Your SlideShare is downloading. ×
ApresentaçãoII: estatuto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

ApresentaçãoII: estatuto

2,007
views

Published on

ECD

ECD


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,007
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. ESTATUTO DA CARREIRA DOCENTE Uma breve síntese ECD – um instrumento efectivo de valorização do trabalho dos professores e da organização das escolas ao serviço da aprendizagem dos alunos.
  • 2. Estatuto da Carreira Docente - ECD POSSIBILIDADE DE RECRUTAR OS MELHORES CANDIDATOS PROVA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS
    • Exigirá ao candidato
    • Conhecimentos científicos do currículo das disciplinas a que se candidata;
    • Conhecimentos didácticos e pedagógicos;
    • Conhecimentos sobre a organização e funcionamento do sistema educativo.
    • Exigirá às instituições que formam professores
    • Um repensar dos perfis de saída dos alunos;
    • Exigência de maior ligação com as escolas e com os conteúdos curriculares.
    • Exigirá à formação contínua de professores
    • Uma maior preparação do corpo docente face às novas exigências que se colocam.
    Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 3. Estatuto da Carreira Docente - ECD POSSIBILIDADE DE RECRUTAR OS MELHORES CANDIDATOS PERÍODO PROBATÓRIO DE UM ANO ESCOLAR
    • Possibilita ao candidato
    • Uma oportunidade única de gestão do processo pedagógico;
    • Um tempo rico de acção/formação;
    • Uma possibilidade de treino sistemático da assertividade, da capacidade de gestão de conflitos, da relação pedagógica fundada na firmeza, na compreensão e na escuta.
    • Exigirá aos professores que acompanhem o período probatório
    • Preparação didáctica e científica;
    • Capacidade de apoio sistemático.
    Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 4. Estatuto da Carreira Docente - ECD Duas categorias
    • Reforço das funções de coordenação dos docentes dos diferentes ciclos;
    • Necessidade de dotar cada escola com um conjunto de docentes com mais experiência, mais formação, que assuma funções de maior responsabilidade.
    Professor Professor Titular Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira Porquê?
  • 5. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • A coordenação pedagógica de ano, ciclo, curso;
    • A direcção de centros de formação das associações de escolas;
    • A coordenação de departamentos curriculares e conselhos de docentes;
    • O exercício das funções de acompanhamento e apoio à realização do período probatório;
    • A elaboração e correcção das provas nacionais de avaliação de conhecimentos e competências para admissão na carreira docente;
    • A participação no júri da prova pública para admissão ao concurso de acesso à categoria de professor titular.
    Professor Titular – funções específicas Além das atribuídas ao professor Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 6. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • Concurso transitório – a realizar em 2007
    • Concurso normal – para o preenchimento de vaga existente no quadro do agrupamento ou de escola não agrupada.
    Acesso a Professor Titular
    • Condições de acesso
    • Docentes com, pelo menos, 18 anos de serviço docente efectivo e com avaliação de desempenho igual ou superior a Bom nesse período;
    • Docentes aprovados em prova pública.
    • A Prova
    • Visa demonstrar a aptidão do docente para o exercício das funções específicas da categoria de professor titular.
    Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 7. Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • Progridem ao 6.º escalão da categoria de professor os docentes que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos:
    • Completem o módulo de tempo de serviço no escalão anterior;
    • Obtenham avaliação de desempenho não inferior a Bom;
    • Tenham sido opositores ao concurso de acesso a titular e não tenham sido providos por inexistência de vaga.
    320 272 340 299 245 245 235 218 205 188 167 Índice 3 6 2 6 1 Professor titular 6 4 5 4 4 5 3 5 2 5 1 Professor Nº de anos Escalão Categoria
    • Os docentes dos antigos 8.º e 9.º escalões que não acedam a titular podem progredir aos índices 272 e 320, desde que:
    • Completem 6 anos serviço no índice em que estão;
    • Obtenham avaliação não inferior a Bom;
    • Tenham sido aprovados na prova pública de acesso.
    • Tenham sido opositores ao concurso de acesso à categoria de professor titular e não tenham obtido provimento por falta de vaga.
  • 8. Estatuto da Carreira Docente - ECD Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira 2º, 3º ciclos - Secundário - Educação Especial 4 60 + 25 2 55 + 20 2 50 + 15 Nº horas de redução da CL Nº anos de serviço Idade Pré-Escolar e 1º Ciclo Aos 33 anos de serviço em monodocência Durante um ano lectivo, dispensa total da C L. Aos 25 anos de serviço em monodocência . 5 horas A partir 60 anos de idade Nº horas redução da CL Condições
  • 9. Estatuto da Carreira Docente - ECD Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
    • Salvaguarda de redução da componente lectiva
    • Os docentes mantêm a redução já atribuída;
    • Os docentes com 2, 4 ou 6 horas de redução podem beneficiar das reduções previstas agora no ECD, até ao limite de 8 horas, quando preencherem os requisitos ali previstos;
    • Os docentes que já tiverem beneficiado da redução de 8 horas mantêm essa redução.
    Não beneficiam de mais reduções 8 20 55 2 6 25 60 2 20 55 2 4 25 60 4 20 55 2 2 Tempo de serviço Idade Horas de redução a adquirir Regime do período transitório Regime do ECD anterior (Horas de redução já adquiridas)
  • 10. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • A avaliação de desempenho é efectuada de forma sistemática e contínua.
    • A avaliação de desempenho não está condicionada à data de progressão na carreira do docente.
    • A avaliação é expressa de dois em dois anos.
    • A recolha de elementos de avaliação é efectuada ao longo de todo o período em avaliação.
    PERÍODO EM AVALIAÇÃO Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 11. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • O coordenador do conselho de docentes ou do departamento curricular ou os professores titulares que por ele forem designados quando o número de docentes a avaliar o justifique;
    • Um inspector com formação científica na área departamental do avaliado para avaliação dos professores titulares que exercem as funções de coordenação do conselho de docentes ou do departamento curricular;
    • O PCE, ou um membro da direcção executiva por ele designado.
    Avaliadores Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 12. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • Preparação e organização das actividades lectivas;
    • Realização das actividades lectivas;
    • Relação pedagógica com os alunos;
    • Processo de avaliação das aprendizagens dos alunos.
    Coordenador do departamento curricular ou do conselho de docentes aprecia Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 13. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • Nível de assiduidade;
    • Serviço distribuído;
    • Progresso dos resultados escolares;
    • Participação dos docentes no agrupamento/escola.
    • Acções de formação contínua concluídas;
    • Exercício de outros cargos ou funções de natureza pedagógica;
    • Dinamização de projectos de investigação, desenvolvimento e inovação educativa e sua correspondente avaliação;
    • Apreciação realizada pelos pais e encarregados de educação dos alunos.
    Órgão de direcção executiva pondera A apreciação realizada pelos pais e encarregados de educação dos alunos, é tida em conta na avaliação apenas desde que exista a concordância do docente e nos termos definidos no regulamento interno da escola.
    • A atribuição de menção qualitativa igual ou superior a «Bom» depende do cumprimento de, pelo menos, 95% das actividades lectivas em cada um dos anos do período escolar a que se reporta a avaliação.
    • No cálculo do limite de 95% da actividade lectiva não são contabilizadas as faltas previstas no artigo 103.
    Os resultados esperados para os alunos e taxas de abandono escolar, serão definidos para cada Agrupamento/Escola, tendo em conta o contexto sócio-educativo. Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 14. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • Relatórios de aproveitamento em acções de formação;
    • Auto-avaliação;
    • Observação de aulas;
    • Análise de instrumentos de gestão curricular;
    • Materiais pedagógicos desenvolvidos e utilizados;
    • Instrumentos de avaliação pedagógica;
    • Planificação das aulas e instrumentos de avaliação utilizados com os alunos.
    O avaliador recorre, durante o ano escolar a múltiplas fontes de dados , designadamente: Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 15. Estatuto da Carreira Docente - ECD Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira 5 - 6,4 valores Regular 1 - 4,9 valores Insuficiente 6,5 - 7,9 valores Bom 8 - 8,9 valores Muito Bom 9 - 10 valores Excelente Menções qualitativas
  • 16. Estatuto da Carreira Docente - ECD Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira Bom Muito Bom Pode continuar a ser contratado. O tempo de serviço prestado e avaliado é contabilizado, no ingresso na carreira. O tempo de serviço é contabilizado para progressão e acesso na carreira. Nomeação provisória é convertida em definitiva. Excelente Docente contratado Docente em período probatório Docente do Quadro Classificação obtida
  • 17. Estatuto da Carreira Docente - ECD Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira O docente não pode acumular funções. Docente não pode renovar o contrato nem celebrar um novo. Cessa a nomeação provisória. Não pode leccionar no ano seguinte. Só poderá voltar à leccionação após ter frequentado acções de formação que lhe foram indicadas. Insuficiente Docente é sujeito a formação contínua. Não renovação do contrato. Repete o período probatório. Tempo não é contabilizado para progressão e acesso na carreira. Regular Docente contratado Docente em período probatório Docente do Quadro Classificação obtida
  • 18. Estatuto da Carreira Docente - ECD
    • Preenchimento de ficha de avaliação pelo coordenador do departamento curricular ou do conselho de docentes;
    • Preenchimento de ficha de avaliação pelo PCE ;
    • Preenchimento pelo avaliado de uma ficha de auto-avaliação sobre os objectivos alcançados na sua prática profissional, na qual identificará a formação contínua realizada;
    • Conferência e validação dos dados da proposta de classificação, quando esta apresente as menções de «Excelente», «Muito Bom» e «Insuficiente», pela comissão de coordenação da avaliação ;
    • Entrevista dos avaliadores com o avaliado;
    • Reunião conjunta dos avaliadores para atribuição da classificação final.
    O processo de avaliação do desempenho compreende as seguintes fases : Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 19. Estatuto da Carreira Docente - ECD Um dia útil por mês , até ao limite de cinco dias por ano . O docente deve solicitar autorização, com a antecedência mínima de três dias úteis, ou, se tal não for possível, no próprio dia. Faltas por conta do período de férias Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira
  • 20. Estatuto da Carreira Docente - ECD Recrutamento Avaliação de desempenho Dispensas para formação Assiduidade art. 102º Categorias Redução com-ponente lectiva Estrutura da carreira Nos períodos de interrupção da actividade lectiva. Quando estes forem insuficientes, pode ser realizada nos períodos destinados ao exercício da componente não lectiva, nas seguintes condições : a) Tratando-se de educadores de infância; b) Nos restantes casos, até ao limite de 10 horas por ano escolar. Formação de interesse do docente. Dispensas para formação Não pode exceder, por ano escolar, 5 dias úteis seguidos ou 8 interpolados. Preferencialmente, na componente não lectiva do horário do docente. Formação promovida pelos serviços