Musicas cifradas capoeira 01

4,658 views
4,383 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,658
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
121
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Musicas cifradas capoeira 01

  1. 1. SONGBOOKCANTIGAS DE CAPOEIRA CAPOEIRA FRANKFURT ~GRADUADO ARISCO-BRANCO~
  2. 2. VORWORT.......................................................................3 ORWORT ORWORT.......................................................................3 LIEDER AUF CD...........................................................10 Põe no chão...................................................................11 Por que será..................................................................13Anmerkungen zum Liederbuch........................................3 A Benguela chamou pra jogar........................................18 Presença de Bimba........................................................17Brasilianische Aussprache...............................................3 A Capoeira e o cantador................................................21 Sono Profundo...............................................................22 A onda rolou na praia.....................................................11 Sou mandingueiro..........................................................23EINFACHE LIEDER.........................................................4 Aruanda ê.......................................................................11 Tocador de Berimbau.....................................................19 Avô meu, negro de Angola.............................................19 Totonho de maré............................................................12Adão, adão.......................................................................8 Bahia manda seu axé pra mim......................................17 União faz a força............................................................23Adeus, Adeus (Bom Viagem)...........................................4 Bate asa araúna.............................................................18 Velha Bahia....................................................................17Ai, ai, ai, ai.......................................................................4 Baraúna caiu..................................................................21 Viola de Waldemar.........................................................21Ai, ai, aidé........................................................................7 Berimbau mandou benzer..............................................20 Viva seu Bimba..............................................................16A Manteiga derramou.......................................................7 Bimba ensina eu............................................................18 Vôo da Iúna....................................................................16A canoa viro, marinheiro..................................................8 Capoeira de Angola........................................................11Ai, ai, ai, ai Doutor............................................................8 Cantador Waldemar.......................................................22Bahia que tem dendê.......................................................6 Casa de caboco.............................................................20 LIEDER OHNE CD........................................................24Beija no Boca...................................................................9 Chama eu Angola, chama eu.........................................19Camunjerê.......................................................................9 Curva de Rio..................................................................12 A Bahia chorou..............................................................29Cobra Malvada................................................................9 Dono das três estrelas...................................................16 Ajuda eu berimbau.........................................................29Dona Maria como vai você..............................................4 E Bimba e Bimba...........................................................10 Alô Maria........................................................................26E‘de Manhã Idalina tà me chamando..............................6 Eu quero aprender.........................................................23 Bahia comença com B...................................................34Ê Dona Alica, não pegue não..........................................9 Eu vou............................................................................14 Bem-te-vi........................................................................37Gunga é meu...................................................................6 Faca de Ponta................................................................15 Berimbau chama............................................................32Leva morena me leva......................................................9 Grão de Areia.................................................................15 Berimbau me leva..........................................................32Marinheiro sou.................................................................7 Iáiá, ioiô..........................................................................10 Berimbau me leva..........................................................27Oi sim, sim, sim................................................................6 Lá na Bahia....................................................................12 Besouro Manganga.......................................................28Onde vai Caima...............................................................5 Lição do Capoeira..........................................................14 Besouro Preto................................................................26Paraná é..........................................................................5 Maré me leva.................................................................20 Bom Jesus da Lapa.......................................................31Quem vem lá - sou eu......................................................7 Me leva na Bahia...........................................................13 Buraco de Cobra............................................................36Sabiá cantou....................................................................6 Mestre Bimba se foi.......................................................18 Cadência........................................................................25Sai, Sai Catarina..............................................................4 Meu Berimbua me falou.................................................15 Camungerê....................................................................35Santa Barbara de relampué...........................................10 Meu Gunga....................................................................13 Capoeira de São Salvador.............................................33São Bento proteja a capoeira..........................................8 Na vida se cai................................................................10 Capoeira é minha vida...................................................37Tim, tim, tim Aruanda ê....................................................5 Nó de Rosa....................................................................22 Capoeira eu não sou daqui............................................37Tim, tim, tim lá vai viola....................................................5 Passáro Místico.............................................................23 Capoeira Ligeira.............................................................25Xô, xô meu canario..........................................................5 Peito Vazio.....................................................................22 Capoeia me chama........................................................32 Planalto Central.............................................................14 Chora Capoeira..............................................................34 ~1~
  3. 3. Dendê Maré...................................................................31 Tumba............................................................................38E da nossa cor...............................................................33Faca de tucum...............................................................24 BESONDERE LIEDER..................................................38Galojá cantou.................................................................34 o ojáHoje tem capoeira..........................................................26 Adeus, Adeus (Bom Viagem).........................................39Ilha de Vitória.................................................................24 Festa de Batizado..........................................................38Joga bonito que eu quero ver........................................33 Parabéns prá você.........................................................39Jogo de dentro, jogo de fora..........................................33Lembrança de Bimba.....................................................34 NOTIZEN.......................................................................40Mãinha...........................................................................35Meu senhor São Bento..................................................35Moça Bonita...................................................................36Não me abandone, meu bem........................................36No balanço do mar.........................................................29Onça Pintada.................................................................27O dia que o berimbau chorou........................................30Oi São Bento me chama................................................31Olho vivo........................................................................25Orgulho..........................................................................28Os escravos...................................................................30Quando eu toco meu Gunga..........................................30Quando o berimbau toca...............................................28Vem jogar Capoeira.......................................................31Vim da Bahia pra lhe vê.................................................24Volta do mundo..............................................................27Volta no tempo...............................................................29MACULELÊ LIEDER.....................................................38Boa noite........................................................................38E na hora ê....................................................................38Eu disse camerada........................................................38Macúlelê jurou Vingança................................................38Sou eu Macúlelê............................................................38Tin do lêlê......................................................................38 ~2~
  4. 4. ANMERKUNGEN ZUM LIEDERBUCH ks (manchmal) táxi Taxi klingt wie Beispiel heißt: z ss im Auslaut paz [paiss] FriedenAm Anfang jedes Liedes steht der Refrain. ão mauu mão Hand s stimmhaft vazio leerEr ist stets fett-kursiv gedruckt. f ãe maaä mãe MutterBei einigen Liedern gibt es verschiedene Refrains in õe poi põe legt In vielen, aber nicht allen, Regionen Brasiliensdiesem Fall gilt ebenfalls, alles was fett-kursiv gedruckt f em teein tem hat gelten zusätzlich nach folgende Regeln (wenigerist, gehört zum Refrain. om oo bom gut wichtig, man wird auch ohne diese Regeln verstanden):Statt der eigentlichen Liedernamen wurde häufig der Konsonanten:Refrain als Liedname verwendet. Dies dient dem (nur Abweichungen vom Deutschen sind beschrieben) e im Auslaut: i ele [eli] erleichteren Finden von Texten. de dschi (stimmhaft) onde wo ? klingt wie Beispiel heißt di dschi (stimmhaft) eu pedi ich batFehler werden als künstlerische Freiheit erachtet. te tschi (stimmlos) quente heißKorrekturvorschläge bitte an: capoeiranetz@lebuser.de c k vor a, o, u casa Haus ti tschi (stimmlos) tim ? ss vor e und i cedo frühDie Weiterverwendung im Ganzen oder in Teilen ist ç ss vor a, o, u praça Platzbewilligt. g g vor a, o, u gado ViehCapoeira Frankfurt-Wiesbaden-Giessen, Mai 2005 stimmhaftes sch viagem Reisewww.capoeiranetz.de j stimmhaftes sch jogo [schogu] Spiel ch sch chorar weinenBRASILIANISCHE AUSSPRACHE h am Wortanfang tonlos homem MannVVokale: lh lj bilhete TicketImmer ganz offen, Mund weit geöffnet; nh nj dinheiro GeldAußer bei “ou” und den Nasalen werden zweiaufeinander folgende Vokale immer einzeln qu kw vor a und o quarto Zimmerausgesprochen, also ao wie [ao], eu wie [eu] usw. k vor e und i quero ich will klingt wie Beispiel heißt r am Wortanfang: gehaucht roda Kreiso im Auslaut: eher wie U coro [coru ] Chor im Wort, doppelt: gehaucht terra Erdeou wie o falou [falo] sprach st oft wie scht estrela SternNasale Vokale: x sch axé Energie ~3~
  5. 5. ~ REFRÃO ~AI AI AI AI Faça jogo de baixo que eu quero ver Adeus ~ REFRÃO ~Ai ai ai ai ~ REFRÃO ~ Como vai você, como vai você? Adeus, adeus ~ REFRÃO ~(Oi) São Bento me chama ~ REFRÃO ~ Joga bonito que o mestre quer ver~ REFRÃO ~ Eu vou ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~São Bento chamou Capoeira não é karaté Eu vou, eu vou~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~São Bento me leva Joga bonito pra mim aprender Eu vou-me embora~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Ê como vai, como passouSão Bento me pega Eu vou agora ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~São Bento me prende Eu vou com Deus~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ E com Nossa Senhora SAI, SAI CATARINASão Bento me quer ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ Chegou a horaMas me quer, mas me quer ~ REFRÃO ~ Sai, sai, catarina~ REFRÃO ~ Adeus...Senhor São Bento ~ REFRÃO ~ Sai, sai, catarina, sai do mar~ REFRÃO ~ venha ver idalina ~ REFRÃO ~Meu sinhô me chamou saia do mar venha ver, venha ver~ REFRÃO ~ DONA MARIA COMO VAI VOCÊ? ~ REFRÃO ~São Bento está chamando oi catarina, venha ver~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Dona Maria como vai você?Meu sinhô está chamando sai do mar, venha ver, venha ver~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Vai você, vai você saia do mar, idalina vem ver ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Mas como passou, como vai você? venha ver, venha ver, ~ REFRÃO ~ADEUS (BOM VIAGEM) venha ver, venha ver Joga bonito que eu quero aprender ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Boa viagem Quero aprender a jogar com você ~4~
  6. 6. ~ REFRÃO ~ bate asa e voo ~ REFRÃO ~ONDE VAI CAIMA ~ REFRÃO ~ Êêhh -- lá vai viola ~ REFRÃO ~Onde vai caima Este jogo é manhoso, este jogo, Senhora TIM TIM TIM ARUANDA Ê ~ REFRÃO ~Meu camarada venha ver Este jogo é de dentro, este jogo é de foraA brincadeira nego planta bananeira Tim, tim, tim, aruanda êE joga as pernas pro arJá me disseram que essa coisa Aruanda , aruanda ê PARANÁ ÊÉ brasileira que se chama capoeira ~ REFRÃO ~E na bahia eu vou jogarOnde vai caima, caima, caima Aruanda, caboclo é Mucungé Paraná ê, Paraná ê, Paraná~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Pra ilha de maré Aruanda, hoje é ferro de bater Ave Maria meu deus, Paraná~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Vou embora pelo mar, ParanáVai jogar a capoeira Olha joga bonito que eu quero ver ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Vou dizer minha mulher, ParanáNa lagoa do abaeté Joga em baixo que eu quero aprender Capoeira me venceu, Paraná~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Vamos embora, vamos embora Ela quis bater pé firme, Paraná~ REFRÃO ~ Aruanda, aruando é cabeceiro Isso não aconteceu, ParanáLá da ilha de mare ~ REFRÃO ~ TIM TIM TIM LÁ VAI VIOLA Vou jogar enquanto é cedo, ParanáXÔ, XÔ MEU CANARIO Que de noite eu tenho medo, Paraná ~ REFRÃO ~ Tim tim tim lá vai viola l E‘ batuque todo dia, ParanáXXô xô meu canario Viola meu bem, o viola Mulata de qualidade, Paraná ~ REFRÃO ~Xô xô meu canario ~ REFRÃO ~ Dei um tiro no escuro, Paranámeu canario é cantador Eu pedi a minha mãe mas eu tenho a viola~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Respondeu com o trovão, Paranáfoi embora e me deixou ~ REFRÃO ~ Eu pedi a meu pai mas eu tenho a viola~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~meu canario é da alemanha Já pedi ao irmão mas eu tenho a viola ~5~
  7. 7. GUNGA É MEU Oi não não não Bahia da Capoeira Oi sim sim sim Como é bonita de se ver ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Gunga é meu Bahia de Mestre Bimbagunga é meu Valdemar e Aberrê SABIA CANTOU ~ REFRÃO ~Gunga é meu Bahia de Santo Amarogunga é meugunga é meu Sabia Cantou Terra do Maculelê ~ REFRÃO ~é meu, é meu, é meu Bahia minha Bahia~ REFRÃO ~ Sabia cantou Vivo longe de você Se cantou deixa cantar ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Bahia que é minha terraOI SIM SIM SIM No Mercado popular E de lá quero morrer ~ REFRÃO ~Oi sim sim sim La na peda laranjeiraOi não não não ~ REFRÃO ~ E’ DE MANHÃ IDALINA TÀ ME CHAMANDO Canta canta sem pararOi sim sim sim ~ REFRÃO ~ E‘ de manhã, Idalina tà me chamando , tOi não não não~ REFRÃO ~Mas hoje tem amanhã não E‘ de manhã, Idalina tà me chamando BAHIA QUE TEM DENDÊ Idalina tem o costumeMas hoje tem amanhã não~ REFRÃO ~ De chamar e vai andandoMas hoje tem amanhã não Bahia que tem dendê ~ REFRÃO ~ Bahia que tem dendê O Idalina meu amorOlha a pisada de lampião~ REFRÃO ~ Idalina tà me esperando ~ REFRÃO ~Mas hoje tem amanhã não Bahia que tem dendêMas hoje tem amanhã não De mandar e se vai andando Bahia que tem dendê ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Olha a pisada de lampião Idalina tem o costume Bahia minha BahiaOlha a pisada de lampião Danado de falar de homem Sinto saudade de você~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Idalina meu amor ~6~
  8. 8. Idalina tà me esperando ~ REFRÃO ~ QUEM VEM LÁ – SOU EU~ REFRÃO ~ Eu venci a batalha de Camugerê ~ REFRÃO ~ Ô era eu, era meu mano Quem vem lá sou eu, quem vem lá sou eu l l ~ REFRÃO ~ Berimbau bateu, capoeira sou eu.AI, AI, AIDÊ Aidê aidê, cadê você ~ REFRÃO ~ Quem vem lá - sou eu, quem vem lá - sou euAi ai, aidê Berimbau bateu, capoeira sou eu. ~ REFRÃO ~Ai ai, aidê Eu venho de longe venho de Itabuna A MANTEIGA DERRAMOU(Olha) Joga bonito que eu quero ver Jogo capoeira, meu nome é Suassuna~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~(Oia) Jogo uma coisa que eu quero aprender Vou dizer a meu sinhô Lá vem a cavalaría da princesa Teodora~ REFRÃO ~ Que a manteiga derramou Cada cavalo uma cela, cada cela uma senhoraAidê, aidê, aidê, aidê ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ Vou dizer a meu sinhô Sou eu, sou euJoga menino que eu quero aprender Que a manteiga derramou Quem vem lá? l~ REFRÃO ~ E a manteiga não é minha Mas sou eu brevenuto E a manteiga é de ioiôJoga pra mim que eu jogo pra você Quem vem lá? l E a manteiga não é minha~ REFRÃO ~ Venho montando a cavalo E a manteiga é de ioiôÔ era eu, era você Quem vem lá? l ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ Venho fumando charuto A manteiga é de ioiôJoga bonito que o bom é você Quem vem lá? l Caiu na água e se molhou~ REFRÃO ~ Mas sou eu, sou eu ~ REFRÃO ~Joga certinho pra mim aprender A manteiga é do patrão~ REFRÃO ~ Caiu no chão e derramouJoga pra lá que eu não quero apanhar MARINHEIRO SOU ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ A manteiga não é minhaJogar capoeira é bonito pra ver É pra filha de ioiô... Marinheiro sou~ REFRÃO ~Capoeira é malícia, é mandinga, é prazer Eu não sou daqui~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Como vai, como passou, como vai vosmecê? Eu não tenho amor ~7~
  9. 9. ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Eu sou da Bahia Êh São Bento proteja o Camisa Nas ondas do mar eu vou, eu vou~ REFRÃO ~ São Bento proteja Mendonça ~ REFRÃO ~De São Salvador São Bento proteja Abadá e a mim A jogar capoeira eu vou, eu vou~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~O marinheiro marinheiro Êh São Bento proteja o Cobra~ REFRÃO ~ São Bento proteja o CamisaQuem te ensinou a nadà A CANOA VIROU, MARINHEIRO São Bento proteja Capixaba e a mim~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~O foi o tombo do navio A canoa virou, marinheiro Êh São Bento proteja o Morcego~ REFRÃO ~ São Bento proteja GoiâniaO foi o balanço do mar A canoa virou, marinheiro São Bento proteja o Brasil e a mim~ REFRÃO ~ No fundo do mar tem dinheiro ~ REFRÃO ~La vem la vem ~ REFRÃO ~ Êh São Bento proteja o Braz~ REFRÃO ~ No fundo do mar tem segrêdo São Bento proteja o LuisEle vem faceiro ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ São Bento proteja Brucutu e a mim No fundo do mar tem malíciaTodo de branco ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ Êh São Bento proteja o Dôdô No fundo do mar tem capoeiraCom seu bonezinho São Bento proteja o Julio ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ São Bento proteja o Paçoca e a mim Mas se virou, deixa virar ~ REFRÃO ~ Oi está lá, no fundo do marSÃO BENTO PROTEJA A CAPOEIRA AI AI AI AI DOUTOR ~ REFRÃO ~São Bento proteja a Capoeira e a mim Ai ai ai ai doutorSão Bento proteja a Capoeira e a mim ADÃO, ADÃO Ai ai ai ai doutor General foi pro mar, eu também vou Adão, AdãoSão Bento proteja a Capoeira e a mim Oi cadê Salomé, Adão? Ad ~ REFRÃO ~São Bento proteja a Capoeira e a mim Oi cadê Salomé, Adão? Ad Na onda do mar eu também vou Salomé foi passear ~ REFRÃO ~Ô São Bento proteja esse jogo Adão, Adão Velejando no mar eu também vouSão Bento proteja essa roda Cadê Salomé? ~ REFRÃO ~São Bento proteja a Capoeira e a mim Adão Navegando no mar eu vou, eu vou ~8~
  10. 10. Cadê Salomé? ~ REFRÃO ~ Essa cobra me morde Leva morena me leva ~ REFRÃO ~ Me leva p‘ra baixo do seu cobertor Ela vai me morder ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~BEIJA NO BOCA Leva morena me leva Ela é venenosa Que. hoje sou pobre amanha sou doutor ~ REFRÃO ~Um beijo na boca Ela é perigosa ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Berimbau de ouro que eu mandei buscar Ela vai me pegarLá na Vereda, na serra do luar Olhe que cobra malvada CAMUNJERÊ Olhe o veneno da cobraLá na chapada cachoeira, no sertão arapuá A cobra é danadaMorena case comigoQue eu nasci só pra te amar Camunjer Camunjerê Ela vai te matarSe eu pedir você me dá morena~ REFRÃO ~ Como vai, como táDá, me dá, me dá, morena ~ REFRÃO ~ Ê DONA ALICE, NÃO PEGUE NÃO~ REFRÃO ~ Ô como vai vosmicê?Mas se eu pedir você me dá morena ~ REFRÃO ~ Como vai de saude Ê Dona Alice, não me pegue não~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Para mim é um prazer Ê Dona Alice, não me pegue não ~ REFRÃO ~ Não me pegue, não me agarreLEVE MORENA ME LEVA Não me pegue não ~ REFRÃO ~Leva Morena me leva COBRA MALVADA Não me pegue, não me pegueLeva p’ro seu bangalo Não me pegue não Sinho São Bento ~ REFRÃO ~Leva Morena me leva Não me pegue, não me pegueleva p‘ro seu bangalo Me deixe de mão Queria ir,Leva morena me leva ~ REFRÃO ~ Mas agora não vou mais, Não me pegue, não me abraceQue sou Capoeira ja disse que sou Queria ir, Que eu não gosto não~ REFRÃO ~ Mas agora não vou mais, ~ REFRÃO ~Leva morena me leva No caminho apareceu, Duas cobras de Corais. Não me pegue ou só me pegueOue hoje faz frio amanha faz calor ~9~
  11. 11. No meu coração O seu nome está gravado E Bimba no berimbau~ REFRÃO ~ Na terra onde ele nasceu Salve o Mestre Bimba Quem zombar do Mestre Bimba Salve a Ilha de Maré Na roda var se dar mal Salve o Mestre que me ensinou ~ REFRÃO ~SANTA BARBARA DE RELAMPUÉ A mandinga de bater com o pé Do batuque de Angola Iaiá ioiô Ele criou a RegionalO Santa Barbara de Relampué, ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Mandingueiro cheio de malevolência Quem zombar do Mestre BimbaO Santa Barbara de Relampua. Era ligeiro o mestre Na roda vai se dar malO Santa Barbara de Relampué, Que jogava conforme a cadência ~ REFRÃO ~ Do bater do berimbau Sua fama corre o mundoO Santa Barbara de Relampua. Salve o Mestre Bimba O seu nome é imortal~ REFRÃO ~ Criador da Regional (2X) ~ REFRÃO ~E Relampue, de Relampuá. Iaiá ioiô Me desculpem os outros mestres~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Mas Séu Bimba é sem igualDe Relampue de Relampuá.~ REFRÃO ~ Aprendeu meia-lua aprendeu ~ REFRÃO ~ Martelo e rabo-de-arraia Muita gente se promoveE Relampue, de Relampuá. Jogava no pé da ladeira E dele falando mal~ REFRÃO ~De Relampue de Relampuá. Muitas vezes na beira da praia ~ REFRÃO ~ Salve São Salvador Do batuque de Angola Salve a Ilha de Maré Ele criou a Regional Salve o Mestre que me ensinouIÁIÁ IOIÔ (Camisa CD 1) a mandinga de bater com o pé Iaiá ioiô NA VIDA SE CAI (Camisa CD 2)IaiIaiá ioiô ~ REFRÃO ~IaiIaiá ioiô Quando meu mestre se foi Na vida se cai Todo Bahia chorou Iaiá ioiô Se leva rasteiraQuando meu mestre se foiTodo Bahia chorou ~ REFRÃO ~ Quem nunca caiu não é capoeiraIaiá ioiô~ REFRÃO ~ Na vida se caiMenino com quem tu aprendeu (2X) E BIMBA E BIMBA (Camisa CD 1) Se leva rasteiraAprendeu a jogar Capoeira aprendeu Quem nunca caiu não é capoeiraQuem te ensinou já morreu (2X) E Bimba, é Bimba, é Bimba ~ REFRÃO ~ ~ 10 ~
  12. 12. Na capoeira Rasteira foi lá buscar Sou vento que sopra eu sou CapoeiraEu cresci com o passado Capoeira balançou A luta de um povo pra se libertarDesse tempo tão ligeiro no rolê voltou a jogar ~ REFRÃO ~Rápido como um piscarOntem eu era um menino iniciante Capoeira balançouUm capoeira erranteMais não parei de treinar no rolê voltou a jogar PÕE NO CHÃO (Camisa CD 2)~ REFRÃO ~ Segura seu moço Põe no chãoEu caí sim Deixa o corpo balançar Que eu quero ver cabocloEu caí me levantei no toque do berimbau Põe no chãoTropecei caí de novo Capoeira vai ter que rolar Que eu quero ver sinháConsegui me afirmei na cadência do atabaque~ REFRÃO ~ Quero ver nego pular O cabra tá assustadoA vaidade é ruim pro capoeira Capoeira balançou Tá com medo de apanharFaz ele se achar o bom no rolê voltou a jogar Tá se escondendo na rodaNão escapa da rateira Mas não vai me escapar Capoeira balançou ~ REFRÃO ~ no rolê voltou a jogar O caboclo ja fez sua juraA ONDA ROLOU NA PRAIA (Camisa CD 2) Partiu pro jogo de corpo fechado No pescoço tinha um Patuá E pedia forças para OxaláA onda rolou na praia ARUANDA Ê (Camisa CD 2) ~ REFRÃO ~e voltou correndo ao mar Oi me dé forças pra jogar Capoeira Aruanda êê Aruanda ê Aruanda Oi me dé forças pra tocar o berimbauA onda rolou na praia Aruanda ê Camara O desafio ja está lançadoe voltou correndo ao mar Faca de ponta vai lhe furar Vem de dentro do peito ~ REFRÃO ~Capoeira balançou Essa chama que acende meu corpo inteiro não pode pararno rolê voltou a jogar Eu sou mandingueiro de lá na Bahia Axé Capoeira salve meu mestre de la CAPOEIRA DE ANGOLA (Camisa CD 2)Capoeira balançou ~ REFRÃO ~no rolê voltou a jogar Jogar Capoeira de Angola Oxala que me guie não é brincadeira Por todo caminhoMeia-lua cortou o vento menino vem ver lêlê Não deixe não roda a fé me faltar o f ~ 11 ~
  13. 13. Com a cabeça no chão Prá jogar a Capoeira, tem idade não senhorvai saindo de aú Á água do coco é doce Gordo, magro, velho, moço, tem que ser improvisadorcompletando rolê Eu também quero beber ~ REFRÃO ~ Berimbau comanda o jogo, com pandeiro e agogôEu fui lá nos cais da Bahia Na fazenda Estiva Atabaque no sentido que esse som me provocouJogar Capoeira lembrei de Nas terras de Jacobina ~ REFRÃO ~Pastinha e Séu Aberre lêlê - Comecei a Capoeira Macio feito uma mola, boi malhado assustouCapoeira de Angola não é Do famoso Mestre Bimba No galho da seringueira, macaco já puloubrincadeira menino vem ver E foi morar lá no bairro da Lapinha ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ Conhecendo velhos mestres Na beira do rio eu vi sucuri laçar um boiCamisa sempre me falou Valdemar e Seu Traíra No meio da águas eu vi a sereia cantarsolte o corpo meninodeixe ele falar Lá na BahiaTem que ter sentimento Corre água sem choverPara Capoeira de Angola jogar TOTONHO DE MARÉ (Camisa CD 4)~ REFRÃO ~ Treinou sequênciaVocê diz que entra na roda Êh Maré Êh Maré Ô Ô Maré Mar Fez cintura desprezadacom ginga de corpo Jogo duro esquenta banhosabe balançar Êh Maré Ô Ô MaréTem que ser mandingueiro Junto da rapaziada ~ REFRÃO ~Para Capoeira de Angola jogar Depois de duro trabalho Totonho de Maré è Capoeira~ REFRÃO ~ Depois de muito treinar Totonho de Maré è de Bahia Veio pro Rio de Janeiro ~ REFRÃO ~ Quando você for a Bahia Pra buscar o seu axéLÁ NA BAHIA (Camisa CD 2) Lá na Bahia Corre água sem chover Lembre de Mestre Bimba E de Totonho de MaréLá na Bahia ~ REFRÃO ~Corre água sem chover Nas rodas de Capoeira CURVA DE RIO (Camisa CD 2) Ele mostrava o seu valorLá na Bahia Era um grande Capoeira Curva de rioCorre água sem chover E também estivador Ponta de areia ~ REFRÃO ~ Andei pela praia no rastro da seriaA água doce do coco é doce Revirando as lembrançasEu também quero beber As memórias do passado ~ 12 ~
  14. 14. Recordei um Capoeira ~ REFRÃO ~ Oiaiá cadê meu gunga que você me prometeuQue poucos estão ~ REFRÃO ~Lembrados MEU GUNGA (Camisa CD 4) ME LEVA NA BAHIA (Camisa CD 4)POR QUE SERÁ (Camisa CD 4) Cadê meu gunga que você me prometeu Oiai Oiaiá cadê meu gunga que você me prometeu Ê me leva na BahiaPor que será, por que seráQue hoje o negro não veio trabalhar Ê leva na Bahia Eu já vi cantar de tudo nas rodas de capoeira~ REFRÃO ~ Louvação pros velhos mestres e até pra quem morreu Ê me leva na BahiaJá correu notícia Ê leva na BahiaHouve morte em Palamares Do pandeiro e do atabaque do ganzá e do agogô ~ REFRÃO ~Morreu o negro chamado Gangazumba Só não vi falar do dia em que o meu gunga quebrou Vou conhecer a Fazenda EstivaJá correu notícia Na terra de JacobinaHouve morte em Palamares Cadê meu gunga que você me prometeu O meu mestre veio de láMataram o negro chamado Gangazumba Oiaiá cadê meu gunga que você me prometeu ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Côco mirongaNaquele tempo não existia Tem sempre um cabra na roda que é prá tomar conta Na Bahia chama dendêa princesa disso Dá o tempero ao CarurúNão havia pão na mesa troca arame, curva verga, de biriba ou de caniço E também ao VatapáSó tinha o canavial ~ REFRÃO ~ Gunga veio do kikongo, me disseram um tempo atrás A casa de pedraEra o suor, era o sangue derramado Dizem que é pessoa velha, prá mim o meu gunga é Que foi cativeiro de escravoEra o trabalho do negro muito mais Onde o navio negreiroDia e noite sem parar Chegava na beira do mar~ REFRÃO ~ Cadê meu gunga que você me prometeu ~ REFRÃO ~E hoje em dia Oiaiá cadê meu gunga que você me prometeu Lá tem macumbaDepois do canavial ~ REFRÃO ~ No pé de iroco velhoTem o relógio de ponto Pode ter bom mandingueiro cantador no meu terreio Na da casa de Pai XangôQue não para de marcar Pouco importa camarada meu gunuga fala primeiro No Axé Opô Afonjá ~ REFRÃO ~E se o negro tá doente Mais bonito que a Iúna e o canto do sabiá Minha BahiaE não consegue chegar me perdoa Deus do céu é o meu gunga a tocar Berço da cultura brasileiraSeu patrão ou sinhozinho É terra de Mestre BimbaContinua a perguntar Cadê meu gunga que você me prometeu E também da Capoeira ~ 13 ~
  15. 15. ~ REFRÃO ~ levanta do chão foi a Mestre Bimba ensinar regional Oi jogue capoeira conforme a razão No Centro Oeste já tem capoeiraLIÇÃO DO CAPOEIRA (Camisa CD 4) Mestre Bimba foi lá e ensinou ~ REFRÃO ~ auqela gente a passar rasteira Dar cabeçada, martelo voadorOi, sacode a poeira ~ REFRÃO ~levanta do chão EU VOU (Camisa CD 4) O Mestre Bimba foi um grande gênioOi jogue capoeira foi o criador do estilo regionalconforme a razão Eu vou, vou jogar Capoeira Uma verdadeira pedra preciosa Eu vou tocar meu berimbau que hoje brilha no Brasil centralNeste mundo de meu Deus só vejo a ingratidão ~ REFRÃO ~Amigo traindo amigo que um dia lhe estendeu a mão Hoje eu vou, vou jogar Na nossa terra tem grandes chapadas Capoeira, eu vou (2X) rios cristalinos, lindos pantanaisMas o mundo dá muitas voltas e das voltas vem a lição ~ REFRÃO ~ E a capoeira passou a fronteiraE hoje, quem está por cima amanhã, pode estar no chão Este jogo que é mandinga e malícia e tá chegando lá no Paraguai È luta, que também é mortal ~ REFRÃO ~Oi, sacode a poeira No Planalto Central, no Planalto Central ~ REFRÃO ~ foi lá Mestre Bimba ensinar regionallevanta do chão Angola e a Cavalaria ~ REFRÃO ~Oi jogue capoeira Iúna, São Bento Regional Eu tive que ver capoeiraconforme a razão ~ REFRÃO ~ nas brancas arreias do rio Araguaia~ REFRÃO ~ Eu vou dançar ao som dos instrumentos Era jaguá plantando bananeiraA vida tem dessas coisas que magoa o coração Todo feito de arame e de pau Corimatã dando rabo-de-arraiaDa maldade de um falso amigo, eu fiz essa canção ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Eu já rodei o mundo inteiro O boi guanú é uma fera selvagemOi, sacode a poeira Mas nunca vi nada assim igual que corre livre pelo serradãolevanta do chão ~ REFRÃO ~ Tem lobo guará e tem gato do mato Rabo de arraia, meia lua, martelo e rolê a famosa andira que é um morcegãoOi jogue capoeira Faca de ponta, navalha ~ REFRÃO ~conforme a razão cortando é pra valer Até nas aldeias já chegou~ REFRÃO ~ os índios xavantes gostaram demaisVou tornar a te dizer pois não guardo ingratidão A nossa gente aqui agradeceSe um dia você precisar ainda te dou a mão PLANALTO CENTRAL (Camisa CD 4) A Mestre Bimba que veio prá GoiásOi, sacode a poeira No Planalto Central, no Planalto Central ~ 14 ~
  16. 16. FACA DE PONTA (Camisa CD 4) GRÃO DE AREIA (Morcego) ~ REFRÃO ~ Maior que Deus é ninguém De areia, um grão. gr Que me deu tudo na mão.Faca de ponta quer lhe furar Mas nesse mundo tão imensoCuidado moço que o negro quer lhe pegar Eu sou apénas um grão. Tristeza mora comigo por causa da solidão ~ REFRÃO ~Faca de ponta quer lhe furar eu pareço uma AndurinhaCuidado moço que o negro quer lhe pegar querendo fazer verão.~ REFRÃO ~ Uma gota de água doce, MEU BERIMBAU ME FALOU (Morcego CD)Esse negro mandingueiro tá lhe armando uma querendo ser ribeirão.emboscada Uma sementa caída, Meu berimbau me falouEspera você passar sozinho pela estrada Querendo ser plantação. Meu berimbau me falouEscondido numa moita Mas olhando pro deserto,Com sua faca amolada eu sou apénas um grão. Meu berimbau me falou~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Meu berimbau me falouNo toque do berimbau Sou um peixe do cardume, ~ REFRÃO ~o jogo é alei do cão no mar da imensidão. Historias da Capoeirao negro levou rasteira Sou uma flor do cerrado, Que nimguem nunca contouna roda caiu no chão que nasceu fora da estação.Agora jura vingança Quero ser bom capoeira, ~ REFRÃO ~Com sua faca na mão e jogar com o coração. Assim tudo aconteceu Mas olhando pro deserto Assim tudo comecou~ REFRÃO ~ eu sou apénas um grão. Trouxeram os negros da AfricaBerimbau tocou São BentoHoje o jogo é pra valer De areia, um grão. Pra trabalhar pro senhorSe você não der no negro ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Ele vai dar em você Queria ser o luar, Do n’golo e da bassula~ REFRÃO ~ que ilumina meu sertão. E também da camangulaMas você é capoeira Ou entao ser uma estrela, Que nasceu a CapoeiraE tem que usar mandinga de qualquer constelação. No tempo da escravaturaNo molejo da esquiva Hoje eu levo minha vida ~ REFRÃO ~Pra que a faca não te atinja com o Berimbau na mão. Historias da Capoeira~ REFRÃO ~ Mas olhando pro deserto, Que nimguem nunca contou eu sou apénas um grão. ~ REFRÃO ~ De areia, um grão. Negro arrebentou correntes ~ 15 ~
  17. 17. Depois de tanto mau trato E a outra a Mestre PastinhaNo meio da Capoeira Vou la pra beira do mar E a tercera que sobrasseEle venceu o capitão do mato Berimbau tocou Eu guardava pra ser minha Chamou pra jogar ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Berimbau a todo tempo Berimbau tocouSó você que me embala Chamou pra jogar VÔO DA IÚNA (Morcego CD)Só pra quem tem sentimentoÉ que o berimbau fala Berimbau tocou A Iúna voôu~ REFRÃO ~ Chamou pra jogar Foi morar em outro sertão sertVIVA SEU BIMBA (Morcego CD) Berimbau por que me chama A Iúna voôu Porque mandou me chamar Foi morar em outro sertãoViva Seu Bimba iá iá ê ê viva Seu Bimba i i Quando escuto seu chamado ~ REFRÃO ~Hoje a capoeira chora por causa de sua partida Eu pra qulquer lugar A Iúna é um pássaro belo ~ REFRÃO ~ Rico de tanta belezaViva Seu Bimba iá iá ê ê viva Seu Bimba Berimbau tocou Traz a mandinga do negroHoje a capoeira chora por causa de sua partida Chamou pra jogar E também a sua tristeza~ REFRÃO ~Quando toco uma Benguela o coração logo palpita, Berimbau tocou A Iúna voôuNa Roda de Capoeira salve Bimba e a Bahia Chamou pra jogar Foi morar em outro sertão~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Hoje mora no céu com Valdemar e seu traíra Berimbau tocou pra roda Mestre Bimba encontrou a IúnaCanjiquinha e Aberrê, Manduca e seu Pastinha Fez meu corpo arrepiar Nunca tinha visto igual~ REFRÃO ~ Só quem joga capoeria Ele ficou encantadoJá subiu Ezequiel com seu cantar bonito, Sabe a vontade que dá E levou seu canto para o berimbauPara cantar com os velhos Mestres que estão lá no ~ REFRÃO ~infinito Berimbau tocou A Iúna voôu~ REFRÃO ~ Chamou pra jogar Foi morar em outro sertão ~ REFRÃO ~ Berimbau tocou A Iúna no tempo de BimbaDONO DAS TRÊS ESTRELAS (Morcego CD) Chamou pra jogar Era um toque bonito só pra formados Mas hoje em diaVou la pra beira do mar Ai meu Deus se eu pudesse Também jogam os graduadosBerimbau tocou Ser dono das Três MariasChamou pra jogar Dava uma a Mestre Bimba A Iúna voôu ~ 16 ~
  18. 18. Foi morar em outro sertão ~ REFRÃO ~ Sinto a presença de Bimba~ REFRÃO ~ História de escravo que chorou no tronco ao apanhar Quando eu entro na rodaA Iúna bateu asas Histórias de um povo que lutou na vida pra se libertar Sinto a presença de BimbaFoi-se embora da Bahia É manha de negro no toque de um gunga e uma viola Quando o meu berimbau tocaFoi junto com Mestre Bimba Pra quem é capoeira a velha Bahia é uma escola. ~ REFRÃO ~Pra outra sertania Sonhei com uma formatura Velha Bahia de Mestre Bimba que tem dendê Meu Deus mas que coisa tão lindaA Iúna voôu Velha Bahia de Mestre Pastinha e Aberrê Mestre Bimba entregando as medalhasFoi morar em outro sertão ~ REFRÃO ~ No nordeste de Amaralina~ REFRÃO ~ No passado você já foi palco de invasoes ~ REFRÃO ~A Iúna ficou muito triste Velha Bahia com suas ladeiras e sabradoes Bimba partiu para o ceúVoou do Planalto Central Cada rua e cada esquina tem uma história Deixando uma tristeza imensaHoje viaja no mundo Você está no meu peito e carrego sempre na memoria Mas vejo o meu mestre jogandoPorque morreu o rei do berimbau E sinto a sua presença Velha Bahia de Mestre Bimba que tem dendê ~ REFRÃO ~A Iúna voôu Velha Bahia de Mestre Pastinha e Aberrê Mestre Bimba foi um grande mestreFoi morar em outro sertão ~ REFRÃO ~ Não apenas um simples mortal Que sempre estára presente~ REFRÃO ~ Onde tocar o berimbau PRESENÇA DE BIMBA (Morcego CD)VELHA BAHIA (Morcego CD) Vejo o balanço do mar BAHIA MANDA SEU AXÉ PRA MIM (Morcego CD) Na praia de amaralinaVelha Bahia de Mestre Bimba que tem dendê Ouço o berimbau tocar Bahia manda seu axé pra mimVelha Bahia de Mestre Pastinha e Aberrê Aberr Sinto a presença de Bimba Bahia manda seu axé pra mimVelha Bahia de Mestre Bimba que tem dendê Vejo o balanço do mar Bahia manda seu axé pra mimVelha Bahia de Mestre Pastinha e Aberrê Na praia de amaralina Bahia manda seu axé pra mim~ REFRÃO ~ Ouço o berimbau tocar ~ REFRÃO ~Tem a baina se daia rendada e samba no pé Sinto a presença de Bimba Os velhos mestres que viveram naTem a magia de todos os santos do candomblé ~ REFRÃO ~ Bahia - Manda todo o seu axé eTem samba de roda, tem jogo de angola e regional O vento balança o coqueiro também sua magiaMercado Modelo, tem acarjé e berimbau O corpo se embala na ginga ~ REFRÃO ~ Eu queria voltar no tempo Mande a magia do toque do berimbauVelha Bahia de Mestre Bimba que tem dendê Para encontrar Mestre Bimba e também toda malicia da Capoeira RegionalVelha Bahia de Mestre Pastinha e Aberrê ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ ~ 17 ~
  19. 19. De Santo Amaro me mande omaculelé, mande o sabor do Bimba ensina eucacau e do azeite de dendé MESTRE BIMBA SE FOI (Camisa CD 3) ensina eu ensina Mestre Bimba se foi Manuel dos Reis MachadoA BENGUELA CHAMOU PRA JOGAR (Camisa CD 3) Mestre Bimba se foi Nasceu na velha Bahia Mestre Bimba se foi pra o céu Espalhando pelo mundoA benguela chamou pra jogar Mestre Bimba se foi A sua filosofiaA benguela chamou pra jogar ~ REFRÃO ~Capoeira Mestre Bimba se foi Da Iuna e Regional~ REFRÃO ~ Mestre Bimba se foi Ele foi seu criadorTudo começou assim Mestre Bimba se foi pra o céu Um valente um guerreiroHoje eu tenho que lembrar Mestre Bimba se foi Que a Bahia abençoouDe Maria Martinha do Bonfim ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Luiz Candido Machado Tá jogando angola com Pastinha Nas rodas de CapoeiraQue eram os pais de Mestre Bimba No berimbau com Aberre Sempre foi um vencedorManoel do Reis Machado Cantando com Waldemar De rasteira e cabeçada~ REFRÃO ~ Ensinando Mucunge Muita gente derrubouEm mil novecentos, este fato aconteceu ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Em vinte três de novembro Quando eu falo de Mestre Bimba Hoje dia a CapoeiraO Mestre Bimba nasceu Eu sinto o corpo arrepiar Pelo mundo se espalhou~ REFRÃO ~ Vejo o dia escurecer Agradeço a Mestre BimbaBimba assim dizia Vejo a noite clarear A raiz que ele plantouTocando seu berimbau ~ REFRÃO ~Sentado no velho banco O nome de Mestre BimbaEnsinando a regional Pra sempre sera louvado BATE ASA ARAÚNA (Camisa CD 3)~ REFRÃO ~ Porque foi bom capoeiristaNos dias de formatura Homem muito respeitado Bate asa AraúnaEra obrigado a jogar ~ REFRÃO ~ Bate asa AraúnaO São Bento Grande No cantar de um passaro Bate asa AraúnaE o Toque de Iúna Criou um jogo bem bonito Araúna, Araúna, AraúnaA benguela não podia sujar Deve estar jogando agora~ REFRÃO ~ Numa roda no infinito Quando você bate asaEm cinco de fevereiro Logo fechei os meus olhosDo ano de setenta e quatro Pensei que era o Mestre BimbaEsta tristeza aconteceu BIMBA ENSINA EU (Camisa CD 3) Que estáva chagando pra perto de nos ~ 18 ~
  20. 20. ~ REFRÃO ~ No jogo da Capoeira Parece qie diz baixinhoSe um dia você for embora O Séu Bimba foi doutor Me leve um pouco pra láNo caminho encontrar Mestre Bimba ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Peça pra ele tocar Com B se escreve Bahia Cabeçada é quitungaSão Bento grande ou então Idalina Com B de berimbau Luanda é a capital~ REFRÃO ~ Tambem se escreve Bimba Atabaque é ningomaSe a tarde começa a descer Criador da Regional Hungo vira berimbauAraúna vem logo pousando ~ REFRÃO ~Imagino que e Mestre Bimba Negro nascido na terraQue está nessa roda nos observando CHAMA EU ANGOLA CHAMA EU (Boa Voz CD) Não pode no chão pisar~ REFRÃO ~ Pode ser campo minadoSeu canto arrepia meu corpo Chama eu, chama eu A guerra ainda tá láE provoca minha solidão chama eu angola, chama eu ~ REFRÃO ~Eu lembro de Mestre Bimba O tempo lá vai rolandoE da estrela de São Salomão Numa viagem pra África Quem manda em mim é Deus O meu mestre esteve lá Quando ele me abençoar Em busca dos fundamentos Eu vou lá te conhecerTOCADOR DE BERIMBAU (Camisa CD 3) Da nossa capoeira ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~Bimba, Bimba, Bimba Vi falar da embondeiroCriador da Regional Que faz casa pra morar A AVÔ MEU, NEGRO DE ANGOLA (Boa Voz CD)Bimba, Bimba, Bimba Falar dos negros CuanhamaTocador de Berimbau É um tribo que tem lá Avô meu, negro de Angola ~ REFRÃO ~ Avô meu, berimbau chora berimbau iCom esSe de saudade O dinheiro é o KuanzaCom Ce de coraçao O Quimbundo é pra falar Ele chora de saudadeLembrei do Mestre Bimba Capoeira vai crescendo por aqui não volta maisE fiz essa cançao Bassula pra derrubar E nos tempos de criança~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Você nunca teve pazCom eRe de rasteira Canta Dionísio Rocha ~ REFRÃO ~Com A de atençao Diferente no cantar Berimbau falou pra mimMenino nesta arte O povo diz pagimne Menino que bom te verMestre Bimba deu liçao Pedindo paz para o lugar De Waldemar tem saudades~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Que pena que ele morreuCom eLe de Luanda Muchima é coração ~ REFRÃO ~esSe de Salvador Que bate forte ao chegar Também chora por Pastinha ~ 19 ~
  21. 21. Mas nada poder fazer Dá-se a mão ao camarada Seus rostos como cazumbáSó tirar melancholia Ele quer seu braço inteiro O negro tem corpo fechadoEnquanto ele viveu ~ REFRÃO ~ Pois leva seu patuá~ REFRÃO ~ Você passa numa rua ~ REFRÃO ~Chora pela capoeira Sem nada desconfiar No ar há desejo de brigaQue poucos sabem entender Mas existe mal olhado Os olhos não vão desviarQuanta coisa ela ainda tem Querendo te derrubar E no canto do mandingueiroDe bom pra mim e você ~ REFRÃO ~ Cantigas de provocar~ REFRÃO ~ A resposta a isso tudo ~ REFRÃO ~TTomara que o berimbau Tá dentro do coraçao O aberto de mão é manhosoUm dia pare o lamento Onde mora o amor de Deus Sem saber como vai terminarSe esqueça do sofrimento Não existe traição O que é certo na volta do mundoPra capoeira vencer É que vão se encontrar ~ REFRÃO ~CASA DE CABOCO (Boa Voz CD) BERIMBAU MANDOU BENZER (Boa Voz CD) MARÉ ME LEVA (Boa Voz CD)„Orá-iê-iê, orá-iê-iê“ Lá, lá e láNo caminho da matamba Lê, Lê Maré me leva é, maré me trazQuero ver você pisar Mandinga de Angola, Maré me leva é, maré me trazOrá-iê-iê, orá-iê-iê ber berimbau mandou se benzerNo caminho da matamba, Ê, ê, ê, berimbau mandou se benzer A vida do capoeiramandingueiro não vai lá É como a do pescador Ê, ê, ê berimbau mandou se benzer A onda balança o barcoMeu amigo capoeira E a ginga o jogadorOuça o que eu vou lhe falar Capoeira é malícia e mandinga ~ REFRÃO ~Do jogo da traição Mantendo sua tradição O vento soprou nas velasVocê tem que se guardar E reza pra todos os santos Balançando a minha nau~ REFRÃO ~ E aos seus orixás pedindo proteção Ma roda de capoeiraCome contigo na mesa ~ REFRÃO ~ Quem me leva é o berimbauDorme levanta contigo Agachado ao pé do berimbau ~ REFRÃO ~Veja lá meu mano velho Ele fez o sinal da cruz A noite olho as estrelasPode ser teu inimigo Capoeira é sua estrela guia Que é para me orientar~ REFRÃO ~ Ê ela quem te conduz Bom Jesús dos navegantesDe tudo se faz na vida É quem me guia pelo marPra ajudar a um companheiro Berimbau é quem comanda o jogo ~ REFRÃO ~ ~ 20 ~
  22. 22. Na rede vem a Traíra lê, lê, lê, lê, lê, lê! É cantadorUm peixe que morde a mão lê, lê, lê, lê, lê, lê! É cantadorNa roda brilha a navalhaE o cinco Salomão E fui na Bahia pra tocar Quero que tu me responda~ REFRÃO ~ Berimbau de Mestre Waldemar Usando suas palavrasÀs vezes a pesca é boa O que é a capoeiraÀs vezes o jogo é bom Minha viola Do fundo de sua almaMas quando nada dá certo Eu não canso de tocar É o meu céu,Eu volto a tentar entao Quando bate uma saudade É o meu mar De meu Mestre Waldemar A luz das estrelas ~ REFRÃO ~ E o brilho do luarBARAÚNA CAIU (Boa Voz CD) Cada toque um lamento Parecia solidão É muito mais do que issoBaraúna caiu, baraúna caiu, meu pai Waldemar levando a vida Ela é o meu viverbaraúna caiu, meu pai, baraúna caiu Como um simples artesão Se eu canto é pra contar ~ REFRÃO ~ O que você quer saberHistória de Baraúna Hoje eu digo a vocêsÉ cantada em prosa e verso E recordo a todos nós Quando ouço um berimbauJá diziam os antigos Que quem tem um berimbau E um canto bem entoadoNas rodas dos velhos mestres De Waldemar é o Boa Voz Meu coração se alegra~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Deixo as tristezas de ladoMadeira de baraúna Só me restaram as históriasDifícil de derrubar Que o tempo não apaga mais E vai muito mais alémMas no jogo de mandinga Cantando na liberdade É minha filosofiaBaraúna vai tombar E também no Pero Vaz É o meu jeito de ser~ REFRÃO ~ Enquanto eu tiver vidaVocê diz que a capoeiranão pode é / é difícil de cair A CAPOEIRA E O CANTADOR (Boa Voz CD) Não me demoro falandoÉ mentira camarada Bem simples dessa maneiraMeu mestre dizia assim Eu passava numa rua Não existe nesse mundo Quando alguém me parou Nada igual a capoeira Ouvi falar de vocêVIOLA DE WALDEMAR (Boa Voz CD) É o tal de cantador É cantadorÊ, lê, lê, lê, lê, lê! É cantadorÊ, lê, lê, lê, lê, lê! ~ 21 ~
  23. 23. PEITO VAZIO (Charm - Cantigas Inéditas) Waldemar já deixou a terra ~ REFRÃO ~ Nínguem pode ficar no seu lugar Há momentos nesse mundoEu sinto um vazio no peito Deus que lhe dê uma boa glória Você tem escolherBerimbau vem em ajudar Para que possa descansar Entre as coisa da vidaVem, vem, vem ~ REFRÃO ~ Ou as que te fazem viverBerimbau vem em ajudar Waldemar dentro do seu barracão ~ REFRÃO ~ Preperando os berimbaus para pintar Sempre fico imaginando as cores que ele usava Quando eu desencarnarEu sinto saudades de um tempo Todo mundo queria comprar Berimbau ficar chorandoQue o berimbau me levou ~ REFRÃO ~ Eu volto pra te acalmarAgora eu levo ele para Mestre João Grande e João Pequeno ~ REFRÃO ~os lugares onde eu vou Falam bem do Mestre Waldemar Mesmo que meu corpo duma~ REFRÃO ~ Eu posso até repousar Diziam que nas rodas do caisExistem milhões de estrelas O seu canto não podia faltar Se o sono ficar profundoMas a minha eu encontrei ~ REFRÃO ~ Berimbau vem me acordarFica no brilho do aço Waldemar foi um grande cantadorDo berimbau que eu toquei Pra tocar eu não quero nem falar~ REFRÃO ~ Se alguém lhe chamava para uma roda NÓ DE ROSA (Charm - Cantigas Inéditas)Berimbau deu um pulo no tempo Nosso Mestre ia vadiarMe encontrou nas profundezas Eu dei um nó na pontaMe deu toda harmonia no canto No meio vou dar de novoDa Capoeira SONO PROFUNDO (Charm - Cantigas Inéditas) Na ponto foi nó-de-rosa~ REFRÃO ~ No meia boca-de-loboPensamento invade o passado Capoeira mandou chamarMe deixa acordado para sempre lembrar Capoeira mandou chamar O capoeira que imaginaDo jogo da capoeiraQue acalma o meu corpo e me faz respirar Sabe o nó que ele vai dar De onde niguém imagina Dá um nó esconde a ponta Vocês podem acreditar Pra outro não desatarCANTADOR WALDEMAR (Charm - Cantigas Inéditas) Que essa arte capoeira ~ REFRÃO ~ Pode ir lá me regatar Você deu rasteira em cobraWaldemar da Paixão Paix ~ REFRÃO ~ Deu nó até em goteiraQuando escuto o berimbau tocar Quando eu menos esperava Não venha dar nó cegoMe dá um vazio no peito d Tudo veio a acontecer No meio da capoeiraCoração começa a chorar Se tornou o meu trabalho ~ REFRÃO ~ Dela vou sobreviver Meu amor me deu um nó Eu consegui desatar ~ 22 ~
  24. 24. Quero ver se ela desata EU QUERO APRENDER (Charm - Cantigas Inéditas)O nó-direito que eu vou dar PASSÁRO MÍSTICO (Charm - Cantigas Inéditas)~ REFRÃO ~ Eu quero aprenderSe Tiradentes soubesse Iúna está me chamando na est Eu quero aprenderDesatar o nó-da-forca Iúna eu vou eu vouEle não morreria Morar na mata fechada A jogar bem emaranhadoNa Justiça lá da corte Iúna eu vou eu vou Bem pertinho quero~ REFRÃO ~ AprenderMenino peque sua corda ~ REFRÃO ~Antes de se batizar São passáros que habitam os Pântanos A jogar o jogo no chãoDê na ponta um nó-de-rosa Flotestas que vão me encantando Rasteirinho queroPra corda nço desfiar Com certeza me lembram o Bimba Aprender Que na roda era o bamba ~ REFRÃO ~ ~ REFRÃO ~ Por favor Mestre JoãoUNIÃO FAZ A FORÇA (Charm - Cantigas Inéditas) A Iúna apesar de um bicho Me ensina quero É um símbolo na capoeira AprenderAndorinha sozinha Quando vê grande perigo ~ REFRÃO ~Não faz verão o ver Ela voa pro alto da paineira A tócar o berimbau ~ REFRÃO ~Se cochilar Bem amarrado quero A Iúna canta bonitoGaviGavião põe a mão Aprender Quando faz sua construção ~ REFRÃO ~ Ela pega graveto e o juncoA união sempre faz a força Me ensina o pulo do gato Faz seu ninho lá no châoSozinho nínguem vai chegar Meu Mestre eu quero ~ REFRÃO ~Andorinha que está afastada do bando Aprender A Iúna é um canto de um passároO gavião pode te pegar ~ REFRÃO ~ É jogo da capoeiraGavião pousou no terreiro A jogar jogo de Angola É o toque de uma violaAté a raposa assustou Pequetitinho quero É morte de um capoeiraToma cuidado Andorinha Aprender ~ REFRÃO ~Agora sua hora chegou A Iúna é um passáro Místico~ REFRÃO ~ Difícil de capturarAndorinha deixa de orgulho SOU MANDINGUEIRO (Charm - Cantigas Inéditas) Só mesmo um bom capoeiraVai logo e alcança o seu bando Como Mestre Bimba pode te educarQuero ver você feliz Eu sou mandingueiro ioiôE nos ares sempre voando Eu sou mandingueiro iaiá iai ~ 23 ~
  25. 25. Eu sou capoeira ioiô ILHA DE VITÓRIA Ouço o berimbau tocarEu toco berimbau iaiá~ REFRÃO ~ E na Ilha de VitóriaEu faço melodia ioiô Era lua cheia lá na ilha de Vitória l ouço o berimbau tocarEu gosto de cantar iaiá Berimbau tocando Guarapari~ REFRÃO ~ Atabaque rufando Ouço o berimbau tocarBerimbau está chamando ioiô Eu trago na memóriaEu já vou jogar iaiá~ REFRÃO ~ FACA DE TUCUMMestre Bimba mandinga ioiô Era lua cheia lá na ilha de VitóriaPastinha mandingava iaiá Berimbau tocando Faca de tucum matou Besouro Mangangá~ REFRÃO ~ Faca de tucum matou Besouro Mangangá Atabaque rufandoEu dou a volta ao mundo ioiô Eu trago na memória Faca de tucum matou Besouro MangangáEu dou a volta ao mundo iaiá ~ REFRÃO ~ Faca de tucum matou Besouro Mangangá E lua cheia ~ REFRÃO ~VIM DA BAHIA PRA LHE VÊ que faz o tempo rodar Diz a história que mataram seu Besouro Foi na Bahia, Santo Amarao em Salvador tempo que muda a maré Morreu deitado, dentro de rede de cordaPra lhe vê, pra lhe vê, pra lhe vê v v v faz capoeira jogar De nada valeu mandinga, da traição não se salvouVim da Bahia pra lhe vêVim da Bahia pra lhe vê Era lua cheia lá na ilha de Vitória Faca de tucum matou Besouro MangangáVim da Bahia pra lhe vê, pra lhe vê Faca de tucum matou Besouro Mangangá Berimbau tocando ~ REFRÃO ~~ REFRÃO ~Pra lhe vê, pra lhe vê Atabaque rufando Corpo fechado, magia com reza forte~ REFRÃO ~ Eu trago na memória Dava e não levava lição de ninguémCapoeira Tem Que Ter Molejo ~ REFRÃO ~ Cordão de Ouro também chamado BesouroCapoeira tem que ter molejo É que eu já me lembro Hoje joga capoeira com os mestres do alémCapoeira tem que balançar quando eu ia treinar Faca de tucum matou Besouro MangangáCapoeira tem que ter alegria No Forte de São João Faca de tucum matou Besouro Mangangáe fundamental para poder jogar Capoeira a beira-mar ~ REFRÃO ~ Dormi sonhando com o berimbau tocando E capoeira corre o chão Vejo uma roda com Besouro e Paraná Foi parar no seu lugar Fico lembrando desses mestres do passado Norte e sul de minha terra Sinto um desejo danado de capoeira jogar ~ 24 ~

×