Midia jornal impresso

1,248 views
1,095 views

Published on

Trabalho acadêmico da Disciplina Planejamento de Mídia.

Published in: Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,248
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Midia jornal impresso

  1. 1. Universidade do Vale de ItajaíPublicidade e Propaganda 4º PeríodoPlanejamento de MídiaAcadêmicos- Earle Martins, Eliziane Cordeiro e Giselle AraújoProfessora - Ligia Najdzion
  2. 2. Introdução Os anos passam, a concorrência aperta, mas segue firma a tendência de alta na circulação dos jornais no país. Para alguns dos principais editores, os jornais tem impressos têm vida longa e promissora assegurada pela frente, até porque ainda há um campo enorme para ser trabalhado na conquista de novos leitores.
  3. 3. O fim do Jornal Impresso... E você, o que acha? Será que ele vai acabar?http://www.youtube.com/watch?v=2tIz5S8Y_58
  4. 4. A Mídia Jornal Segundo a pesquisa do Grupo de Mídia de São Paulo, intitulada “Midía Dados Brasil 2012”, o Jornal Impresso apresentou os seguintes dados:
  5. 5. Share 2011  2012 2º colocado  2º colocado no bolo no bolo publicitário publicitário 12,3%  11,8%
  6. 6. Investimento Publicitário
  7. 7. Investimento Publicitário porSetor 2011  2012 Comercio (Varejo)  Comercio (Varejo) Mercado Imobiliário  Mercado Imobiliário Veículos  Veículos Cultura/esporte/turism  Serviços o  Cultura/esporte/turism Serviços o
  8. 8. Investimento Publicitário nas Mídias Brasil X Mundo
  9. 9. Investimento Publicitário naMídia Jornal - Brasil X Mundo
  10. 10. As tendências 2011  2012
  11. 11. Evolução da Circulação
  12. 12. Perfil do Consumidor - 51% Homens 49% Mulheres- Classe B com 26%- 20/29 anos 23% e 30/39 anos com 21% - 51% Homens 49% Mulheres- Classe B com 28%- 20/29 anos 22% e 30/39 anos com 21%
  13. 13. Penetração Homens 49% /  Homens 50% / Mulheres 42% Mulheres 43% 71% A1  69% A1 51% 20/29  52% 30/39 anos anos
  14. 14. O que o leitor busca no Jornal?- - 82% Noticias locais- - 75% Primeira página- - 69% Noticias nacionais- - 50% Esportes- - 48% Noticias internacionais- - 38% Saúde- - 34% Arte e cultura- - 33% Classificados
  15. 15. Horário de Consumo do Meio
  16. 16. Informações do Grupo de Mídia de SPAlgumas das informações e analises maisimportantes feitas durante a mesa do Grupo deMídias São Paulo:Segue firme a tendência de alta na circulação dosjornais nos país e, segundo os editores, há aindaum campo enorme para ser trabalhado naconquista de novos eleitores. Para isso, não hásegredos; é preciso continuar investindo naqualidade do conteúdo, hoje distribuído emdiversas plataformas e responsável por asseguraralta credibilidade para o meio.
  17. 17. Informações do Grupo de Mídia de SPOs editores comemoram em especial a diversificaçãoda base dos leitores, incrementada com a chegada declasse C. De fato, jornais mais dirigidos a esse targetsão os que mais crescem em circulação, enquanto oschamados quality papers tem seus níveis decrescimento de leitores mais baixos.Os jornais de circulação gratuita vêm crescendorapidamente e se difundindo cada vês por maiscidades, enquanto os editores a auditagem pelo IVCpromete maior segurança ao anunciante. Também osjornais de nichos, como os da área econômica, têminvestido no aumento da circulação.
  18. 18. Informações do Grupo de Mídia de SP O crescimento da circulação tem nãoencontrado paralelo nos investimentospublicitários no meio. Segundo o projeto Inter-Meios, o jornal se mantém como segundamídia mais requisitada pelos a anunciante nadivisão das verbas publicitárias do país, mas aparticipação do meio tem caído ano a ano. Atendência se manteve em 2011 o investimentototal cresceu 8,5, porém o percentual do jornalfoi apenas 3,8%.
  19. 19. Informações do Grupo de Mídia de SPEntre iniciativas que podem tornar os númerosdos jornais mais representativos, um serviçoespecifico para atrair pequenas e médiaseditoras interessadas em auditar suaspublicações. A iniciativa tem o apoio daSecom, que vai incentivar a participação dosveículos, de forma a melhor direcionar osinvestimentos públicos em publicidade. Oseditores listam também varias iniciativas paraatrair e reter a audiência jovem, sempre muitovisada pelo mercado anunciante.
  20. 20. Informações do Grupo de Mídia de SPA distribuição dos conteúdos em plataformasavança em todas as frentes e vem agregandouma grande massa de leitores sendo promissoraalternativa para a geração e receita, mas, nomomento, os resultados em termos publicitáriossão ainda modestos.A agenda dos jornais que circulam fora doacidades do Rio e São Paulo é idêntica a dos seuscongêneres que visam circulação nacional,inovação principalmente quando o desafio édiversificar as plataformas de distribuição deconteúdo.
  21. 21. Informações do Grupo de Mídia de SP As audiências nas plataformas digitais sãoanimadores, mas as receitas publicitáriasdecorrentes ainda são limitadas, entre 3%e10% do faturamento dos veículos. Aperspectiva é de crescimento rápido, porémnão tem sido fácil atrair a atenção deanunciante nacional. De forma geral, elesdemonstram preferir projetos integrados. Porisso as empresas investem bastante emprojetos envolvendo vários meios e tambémeventos locais.
  22. 22. Informações do Grupo de Mídia de SP Aumentar a base de leitores continua sendomissão fundamental, mas a situação deve seranalisada sob uma perspectiva bastanterealista, até porque o momento é detransformações muito rápidas nos hábitos deconsumo e os custos para a expansão debase assinante elevados.A empresa já tem versões das suaspublicações para tablets, porém a audiência éainda baixa.
  23. 23. Informações do Grupo de Mídia de SPInveste-se também na renovação dos parquesgráficos e no aprimoramento da qualidade deimpressão, com diferenciais que podem ajudarna diferenciação das peças publicitárias.Estratégias combinadas na versão impressa eon-line permitem aos jornais seguir tendo nosanúncios classificados uma fonte importantede receita e atração de leitores.
  24. 24. FontesANJ – Associação Nacional de JornaisIpsos Marplan Media ResearchNielsenProjeto IntermeiosIAB BrasilInstituto Mapa

×