Geral:“O conteúdo e a extensão de um conceito estão numa relação inversa um com o outro. Pois, quanto mais um conceito contenha sob si, tanto mais ele contém em si, e vice-versa” Immanuel Kant (AK 95)
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×