Teoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura

68,659 views

Published on

Apresentação da teoria da aprendizagem social de Albert Bandura, na qual são abordados assuntos como a vida de Albert Bandura, prêmios que recebeu como psicólogo e suas realizações. Conceitos teóricos: Reforço Vicário, Modelação do comportamento, Características dos modelos, Características dos observadores, Processos Cognitivos, Autoreforço, Autoeficácia.

Published in: Education
26 Comments
71 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
68,659
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
67
Actions
Shares
0
Downloads
972
Comments
26
Likes
71
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Teoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura

  1. 1. Teoria da aprendizagem social Albert Bandura Setembro/2013
  2. 2. Albert Bandura (1925 - ) “ Todos os fenômenos que ocorrem por meio de experiência direta também podem ocorrer de forma vicariante – com a observação de outras pessoas e das consequências para elas.” - Albert Bandura 1952 Ph.D. Iowa University 1954 Pesquisador Stanford University 1973 Presidiu a APA 1980 Prêmio APA contribuição científica de destaque 2006 Life Achievement medal 1925
  3. 3. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ É um psicólogo canadense da escola BEHAVIORISTA. Ѱ Questionou a forma de behaviorismo de SKINNER. Ѱ Valorizou os PROCESSOS COGNITIVOS Ѱ Propôs a teoria da APRENDIZAGEM OBSERVACIONAL (ou aprendizagem social) Ѱ Conceitos envolvidos em sua teoria: 1. Reforço vicariante 2. Modelagem 3. Processos cognitivos 4. Auto reforço 5. Auto eficácia
  4. 4. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Aprendizagem observacional: Aprendizagem de novas respostas por meio da observação de outras pessoas. Exemplo: 1. Ofereci ao meu chefe, a gentileza de pegar uma xícara de café. 2. Meu chefe gostou e me agradeceu com um abraço. 3. Meu colega de trabalho viu e fez o mesmo no dia seguinte.
  5. 5. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 1. REFORÇO VICARIANTE: Aprendizado ou fortalecimento de uma resposta por meio da observação das consequências de tal comportamento. RESPOSTA Pegar o café CONSEQUÊNCIA Abraço (reforço) REFORÇO VICARIANTE Ver o colega ser abraçado
  6. 6. Albert Bandura (1925 - ) RESPOSTA Pegar o café CONSEQUÊNCIA Abraço (reforço) REFORÇO VICARIANTE Ver o colega ser abraçado Nota: Neste momento ocorre a AQUISIÇÃO da RESPOSTA de oferecer um café para o chefe no repertório comportamental do colega. Ele recebeu o REFORÇO VICÁRIO e posteriormente DECIDIU que fará o mesmo no dia seguinte. Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 1. REFORÇO VICARIANTE: Aprendizado ou fortalecimento de uma resposta por meio da observação das consequências de tal comportamento.
  7. 7. Albert Bandura (1925 - ) RESPOSTA Pegar o café CONSEQUÊNCIA Abraço (reforço) REFORÇO VICARIANTE Ver o colega ser abraçado Nota: Os PROCESSOS COGNITIVOS são importantes, pois o colega não imitou automaticamente a resposta de oferecer o café, mas sim tomou uma DECISÃO deliberada e consciente de agir da mesma forma ao receber o reforço vicariante. Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 1. REFORÇO VICARIANTE: Aprendizado ou fortalecimento de uma resposta por meio da observação das consequências de tal comportamento.
  8. 8. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 2. MODELAGEM: Diferente da modelagem do Behaviorismo, para Bandura, modelagem significa a MODIFICAÇÃO do comportamento a partir da OBSERVAÇÃO do comportamento de outra pessoa. MODELO: Adulto agressivo com o boneco RESULTADO: Criança também é agressiva com o boneco Clássico estudo de Bandura sobre modelagem envolvendo um boneco joão bobo: 1 2 Criança observa o comportamento do modelo 3
  9. 9. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 2. MODELAGEM: Diferente da modelagem do Behaviorismo, para Bandura, modelagem significa a MODIFICAÇÃO do comportamento a partir da OBSERVAÇÃO do comportamento de outra pessoa. MODELO: Adulto agressivo com o boneco RESULTADO: Criança também é agressiva com o boneco Clássico estudo de Bandura sobre modelagem envolvendo um boneco joão bobo: 1 2 Criança observa o comportamento do modelo 3 Nota: O grupo experimental (crianças que observaram o modelo) apresentou o dobro de agressividade em relação ao grupo de controle (crianças que não observaram o modelo).
  10. 10. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 2. MODELAGEM: 2.1. Características da situação de modelagem: Três fatores influenciam neste processo. Fator 1 – características dos modelos: Semelhança: É mais provável que as pessoas sejam influenciadas por modelos semelhantes a elas mesmas do que por modelos claramente diferentes. Idade e sexo: Pessoas do mesmo sexo e de faixa etária similar são modelos mais facilmente imitados. Status e prestígio. Quanto maiores são, mais chances existem de o modelo ser altamente influenciador.
  11. 11. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 2. MODELAGEM: 2.1. Características da situação de modelagem: Três fatores influenciam neste processo. Fator 1 – características dos modelos: Semelhança: É mais provável que as pessoas sejam influenciadas por modelos semelhantes a elas mesmas do que por modelos claramente diferentes. Idade e sexo: Pessoas do mesmo sexo e de faixa etária similar são modelos mais facilmente imitados. Status e prestígio. Quanto maiores são, mais chances existem de o modelo ser altamente influenciador. Nota: O tipo de comportamento que o modelo está praticando também influencia. Quanto maior a complexidade, maior o tempo necessário para que ele passe a ser imitado. Comportamentos mais simples, são quase que prontamente imitados. Lembram-se da xícara de café? 
  12. 12. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 2. MODELAGEM: 2.1. Características da situação de modelagem: Três fatores influenciam neste processo. Fator 2 – características dos observadores: Auto estima: Pessoas com auto confiança e auto estima baixas são mais propensas a imitar modelos. Reforço: Pessoas que foram diretamente reforçadas por imitar comportamentos são mais facilmente influenciadas por modelos. Exemplo: Uma criança premiada por comportar-se como o irmão mais velho, é mais susceptível a influência de modelos.
  13. 13. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 2. MODELAGEM: 2.1. Características da situação de modelagem: Três fatores influenciam neste processo. Fator 3 – consequências associadas aos comportamentos: Consequência: Ver um modelo ser reforçado (Reforço Vicário) aumenta a probabilidade de tal comportamento ser imitado. Da mesma forma, ver um modelo ser punido, diminui a probabilidade do comportamento ser imitado.
  14. 14. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 3. PORCESSOS COGNITIVOS: Bandura observou que a natureza da aprendi- zagem de observação (modelagem) é governada por quatro processos cognitivos: 1. Processos de atenção 2. Processos de retenção 3. Processos de produção 4. Processos de incentivo e motivação
  15. 15. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 3. PORCESSOS COGNITIVOS: Bandura observou que a natureza da aprendi- zagem de observação (modelagem) é governada por quatro processos cognitivos: 1. Processos de atenção Não é possível a aprendizagem de observação sem que o individuo esteja atento ao modelo. A simples exposição não garante que ele estará atento as pistas e estímulos relevantes. A probabilidade de imitação aumenta conforme o nível de atenção empreendida pelo observador. As características dos modelos (idade, sexo, semelhança), influenciam no grau de atenção que será empregada. Atenção Probabilidade de imitação ( - ) ( + ) (+)(-) Alta probab. baixa probab.
  16. 16. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 3. PORCESSOS COGNITIVOS: Bandura observou que a natureza da aprendi- zagem de observação (modelagem) é governada por quatro processos cognitivos: 2. Processos de retenção Os indivíduos precisam lembrar-se dos aspectos significativos dos comportamentos para poderem imitá-los. Este processo se dá por: Observar  Codificar  Representar simbolicamente As duas formas de armazenamento são visuais e verbais. Visuais: Armazenam-se imagens sobre o comportamento. Verbais: Armazenam-se instruções sobre o comportamento.
  17. 17. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 3. PORCESSOS COGNITIVOS: Bandura observou que a natureza da aprendi- zagem de observação (modelagem) é governada por quatro processos cognitivos: 3. Processos de produção Para comportamentos mais complexos, mesmo que o indivíduo tenha observado, prestado atenção, codificado e representado visualmente e verbalmente o comportamento, não exista a garantia de sucesso na primeira tentativa de reprodução. A prática calibra e consolida o que foi observado e registrado e o conduz ao desemprenho correto do comportamento.
  18. 18. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 3. PORCESSOS COGNITIVOS: Bandura observou que a natureza da aprendi- zagem de observação (modelagem) é governada por quatro processos cognitivos: 4. Processos de incentivo e motivação Mesmo que alguém tenha observado e memorizado um comportamento, não irá executá-lo sem que haja motivação. As principais fontes de motivação para a execução de um comportamento são: - Antecipação de suas consequências gratificantes (reforçadoras). - Antecipação do afastamento das consequências punitivas.
  19. 19. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 3. PORCESSOS COGNITIVOS: Bandura observou que a natureza da aprendi- zagem de observação (modelagem) é governada por quatro processos cognitivos: 4. Processos de incentivo e motivação Mesmo que alguém tenha observado e memorizado um comportamento, não irá executá-lo sem que haja motivação. As principais fontes de motivação para a execução de um comportamento são: - Antecipação de suas consequências reforçadoras. - Antecipação do afastamento das consequências punitivas. Nota: O reforço é experimentado de maneira vicariante durante a observação, mas temos a expectativa de experimentá-lo de maneira direta ao emitir o comportamento que foi observado.
  20. 20. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 4. AUTO REFORÇO: Administração de recompensas ou punições a si mesmo por satisfazer, superar ou frustrar as próprias expectativas ou padrões. Podem ser: Tangíveis Novo par de tênis / Ida ao cinemaNota boa na prova Orgulho / SatisfaçãoBom desempenho no trabalho Intangíveis Recompensa Não viajar no fim de semana para ficar estudandoNota ruim na prova Punição Vergonha / Culpa / DepressãoMal desempenho no trabalho Recompensa Punição
  21. 21. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 4. AUTO REFORÇO: Administração de recompensas ou punições a si mesmo por satisfazer, superar ou frustrar as próprias expectativas ou padrões. Podem ser: Tangíveis Novo par de tênis / Ida ao cinemaNota boa na prova Orgulho / SatisfaçãoBom desempenho no trabalho Intangíveis Recompensa Não viajar no fim de semana para ficar estudandoNota ruim na prova Punição Vergonha / Culpa / DepressãoMal desempenho no trabalho Recompensa Punição Nota: Adquirimos nosso primeiro conjunto de padrões internos a partir de modelos como nossos pais e professores. Uma vez que adotamos determinado estilo de comportamento, iniciamos um processo que dura a vida toda de comparar nosso comportamento com o deles.
  22. 22. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: Conceito central em Bandura, que significa o nosso sentimento de adequação, eficácia e competência para lidarmos com a vida. Alguns exemplos de como as pessoas comportam-se em relação a auto efeicácia: Pessoas com baixa auto-eficácia Pessoas com alta auto-eficácia Sentem-se incapazes de lidar com os problemas da vida Sentem que podem lidar com as situações satisfatoriamente Não confiam em sua capacidade Confiam em sua capacidade Desistem rapidamente Perseveram em suas tarefas Veem dificuldades como ameaças Veem dificuldades como desafios
  23. 23. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: 5.1.Fontes de informação sobre auto eficácia. 1. Aquisição de desempenho 2. Experiências vicariantes 3. Persuasão verbal 4. Estimulação fisiológica e emocional
  24. 24. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: 5.1.Fontes de informação sobre auto eficácia. 1. Aquisição de desempenho Experiências prévias de sucesso oferecem indicações sobre o nível de competência. Realizações aumentam a capacidade e fortalecem sentimentos de auto eficácia  Fracassos prévios, particularmente repetidos na infância, diminuem a auto eficácia. 
  25. 25. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: 5.1.Fontes de informação sobre auto eficácia. 2. Experiências vicariantes Ver outras pessoas apresentarem um bom desempenho, fortalecem a auto eficácia, principalmente se o modelo em questão for semelhante ao observador. “Se ela consegue saltar, eu também consigo!”
  26. 26. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: 5.1.Fontes de informação sobre auto eficácia. 3. Persuasão verbal Lembrar as pessoas que elas possuem a capacidade de alcançar o que querem aumenta a auto eficácia. Esta modalidade é muito utilizada por pais, professores, treinadores esportivos.
  27. 27. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: 5.1.Fontes de informação sobre auto eficácia. 3. Persuasão verbal Lembrar as pessoas que elas possuem a capacidade de alcançar o que querem aumenta a auto eficácia. Esta modalidade é muito utilizada por pais, professores, treinadores esportivos.Nota: É importante que a persuasão verbal seja realista. Não seria um bom conselho incentivar um indivíduo de muito baixa estatura a jogar basquete profissionalmente, quando outras potencialidades poderiam ser melhor aproveitadas.
  28. 28. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: 5.1.Fontes de informação sobre auto eficácia. 4. Estimulação fisiológica e emocional Normalmente o grau de medo, ansiedade e estresse, afeta diretamente a forma como o indivíduo avalia sua capacidade de administrar a situação em que se encontra. Tais situações reduzem a auto eficácia. Quanto mais calmo o individuo está, melhor administra as situações e percebe-se fazendo isto bem. Tal contexto, aumenta a auto eficácia.
  29. 29. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Conceitos envolvidos na teoria: 5. AUTO EFICÁCIA: 5.1.Fontes de informação sobre auto eficácia. 4. Estimulação fisiológica e emocional Normalmente o grau de medo, ansiedade e estresse, afeta diretamente a forma como o indivíduo avalia sua capacidade de administrar a situação em que se encontra. Tais situações reduzem a auto eficácia. Quanto mais calmo o individuo está, melhor administra as situações e percebe-se fazendo isto bem. Tal contexto, aumenta a auto eficácia. Nota: Bandura conclui que certas condições aumentam a auto eficácia: 1. Expor as pessoas a experiências bem sucedidas, estabelecendo objetivos alcançáveis 2. Expor as pessoas a modelos adequados e bem sucedidos  Experiências vicariantes 3. Oferecer persuasão verbal 4. Estimular a fisiologia: Prática de exercícios físicos, dieta apropriada, redução de estresse
  30. 30. Albert Bandura (1925 - ) Ѱ Pontos principais Ѱ A teoria da aprendizagem social enfoca o comportamento manifesto. Ѱ Difere do behaviorismo radical principalmente pela adoção aos processos internos (cognitivos) Ѱ Considera o ser humano determinante de suas ações e comportamentos Ѱ Estuda como as pessoas aprendem a partir de modelos Ѱ Estuda como as pessoas se comportam frente as situações, considerando processos de: • Auto reforço • Auto eficácia
  31. 31. Obrigado por ler o material! Sobre mim: Estudante de psicologia e profissional de marketing e vendas que gosta de fazer apresentações. Com o objetivo de estudar mais e ao mesmo tempo desenvolver melhor a habilidade de montar apresentações, decidiu compartilhar os assuntos que estuda na faculdade através do slideshare, facebook, linkedin para explicar as fascinantes teorias psicológicas. Claro, tudo com base em uma bibliografia, que você encontra sempre no último slide. Obrigado, Eduardo Manfré
  32. 32. Obrigado por ler o material!  Bibliografia no próximo slide. Sobre mim: Estudante de psicologia com formação prevista para 2016 e profissional de marketing e vendas . Com o objetivo de estudar mais e ao mesmo tempo desenvolver melhor a habilidade de montar apresentações, decidiu compartilhar os assuntos que estuda na faculdade através do slideshare, facebook, linkedin para explicar as fascinantes teorias psicológicas. Claro, tudo com base em uma bibliografia, que você encontra sempre no último slide. Obrigado, Eduardo Manfré
  33. 33. Bibliografia SCHULTZ, Duane P. & SCHULTZ, Sydney Ellen. Teorias da personalidade. 9ª edição. Cengage Learning 2011. SCHULTZ, Duane P. & SCHULTZ, Sydney Ellen. História da psicologia moderna. 9ª edição. Cengage Learning 2011.

×