• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
2ªaula de logística da uninov ev2
 

2ªaula de logística da uninov ev2

on

  • 2,400 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,400
Views on SlideShare
2,243
Embed Views
157

Actions

Likes
0
Downloads
60
Comments
0

3 Embeds 157

http://1turmaplanejamentodamobilidadeurbana.blogspot.com 146
http://1turmaplanejamentodamobilidadeurbana.blogspot.com.br 10
http://www.1turmaplanejamentodamobilidadeurbana.blogspot.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    2ªaula de logística da uninov ev2 2ªaula de logística da uninov ev2 Presentation Transcript

    • Logística e Transporte de Carga Logística é a área responsável por providenciar recursos, equipamentos e informações para o desempenho de todas as atividades de uma instituição. PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • Logística e Transporte de Carga
      • "Logística é a parte do Gerenciamento da Cadeia de
      • Abastecimento e ou da Cadeia de Produção: que
      • planeja, implementa e controla o fluxo e o
      • armazenamento eficiente e econômico de matérias-
      • primas, elementos semiacabados e produtos acabados,
      • bem como as informações a eles relativas.
      • Desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender às exigências e necessidades dos clientes“.
      PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • Logística e Transporte de Carga
      • Entre as atividades da logística estão:
      • Transportes;
      • Movimentação de materiais;
      • Armazenamento;
      • Processamento de pedidos e gerenciamento de informações.
      PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • LOGÍSTICA NO TRANSPORTE
      • Refere-se aos vários método utilizados para transportar produtos,
      • composto por três sistemas:
          • Terrestre
          • Aquaviário
          • Aéreo
      PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • LOGÍSTICA NO TRANSPORTE
      • Sistema Terrestre:
        • Modais de transporte rodoviário, ferroviário e duto viário
      • Sistema Aquaviário:
        • Modais de transporte marítimo e hidroviário
      • Sistema Aéreo:
        • Modais Aéreo e dutoviário
      PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • LOGÍSTICA NA ARMAZENAGEM
      • Entrada / Recebimento de materiais;
      • Separação (triagem) para estocagem;
      • Estocagem / Armazenagem;
      • Área de Pré-separação;
      • Embarque e expedição.
      PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • LOGÍSTICA NA ARMAZENAGEM
      • Em todas as etapas devem ser considerados os seguintes
      • aspectos:
      • Conferência das atividades;
      • Sinalização;
      • Segurança;
      • Equipamentos para movimentação;
      • Tecnologia de informação;
      • Inventário.
      PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • SEGMENTOS DA LOGÍSTICA
      • Administração de Materiais
        • Conjunto de operações associadas ao fluxo de materiais e
        • informações, desde a fonte das matérias-primas até a
        • “ entrada” da fábrica.
      • Distribuição
        • Conjunto das operações associadas à transferência de bens,
        • desde o local de sua produção até o local designado no
        • destino e ao fluxo de informações associado, garantindo a
        • chegada dos bens em boas condições comerciais, de acordo
        • com o desejo dos consumidores / clientes e a preços
        • competitivos.
      PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA - 2011
    • ESTRATÉGIA
      • Fatores Fundamentais na “Economia de Escala” da Logística:
      • Mercado;
      • Transporte;
      • Geografia;
    • Mercado
      • Dimensão:
      • (Mercado amplo resulta em custo de produção menor);
      • (Globalizado)
      • Fatores Socioeconômicos:
      • (Nação “desenvolvida” vs. Nação “em desenvolvimento”)
      • (Quadro político – sistema político e riscos)
      • (Densidade demográfica)
      • (Principais Tipos de Produção)
      • (Dimensão e Principais Problemas de Áreas urbanas e Agrícolas)
    • Transporte
      • Preços Reduzidos:
      • Transporte barato  reduz preços produtos
      • (menor custo descentraliza mercados/produção);
      • Transporte eficiente = melhor padrão de vida;
      • Decisão no Modal de Transporte – (critérios):
        • Tipo de Produto;
        • Custos do Transporte;
      • Capacidade de carregamento;
      • Tempo – agilidade na entrega – (Tempo médio de entrega);
        • Tempo de trânsito e sua variação;
        • Perdas e danos;
    • Geografia
      • Dimensão Territorial e distâncias;
      • Barreiras e impedâncias no trajeto;
      • Pedágios e taxas ;
      • ( tecnologia SIG – Sistema de Informação Geográfica)
    • O que é modal ?
      • Os termos modo, modal e modalidade de transporte possuem o mesmo significado. Consideram-se cinco os modos básicos de transporte: rodoviário, ferroviário, dutoviário, aquaviário e aéreo.
    • Primeiro Critério para a escolha do Modal
      • “ Tipo de Produto”:
        • Duto viário
          • produtos líquidos/gasosos - grandes distâncias
        • Aeroviário
          • produtos de alto valor agregado - alto valor frete
          • Pequenas encomendas, postagens, amostras, e outros
        • Hidroviário
          • granéis/commodities - baixo valor frete
        • Ferroviário
          • granéis/commodities - baixo valor frete
        • Rodoviário
          • maioria dos produtos manufaturados - frete alto
    • Outros Parâmetros *Fonte: adaptado de LAMBERT, STOCK e VANTINE, 1998. Critérios de comparação entre os modais de transporte PARÂMETROS RODOVIA FERROVIA AEROVIA HIDROVIA DUTOVIA Custo Moderado Baixo Alto Baixo Alto Tempo em trânsito Moderado Lento Rápido Lento Lento Disponibilidade Alto Moderado Moderado Baixo Baixo Confiabilidade Alta Moderada Alta Moderada Baixa Perdas e danos Baixo Alto Baixo Moderado Baixo Flexibilidade Alto Moderado Moderado Baixo Baixo
    • A definição brasileira de Transporte Multimodal de Cargas
      • O conceito de Transporte Multimodal é definido pela
      • Lei 9.611/98 está em consonância com o estabelecido
      • no acordo firmado entre o Brasil e os países da
      • América Latina, em 1994.
      • Apesar de não existir uma aceitação por todos os
      • países de uma terminologia única, a definição
      • deste acordo é baseada no Convênio das Nações
      • Unidas de 1980, realizado em Genebra, sobre o
      • Transporte Internacional de Mercadorias.
    • Multimodal
      • Serviço Multimodal
        • Responsabilidade única - Origem ao Destino
        • Coleta, unitização, desunitização, movimentação, armazenagem e entrega de carga ao destinatário
        • Consolidar e desconsolidar cargas e documentos
        • Emissão de apenas um documento de transporte
        • CTMC - Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas (documento de transporte e fiscal)
        • Contratação de terceiros fortalece a prestação de serviço multimodal - eficiência e flexibilidade
        • (Serviço Multimodal é regido por um único contrato, utiliza duas ou mais modalidades de transporte, desde a origem até o destino, e é executado sob a responsabilidade única de um Operador de Transporte Multimodal – OTM.).
    • Multimodal
      • Serviço Multimodal
        • Vantagens
      • Melhor utilização da capacidade disponível da matriz de transporte;
      • Utilização de combinações de modais mais eficientes energeticamente;
      • Melhor utilização da tecnologia de informação;
      • Ganhos no processo, considerando todas as operações entre origem e destino, já que no serviço porta-a-porta, o OTM pode agregar valor oferecendo serviços adicionais;
      • Melhor utilização da infra-estrutura para as atividades de apoio, tais como armazenagem e manuseio;
      • Responsabilidade da carga, perante o cliente, entre origem e destino, é de apenas uma empresa, o OTM;
    • Qual a diferença entre transporte Intermodal e Multimodal?
      • O conceito de Transporte Multimodal é o definido por lei, já o termo Transporte Intermodal não possui mais base jurídica, pois a legislação que o definiu, a Lei 6.288/75 (dispõe sobre a utilização, movimentação e transporte, inclusive intermodal, de mercadorias em unidades de carga) foi revogada. Embora a primeira Lei revogue esta última, o conceito de Transporte Intermodal não foi substituído pelo de Transporte Multimodal, pois há diferenças conceituais entre os dois termos.
    • Intermodalidade e Multimodalidade
      • Serviço Intermodal
        • Mercado globalizado = Logística flexível e dinâmica
        • Utilização de mais de um modal
        • Livre troca de equipamentos entre os modais
        • Emissão individual de documentos de transporte
        • Responsabilidade segmentada - Maior burocracia
        • Agente único - Vários transportadores (sinistro)
        • Embarcador recorre contra aquele que causou o dano
        • Embalagens reforçadas
        • Movimentação em contêiner
        • (A intermodalidade caracteriza-se pela emissão individual de documento de transporte para cada modal, bem como pela divisão de responsabilidade entre os transportadores).
    • Intermodalidade e Multimodalidade
      • Conclusão:
      • A diferença é a questão documental e de
      • responsabilidades, outra polêmica é a
      • legislação que disciplina Seguros.
      • (órgão responsável pela regulamentação - ANTT – Agência Nacional de
      • Transportes Terrestres)
    • Leis que disciplinam o Transporte Multimodal de Cargas no Brasil
      • A legislação referente ao Transporte Multimodal de Cargas pode ser encontrada no endereço eletrônico abaixo: http://www.antt.gov.br/legislacao/Multimodal/index.asp Lei 9.611/98 – Dispõe sobre o Transporte Multimodal de Cargas; Decreto 3.411/00 – Regulamenta a Lei 9.611/98; Decreto 5.276/04 – Altera os Artigos 2º e 3º do Decreto 3.411/00; Decreto 1.563/95 – Dispõe sobre a execução do Acordo de Alcance Parcial para a Facilitação do Transporte Multimodal de Mercadorias, entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, de 30 de dezembro de 1994; e Resolução 794/04 – Dispõe sobre a habilitação do Operador de Transporte Multimodal.