RECICLAGEM   É impossível imaginar a vida sem consumo:  consumimos para comer, para beber, para brincar e até para dormir ...
Queres saber mais...   <ul><li>O que é a reciclagem de embalagens usadas </li></ul><ul><li>Por que é importante reciclar <...
O que é a reciclagem de embalagens usadas   A reciclagem é a transformação dos resíduos de embalagens - depois de separado...
Por que é importante reciclar   Todos os dias cada um de nós produz mais de um quilo de lixo. Não te lembras como? Faz uma...
Quando não se fazia reciclagem, todo o lixo, sem distinção, ia para as lixeiras, montes enormes de lixo que existiam por t...
Para além disso, é melhor fabricar materiais a partir de resíduos reciclados do que fabricar a partir de matérias-primas. ...
Aterros e lixeiras   Até há pouco tempo, os resíduos eram sempre depositados em lixeiras a céu aberto. As lixeiras eram mu...
Agora, o pouco lixo que não pode ser reciclado nem  valorizado  vai para os aterros sanitários, que são algo de muito dife...
Assim, não há risco de contaminação do solo. Para além disso, os resíduos são bem arrumados e cada camada é coberta com te...
Mas atenção, mesmo com todas as vantagens, só deve ir para um aterro aquilo que não pode mesmo ser reciclado. E um aterro ...
Como reciclar Quase tudo, em matéria de embalagens, pode ser reciclado: o plástico, o metal, a madeira, o vidro e o papel....
Depois, e sempre que possível, deve-se espalmar as embalagens usadas para reduzir o espaço que ocupam na nossa casa e torn...
Prepara a casa para a reciclagem   Preparar uma casa para a reciclagem é muito fácil, apesar de as pessoas, às vezes, pens...
Na Escola também se pode reciclar   Na sala de aula usa-se muito papel, toda a gente sabe, por isso é um excelente sítio p...
O ideal era haver um cantinho do papel para reciclar em cada sala. Depois, ao fim da semana alguém ia pôr o papel armazena...
O Sistema Ponto Verde   <ul><li>Já viste com certeza este símbolo nas embalagens dos produtos que usas todos os dias. Olha...
<ul><li>O sistema não começa ou acaba num interveniente específico. Todos estão dependentes, formando uma cadeia. </li></u...
<ul><li>Quem integra este sistema: </li></ul><ul><li>Fabricantes de embalagens </li></ul><ul><li>Asseguram a retoma dos re...
<ul><li>Autarquias Efectuam a recolha selectiva e a triagem das embalagens usadas por tipo de material, disponibilizando e...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

tec 3

2,739

Published on

tec 3

Published in: Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,739
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
103
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

tec 3

  1. 1. RECICLAGEM É impossível imaginar a vida sem consumo: consumimos para comer, para beber, para brincar e até para dormir - já pensaste nos lençóis, nos cobertores... Consumir, em si, não tem nada de errado, é uma necessidade. Mas é importante, depois de consumir, saber o que fazer às embalagens onde vinham os produtos que comprámos e consumimos . Uma boa solução quando as embalagens foram usadas e já não têm utilidade é a reciclagem.
  2. 2. Queres saber mais... <ul><li>O que é a reciclagem de embalagens usadas </li></ul><ul><li>Por que é importante reciclar </li></ul><ul><li>Aterros e lixeiras </li></ul><ul><li>Como reciclar </li></ul><ul><li>Prepara a casa para a reciclagem </li></ul><ul><li>Na escola também se pode reciclar </li></ul><ul><li>O Sistema Ponto Verde </li></ul>
  3. 3. O que é a reciclagem de embalagens usadas A reciclagem é a transformação dos resíduos de embalagens - depois de separados por famílias de materiais - em novos objectos, que podem ou não ser embalagens. Esta transformação faz-se através da utilização desses resíduos em substituição de materiais novos no processo de produção. Por exemplo, é possível fazer metal ou vidro novo, usando apenas embalagens recuperadas. Uma lata de bebida pode ser infinitamente reciclada. Ou seja, cada lata de bebida que deitas fora poderia dar origem a uma nova lata poupando matéria-prima. Os jornais também são, em grande parte, feitos a partir de papel já usado; as embalagens de vidro e plástico, a mesma coisa. Assim poupa-se em energia e em matérias-primas.
  4. 4. Por que é importante reciclar Todos os dias cada um de nós produz mais de um quilo de lixo. Não te lembras como? Faz uma lista das coisas que hoje deitaste fora. Mesmo assim pode não te parecer muito... mas os quilos de lixo que toda a gente faz em Portugal, num ano, representam cerca de três milhões e meio de toneladas (3 500 000 000) e este número deve aumentar. São necessários cerca de 830 000 camiões para transportar todo o lixo produzido em Portugal durante um ano. Estes camiões, se colocados em fila, representam 4 143 quilómetros o que equivale, mais ou menos, à distância entre Lisboa e Atenas.
  5. 5. Quando não se fazia reciclagem, todo o lixo, sem distinção, ia para as lixeiras, montes enormes de lixo que existiam por todo o País. De certeza que já viste algumas. Havia mais de 300, mas agora temos 56 e prevê-se que até ao final de 2002 estejam todas encerradas, tendo sido substituídas por aterros. Mas reciclar não tem como única vantagem reduzir o volume de resíduos depositados em lixeiras. Reciclar também permite poupar matérias-primas, como o alumínio, o estanho, o petróleo, a madeira ou a areia. Quando colocas plástico no contentor amarelo do ecoponto, estás a colaborar para a poupança de petróleo e de gás natural, que são duas matérias-primas utilizadas no fabrico deste material.
  6. 6. Para além disso, é melhor fabricar materiais a partir de resíduos reciclados do que fabricar a partir de matérias-primas. Por exemplo, o alumínio obtido a partir de embalagens usadas, consome apenas 5% da energia necessária para produzir novo alumínio a partir de matérias-primas minerais. E isto significa uma grande redução no consumo de energia e no gasto de dinheiro! <ul><li>E é por tudo isto que reciclar é muito importante: reutilizar os resíduos de embalagens, evitar a utilização de matérias-primas, permitir a redução do consumo de energia e, assim, contribuir para a preservação do ambiente. </li></ul>
  7. 7. Aterros e lixeiras Até há pouco tempo, os resíduos eram sempre depositados em lixeiras a céu aberto. As lixeiras eram muito más para o ambiente, provocavam: • Maus cheiros • Contaminação do solo, dos lençóis de água e do ar • Transmitiam doenças • Provocavam incêndios • Contribuíam para o agravamento do efeito de estufa <ul><li>Efeito de estufa é o aumento gradual da temperatura da terra devido a gases poluentes, principalmente o dióxido de carbono, provocando uma maior retenção de radiação calorífica solar. </li></ul>
  8. 8. Agora, o pouco lixo que não pode ser reciclado nem valorizado vai para os aterros sanitários, que são algo de muito diferente das lixeiras. Ao contrário das lixeiras, nos aterros sanitários é feito um isolamento total dos terrenos onde vão ser depositados os resíduos e as águas deles provenientes são tratadas, podendo depois ser usadas na agricultura. O gás produzido na decomposição dos resíduos, em vez de contribuir para o agravamento do efeito de estufa, pode mesmo ser utilizado na produção de energia ou pelo menos é eliminado de forma ambientalmente correcta, não havendo risco de provocar incêndios.
  9. 9. Assim, não há risco de contaminação do solo. Para além disso, os resíduos são bem arrumados e cada camada é coberta com terra, o que impede que fiquem expostos ao ar, como acontecia nas lixeiras. Depois de alguns anos, quando o aterro está cheio, procede-se ao seu encerramento e muitas vezes planta-se relva e flores por cima do local, que fica assim escondido e transformado num jardim ou mesmo num parque de diversões. Por tudo isso é que os aterros representam uma enorme evolução técnica e ambiental.
  10. 10. Mas atenção, mesmo com todas as vantagens, só deve ir para um aterro aquilo que não pode mesmo ser reciclado. E um aterro dura tanto mais tempo quanto mais material reciclável conseguirmos desviar dele.
  11. 11. Como reciclar Quase tudo, em matéria de embalagens, pode ser reciclado: o plástico, o metal, a madeira, o vidro e o papel. O primeiro passo é separar as embalagens usadas e cuidar delas. Da mesma forma como no fim de uma refeição é preciso lavar a loiça para que a casa fique limpa e arrumada, é também preciso tratar das embalagens vazias para que a Terra fique limpa. É necessário escorrer e enxaguar as embalagens usadas, para que os restos dos produtos que estavam no seu interior não provoquem maus cheiros enquanto as guardamos em casa.
  12. 12. Depois, e sempre que possível, deve-se espalmar as embalagens usadas para reduzir o espaço que ocupam na nossa casa e tornar mais fáceis as viagens ao ecoponto. Por fim, é importante retirar as rolhas e as tampas porque são normalmente feitas de outros materiais, diferentes da embalagem. <ul><li>Depois é só colocar as embalagens nos sítios apropriados, tais como: os ecopontos, ecocentros ou sacos específicos para a recolha porta-a-porta. </li></ul>
  13. 13. Prepara a casa para a reciclagem Preparar uma casa para a reciclagem é muito fácil, apesar de as pessoas, às vezes, pensarem o contrário. Não é preciso, por exemplo, ter 3 caixotes de lixo, todos no mesmo local e em fila indiana. Nem pensar! As garrafas e os frascos de vidro não precisam de um caixote do lixo. Passam-se por água e arrumam-se na varanda ou debaixo do lava-louça até termos junto uma quantidade suficiente para ir ao ecoponto Para o papel, a mesma coisa. As embalagens de papel, depois de espalmadas, até podem ser guardadas num saco de papel que pode estar colocado em qualquer lado. Quando o saco está cheio, já sabes... Para as latas e plástico é que dá jeito um balde ou algo parecido. Então, na prática vais ter necessidade de 2 caixotes para os teus resíduos. Um para o lixo normal que não pode ser reciclado e outro para as latas e plástico.
  14. 14. Na Escola também se pode reciclar Na sala de aula usa-se muito papel, toda a gente sabe, por isso é um excelente sítio para o juntar para reciclar. O recreio, o bar da escola e a cantina também são bons sítios para recolher material para reciclar, nomeadamente plástico e latas.
  15. 15. O ideal era haver um cantinho do papel para reciclar em cada sala. Depois, ao fim da semana alguém ia pôr o papel armazenado no ecoponto mais próximo... pode-se organizar um esquema «à vez» ou ficar encarregue disso alguém que passe perto de um ecoponto no caminho para casa. <ul><li>A Associação de Estudantes e a Comissão Executiva podiam também ser sensibilizados a fazer a mesma coisa no bar e na cantina. </li></ul><ul><li>Não te esqueças que os pacotinhos de leite, as latas de sumo... tudo isso pode ser reciclado. </li></ul>
  16. 16. O Sistema Ponto Verde <ul><li>Já viste com certeza este símbolo nas embalagens dos produtos que usas todos os dias. Olha com atenção, quase todos têm este símbolo. </li></ul><ul><li>O símbolo quer dizer que cada embalagem contribui para um sistema de reciclagem, o Sistema Ponto Verde, que apoia as localidades na recolha selectiva de resíduos. </li></ul><ul><li>Tu também podes participar no Sistema Ponto Verde, é fundamental que participes. </li></ul><ul><li>Vê como... </li></ul>
  17. 17. <ul><li>O sistema não começa ou acaba num interveniente específico. Todos estão dependentes, formando uma cadeia. </li></ul><ul><li>Este sistema permite, através da participação e colaboração de diversos intervenientes, gerir os resíduos de embalagens colocados no mercado. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Quem integra este sistema: </li></ul><ul><li>Fabricantes de embalagens </li></ul><ul><li>Asseguram a retoma dos resíduos triados, garantindo a sua valorização e reciclagem. </li></ul><ul><li>Embaladores </li></ul><ul><li>Colocam as embalagens no mercado. </li></ul><ul><li>Distribuidores </li></ul><ul><li>Comercializam os produtos embalados. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Autarquias Efectuam a recolha selectiva e a triagem das embalagens usadas por tipo de material, disponibilizando estes resíduos à Sociedade Ponto Verde, que os encaminha para valorização e reciclagem. </li></ul><ul><li>Consumidores Separam as embalagens usadas por tipo de material, colocando-as em recipientes próprios, como os ecopontos, disponibilizados pelas autarquias para o efeito. </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×