Marchinhas de carnaval letras
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Marchinhas de carnaval letras

on

  • 2,382 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,382
Views on SlideShare
2,382
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
11
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Marchinhas de carnaval letras Marchinhas de carnaval letras Document Transcript

  • ALLAH-LÁ-Ô AURORA 1Haroldo Lobo e Nássara - 1941 Composição: Mário Lago-Roberto RobertiAllah-lá-ô Se você fosse sinceraÔ, ô, ô, ô, ô, ô Ô ô ô ô AuroraMas que calor! Veja só que bom que eraÔ, ô, ô, ô, ô, ô Ô ô ô ô AuroraAtravessamos o desertoDe Saara Um lindo apartamentoO sol estava quente Com porteiro e elevadorQueimou a nossa cara E ar refrigeradoAllah-lá-ô Para os dias de calorÔ, ô, ô, ô, ô, ô Madame antes do nomeMas que calor! Você teria agoraÔ, ô, ô, ô, ô, ô Ô ô ô ô AuroraViemos do EgitoE muitas vezes ÍNDIO QUER APITONós tivemos que rezar Composição: Haroldo Lobo-Milton de OliveiraAllah! Allah! Allah,Meu bom Allah Ê ê ê ê ê índio quer apitoMande água pra Ioiô Se não der pau vai comerMande água pra Iaiá,Allah! Meu bom Allah! Lá no bananal mulher de branco Levou pra pra índio colar esquisitoA FILHA DE CHIQUITA BACANA Índio viu presente mais bonitoComposição: by Caetano Veloso Eu não quer colar Índio quer apitoEu sou a filha da chiquita bacanaNunca entro em cana MAMÃE EU QUEROPorque sou família demais Composição: by Marcha De Jararaca E V. PaivaPuxei à mamãeNão caio em armadilha Mamãe eu quero, mamãe eu queroE distribuo banana com os animais Mamãe eu quero mamar!Na minha ilha Dá a chupeta, dá a chupeta, ai, dá a chupetaYeh yeh yeh Dá a chupeta pro bebê não chorar!Que maravilhaYeh yeh yeh Dorme filhinho do meu coraçãoEu transo todas Pega a mamadeira em vem entra no meu cordãoSem perder o tom Eu tenho uma irmã que se chama AnaE a quadrilha toda grita De piscar o olho já ficou sem a pestanaYeh yeh yehViva a filha de chiquita Eu olho as pequenas, mas daquele jeitoYeh yeh yeh E tenho muita pena não ser criança de peitoEntre para "womens liberation front Eu tenho uma irmã que é fenomenal Ela é da bossa e o marido é um boçalA JARDINEIRAComposição: by Benedito Lacerda-Humberto Porto O TEU CABELO NÃO NEGA Composição: Lamartine Babo-Irmãos ValençaÓ jardineira porque estás tão tristeMas o que foi que te aconteceu O teu cabelo não nega mulataFoi a camélia que caiu do galho Porque és mulata na corDeu dois suspiros e depois morreu Mas como a cor não pega mulata Mulata eu quero o teu amorVem jardineira vem meu amorNão fiques triste que este mundo é todo seu Tens um sabor bem do BrasilTu és muito mais bonita Tens a alma cor de anilQue a camélia que morreu Mulata mulatinha meu amor Fui nomeado teu tenente interventorABRE ALASComposição: by Chiquinha Gonzaga Quem te inventou meu pancadão Teve uma consagraçãoÓ abre alas que eu quero passar A lua te invejando faz caretaÓ abre alas que eu quero passar Porque mulata tu não és deste planetaEu sou da lira não posso negarEu sou da lira não posso negar Quando meu bem vieste à terra Portugal declarou guerraÓ abre alas que eu quero passar A concorrência então foi colossalÓ abre alas que eu quero passar Vasco da gama contra o batalhão navalRosa de ouro é que vai ganharRosa de ouro é que vai ganhar
  • PIERRÔ APAIXONADO Quero ver depressa o meu amor Se eu chegar depois do sol raiar 2Composição: Noel Rosa-Heitor dos Prazeres Ela bota outro em meu lugarUm pierrô apaixonadoQue vivia só cantando MARIA SAPATÃOPor causa de uma colombina Composição: ChacrinhaAcabou chorando, acabou chorando Maria SapatãoA colombina entrou num butiquim Sapatão, SapatãoBebeu, bebeu, saiu assim, assim De dia é MariaDizendo: pierrô cacete De noite é JoãoVai tomar sorvete com o arlequim O sapatão está na modaUm grande amor tem sempre um triste fim O mundo aplaudiuCom o pierrô aconteceu assim É um baratoLevando esse grande chute É um sucessoFoi tomar vermute com amendoim Dentro e fora do BrasilTURMA DO FUNIL ME DÁ UM DINHEIRO AIMarchinhas de Carnaval Composição: Ivan Ferreira-Homero Ferreira-GlaucoComposição: Braguinha FerreiraChegou a turma do funilTodo mundo bebe Ei, você aí!Mas ninguém dorme no ponto Me dá um dinheiro aí!Aí, aí, ninguém dorme no ponto Me dá um dinheiro aí!Nós é que bebemos e eles que ficam tontos Não vai dar?Eu bebo, sem compromisso, Não vai dar não?com meu dinheiro, ninguém tem nada com isso Você vai ver a grande confusãoAonde houver garrafa, aonde houver barril Que eu vou fazer bebendo até cairPresente está a turma do funil Me dá me dá me dá, ô! Me dá um dinheiro aí!PASTORINHASComposição: Noel Rosa-Braguinha CABELEIRA DO ZEZÉ João Roberto Kelly-Roberto Faissal, 1963A estrela dalva no céu despontaE a lua anda tonta com tamanho esplendor Olha a cabeleira do zezéE as pastorinhas pra consolo da lua Será que ele éVão cantando na rua lindos versos de amor Será que ele éLinda pastora morena da cor de madalena Será que ele é bossa novaTu não tens pena de mim Será que ele é maoméQue vivo tonto com o teu olhar Parece que é transviadoLinda criança tu não me sais da lembrança Mas isso eu não sei se ele éMeu coração não se cansaDe sempre sempre te amar Corta o cabelo dele! Corta o cabelo dele!MÁSCARA NEGRAComposição: Zé Keti-Pereira Mattos CIDADE MARAVILHOSA André Filho, 1934Quanto riso oh quanta alegriaMais de mil palhaços no salão Cidade maravilhosaArlequim está chorando Cheia de encantos milPelo amor da colombina Cidade maravilhosaNo meio da multidão Coração do meu Brasil Cidade maravilhosaFoi bom te ver outra vez Cheia de encantos milEstá fazendo um ano Cidade maravilhosaFoi no carnaval que passou Coração do meu BrasilEu sou aquele pierrôQue te abraçou e te beijou meu amor Berço do samba e das lindas cançõesNa mesma máscara negra Que vivem nalma da genteQue esconde o teu rosto És o altar dos nossos coraçõesEu quero matar a saudade Que cantam alegrementeVou beijar-te agoraNão me leve a mal Jardim florido de amor e saudadeHoje é carnaval Terra que a todos seduz Que Deus te cubra de felicidadeMARCHA DO REMADOR Ninho de sonho e de luz.Composição: by Antônio AlmeidaSe a canoa não virar olê olê oláEu chego láRema rema rema remador