CRASE
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

CRASE

on

  • 4,601 views

PARA QUEM QUER APRENDER DE FORMA FÁCIL.

PARA QUEM QUER APRENDER DE FORMA FÁCIL.

Statistics

Views

Total Views
4,601
Views on SlideShare
4,601
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
222
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    CRASE CRASE Presentation Transcript

    • CRASE
    • CRASEdo grego krâsis( fusão, mistura, união )
    • ATENÇÃO:CRASE NÃO É O ACENTO, MAS SIM O FENÔMENO. OACENTO GRAVE MARCA O FENÔMENO.
    • A crase caracteriza-se pelajunção da preposição (a) com osartigos definidos femininos (a, as) ou com os pronomes demonstrativos (a, as, aquele, aquela, aquilo, etc.).
    • EXEMPLO: IR + A ( O VERBO IR EXIGE APREPOSIÇÃO A ) = QUEMVAI, VAI A ALGUM LUGAR.
    • Se logo a seguir vier umsubstantivo precedido de um artigo masculinosingular, como o banco, teremos: Eu vou a + o banco. (ao)
    • SE VIER UM SUBSTANTIVO PRECEDIDO DE UM ARTIGO FEMININO SINGULAR, COMOESCOLA, TEREMOS:
    • EU VOU A + AESCOLA. (A A).
    • Sempre que ocorre estarepetição das vogais (a),faz-se a junção (crase) e representa-a com o acento grave ( ` ).
    • VOU A A ESCOLA. VOU À ESCOLA.
    • ATENÇÃO!
    • O domínio da crase depende de o alunoconhecer a regência de alguns verbos e nomes. Condições necessárias para ocorrer crase:
    • o termo regente deveexigir a preposição e o termo regido tem de ser uma palavra feminina que admita artigo.
    • Exemplos:
    • Quem é atento é atento a ...
    • Quem é atentoé atento a a aula à
    • Quem é contrário é contrário a ...
    • Quem é contrário écontrário a a guerra. à
    • Quem é favorável é favorável a ...
    • Quem é favorável é favorável a a doação. à
    • Quem assiste, assiste a ...
    • Quem assiste assiste a a televisão. à
    • Quem assisteassiste a o filme. ao
    • Quem obedece, obedece a ...
    • QUEM OBEDECE,OBEDECE A ALGUÉM. À
    • Como disse há pouco, o correto emprego do acento indicativo de crase depende da análise do enunciado. trata-se de observar:
    • • SE OCORRE APREPOSIÇÃO "A";• SE A PALAVRA É FEMININA.
    • QUANDO É PROIBIDO O USO DO ACENTO GRAVE INDICADOR DE CRASE:
    • DIANTE DE PALAVRAS MASCULINAS.ELES JÁ ESTÃO A CAMINHO.
    • A PROFESSORA REFERIA- SE A SANDRO
    • DIANTE DE VERBOS. A PARTIR DE HOJE COMEÇAREMOS A ESTUDAR.
    • COMEÇOU A CAMINHAR ESTA SEMANA.
    • FICOU A VER NAVIOS.
    • NAS EXPRESSÕES FORMADAS POR PALAVRA REPETIDA.
    • CARA A CARA / FACE A FACE / POUCO A POUCO / FRENTE A FRENTE / PASSO A PASSO / DIA A DIA /GOTA A GOTA, LADO A LADO ETC.
    • DIANTE DE PRONOMES PESSOAIS DE TRATAMENTO, SALVO: SENHORA, SENHORITA, MADAME E DONA (CASOESTA ESTEJA ADJETIVADA).
    • Recomendamos a ela que enviasse a Vossa Senhoria. O mensageiro entregou a encomenda a dona Sebastiana.Envie nossas felicitações à saudosa dona Zulmira.
    • “Um exemplo de mulherbrasileira! Vida longa à Dona Canô!”(http://blogln.ning.com/profiles/blogs/dona-can-li-o-secular-de-sabedoria-republicando)
    • REFIRO-ME À SENHORITA ANA.
    • REFERIU-SE À SENHORA MÔNICA. ORIENTAMOS À MADAMEHELENA QUE ESCREVESSE A VOSSA EXCELÊNCIA. NÃO DISSERAM TODA A VERDADE A VOCÊ.
    • ENTREGOU O DINHEIRO A MIM.
    • DIANTE DE PRONOMES DEMONSTRATIVOS:ESTE (S), ESTA (S), ISTO, ISSO ETC.
    • SALVO OS PRONOMES: OUTRA, A QUAL E QUEQUANTO LHE ANTECEDER O DEMONSTRATIVO “A”
    • REFIRO-ME A ESTA MULHER.
    • REFIRO-ME À OUTRA PESSOA
    • REFIRO-ME A ALGUÉM.
    • ESTA É A MENINA À QUAL ME DIRIGI.
    • ESTA É A PESSOA À QUE ME REFERI.
    • NÃO OCORRE A CRASE NOS SEGUINTES CASOS: A)DIANTE DE PALAVRA DE SENTIDO INDEFINIDO. UMA CERTAFALOU A QUALQUER PESSOA CADA TODA
    • REFERI-ME A TODAS AS ALUNAS, SEM EXCEÇÃO.
    • FALOU A CERTA PESSOA
    • DIANTE DA PALAVRA DISTÂNCIA. SALVO SE HOUVER A FORMAÇÃO DE LOCUÇÃO PREPOSITIVA = À DISTÂNCIA DE. PORÉM,POR MOTIVO DE CLAREZA,PODE-SE USAR ACENTO EM CASOS COMO ESTE:
    • RECONHECI-O À DISTÂNCIA DE DUZENTOS METROS.
    • AVISTEI O ÔNIBUS À DISTÂNCIA DE 30 METROS.
    • DIANTE DE PALAVRAS NO PLURAL, ESTANDO O ARTIGO NO SINGULAR.
    • DIANTE DE NUMERAIS CARDINAIS, EXCETOQUANDO SE REFERE A HORAS.
    • ELE CHEGOU À UMA HORA.
    • CHEGAMOS A TRÊS PROPOSTAS.
    • VOLTAREMOS ÀS DOZE HORAS.
    • CHEGAMOS ÀS TRÊS HORAS.
    • CONVIDAREI A SEIS PESSOAS.
    • Será mesmo que não entra?
    • QUANDO É OBRIGATÓRIO O USO DO ACENTO GRAVE INDICADOR DE CRASE:
    • DIANTE DE NOMES FEMININOS VOU À ESCOLA AMANHÃ.
    • SOU FAVORÁVEL À ADOÇÃO DA CRIANÇA.
    • ELES SÃO OBEDIENTES À LEI.
    • NAS LOCUÇÕES ADVERBIAIS, PREPOSITIVAS E CONJUNTIVAS (PREPOSIÇÃO + ARTIGO FEMININO):
    • Locuções adverbiais: às vezes, à noite, à tarde etc.
    • À NOITE
    • À TARDE
    • Locuções prepositivas: àfrente de, à beira de, à exceção de etc.
    • À BEIRA DE
    • Locuções conjuntivas: à medida que, àproporção que etc.
    • NA EXPRESSÃO À MODA DE, MESMO QUE A PALAVRAMODA NÃO VENHAEXPLÍCITA, SEMPRE OCORRE CRASE:
    • COMI UM FILÉ À MODA DA CASA. USAM SAPATOS À LUÍS XV.
    • COMI UM BIFE À PARMEGIANA.
    • Gosto de frango a passarinho.
    • Quero um bife a cavalo.
    • NAS FORMAS ÀQUELA, ÀQUELE, ÀQUELAS, ÀQUELES, ÀQUILO, ÀQUELOUTRO (E DERIVADOS):
    • CHEGUEI ÀQUELELUGAR. AA
    • VOU ÀQUELAS CIDADES.NÃO DEU IMPORTÂNCIA ÀQUILO.
    • REFERIU-SE ÀQUELES LIVROS.
    • QUANDO ÉFACULTATIVO O USO DO ACENTO GRAVE INDICADOR DE CRASE:
    • DIANTE DE PRONOMES POSSESSIVOSFEMININOS: MINHA,TUA, NOSSA, SUA ETC.
    • REFERI-ME A SUA PROFESSORA. OUREFERI-ME À SUA PROFESSORA.
    • REFERI-ME A MINHA MÃE OUREFERI-ME À MINHA MÃE.
    • DIRIGI-ME A NOSSATURMA DO PRIMEIRO ANO. OUDIRIGI-ME À NOSSATURMA DO PRIMEIRO ANO.
    • APÓS A PREPOSIÇÃO ATÉ.
    • FUI ATÉ A SECRETARIA OUFUI ATÉ À SECRETARIA.
    • REFERIU-SE ÀQUELES LIVROS.
    • DIANTE DE PRONOMES POSSESSIVOSFEMININOS: MINHA,TUA, NOSSA, SUA ETC.
    • REFERI-ME A SUA PROFESSORA. OUREFERI-ME À SUA PROFESSORA.
    • REFERI-ME A MINHA MÃE OUREFERI-ME À MINHA MÃE.
    • DIRIGI-ME A NOSSATURMA DO PRIMEIRO ANO. OUDIRIGI-ME À NOSSATURMA DO PRIMEIRO ANO.
    • APÓS A PREPOSIÇÃO ATÉ.
    • VOU ATÉ A PRAIA OUVOU ATÉ À PRAIA.
    • FUI ATÉ A SECRETARIA OUFUI ATÉ À SECRETARIA
    • ANTES DE NOMEPRÓPRIO FEMININO
    • Entreguei o livro a Paula ou Entreguei o livro à Paula.Dei 5 mil reais a Margarida. ouDei 5 mil reais à Margarida.
    • Diante da palavra casa quando acompanhadade expressão que denota o dono ou morador, ou qualquer qualificação.
    • Irei a casa de meus pais. à casa de meus pais.
    • CASOS ESPECIAIS
    • SE A PREPOSIÇÃO A VIER DE UM VERBO QUE INDICA DESTINO (IR, VIR, VOLTAR, CHEGAR, CAIR, COMPARECER, DIRIGIR- SE...), TROQUE ESTE VERBO POR OUTRO QUE INDIQUE PROCEDÊNCIA(VIR, VOLTAR, CHEGAR...);
    • SE, DIANTE DO QUE INDICAR PROCEDÊNCIA, SURGIR DA, DIANTE DO QUE INDICAR DESTINO,OCORRERÁ CRASE; CASO CONTRÁRIO, NÃO OCORRERÁ CRASE.
    • “SE VOU A, VOLTO DA, CRASE HAVERÁ...SE VOU A, VOLTO DE, CRASE PARA QUÊ?”
    • Vou a Porto Alegre. Semcrase, pois Venho de Porto Alegre. Vou à Bahia. Com crase, pois Venho da Bahia.
    • Se o local estiver especificado, leva acento. Ex.:Fui à Copacabana de minha infância. Não levaria se fosse: Fui a Copacabana.
    • Música para gravar esta regra de crase: (Para cantar com o ritmo de Jingle Bells)“Se vou ‘a’, volto ‘da’, crase haverá, Se vou ‘a’, volto ‘de’, crase para quê?
    • DE...A / DO / DA...À
    • ESTUDO DE QUARTA A SEXTA.SUJOU-SE DOS PÉS À CABEÇA. AS TURMAS DA SÉTIMA À OITAVA.
    • DIANTE DA PALAVRA “TERRA”.
    • SIGNIFICANDO PLANETA, É SUBSTANTIVO PRÓPRIO E TEM ARTIGO.SIGNIFICANDO CHÃO FIRME, SOLO, SÓ TERÁ ARTIGO QUANDO ESTIVER ESPECIFICADA, PORTANTO, QUANDO SIGNIFICAR CHÃO FIRME, SOLO, SÓ PODERÁ OCORRER A CRASE SE VIER ESPECIFICADA.
    • “OS ASTRONAUTAS VOLTARAM À TERRA" (COM CRASE, POIS "TERRA"ESTÁ CARACTERIZANDO O PLANETA);
    • "OS MARINHEIROS VOLTARAM ATERRA" (SEM CRASE, POIS SIGNIFICA CHÃO FIRME, SOLO E NÃO ESTÁ ESPECIFICADA);
    • "IREI À TERRA DE MEUS AVÓS" (COM CRASE, POIS SIGNIFICA CHÃO FIRME, SOLO E ESTÁ ESPECIFICADA).
    • Em “Quero referir-me à linguagem propriamente dita” usou-se corretamente o acento grave que indica o fenômeno da crase. Assinale a alternativa em que tenha ocorrido equívoco no seu emprego, por acréscimo ou omissão.(A) O curso vai de 7h a 11h.(B) Sempre que nos falamos face a face, melhor nos entendemos.(C) Vamos à Santa Catarina dos nossos antepassados.(D) Gostamos de bife à cavalo.
    • Gabarito
    • Em “Quero referir-me à linguagem propriamente dita” usou-se corretamente o acento grave que indica o fenômeno da crase. Assinale a alternativa em que tenha ocorrido equívoco no seu emprego, por acréscimo ou omissão.(A) O curso vai de 7h a 11h.(B) Sempre que nos falamos face a face, melhor nos entendemos.(C) Vamos à Santa Catarina dos nossos antepassados.(D) Gostamos de bife à cavalo.