Microbio reino protista_doenças_protozoários

5,737 views
5,251 views

Published on

Apresentação sobre algas unicelulares, protozoários e doenças causadas por protozoários.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,737
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
114
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Microbio reino protista_doenças_protozoários

  1. 1. UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO – UPE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA - PROEAD PÓLO CAMPINA GRANDE CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DISCIPLINA: MICROBIOLOGIA PROFa.: MÁRCIA MARIA CAMARGO DE MORAIS 1ª. ATIVIDADE REINO PROTISTA DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS ALUNA: EDNA MARIA DE MOURA CONCEIÇÃO DE ALBUQUERQUE CAMPINA GRANDE, 24/06/2010
  2. 2. <ul><li>MICROBIOLOGIA </li></ul><ul><li>Do grego: </li></ul><ul><li>mikrós – pequeno; </li></ul><ul><li>bíos – vida; </li></ul><ul><li>lógos – estudo, tratado. </li></ul><ul><li>É o estudo dos microrganismos . </li></ul><ul><li>O termo MICROBIOLOGIA foi introduzido no cenário científico em 1899 ). </li></ul>
  3. 3. <ul><li>MICRORGANISMOS </li></ul><ul><li>São formas de vida que, a princípio, só poderiam ser vistas com o auxílio do microscópio (inicialmente, o óptico, depois o microscópio eletrônico). </li></ul><ul><li>Bactérias </li></ul><ul><li>Fungos </li></ul><ul><li>Vírus </li></ul><ul><li>Protozoários </li></ul><ul><li>Algas unicelulares </li></ul><ul><li>Viróides </li></ul><ul><li>Prions. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO </li></ul><ul><li>Algas Unicelulares </li></ul><ul><li>Protozoários </li></ul><ul><li>CLASSIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>CARACTERÍSTICAS </li></ul><ul><li>HABITAT </li></ul><ul><li>NUTRIÇÃO </li></ul><ul><li>LOCOMOÇÃO </li></ul><ul><li>ILUSTRAÇAO </li></ul>
  5. 5. <ul><li>ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO </li></ul><ul><li>Doenças Causadas por Protozoários </li></ul><ul><li>ESPÉCIE </li></ul><ul><li>CLASSE </li></ul><ul><li>DOENÇA </li></ul><ul><li>SINTOMAS </li></ul><ul><li>TRANSMISSÃO </li></ul><ul><li>PREVENÇÃO </li></ul><ul><li>PROFILAXIA </li></ul><ul><li>Slides das Doenças </li></ul>
  6. 6. Por flagelos Autótrofos Fotossíntese Oceanos água doce Ambiente úmidos Unicelular e Pluricelular Algas verdes Clorófítas Por flagelos Autótrofos Fotossíntese Oceanos Unicelular Dinoflagelados Maré vermelha Pirrófitas Por flagelos e pseudópodes Autótrofos Fotossíntese Oceanos e água doce Unicelular Douradas Diatomácea xantófitas Clisófitas   Por flagelos Autótrofos Fotossíntese Água doce Unicelular Euglena Viridis Euglenófitas ALGAS ILUSTRAÇAO LOCOMOÇAO NUTRIÇÃO HABITAT CARACATERISTICAS CLASSIFICAÇÃO PROTISTA
  7. 7. Não possuem Heterótrofos Hospedeiro Unicelular Parasitas Sporozoa Aplicomplexa Por cílios Heterótrofos Captam Alimento através dos cílios Marinho Dulcicolas Unicelular Vida livre e parasita Ciliata Por flagelos Autótrofos e heterótrofos Marinho Dulcicola Terra Unicelular Vida livre e parasita Flagelata Mastigophora Por emissão de pseudopo. Heterótrofos Fagocitose Marinho Dulcicolas Unicelular Vida livre e parasita Rhizopoda Sarcodina PROTOZOÁRIOS ILUSTRAÇÃO LOCOMOÇÃO NUTRIÇÃO HABITAT CARACRISTICAS CLASSIFICAÇÃO PROTISTA
  8. 8. DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS Tartáro emético e antimoniato de N-metil glucamina por via IM ou EV. Telagem nas habitações, mosquiteiros e repelentes. Uso de inseticida Picada do mosquito palha ( Phlebotomus sp. ) Ulcerações (feridas que não cicatrizam) no rosto, braços e pernas Úlcera de Bauru Flagelado Leishmania brasiliensis Seguir a orientação medica. Aplicação de inseticida nos buracos e frestas das casas, construção de habitação decente,etc Fezes do inseto barbeiro ( Triatoma sp. ) Problemas no coração, inchaço do baço e fígado, mal estar Doença de Chagas Flagelado Trypanosoma Cruzi Tratar doentes e asintomáticos portadores, usar fármacos como nitroimizadois, diloxamid Associados com antibióticos, quando necessário. Manter snitários limpos; lavar as mãos antes das refeições não usar excrementos como fetilizantes,etc. Ingestão de cistos eliminados com as fezes humanas. Ulcerações intestinais, diarréia, enfraquecimento Amebíase Rizópodo Entamœba histolytica Profilaxia Prevenção Transmissão Sintomas Doença Classe Espécie
  9. 9. DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS Tratamento medicamentoso alcaloides Usar telas evitar acumulodepneusvelhos, vasos,latas, drenagem de valas e banhados,criaçao de peixes larvófagos Picada de mosquito-prego (Anopheles sp.). Febres, anemia, lesões no baço e no fígado Malária Esporozoário Plasmodium vivax Tratamrento medicamento nitroimidazol Educação san Higiene ind. Proteção e lavagemdos alimentos e trat. da água. Ingestão de cistos eliminados com fezes humanas Dores abdominais, diarréia Giardíase Flagelado Giardia lamblia Seguir orientação médica. Uso de preservativo e Fidelidade, abstinência. Relação sexual ou toalhas e objetos úmidos contaminados Vaginite, uretrite, corrimento Tricomoníase Flagelado Trichomonas vaginalis Profilaxia Prevenção Transmissão Sintomas Doença Classe Espéci e
  10. 10. DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS FLAGELOS PSEUDÓPODES CÍLIOS
  11. 11. A disenteria amebiana aguda manifesta-se com quadro disentérico agudo, melena, cólicas abdominais, tenesmo, náuseas, vômitos, emagrecimento e fadiga muscular. manter sanitários limpos; lavar as mãos antes das refeições e após a defecação; tratar os doentes e portadores assintomáticos; não usar excrementos, como fertilizantes; combater as moscas e baratas. AMEBÍASE INTESTINAL
  12. 12. GIARDÍASE INTESTINAL A giardíase é uma parasitose intestinal, também denominada giardose ou lamblíase, causada pelo protozoário flagelado Giardia lamblia
  13. 13. O Mal de Chagas é uma doença infecciosa causada pelo protozoário (microrganismo de uma célula) Trypanosoma cruzi , que vive naturalmente no sangue de seres humanos e animais (cães, gatos, ratos, gambás, macacos, tatus, entre outros). MAL DE CHAGAS “ BARBEIRO” “ BICUDO” “ RONDÃO” “ FLAMENGO” “ CHUPANÇA” “ FINCUDO”
  14. 14. Um terço dos infectados apresentam sintomas na fase crônica, entre 20 e 30 anos mais tarde, quando aparecem problemas cardíacos - aumento do coração, arritmia e parada cardíaca. O sistema digestivo também pode ser afetado, com inchaço de órgãos e dificuldade de engolir. A gravidade da infecção depende da virulência do parasita e a suscetibilidade do paciente infectado. MAL DE CHAGAS
  15. 15. TRICOMONÍASE VAGINAL Doença infecto-contagiosa do sistema gênito-urinário do homem e da mulher. No homem causa uma uretrite de manifestações em geral discretas, podendo, eventualmente ser ausentes em alguns e muito intensas em outros. É uma das principais causas de vulvovaginite da mulher adulta podendo porém, cursar com pouca ou nenhuma manifestação clínica.
  16. 16. Leishmaniose Estima-se em 12 milhões o número de pessoas acometidas, em 88 países da Ásia, África, Europa e Américas.
  17. 17. Leishmaniose De modo geral, essas enfermidades se dividem em leishmanioses tegumentares, que atacam a pele e as mucosas, e viscerais (ou calazar ), que atacam os órgãos internos. A Leishmania é transmitida ao homem e às demais espécies de hospedeiros vertebrados por pequenos insetos, de cor amarelada: os flebotomíneos.
  18. 18. MALÁRIA MALEITA SEZÃO IMPALUDISMO FEBRE PALUSTRE FEBRE RECORRENTE
  19. 19. A MALÁRIA É CAUSADA PELO Plasmodium QUE SÃO INOCULADOS NO HOMEM PELA PICADA DA FÊMEA DO Anopheles sp (MOSQUITO-”PREGO”) Malária
  20. 20. Malária

×