Transforma me senhor

1,000 views

Published on

DEUS TRANFORMA-NOS A CADA DIA

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,000
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transforma me senhor

  1. 1. TRANSFORMA-ME SENHOR FP 1.6 Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo;
  2. 2.  Será que é possível chegar á perfeição diante de Deus, como seres humanos? Talvez seja, a Palavra diz em Mt.5.48 “Sede vós perfeitos, como perfeito é o vosso Pai que está no céu”
  3. 3.  Então usando raciocínio lógico. Se Deus requer perfeição, sem dúvida, dará os meios para realizar isso. E ele de muitas maneiras, dá. Deus não providenciou apenas os meios para a transformação, mas seu Espírito Santo também trabalha, movendo-nos em direção á inteireza perfeita que Ele pretende para nossa vida.
  4. 4. O sentido Bíblico para a palavra perfeição é: Teleios- maduro, completo.
  5. 5.  No entanto o processo de mover-se em direção á perfeição não acontece nem de perto tão depressa como pensamos ou desejamos. Por que plano de Deus de nos tornar semelhantes a seus Filho tenha muito pouco a ver com o mero auto- aperfeiçoamento.
  6. 6.  Se você assim como eu presumia que a perfeição cristã era uma obra exterior que eu tivesse de fazer. Uma limpeza uma purificação de minhas palavras, de minha vida e de meus atos. Ou se apenas pudesse ser boa o bastante fizesse as coisas certas então agradaria ao Senhor. Mas nesse desejo caimos na armadilha que iludiu os fariseus há muitos séculos. (concordância com as palavras da autora)
  7. 7. VOCÊ, EU E OS FARISEUS
  8. 8.  Farisaísmo : Resposta: Essa palavra vem do Latim eclesiástico PHARISAISMUS, do Latim PHARISAEUS, do Grego PHARISAIKOS, do Hebreu P’RISHAYYA, relativo ao verbo PARUSH, “separar”. Os fariseus eram uma seita da época de Cristo que eram tidos como pretensiosos pela sua estrita observância da lei religiosa, daí a noção de “afastado, separado” em relação aos demais. -ISMO não é uma palavra (não tem existência própria); é um sufixo derivado do Latim -ISMUS, que pode designar movimentos sociais ou ideológicos. Fonte :http://origemdapalavra.com.br/palavras/fariseu/
  9. 9.  Os fariseus eram homens devotos, pelo menos tinham aparência de devoção. Seu único propósito era obedecer a todas as instruções de Deus, por isso criaram centenas de regras e de regulamentos para ajudá-los a seguir a Lei original dada pelo Senhor. O resumo dessas leis é conhecido como Mishná.
  10. 10.  A Mishná em sua tradução para o inglês é um livro de 800 páginas.Posteriormente, estudiosos judeus adicionaram comentários de como cumprir a Mishná. Esses comentários, conhecidos como Talmude, compreendem, pelo menos doze volumes.
  11. 11.  1- Havia o fariseu espere um pouco, sempre capaz de oferecer uma desculpa válida por deixar de fazer uma boa obra. Ele falava mas não fazia.
  12. 12.  Havia o fariseu de ombro, que seguia meticulosamente a Lei, mas usava suas boas obras sobre os ombros para que fossem vistas pelos homem.
  13. 13.  Havia o fariseu ferido ou cheio de hematomas, tão concentrado em evitar o mal que sempre que uma mulher se aproximava, ele fechava os olhos e, por isso, batia nas coisas.
  14. 14.  Havia o fariseu corcunda ou acrobata, tão determinado a parecer humilde que se curvava totalmente para frente, arrastava os pés... E com freqüência tropeçava. Havia o fariseu da contagem ou dos cálculos de suas boas obras, na crença de que cada uma delas punha Deus mais em débito com ele.
  15. 15.  Havia o fariseu tímido ou temeroso, sempre com medo da punição divina, que limpava constantemente o cálice e o prato na esperança de escapar da ira de Deus.
  16. 16.  E por fim havia o fariseu temente a Deus, definido pelos próprios judeus como aquele que realmente amava a Deus. Apenas um entre os sete tipos era admirado como o homem que encontrava deleite, em vez de trabalho penoso, na obediência á Lei de Deus, indepentemente de quanto isso fosse difícil de cumprir.
  17. 17.  GRAÇA ABUNDANTE Jesus oferecia outra forma de santidade, e talvez pensaríamos que os fariseus ficariam aliviados. No entanto, ás vezes, as boas notícias são boas demais para serem recebidas. .
  18. 18.  O ponto básico é que a santidade auto- induzida não passa de um exercício infeliz de futilidade. Pois não importa o quão rigorosamente observemos a Lei, ela nunca nos torna justas. Nunca chega nem perto de nos transformar, de nos fazer pessoas diferentes, semelhantes a Cristo.
  19. 19.  Cristo nos oferece um novo começo, um testemunho pessoal tão limpo e luminoso que a mente humana não pode compreender, apenas receber. Ele não vem por intermédio de nosso esforço, nossa escavação interior e abuta exterior. Apenas o poder do Espírito Santo pode fazer-nos verdadeiramente novos.
  20. 20. FICÇAÕ E CONTO DEFADAS
  21. 21.  A única forma de experimentarmos mudança duradoura é estarmos dispostos a mostrar nossa necessidade diante de nosso Pai Celestial. Sermos honestos e corajosos em nossos pedidos. Ansiar pelo toque transformador dEle, mas sempre seguros de seu amor imutável.
  22. 22.  O processo de transformação não é nem de perto tão passivo como soa a declaração. Deus em vez de dizer uma palavra e transformar instantaneamente nossa vida, pede-nos que nos associemos a Ele em nossa transformação.
  23. 23.  O Senhor sabe que precisamos do processo tanto quanto precisamos do resultado dele. Pois Deus não quer apenas nossa santidade. Ele também quer nos fazer totalmente seus.
  24. 24.  FERRAMENTAS PARA A TRANSFORMAÇÃO Desenvolva um momento de quietude Memorize as Escrituras Ouça os outros Registre a jornada Reúna-se com seu corpo Transforme o ego em altar.
  25. 25. Conclusão: Filipenses 3.12-14 12 Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. 13 Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, 14 Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.
  26. 26.  Fonte: Weaver, Joana. Tendo um Espírito como o de Maria. Ed CPAD:2007 Rio de Janeiro.pág 23-38

×