Estrutura Produtiva e Desenvolvimento Regional / Miguel Matteo, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Brasil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Estrutura Produtiva e Desenvolvimento Regional / Miguel Matteo, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Brasil

on

  • 341 views

 

Statistics

Views

Total Views
341
Views on SlideShare
341
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Estrutura Produtiva e Desenvolvimento Regional / Miguel Matteo, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Brasil Estrutura Produtiva e Desenvolvimento Regional / Miguel Matteo, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Brasil Presentation Transcript

  • ESTRUTURA PRODUTIVA E DESENVOLVIMENTO REGIONAL Miguel Matteo Ipea Março, 2013
  • PARTICIPAÇÃO NO PIB RR AC AP RO TO PI SE AL PB RN MA MS MT AM PA CE ES PE GO SC DF BA PR RS MG RJ SP 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 2010 Fonte: IPEA a partir de dados do IBGE (2010). 1995 25,0 30,0 35,0 40,0
  • Relação PIB per capita 1,40 1,30 1,20 1,10 1,00 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 0,90 0,80 0,70 0,60 0,50 0,40 CO Fonte: IPEA a partir de dados do IBGE (2010). N NE S SE 2005 2006 2007 2008
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Distribuição do Valor Adicionado do Brasil, por setores de atividade econômica 1996-2008 45,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 Agropecuária Indústria Construção 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, 1996-2008 1999 2002 Comércio 2005 Serviços(1) 2008 Adm. Pública
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Distribuição do Valor Adicionado da Região Norte, por setores de atividade econômica 1996-2008 Distribuição do Valor Adicionado do Brasil, por setores de atividade econômica 1996-2008 60,0 40,0 20,0 0,0 45,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 10,0 1996 1999 2002 2005 2008 5,0 0,0 Agropecuária Indústria 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, 1996-2008 Construção 1999 2002 Comércio 2005 Serviços(1) 2008 Adm. Pública
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Distribuição do Valor Adicionado da Região Nordeste, por setores de atividade econômica 1996-2008 45,0 Distribuição do Valor Adicionado do Brasil, por setores de atividade econômica 1996-2008 60,0 40,0 20,0 0,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 10,0 1996 1999 2002 2005 2008 5,0 0,0 Agropecuária Indústria 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, 1996-2008 Construção 1999 2002 Comércio 2005 Serviços(1) 2008 Adm. Pública
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Distribuição do Valor Adicionado da Região Sudeste, por setores de atividade econômica 1996-2008 45,0 Distribuição do Valor Adicionado do Brasil, por setores de atividade econômica 1996-2008 60,0 40,0 20,0 0,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 1996 1999 2002 2005 2008 10,0 5,0 0,0 Agropecuária Indústria 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, 1996-2008 Construção 1999 2002 Comércio 2005 Serviços(1) 2008 Adm. Pública
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Distribuição do Valor Adicionado da Região Sul, por setores de atividade econômica 1996-2008 45,0 Distribuição do Valor Adicionado do Brasil, por setores de atividade econômica 1996-2008 60,0 40,0 20,0 0,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 1996 1999 2002 2005 2008 10,0 5,0 0,0 Agropecuária Indústria 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, 1996-2008 Construção 1999 2002 Comércio 2005 Serviços(1) 2008 Adm. Pública
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Distribuição do Valor Adicionado do Brasil, por setores de atividade econômica 1996-2008 60,0 40,0 20,0 0,0 1996 1999 2002 2005 2008 Fonte: IBGE, Contas Regionais, 1996-2008
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Distribuição do Valor Adicionado da Região Centro-Oeste, exceto DF, por setores de atividade econômica 1996-2008 45,0 Distribuição do Valor Adicionado do Brasil, por setores de atividade econômica 1996-2008 60,0 40,0 20,0 0,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 10,0 1996 1999 2002 2005 2008 5,0 0,0 Agropecuária Indústria 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, 1996-2008 Construção 1999 2002 Comércio 2005 Serviços(1) 2008 Adm. Pública
  • ESTRUTURA DA ECONOMIA BRASILEIRA Índice de Produtividade, por setor de atividade econômica, Brasil e Grandes Regiões, 2008 Em R$mil/po/ano Total Agropecuária Indústria Construção Comércio Serviços(1) Norte 19,8 10,5 35,0 15,8 13,5 16,7 Nordeste 14,2 4,0 26,0 12,7 12,7 16,6 Sudeste 36 11,5 51,7 21,1 26,2 45,9 Sul 29,6 15,3 37,9 19,7 28,6 33,9 Centro-Oeste 35,4 26,2 31,9 20,3 24,0 34,1 Brasil 27,9 9,5 42,4 18,3 22,0 34,3 Fonte: IBGE, Contas Regionais, PNAD, 2008
  • HETEROGENEIDADE ESTRUTURAL 140 120 100 80 60 40 20 0 NORTE NORDESTE SUDESTE 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, PNAD, 2008 1999 SUL 2002 2005 CENTRO-OESTE 2008 BRASIL
  • HETEROGENEIDADE ESTRUTURAL Fonte: IBGE, Contas Regionais, PNAD, 2008
  • HETEROGENEIDADE ESTRUTURAL Produtividade do Comércio, segundo Grandes Regiões 140 120 100 80 60 40 20 0 NORTE NORDESTE SUDESTE 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, PNAD, 2008 1999 SUL 2002 2005 CENTRO-OESTE 2008 BRASIL
  • HETEROGENEIDADE ESTRUTURAL Produtividade da Indústria da Construção, segundo Grandes Regiões 140 120 100 80 1996 60 1999 2002 40 2005 2008 20 0 Fonte: IBGE, Contas Regionais, PNAD, 2008
  • HETEROGENEIDADE ESTRUTURAL Produtividade do Setor de Serviços, segundo Grandes Regiões 160 140 120 100 80 1996 1999 60 40 2002 2005 2008 20 0 Fonte: IBGE, Contas Regionais, PNAD, 2008
  • HETEROGENEIDADE ESTRUTURAL Produtividade da Indústria, segundo Grandes Regiões 140 120 100 80 60 40 20 0 NORTE NORDESTE SUDESTE 1996 Fonte: IBGE, Contas Regionais, PNAD, 2008 1999 SUL 2002 2005 CENTRO-OESTE 2008 BRASIL