Procedimento analise de vibração
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Procedimento analise de vibração

on

  • 370 views

 

Statistics

Views

Total Views
370
Views on SlideShare
370
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Procedimento analise de vibração Procedimento analise de vibração Document Transcript

  • Execução da Coleta de Dados para Análise de Vibração Aráuco Resinas
  • Os direitos de reprodução deste documento pertencem à xxxxxxxxx. É proibida a reprodução no todo ou em parte, sob qualquer motivo, sem a prévia autorização por escrito. Histórico de Revisões: 1- Revisão 00 – Edição Inicial Objetivo: 1 – Padronizar a atividade de coleta de dados para análise de vibração de todos os equipamentos pré determinados, afim de nivelar os conhecimentos e facilitar as programações de execução, minimizando o tempo desprendido e disponibilizando o equipamento para a produção com confiabilidade e segurança, sem agredir o meio ambiente. Revisão: 00 Data: 26/04/2011 Titulo   Execução para coleta de dados para análise de vibração. Elaboração Nome: Edson Gonçalves Cargo: Supervisor de Manutenção Aprovação Nome: Edson Gonçalves Cargo: Supervisor de Manutenção Numero do Documento: xxxx Páginas 1 de 7  
  • Recomendação de Segurança: 1 – Isolar e sinalizar bem o local. 2 – Utilizar cinto de segurança preso com 2 talabartes. 3 – Não permanecer sob carga suspensa. 4 – Não arremessar materiais ou ferramentas. 5 – Manter uma postura correta. 6 – Inspecionar dispositivos e ferramentas a serem utilizados nas atividades. 7 – Cuidado ao transitar entre os equipamentos. 8 – Ao subir ou descer escadas, fazer uso do corrimão. 9- Em caso de vazamentos de líquidos ou gases evadir-se do local. 10- Evitar ao máximo o improviso. 11- Muita atenção e cuidado ao manusear as ferramentas e peças. 12- Inspecionar os andaimes e plataformas antes de subir nos mesmos. 13- Manter uma comunicação clara e eficiente. 14- Cuidado ao trabalhar próximo equipamentos quentes. 15- Preparar linha de vida caso não haja ponto onde prender o cinto de segurança. 16- Recolher materiais que se encontram espalhados pela área. 17- Cuidado com as diferenças de níveis entre os equipamentos e estruturas. 18- Cuidado e atenção com pisos e áreas úmidas. 19- Não permanecer no raio de ação dos equipamentos giratórios. 20- Não retirar as proteções dos equipamentos para instalar o aparelho. 21- Não acionar nenhum dispositivo de liga ou desliga nem abre e fecha. 22- Informar ao operador responsável sobre a sua permanência na área e sobre qual a atividade que estará executando. 23- Manter o aparelho de coleta de dados preso ao corpo sem nenhum ponto de agarramento exposto. 24- Cuidado para não deixar o cabo de alimentação do ponto de contato do analisador muito frouxo e em condições de se enroscar em algum componente móvel do equipamento. 25- Muita atenção com os demais equipamentos em operação ao seu redor. 26- Não realizar nenhum ajuste nos equipamentos em operação sem a devida autorização do responsável pela manutenção. 20- Demais orientações quanto a interperes da natureza ou algum detalhe não citado nesta recomendação, deverá ser acrescentado à ART. “ Nenhuma atividade é tão urgente, ou serviço é tão importante que não possa ser realizado com segurança”.........
  • Desenvolvimento 1- Realizar o diálogo diário de segurança antes de iniciar as atividades. a- Comentar sobre a realização das atividades pertinentes à coleta de dados ou alguma situação relevante. 2 – Preencher corretamente a PET e a ART. a- Atentar para a elaboração da ART para que a mesma contenha informações atuais do ambiente a ser trabalhado. b- Recolher todas as assinaturas dos responsáveis pelas áreas. c- Treinar todos os colaboradores envolvidos na atividade. 3 – Preparação para o inicio das coletas dos dados. a- Montar todos os dispositivos do aparelho analisador. b- Conferir as condições do aparelho analisador. c- Definir a rota a ser seguida. Modelo de um equipamento de coleta de dados para analise de vibração
  • 4 – Seguir a rota pré determinada para a coleta dos dados. a- Iniciar a coleta de dados pelos equipamento do setor 1. b- Seguir as coletas pelos equipamento dos setores sub sequentes de forma que o setor indicado facilite o percurso e as medições. c- Não atropelar a rota estabelecida, pois cada rota determina uma responsabilidade operacional diferente e é de extrema necessidade que o operador responsável pela área onde for realizada a coleta, saiba da permanência do colaborador durante todo o período de execução da atividade. Modelo de rota 5 – Coleta dos dados para analise de vibração. a- Posicionar-se corretamente diante do equipamento, de forma que não permaneça no raio de ação do mesmo.
  • b- Posicionar e montar o dispositivo do aparelho de coleta de dados de forma correta no equipamento, evitando assim o contato com o equipamento em movimento, tanto do colaborador quanto do aparelho. Os pontos de medição devem estar previamente definidos para que o colaborador tenha uma sequencia lógica e rápida durante a execução da atividade. O dispositivo deverá ser instalado de forma que o colaborador possa coletar os dados sem se expor aos riscos de se aproximar demais das partes móveis dos equipamento podendo operá-lo sem se preocupar em sustentar nenhum outro componente que não seja o analisador.
  • c- Manter uma postura correta durante a realização da atividade de coleta de dados para analise de vibração. Manter-se longe do raio de ação do equipamento e com uma postura correta, afim de evitar projeções de líquidos ou partículas, problemas lombares e ou musculares. d- Não retirar nenhum dispositivo do equipamento em movimento. Manter o equipamento intacto, principalmente não remover as proteções das partes rotativas.
  • e- Não deixar pontos de agarramento tanto do uniforme, da alça do aparelho ou dos cabos de alimentação. Manter o aparelho preso ao corpo para evitar queda e impacto do mesmo. Os cabos de alimentação curtos e esticados, para evitar que as partes girantes do equipamento possam agarrar as pontas e puxar o colaborador. f- Atividades com estes fins não devem ser realizadas por um único colaborador, visto que os equipamentos se encontrarão em operação e os locais não estão sempre ao alcance dos olhos do operador. Ter sempre um observador durante a execução da atividade, afim de evitar quaisquer incidentes e ou algum mau súbito, de forma que seja possível prestar algum socorro caso necessário.