Uploaded on

Aula do curso Construcoes Sustentaveis sobre arquitetura bioclimatica e conforto ambiental

Aula do curso Construcoes Sustentaveis sobre arquitetura bioclimatica e conforto ambiental

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
367
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
33
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. III CECONS
  • 2. ATÉ QUE PONTO ESTAMOS PRODUZINDO EDIFICAÇÕES EFICIENTES E COM NÍVEISADEQUADOS DE CONFORTO?
  • 3. Eficiência = relação output inputAtendimento a normasDesempenho adequadodos sistemas (deiluminação, de Energia elétrica (artificiais)climatização e outros) Meios passivos (naturais)Níveis de confortoalmejados
  • 4. Seagram Building 1957 Park Avenue New York (Ludwig Mies van der Rohe e Philip Johnson, arquitetos)
  • 5. ARQUITETURA VERNACULAR (TRADICIONAL): DOABRIGO ELEMENTAR...
  • 6. ...À ADEQUAÇÃO AOS RECURSOS LOCAIS
  • 7. ...até a ARQUITETURA SOLAR PASSIVA OUBIOCLIMÁTICA
  • 8. Bibliografia de referência Design With Man. Climate Climate: Daylighting and Bioclimatic Architecture Approach to Architectural Regionalism R.G. Hopkinson, P. Petherbridge, J. Longmore Victor Olgyay Baruch Givoni
  • 9. VERTENTES Eficiência = relação output inputConforto Energia elétrica (artificiais) Meios passivos (naturais)
  • 10. Conforto Ambiental – Definição•ASHRAE: "Estado de espírito que reflete a satisfaçãocom o ambiente (térmico) que envolve a pessoa" (bem-estar físico e mental de uma pessoa em um determinadoambiente) Na relação com ENERGIA, principais aspectos envolvidos: subjetivos, fisiológicos e biofísicos (trocas térmicas entre o corpo e o ambiente) TÉRMICO CONFORTO AMBIENTAL LUMINOSO (escopo) ACÚSTICO ERGONÔMICO
  • 11. Conforto humano
  • 12. Conforto humano INTERDISCIPLINARIDADE CANAISSENSORIAIS INTERNO EXTERNO audição acústica ruído (urbano) tato térmica clima (urbano) visão iluminação luz natural olfato qualidade do ar poluentes
  • 13. CAMPOS DE ATUAÇÃOHOMEM ARQUITETURA CLIMA
  • 14. O FATOR HUMANO Estudo conforto –escala urbana Estudo conforto de coleções
  • 15. O FATOR EDIFICAÇÃO Simulações de desempenho Medições in loco Avaliação por método prescritivo
  • 16. O FATOR CLIMA Estudos de ilha de calor