Your SlideShare is downloading. ×
0
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
A escravidão não foi só africana...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

A escravidão não foi só africana...

5,239

Published on

Escra

Escra

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,239
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
117
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. A escravidão não foi só africana...
  • 2. O trabalhador, em qualquer época, é oresponsável pela atividade produtiva. Em outraspalavras, ele sustenta a economia produzindo os bens necessários à sobrevivência de todos.
  • 3. A Revolução Agrícola• Possibilitou o desenvolvimento de várias outras atividades produtivas (artesanato, comércio, etc).• Abriu caminho para o surgimento da propriedade privada.• A disputa pelo controle dos meios de produção deu origem a divisão da sociedade em classes.
  • 4. Antes do surgimento da escravidão, os homens guerreavam entre si, mas não havia prisioneiros, porque não restava comida para alimentá-los.
  • 5. Com o desenvolvimento da agricultura, foi possível produzir mais alimentos, o que tornou mais útil aos “vencedores” escravizar o inimigo capturado do que matá-lo.
  • 6. Na História da África houve três tipos de escravidão• A tradicional (fase normal de desenvolvimento do continente africano)• A que foi feita pelos árabes.• A praticada pelos europeus.
  • 7. Na Grécia e em Roma, a mão de obra escrava também sustentava a economia. Os escravos produziam artesanato, faziam atividades domésticas, trabalhavam na mineração, na agricultura e na navegação.
  • 8. A visão grega sobre a escravidão pode ser entendida por meio do pensamento de um dos grandes filósofos gregos do período clássico.
  • 9. “O uso dos escravos e dos animais é aproximadamente o mesmo”.Aristóteles (384 a.C – 322 a.C)
  • 10. Aristóteles, filósofo grego, foi um dos maiores pensadores de todos os tempos.É considerado por muitos o filósofo que mais influenciou no pensamento ocidental.Sua filosofia reflete o pensamento clássico grego, segundo o qual o status de cidadão não é concedido a toda a população. Os cidadãos, homens livres, deveriam dedicar seu tempo à filosofia e à política, enquanto o trabalho, que era visto como uma atividade inferior, era relegado aos não-cidadãos, como os escravos.
  • 11. É importante observar que a escravidão na Antiguidade Ocidental não foi igual à escravidão negra ocorrida no continente americano.
  • 12. Comércio de escravos na Antiguidade
  • 13. O ser humano virava escravo na Idade Antiga por várias razões: contração de dívidas, prisioneiros de guerras, prática de algum crime.Não havia distinção de sexo, de cor de pele, de idade, de instrução, de origem, etc.A maioria dos escravos na Grécia e em Roma era composta de estrangeiros capturados nas guerras.
  • 14. Já na escravidão negra ocorrida no continente americano, populações africanas eram escravizadas pelas metrópoles europeias.
  • 15. Os escravos serviam de mão de obra para a mineração, a agricultura e serviços domésticos.
  • 16. A transferência sistemática e comercial de escravos (tráfico negreiro) é original desse período.

×