• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Teorias do Jornalismo
 

Teorias do Jornalismo

on

  • 19,269 views

Teorias Estruturalista, Construcionista e Interacionista

Teorias Estruturalista, Construcionista e Interacionista

Statistics

Views

Total Views
19,269
Views on SlideShare
19,269
Embed Views
0

Actions

Likes
3
Downloads
240
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Teorias do Jornalismo Teorias do Jornalismo Presentation Transcript

    • Teorias do Jornalismo Estruturalista, construcionista e interacionista
    • *Teoria estruturalista • Notícias são produtos socialmente construídos que reproduzem a ideologia dominante e a legitima. • Diferentemente da teoria da ação política, vê nos jornalistas uma “autonomia relativa” • Principal estudo é de Stuart Hall (1973) : a mídia, “embora involuntariamente e através dos seus próprios ´caminhos autônomos`, tem-se transformado efetivamente num aparelho do próprio processo de controle – um ´aparelho ideológico de Estado `. ”
    •  
    • Teoria estruturalista • Notícias são produtos resultantes de vários fatores: - organização burocrática da mídia - estrutura dos valores notícia - momento da construção (valores) - sujeitos às classes dominantes (donos da mídia)
    • Teoria estruturalista • Notícias ajudam a construir uma sociedade consensual e normalizada, em função da ideologia dominante-hegemônica. (será que é realmente assim?)
    •  
    • *Teoria construcionista Esses estudos vêm as notícias como construção social • Totalmente opostos à visão segundo a qual as notícias são uma distorção • Também “põem em causa a ideologia jornalística e sua teoria das notícias como espelho da realidade”
    • Teoria construcionista Oposição à Teoria do Espelho • Por diversos motivos: – “ é impossível estabelecer uma distinção radical entre realidade e a mídia noticiosa q ue deve ´refletir` essa realidade, porque as notícias ajudam a construir a própria realidade” (TRAQUINA)
    •  
    • Teoria construcionista Oposição à Teoria do Espelho - a própria linguagem não pode funcionar como transmissora direta do significado inerente aos acontecimentos porque a linguagem neutral é impossível - lugar: a mídia noticiosa estrutura inevitavelmente “a sua representação dos acontecimentos” devido a vários fatores (aspectos organizativos, limitações orçamentárias, etc.)
    • *Teoria interacionista • Notícias resultam de um processo de percepção, seleção e transformação de acontecimentos em notícias, sob a pressão do tempo, por profissionais relativamente autônomos, que partilha de uma cultura comum.
    • Teoria interacionista • Jornalistas não são passivos e sim ativos na construção da realidade. - Notícias revelam todo o processo: rotinas, valores, negociações, fatores organizacionais, narrativas culturais do jornalismo, etc. - Revelam a interação não só entre jornalistas e fontes mas entre os próprios jornalistas. http://www.youtube.com/watch?v=6cagJUsK21s Danilo Gentili
    • Teoria interacionista • Jornalistas não são passivos e sim ativos na construção da realidade. - Jornalismo tem seu próprio ritmo - tempo - Notícias revelam todo o processo: rotinas, valores, negociações, fatores organizacionais, narrativas culturais do jornalismo, etc.
    • Teoria interacionista • Traquina: A s teorias estruturalista e interacionista chegam a conclusões semelhantes em relação ao papel político do jornalismo. Para as duas, a conexão entre fontes e jornalistas faz das notícias uma ferramenta importante do governo e das autoridades estabelecidas e as notícias, em geral, tendem a apoiar as interpretações oficiosas dos acontecimentos controversos. A diferença, no entanto, está no fato de os interacionistas defenderem que “o papel dominante das fontes oficiais não é automático".
    • Tendência divisionista para explicação das notícias: - Teorias do Espelho - Teoria da ação pessoal ou gatekeeper - Teoria Organizacional - Teoria da Ação Política - Teoria Estruturalista - Teoria Construcionista - Teoria Interacionista