Your SlideShare is downloading. ×

Aula intro

397

Published on

Aula do curso Construcoes Sustentaveis sobre arquitetura bioclimatica e conforto ambiental

Aula do curso Construcoes Sustentaveis sobre arquitetura bioclimatica e conforto ambiental

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
397
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. III CECONS
  • 2. ATÉ QUE PONTO ESTAMOS PRODUZINDO EDIFICAÇÕES EFICIENTES E COM NÍVEISADEQUADOS DE CONFORTO?
  • 3. Eficiência = relação output inputAtendimento a normasDesempenho adequadodos sistemas (deiluminação, de Energia elétrica (artificiais)climatização e outros) Meios passivos (naturais)Níveis de confortoalmejados
  • 4. Seagram Building 1957 Park Avenue New York (Ludwig Mies van der Rohe e Philip Johnson, arquitetos)
  • 5. ARQUITETURA VERNACULAR (TRADICIONAL): DOABRIGO ELEMENTAR...
  • 6. ...À ADEQUAÇÃO AOS RECURSOS LOCAIS
  • 7. ...até a ARQUITETURA SOLAR PASSIVA OUBIOCLIMÁTICA
  • 8. Bibliografia de referência Design With Man. Climate Climate: Daylighting and Bioclimatic Architecture Approach to Architectural Regionalism R.G. Hopkinson, P. Petherbridge, J. Longmore Victor Olgyay Baruch Givoni
  • 9. VERTENTES Eficiência = relação output inputConforto Energia elétrica (artificiais) Meios passivos (naturais)
  • 10. Conforto Ambiental – Definição•ASHRAE: "Estado de espírito que reflete a satisfaçãocom o ambiente (térmico) que envolve a pessoa" (bem-estar físico e mental de uma pessoa em um determinadoambiente) Na relação com ENERGIA, principais aspectos envolvidos: subjetivos, fisiológicos e biofísicos (trocas térmicas entre o corpo e o ambiente) TÉRMICO CONFORTO AMBIENTAL LUMINOSO (escopo) ACÚSTICO ERGONÔMICO
  • 11. Conforto humano
  • 12. Conforto humano INTERDISCIPLINARIDADE CANAISSENSORIAIS INTERNO EXTERNO audição acústica ruído (urbano) tato térmica clima (urbano) visão iluminação luz natural olfato qualidade do ar poluentes
  • 13. CAMPOS DE ATUAÇÃOHOMEM ARQUITETURA CLIMA
  • 14. O FATOR HUMANO Estudo conforto –escala urbana Estudo conforto de coleções
  • 15. O FATOR EDIFICAÇÃO Simulações de desempenho Medições in loco Avaliação por método prescritivo
  • 16. O FATOR CLIMA Estudos de ilha de calor

×