Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Uma luz que para uns brilha e para outros ofusca no fim do túnel.<br />
Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />O que dizem estas imagens?<br /><ul><li>Bem vindos a Pós-modernidade.</li><...
Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>É um conjunto de fenômenos sociais, culturais, artísticos e polític...
Enquanto na Modernidade a ênfase era na urbanização, na mecanização, e na expansão dos meios de comunicação, na Pós-modern...
A Pós-Modernidade surgiu com a desconstrução de princípios, conceitos e sistemas construídos na modernidade, desfazendo to...
Por conta disso, para a maioria dos autores, a Pós-Modernidade é traçada como a época das incertezas, das fragmentações, d...
Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Diferentes concepções<br /><ul><li>Segundo o francês Jean-François Lyotard,...
 Foi um filósofo francês, e um dos mais importantes pensadores na discussão sobre a pós-modernidade.
 Autor dos livros A fenomenologia, A Condição Pós-Moderna e O Inumano.
Faleceu em  Paris no dia 21 de abril de 1998.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>Dif...
Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Fredric Jameson<br /><ul><li>Nasceu na cidade Cleveland, Ohio, em 14 de Abr...
É um crítico literário e político marxista, conhecido por sua análise da cultura contemporânea e da pós-modernidade.
Entre seus livros mais importantes estão Pós-Modernidade: a lógica cultural do capitalismo tardio, O Inconsciente político...
Atualmente Jameson trabalha na Duke University, em literatura comparada e romance.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os ...
Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Gilles Lipovetsky<br /><ul><li>Nasceu na cidade Millau, 24 de setembro de 1944
É um filósofo francês, professor de filosofia da Universidade de Grenoble, teórico da Hipermodernidade, autor dos livros A...
Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Jürgen Habermas<br /><ul><li>Nasceu na cidade Düsseldorf, 18de junho 1929. ...
De 1956 a 1959, foi assistente de Theodor Adorno no Instituto de Pesquisa Social de Frankfurt. No início de 1960, realizou...
Segundo David Lyon (Sociólogo) em seu livro “Pós-modernidade” , ele distingue com exatidão a relação entre o pós-modernism...
O segundo fenômeno é a conseqüente crise das hierarquias de conhecimento, de gosto e opinião e o interesse pelo local em l...
O terceiro fenômeno é a substituição do livro pela tela da TV, a imigração da palavra para a imagem, do discurso para a re...
Outra característica da Pós-modernidade é denominada de “SIMULACRO” ( a reprodução técnica ou representação tecnológica ao...
Um simulacro atua como elemento intensificador do real, artificiosamente criando e passando a propor uma “hiper-realidade ...
A mídia pretende coincidir com o imaginário coletivo. E influencia os domínios da comunicação, afeta a arte e, muitas veze...
Efeitos de sentido, como as “simultaneidades aparentes”, a “multiplicidade de fontes emissoras” e a “visão fragmentada”, c...
Os meios de comunicação vêm disputando com as instituições tradicionais o domínio hegemônico da construção de sentidos soc...
Por isso, a mídia é considerada com o “quarto poder”.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul...
Uma ALDEIA GLOBAL. </li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br...
Surfista Prateado
Super Man</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li...
Arte no murro (grafite)</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidad...
Centro Cultural - Dubai, Emirados Árabes.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características...
Estereótipos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Pós modernidade e os meios de comunicação

8,697

Published on

Seminário apresentado no dia 27/09/11 na UEPB - Turma 2011.2 - Jornalismo - Teorias da comunicação - Profa. Adriana Alves.

Published in: Education

Pós modernidade e os meios de comunicação

  1. 1. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Uma luz que para uns brilha e para outros ofusca no fim do túnel.<br />
  2. 2. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />O que dizem estas imagens?<br /><ul><li>Bem vindos a Pós-modernidade.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Às vezes parece que o mundo está de pernas para o ar. No bombardeio de informações e notícias que chegam à sociedade a cada instante, seja por meio do rádio, da televisão, de revistas ou da Internet, a violência, os atos de corrupção, os seqüestros, os crimes com requintes de crueldade ganham cada vez mais destaque.<br /><ul><li>A educação recebida dos pais e das escolas, os valores como ética, moral e caráter; a religião; a solidez do casamento e da família, estão perdendo espaço para novas formas de comportamento regidas pelas leis do mercado, do consumo e do espetáculo.   </li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Mas afinal, o que é Pós-modernidade?<br />
  3. 3. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>É um conjunto de fenômenos sociais, culturais, artísticos e políticos que têm lugar em sociedades pós-industriais, nas duas últimas décadas do século XX.
  4. 4. Enquanto na Modernidade a ênfase era na urbanização, na mecanização, e na expansão dos meios de comunicação, na Pós-modernidade têm lugar os fluxos de informação e o tratamento automático de dados (a informatização).
  5. 5. A Pós-Modernidade surgiu com a desconstrução de princípios, conceitos e sistemas construídos na modernidade, desfazendo todas as amarras da rigidez que foi imposta ao homem moderno. </li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>Para muitos teóricos, filósofos e sociólogos, a época atual é marcada por fenômenos que representam um divisor de águas com a Modernidade.
  6. 6. Por conta disso, para a maioria dos autores, a Pós-Modernidade é traçada como a época das incertezas, das fragmentações, da troca de valores, do vazio, do niilismo, da deserção, do imediatismo, da efemeridade, do hedonismo, da substituição da ética pela estética, do narcisismo, da apatia, do consumo de sensações e do fim dos grandes discursos.  </li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />
  7. 7. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Diferentes concepções<br /><ul><li>Segundo o francês Jean-François Lyotard, a "condição pós-moderna" caracteriza-se pelo fim das metanarrativas. Os grandes esquemas explicativos teriam caído em descrédito e não haveria mais "garantias", posto que mesmo a "ciência" já não poderia ser considerada como a fonte da verdade.  Pós-modernidade então representa a culminação desse processo onde a mudança constante se tornou o status quo e a noção de progresso obsoleto.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Jean-François Lyotard<br /><ul><li>Nasceu na cidade de Versalhes, em 10 de agosto de 1924.
  8. 8. Foi um filósofo francês, e um dos mais importantes pensadores na discussão sobre a pós-modernidade.
  9. 9. Autor dos livros A fenomenologia, A Condição Pós-Moderna e O Inumano.
  10. 10. Faleceu em Paris no dia 21 de abril de 1998.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>Diferentes concepções</li></ul>Para o crítico marxista norte americano Fredric Jameson, a Pós-Modernidade é a "lógica cultural do capitalismo tardio", correspondente à terceira fase do capitalismo, conforme o esquema proposto por Ernest Mandel.<br />
  11. 11. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Fredric Jameson<br /><ul><li>Nasceu na cidade Cleveland, Ohio, em 14 de Abril de 1934.
  12. 12. É um crítico literário e político marxista, conhecido por sua análise da cultura contemporânea e da pós-modernidade.
  13. 13. Entre seus livros mais importantes estão Pós-Modernidade: a lógica cultural do capitalismo tardio, O Inconsciente político e Marxismo e Forma.
  14. 14. Atualmente Jameson trabalha na Duke University, em literatura comparada e romance.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>Diferentes concepções</li></ul>O filósofo francês Gilles Lipovetsky prefere o termo "hipermodernidade", por considerar não ter havido de fato uma ruptura com os tempos modernos - como o prefixo "pós" dá a entender. Segundo Lipovetsky, os tempos atuais são "modernos", com uma exarcebação de certas características das sociedades modernas, tais como o individualismo, o consumismo, a ética hedonista, a fragmentação do tempo e do espaço.<br />
  15. 15. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Gilles Lipovetsky<br /><ul><li>Nasceu na cidade Millau, 24 de setembro de 1944
  16. 16. É um filósofo francês, professor de filosofia da Universidade de Grenoble, teórico da Hipermodernidade, autor dos livros A Era do Vazio, O luxo eterno, O império do efêmero entre</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>Diferentes concepções</li></ul>Já o filósofo alemão Jürgen Habermas relaciona o conceito de Pós-Modernidade a tendências políticas e culturais neoconservadoras, determinadas a combater os ideais iluministas.<br />
  17. 17. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Jürgen Habermas<br /><ul><li>Nasceu na cidade Düsseldorf, 18de junho 1929. Licenciou-se em 1954 na Universidade de Bonn, com uma tese sobre Schelling (1775-1854), intitulada O Absoluto e a História.
  18. 18. De 1956 a 1959, foi assistente de Theodor Adorno no Instituto de Pesquisa Social de Frankfurt. No início de 1960, realizou uma pesquisa empírica sobre a participação estudantil na política alemã, intitulada 'Estudante e Política' (Student und Politik).</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Causa e efeito <br /><ul><li>Não se pode imaginar a chamada sociedade pós-moderna (pós-industrial) sem a presença maciça de informações ou a intervenção constante dos meios de comunicação de massa na vida pessoal e social.
  19. 19. Segundo David Lyon (Sociólogo) em seu livro “Pós-modernidade” , ele distingue com exatidão a relação entre o pós-modernismo – quando a ênfase se dá sobre o cultural, e a Pós-modernidade – quando o destaque recai sobre o social.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /> Fatos importantes ( Visão de David Lyon)<br /><ul><li>O primeiro fenômeno é o abandono do “funcionalismo”, a visão de que a ciência está construída sobre uma base firme de acontecimentos observáveis na filosofia da ciência.
  20. 20. O segundo fenômeno é a conseqüente crise das hierarquias de conhecimento, de gosto e opinião e o interesse pelo local em lugar do universal.
  21. 21. O terceiro fenômeno é a substituição do livro pela tela da TV, a imigração da palavra para a imagem, do discurso para a representação, ou, como os plásticos forjadores de palavras preferem, do logocentrismo para o iconocentrismo.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />O ser humano, na pós-modernidade, perde-se em um labirinto de imagens e habita um mundo construído por efeitos de representação.<br /><ul><li>A imagem passa a valer por si mesma e não por aquilo a que se refere; a cópia é preferível ao original.
  22. 22. Outra característica da Pós-modernidade é denominada de “SIMULACRO” ( a reprodução técnica ou representação tecnológica ao real), segundo Jean Baudrillard (Sociólogo e filósofo francês).
  23. 23. Um simulacro atua como elemento intensificador do real, artificiosamente criando e passando a propor uma “hiper-realidade espetacular”. </li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Os meios de comunicação<br /><ul><li>Foi na Pós-modernidade que os meios de comunicação, potencializados em sua capacidade por tecnologias eletroeletrônicas de ponta, se converteram em “espaços de mise-en-scène”.
  24. 24. A mídia pretende coincidir com o imaginário coletivo. E influencia os domínios da comunicação, afeta a arte e, muitas vezes, norteia a produção cultural.
  25. 25. Efeitos de sentido, como as “simultaneidades aparentes”, a “multiplicidade de fontes emissoras” e a “visão fragmentada”, caracterizam as estratégias discursivas da mídia.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>O referente, na realidade, tornou-se impreciso; inflacionados, os signos pouco valem porque significam pouco. Só contam os sinais, os estímulos produzidos para que se desencadeiem emoções.
  26. 26. Os meios de comunicação vêm disputando com as instituições tradicionais o domínio hegemônico da construção de sentidos socialmente valorizados. Declaram-se representante e intérpretes qualificados da opinião pública.
  27. 27. Por isso, a mídia é considerada com o “quarto poder”.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br /><ul><li>Como previra McLuhan, os meios de comunicação iriam aos poucos se torna parte integrante de um ambiente, uma rede invisível estendida sobre o planeta.
  28. 28. Uma ALDEIA GLOBAL. </li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li>Os comics (QD) têm algo de muito interessante, como forma de literatura que representa as grandes mudanças da sociedade.
  29. 29. Surfista Prateado
  30. 30. Super Man</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li>Na comunicação, com disseminação de informações. </li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li>Na arte, busca elementos no cotidiano para questioná-los e discuti-los, uso de metalinguagem, autenticidade em relação a autoria.
  31. 31. Arte no murro (grafite)</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li>Na arquitetura, uso de referências históricas, a explosão de cores e de formas, as influências sobre a reconfiguração da sociedade.
  32. 32. Centro Cultural - Dubai, Emirados Árabes.</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li>No cinema, discute as mega produções, os estereótipos de alguns personagens e os enredos que prezam a violência.
  33. 33. Estereótipos
  34. 34. Mega produções
  35. 35. Miranda Priestly</li></ul> (Filme O diabo veste prada)<br /><ul><li>Titanic (James Cameron)</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li>Filme UM DRINK NO INFERNO
  36. 36. Conta a história de dois bandidos que seqüestram um pastor em crise e sua família e vão parar num bar habitado por vampiros.
  37. 37. Na primeira parte do filme, nós torcemos para os bandidos acabarem presos.
  38. 38. Na segunda, estamos vibrando por eles, para que eles matem vampiros.
  39. 39. Metade do filme é policial, a outra é terror. Uma hora eles são bandidos, noutra hora são heróis.
  40. 40. A que gênero estamos assistindo?</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Características da Pós-modernidade<br /><ul><li>Tanto MATRIXquanto O SHOW DE TRUMANfalam de mundos aparentes. Os personagens não sabem que vivem mundos que não existem, são mentiras construídas por máquinas para obter energia ou para alcançar audiência.
  41. 41. Será que estamos vivendo no mundo real ou tudo não passa de fantasia?</li></li></ul><li>Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />
  42. 42. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />O mundo Pós-moderno<br /><ul><li>“Um mundo de presente eterno, sem origem ou destino, passado ou futuro; um mundo no qual é impossível achar um centro ou qualquer ponto ou perspectiva do qual seja possível olhá-lo firmemente e considerá-lo como um todo; um mundo em que tudo que se apresenta é temporário, mutável ou tem o caráter de formas locais de conhecimento e experiência. Aqui não há estruturas profundas,    nenhuma causa secreta ou final; tudo é (ou não é) o que parece na superfície. É um fim à modernidade e a tudo que ela prometeu e propôs.”  </li></ul> Krishan Kumar<br />
  43. 43. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />A pergunta que não quer calar!<br /><ul><li>É possível ser otimista na era da</li></ul> pós-modernidade?<br />
  44. 44. Pós-modernidade e os meios de comunicação<br />Referências<br /><ul><li>POLISTCHUK, ILANA & TRINTA, ALUIZIO RAMOS – (2002) Teorias da Comunicação: o Pensamento e a Prática da Comunicação Social.
  45. 45. LYON, DAVID – (1998) Pós-modernidade.
  46. 46. LINKS
  47. 47. http://www.filologia.org.br/pub_outras/sliit02/sliit02_121-127.html
  48. 48. http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%B3s-modernidade
  49. 49. http://www.angelfire.com/sk/holgonsi/otimismopos-moderno2.html
  50. 50. VÍDEOS YOUTUBE
  51. 51. http://www.youtube.com/watch?v=EYG1DsAkS_Y
  52. 52. http://www.youtube.com/watch?v=Kowrcja_1lg</li></li></ul><li>UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA - UEPB<br />CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - CCSA<br />DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - DECOM<br />CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL - JORNALISMO - TURMA: 2011.2 - 1º PERÍODO<br />COMPONENTE CURRICULAR: TEORIA DA COMUNICAÇÃO I <br /> PROFESSORA: ADRIANA ALVES <br />ALUNOS (AS): <br />DIEGO HENRIQUE GOMES SILVEIRA<br />ELAINE DE LIMA SILVA<br />FRANKLIN JOSÉ PEREIRA LEITE<br />GEORGIA EUGÊNIO DOS SANTOS<br /> ROSÂNGELA SILVA FERREIRA <br />TAYSE ERYSLAINE DE MORAIS SANTOS FRANKLIN<br />WELLINGTON SERGIO DE SOUSA<br />
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×