Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais

  • 272 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
272
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
7
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. NOSSOSITE:www.portalimpacto.com.br JACKY 27/08/10 PROT: 4814 OS NOVOS MOVIMENTOS SOCIAIS PROF.: MOISÉS JR./EQUIPE CONTEÚDO-2011 16 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO IMPACTO: A Certeza de Vencer!!! CONFLITO E AÇÃO COLETIVA “Ainda não havia amanhecido e a maioria dos moradores do conjunto habitacional já estava na rua. Haviam decidido em reunião do dia anterior impedira qualquer custo, que a ordem de despejo expedida pela justiça fosse executada contra mais um dos mutuários inadimplentes. O dia se anunciava com muita tensão. A maioria dos moradores não fora trabalhar, quebrando a rotina de um dia normal. Chegara o momento de uma decisão definitiva. Não era mais possível aceitar passivamente as consequências de uma situação sodoeconômica que lhes tirava o emprego, a comida, a escola, e agora a casa. Para onde iriam? As leis não contemplavam direitos que os moradores acreditavam serem seus, de justiça. Logo mais chegaria o oficial com a ordem do juiz; com ele viria o caminhão para levar os móveis; viria também a policia para garantir que a ordem judicial fosse cumprida. Ainda assim, uma comissão de moradores se deslocara para a Prefeitura Municipal: tentariam a intervenção do prefeito. A financeira mencionava que estava no seu direito legal e que era de seu interesse obter a casa de volta. Os moradores estavam desesperados. Não restava outra coisa senão o enfrentamento, a violência física. Poderia haver mortes... Por volta das 8h, chegou o oficial, e, como previsto, trouxe a policia. Os moradores fecharam a rua com barricadas. Eram muitos. Não havia saída, tudo já fora conversado através de advogados. Agora existia uma ordem judicial e a polícia estava ali para garantir que fosse cumprida. Chamaram reforços, mais viaturas apareceram trazendo cães e bombas de gás lacrimogéneo. A imprensa, chamada pelos moradores, a tudo registrava...”. CONFLITO: É um elemento constituitivo de todo Movimento Social – Ausência do Estado. Ação Coletiva: união de vários indivíduos que apontam para uma mudança no sentido da vida social. Os Movimentos Sociais verificam-se: (relação de poder): Mudança: Exige-se mudanças na lesgislação sobre financiamentos imobiliários. Conservação: Não provocam mudanças. Exemplo: No Brasil temos a União Democrática Ruralista. (*) Percebe-se que não existem apenas movimentos de oprimidos. Carater Preventivo: Grau de consciência. AS CORRENTES TEORICAS: Históricos-estrutural: Primam pela tomada do poder. Exemplo: Movimento Operário Clássico. Culturalistas: Influênciam na melhoria do sistema, com novos valores. Exemplo: Movimento Ecológico Ponto em Comum: É preciso que as pessoas se percebam como oprimidas, como grupos e classes com interesses comuns. ELEMENTOS CONSTITUITIVOS: Projeto: Seus objetivos, metas (mudança ou conservação), acompanha uma; Ideologia: “Visão de mundo”, defini o Sentido da luta (libertário ou reacionária) OBS: Nem sempre são homogéneos (não comungam da mesma prática). Organizacão/Direcão: “Basismo”: Direção se dá de forma coletiva, em que todos são considerados lideranças. Ex: Movimento pela Paz (RIO) Observação: Pode haver uma falta de controle das ações. “Vanguardismo”: Direção de poucos lideres. OBS: Uma liderança afastada da base poderá conduzir o MS as práticas violentas. Conceito de MS: “Uma ação conjunta de homens e mulheres, a partir de uma determinada visão de mundo, objetivando a mudança ou a conservação das relações sociais numa dada sociedade”. MOVIMENTO SOCIAL CLÁSSICO: Operariado: Nasceu dás contradições do capitalismo industrial. Motivos: Condições degradantes provocaram o insurgimento dos trabalhadores as péssimo condições de trabalho. Ex: Ludismo (quebra das máquinas), 1799, na Inglaterra, aprova-se a pena de morte contra o movimento - conflito, poder. Séc XIX: Os movimentos passaram a reivindicar a participação política. Ex: Cartismo, 1838. (voto universal[1648], jornada de 10h/d...), 01/05/1886, Manifestação de Chicago (os líderes foram condenados a forca, prisão...) “NOVOS” MOVIMENTOS SOCIAIS: • Surgem e se desenvolvem a partir das contradições do capitalismo monopolistas. • A crise do Estado do Bem-Estar Social. • Anos 60 esse modelo começa a entrar em crise. • O Estado perde sua capacidade de financiar o pleno emprego, entre em cena o setor privado. • A corrida pelo consumo (lucro) impõem ao planeta e aos humanos um dilema: o desequilíbrio ambiental e antrópico. MOVIMENTO ECOLÓGICO: • Ambiental: Uma ala luta pelo desenvolvimento controlado. Ex: Greenpeace. • Conservacionista: Mais radical, nega a utilização de certas tecnologias. Ex: Bovê, ativista francês. • Movimento Feminista: Depois da 2º Guerra Mundial. • M. Ação Cidadania contra miséria e pela vida. Ex: Herbert de Souza. Proposta: cestas básicas aos famintos. Via que um homem não teria consciência com fome. • Movimento Suprapartidário: (vários partidos) vanguardistas. • Autonômia de decisões: • MST: - 1979, Sta. Catarina. Apoio Igreja Católica, PT, CUT. Estratégia: Ocupações de terra improdutivas, praças, prédios públicos. Movimentos Sociais Urbanos: Reivindicam melhorias nos setores de habitação, transportes, saúde e orientam prioridades na gestão pública. Exercícios: 01. (UEU-2002) “Em anos recentes, no Brasil, os movimentos, sociais de afro- descendentes tem defendido a definição de cotas de vagas nas universidades e nos postos de trabalho dos setores públicos, como forma de resgatar a divida social contraída pela escravidão e discriminação racial ao logo de mais de quatrocentos anos”. De acordo com o texto lido, considere as proposições a seguir, identificando as que têm pertinência sociológica: I – As reivindicações dos afros-descendentes fazem parte do conjunto de reivindicações de outros MS discriminados e pode reforçar o conjunto das lutas sociais por cidadania, incluindo as lutas das etnias indígenas e dos desempregados, por exemplo. II – As reivindicações dos MS de afros-descendentes reafirmam a existência de uma memória história dos africanos no Brasil compartilhada peta maioria dos brasileiros, sem distinções de origem étnica e de posição social. III – As reivindicações políticas dos afros-descendentes são improcedentes, porque, depois do fim da ditadura militar, em 1985, a democracia racial no Brasil foi amparada por políticas públicas, basta ver que as universidades e o mercado de trabalho estão acessíveis a esse segmento. Assinale a alternativa correta: a) II e III d) III e IV são pertinentes. b) apenas l e) I e III são pertinentes. c) II, III e IV são pertinentes. 02. A respeito dos direitos dos MS, garantidos pela legislação brasileira, assinale a alternativa correta. a) O movimento sindical brasileiro luta para flexibilizar os encargos trabalhistas garantidos pelo Estado do Bem-Estar Social. b) A informalidade trabalhista está assegurada pela Constituição de 1988, assim como, os objetivos dos MS surgidos a partir dessa época. c) A legislação-trabalhista garante pleno emprego para os trabalhadores que compõem os MS. Fato verificado no diálogo permanente entre as partes. d) Atualmente, na tentativa de atenuar o conflito, existem algumas modificações na legislação brasileira que estão sendo negociadas diretamente com os lideres dos MS. e) Os novos MS estão lutando pela participação dos setores envolvidos no processo político, tais como os MS urbanos que ladeiam melhorias sociais em seus espaços de convivência.
  • 2. NOSSOSITE:www.portalimpacto.com.br CONTEÚDO-2011 REVISÃO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!! 03. Em relação aos movimentos sociais, assinale a altemativa correta: a) Através das CUT, influência da igreja católica, foi ampliada a participação popular no processo de redemocratização do Brasil nos anos 70/80, como exemplos a criação do MST. b) O movimento feminista não luta somente pela igualdade de direitos jurídicos e sociais da mulher, mas pela vontade de mudar a vida em geral, redefinindo os fundamentos culturais e políticos da sociedade. c) Os Movimentos de Bairros reivindicam melhoria dos serviços urbanos, tais como transporte coletivo, habitação, esgoto, creches etc. d) O MST é o movimento social mais vigoroso e ativo da atualidade. e) Os “novos” MS lutam para realizar aspirações classistas e facilitar o acesso individual ao poder e à riqueza. 04. (UEL-2002) Os novos movimentos sociais são assim denominados porque apresentam algumas diferenças fundamentais em relação aos movimentos tradicionais ou clássicos e, em especial, em relação ao movimento operário. Aponte essas diferenças? a) surge a partir das contradições do capitalismo monopolista em sua fase avançada, lutando por uma visão mais universalista das questões humanas. b) os novos movimentos sociais lutam pela tomada do poder do Estado, com o objetivo de abolir a propriedade privada e os meios de produção. c) os novos movimentos sociais, igualmente ao movimento operário, proporcionaram a reordenação do sistema produtivo nos moldes do sistema capitalista. d) se compõem de uma base social homogénea, simbolizando uma determinada classe. e) Surgem com o fortalecimento do Estado do Bem-Estar Social, entre a década de 1940 a 1960, visto a reordenação da exploração sustentada dos recursos ambientais. 05. (UFDP-2003) “Ainda que do ponto de vista social o Brasil continue sendo um país de muitas e profundas desigualdades sociais, não se pode ignorar ter havido mudanças significativas no campo especial a partir dos anos 80. Nesse sentido, [...] a abertura de fóruns públicos de representação e participação teve o efeito de explicitar e tornar pública a dimensão conflitiva da vida social. A questão pode parecer trivial, já que nesses espaços convergem e se expressam reivindicações vocalizadas por diversos movimentos sociais. Mas há algo como uma metamorfose do conflito social quando esse ganha essas esferas públicas que estabelecem a mediação entre Estado e Sociedade. Necessariamente tem que se redefinir em função de parâmetros públicos de gestão política das cidades.” (PAOLI, Maria; TELLES, Vera. Direitos Sociais; Conflitos e Negociações no Brasil Conteporâneo. In. ALVAREZ, Sônia, 2003). a) As mudanças no campo político levaram ao atendimento permanente das reivindicações dos diversos movimentos sociais; porque as tornaram públicas. b) A constituição de esferas públicas de representação e participação fez com que os conflitos sociais passassem a serem reconhecidos de acordo com padrões públicos. c) Com a abertura dos fóruns públicos de representação e participação as demandas dos movimentos sociais tornaram-se menos reivindicativas. d) A abertura de fóruns de participação, a partir das reivindicações dos movimentos sociais, levou ao reforço da prática patrimonialista no Estado brasileiro. e) Do ponto de vista democrático, a abertura de fóruns públicos de participação implicou num retrocesso na solução dos conflitos sociais. 06. A identidade de gênero tem sido considerada o fundamento e a alavanca de um dos mais importantes movimentos sociais contemporâneos, distinguindo-se de outros, como os orientados pela identidade de classe, de etnia, de crença religiosa. Assinale a alternativa correta quanto às características dos movimentos de género no momento histórico atual. a) As identidades femininas, que fundamenta os movimentos sociais de género, referenciam-se em singularidades biológicas ou naturais, como a menstruação, a gestação, a concepção humana, a dominação, sendo estes referenciais os principais pontos em relação aos demais movimentos sociais. b) Os movimentos de género apresentam diversidade interna análoga a outros movimentos sociais e, em alguns casos, além das reivindicações referentes às singularidades biológicas da mulher e à dominação masculina, incorporam outras, referentes às desigualdades étnicas e de classes, por exemplo. c) A identidade feminina e as mulheres permanecem submetidas à dominação masculina, como se observa na esfera econômica, e os movimentos de gênero não devem ser diferenciados dos demais por reivindicações frustradas ou particulares, à medida que todos são naturais e se repetem na história. d) A identidade feminina fundamentou os movimentos sociais de gênero apenas em seu inicio, no século XIX, tendo se diluído nos demais movimento em décadas recentes, à medida que permaneceram presos aos temas políticos historicamente impostos pelos homens, descaracterizado a luta feminista. 07. (UEL-2004) Sobre o papel da cidadania no movimento ambiental, considere as afirmativas a seguir. I – O cidadão deve ser envolvido nas questões ambientais a partir da capacidade de pensar, avaliar e agir sobre tais questões, cientes das responsabilidades em relação às gerações futuras. II – O estilo de vida moderno (nas grandes cidades), que pressupõe uma prática atuante das grandes camadas sociais inseridas nas políticas públicas, a eliminação do consumo indiscriminado e progressivo de mercadorias, é propício à formação de cidadãos atentos às questões ambientais. III – A compreensão das questões ambientais, a adoção de práticas cotidianas de consumo responsável e o envolvimento na luta pelo estabelecimento de políticas públicas preservacionistas são características do cidadão do “novo” movimento social. IV – Os MS se definem pela apropriação individual de incentivos financeiros oriundos dos programas de desenvolvimento sustentável. Estão correias apenas as afirmativas: a) l e III. b) l e IV. c) ll e lV. d) l, ll e III. e) II, III e IV. 08. Analisando a música “Cor de Rosa Choque”, de Rita Lee, 1982, e marque a que não fundamenta a intenção da compositora: “Nas duas faces de Eva/ A Bela e a Fera/ um certo sorriso de quem nada quer/ sexo frágil, não foge á luta/ e nem só de cama vive a mulher/ por isso não provoque/ é cor de rosa choque(...)”. a) A cor rosa, usada como um “distintivo” do sexo feminino pela sociedade machista, recebe um “reforço” na tentativa de demonstrar uma colisão de conceitos e ideais preconcebidas a respeito da mulher. b) Aborda-se a questão da sexualidade feminina; se antigamente ela ficava em casa à espera do “seu homem”, cumprindo as tarefas do lar, atualmente ela vai à luta, reivindica para sí o direito de ser valorizar. c) “sexo fragil, não foge a luta”, supõe um grande contigente de mulheres cumprindo dupla jornada: o trabalho doméstico, e o que “reforça” o orçamento familiar. d) Ela vai a luta, reivindica para sí o direito de ser valorizado, de participar da vida política social, e de obter satisfação sexual. e) “A Bela e a Fera”, perde-se o atrativo da beleza sem, contudo, deixar de lutar pelos seus descontentamentos. 09. Leia suas citações e marque a alternativa correta: I – A denominação de “sem-terra” vem sendo assumida por aqueles que se engajam políticamente nos movimentos de conquista da terra enquanto instrumento de trabalho. É os realiza por meio de uma ação denominada ocupação da terra. São trabalhadores que desafiam o Estado, que sempre representou os interesses da burguesia agrária e dos capitalistas em geral. (Informativo do MST, 19.abr.2004). II – Admirável Gado Novo, “vocês que fazem partes dessa massa/ Que passa nos projetos do futuro/ é duro tanto ter que caminhar/ e dar muito mais do que receber/ e ter que demonstrar sua coragem/ à margem do que possa parecer/ e ver que toda essa engrenagem/ já sente a ferrugem lhe comer”.(...) Zé Ramalho(CD-l998). a) O futuro do movimento está em projetos que sempre são jogados pra frente como a Reforma Agrária; lutando e dando o sangue para receber o pouco que é o assentamento, mas não ganham os subsídios necessários para trabalhar a terra. b) Em face ao texto l, demonstram insensatez frente às repressões; que possam aparecer, principalmente contra a força estatal. c) Há 20 anos, ainda não foi ganho nenhuma causa a favor do Movimento, por isso, a reforma agrária não passa de um projeto que já está enferrujando nas mãos dos nossos representantes políticos. d) A estratégia básica do MST é a ocupação de terras produtivas públicas ou particulares, criando um fato político que leva a pressionar os órgãos públicos a negociarem com o movimento e a promoverem seu assentamento definitivo da terra, mediante concessão de títulos de posse. e) No texto l, anos 70, surge o MST, visto que grandes projetos governamentais ou associados ao capital estrangeiro geraram vários conflitos no campo, possibilitando ao movimento, a indenizaçao da terra pela grande capital.