Sistema de Numeração Egípcia

  • 41,945 views
Uploaded on

Este trabalho foi elaborado pelos alunos Pedro Vasconcelos e Nordine Aouimeur, da Turma 7º B da Escola E.B. 2,3 Egas Moniz

Este trabalho foi elaborado pelos alunos Pedro Vasconcelos e Nordine Aouimeur, da Turma 7º B da Escola E.B. 2,3 Egas Moniz

More in: Education , Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Ajudou-me muito pro meu trabalho de matemática
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Que lixo esse site é uma merda
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • é um cu de merda, filha da puta e desgraçado site que não me ajudou em nada!!!!!!!!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
41,945
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
291
Comments
3
Likes
5

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Sistema de Numeração da Antiguidade 7º Ano/ Turma B Escola E.B. 2,3 Egas Moniz
    • Civilização Egípcia
    • Sistema de Numeração Egípcia
  • 2. O Egipto é um país árabe do Norte de África e do Médio Oriente.
  • 3.
    • Vamos elaborar um trabalho com tema sugerido pela nossa Professora de Matemática, Sónia Ribeiro. Decidimos, com a ajuda do nossa Professora de Estudo Acompanhado, Carla Esteves, realizar um trabalho cujo sub-tema é “O Sistema de Numeração Egípcia”, sub-tema que nos motivou bastante.
    • O Trabalho será efectuado na disciplina de Estudo Acompanhado e com ele pretendemos esclarecer como funciona o sistema de numeração egípcia.
    • Esperemos que gostem e que os nossos objectivos sejam alcançados.
    Introdução
  • 4. História da Matemática no Egipto
  • 5.
    • História da Matemática no Egipto
    • Por volta do ano 3000 a.C. o Egipto transformou-se numa nação única.
    • Foi o desenvolvimento da agricultura, que decorreu nesse período, que levou, por sua vez, à necessidade de se saber a altura da estação das enchentes do Nilo, e consequentemente à elaboração de um calendário.
    • Por outro lado, a administração do território, fez surgir a necessidade de registar e de calcular para se proceder, por exemplo à cobrança de taxas. Assim, por volta do ano 3000 a.C. os egípcios tinham já desenvolvido um sistema de escrita, os hieróglifos .
  • 6.
    • Os numerais escritos em hieróglifos encontram-se em:
    • túmulos
    • monumentos de pedra
            • cerâmica
  • 7. Existem documentos escritos em papiro (estes escritos conservaram-se devido ao clima seco). A maior parte dos nossos conhecimentos sobre a matemática egípcia deriva de dois papiros: O Papiro de Rhind , que contém 85 problemas, e o chamado Papiro de Moscovo , talvez dois séculos mais antigo, que contém 25 problemas. Vamos conhecer alguns problemas matemáticos realizados pelos antigos egípcios, no Papiro de Rhind; como por exemplo: Problemas 39 e 40 e final dos 34, 36, 37 e 38 Problemas 41 a 46 
  • 8. Problemas 47 e 48,  final de 43 a 45 e continuação do 46 Problemas 39 e 40 e final dos 34, 36, 37 e 38
  • 9. Problemas 41 a 46 
  • 10. Problemas 49 a 55 e final do 46 Problemas 56 a 60 e final do 52
  • 11. Problemas 61 a 64 
  • 12. Problemas 65 a 70 e final do 64 Final dos problemas 65 e 67 a 70 e problemas de 71 a 79
  • 13. inicia o trabalho, propriamente dito... Agora,
  • 14. 3
  • 15. 2
  • 16. 1
  • 17. Sistema de Numeração Egípcia
  • 18. Sistema de Numeração Egípcia Os Egípcios da Antiguidade criaram um sistema muito interessante para escrever números, baseado em agrupamentos. No sistema de numeração egípcia os números são representados por símbolos especiais para 1, 10, 100, 1000 e de uma forma aditiva: 1 era representado por uma marca que se parecia com um bastão | ; 2 era representado por duas marcas || ; E assim sucessivamente...
  • 19. ||||||||| |||||||| ||||||| |||||| ||||| |||| ||| 9 8 7 6 5 4 3
  • 20. 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 Quando chegavam a 10, eles trocavam as 10 marcas, ( |||||||||| ) por e continuavam até ao número 19. I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I
  • 21. O 20 era representado por O 30 era representado por O 40 era representado por O 50 era representado por O 60 era representado por O 70 era representado por O 80 era representado por O 90 era representado por Encontraram assim os números que até 90.
  • 22. Para registar 100 , tinham um novo símbolo, que parecia um pedaço de corda enrolada: Número 100 Juntando vários símbolos de cem, escreviam o 200 , 300 , ..., 900 . Dez marcas de 100 eram substituídas por um novo símbolo, que era a figura da flor de lótus:
  • 23. Desta forma, trocando cada dez marcas iguais por uma nova , eles escreviam todos os números de que necessitavam. Símbolos usados pelos egípcios e o que significava cada marca: | Símbolo Egípcio flor de lótus rolo de corda calcanhar bastão Descrição do símbolo 1000 100 10 1 O número na nossa notação
  • 24. 1000000 homem 100000 peixe 10000 dedo a apontar
  • 25. Gostamos de realizar este trabalho e somos da opinião que valeu a pena pois enriqueceu-nos ao nível cultural e era este o nosso primeiro objectivo. Esperamos que todo o empenho e interesse que dedicamos a este trabalho vos traga informação útil para o futuro. Foi um trabalho gratificante mas para que fique completo gostaríamos de propor às nossas professoras de Matemática e de Estudo Acompanhado uma visita de estudo ao Egipto  . Conclusão
  • 26. I D E N T I F I C A Ç Ã O Nordine Aouimeur Pedro Vasconcelos
  • 27. Fim