Your SlideShare is downloading. ×
0
Tempestades-Ciências Naturais
Tempestades-Ciências Naturais
Tempestades-Ciências Naturais
Tempestades-Ciências Naturais
Tempestades-Ciências Naturais
Tempestades-Ciências Naturais
Tempestades-Ciências Naturais
Tempestades-Ciências Naturais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Tempestades-Ciências Naturais

11,483

Published on

Published in: Economy & Finance
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,483
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
128
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Tempestades
  • 2. A Tempestade Uma tempestade ou temporal é um estado climático de curta duração marcado por ventos fortes (como nos tornados e ciclones tropicais), trovoadas, e precipitação forte - geralmente, chuva, ou, em alguns casos, granizo, ou neve, neste último caso, a tempestade sendo chamada de tempestade de neve ou nevão.
  • 3. Em que consiste? <ul><li>Tempestades acontecem quando uma significante condensação acontece - resultando na produção de água em estado líquido e cristais de gelo - acontece em um trecho instável da atmosfera. Podem ser particularmente destrutivas, tanto para o homem como para os habitats naturais. </li></ul>
  • 4. A História das Tempestades <ul><li>As tempestades tiveram grande influência na cultura de muitas das civilizações da antiguidade. Os romanos achavam que tempestades eram batalhas dos Deuses contra os Titãs. Já os índios da América do Norte acreditavam que as tempestades eram serventes de um &quot;Grande Espírito&quot;. Em tempos mais recentes, as tempestades tornaram-se alvo de assumiram mais um papel de curiosidade. Toda primavera, caçadores de tempestades vão às grandes planícies do interior da América do Norte para explorar os aspectos visuais e artísticos de tempestades e tornados. </li></ul>
  • 5. <ul><li>As brisas são exemplos simples dos efeitos da temperatura no mar e na terra. O sol aquece a água de maneira desigual. Sobre os mares e lagos a maior parte da energia é consumida na evaporação e ou é absorvida pela água. O ar não é muito aquecido. A terra, no entanto, absorve metade do calor que a água absorve mas evapora menos. Assim, o ar sobre a terra recebe mais calor do que o ar sobre a água O ar aquecido expande e fica mais leve. Isso começa a acontecer logo após o nascer do sol. O ar sobre o mar não se esquenta rapidamente e permanece mais pesado do que o ar da terra. Como é mais pesado, começa a fazer pressão sobre o ar mais leve da terra e, assim, ocorre a brisa . </li></ul><ul><li>À noite ocorre o inverso. O ar da terra esfria mais rapidamente e durante um certo tempo, durante a noite, a brisa sopra em direcção do mar. </li></ul>
  • 6. Noções <ul><li>Vento : termo genérico que identifica o ar em movimento, independente da velocidade. </li></ul><ul><li>Brisa : é um vento de pouca intensidade, que geralmente não ultrapassa os 50 km/h. </li></ul><ul><li>Monção : começa no início de Junho no sul da Índia. São ventos periódicos, típicos do sul e do sudeste da Ásia, que no verão sopram do mar para o continente. A monção geralmente termina em Setembro, caracterizando-se por forte chuva associada a ventos. </li></ul><ul><li>Ciclone : Caracteriza-se por uma tempestade violenta que ocorre em regiões tropicais ou subtropicais, produzida por grandes massas de ar em alta velocidade de rotação. Evidencia-se quando ventos superam os 50 km/h. </li></ul>
  • 7. <ul><li>Furacão : vento circular forte, com velocidade igual ou superior a 119 km/h. Os furacões são os ciclones que surgem no mar do Caribe (oceano Atlântico) ou nos Estados Unidos. Giram no sentido horário (no hemisfério sul) ou anti-horário (no hemisfério norte) e medem de 200 km a 400 km de diâmetro. Sua curva se assemelha a uma parabólica. </li></ul><ul><li>Tufão : é o nome que se dá aos ciclones formados no sul da Ásia e na parte ocidental do oceano Índico, entre Julho e Outubro. É o mesmo que furacão, só que na região equatorial do Oceano Pacífico. Os tufões surgem no mar da China e atingem o leste asiático. </li></ul><ul><li>Tornado : é o mais forte dos fenómenos meteorológicos, menor e mais intenso que os demais. Com alto poder de destruição, seus ventos atingem até 500 km/h. O tornado ocorre geralmente em zonas temperadas do hemisfério norte. </li></ul><ul><li>Vendaval : vento forte com um grande poder de destruição, que chega a atingir até 150 km/h. Ocorre geralmente de madrugada e sua duração pode ser de até cinco horas. </li></ul>
  • 8. Consequências das tempestades <ul><li>Algumas tempestades tem consequências gravíssimas, embora algumas passem só de “raspão” não afectando muito a população local nem os habitats naturais. </li></ul><ul><li>As tempestades mais fortes que atingem as civilizações/ecossistemas tem consequências tais como: </li></ul><ul><li> destruição de habitats naturais; </li></ul><ul><li> grande número de perda de vidas; </li></ul><ul><li> grandes gasto (em dinheiro), devido á destruição causada; </li></ul><ul><li> perda de grande número de habitações, existindo também um grande número de desalojados; </li></ul><ul><li> grande número de vitimas (e devido á sua destruição), não havendo local onde as colocar. </li></ul>

×