• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
CESACOPA in Rumo Magazine
 

CESACOPA in Rumo Magazine

on

  • 612 views

Anastácio Roque Gonçalves, winner of the AFIF 2012 Project Incubator Award shares his insights in Rumo Magazine

Anastácio Roque Gonçalves, winner of the AFIF 2012 Project Incubator Award shares his insights in Rumo Magazine

Statistics

Views

Total Views
612
Views on SlideShare
534
Embed Views
78

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 78

http://www.emrc.be 78

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    CESACOPA in Rumo Magazine CESACOPA in Rumo Magazine Document Transcript

    • , , , l~::;;;_ '- ANOl • NUMER09 _~ SETEMBRO 2012· 700 KWZ PORTUGAL €S,OO " I' ,J~~ll~~1111IJ~~I!lll!111111Irlllllrllil
    • It;CRESCER Cooperativa p~Q9b~r* (11I.0.:101'1111 CAFE QUE E NACIONAL E 80M Anastacio Roque Goncalves, da CESACOPA, e Idit Miller, managing director da EMRC International, promotora do evento o premia, de 15 mil dolarus, jii tem destinu? Com os lS mil d6lares de prernio vamos montar urn pequeno laborat6rio, que ten'!a funcao de controlar a qualidade do cafe que vai ser exportado. A rnais-valia e a seguinte a cooperativa, para exportar 0 cafe. passava por vanos intermedtanos para 0 poder processar (porque 0 cafe e colhido, seco num terreiro, depois vai para descasque ate chegarmos ao cafe cornercial), mas 0 cafe comercial tern de ser classificado antes de ir para exportacao. Este processo fazia com que a cooperativa pagasse mais de 30% do valor, que, assim, com este laboratono, se traduzira em mais 30% de lucro. Onde e eeme e qua se dasunvulve a cultura deste cafe? Que segredas encerra? A cultura do cafe Robusta e feita nas regioes de altitude mais elevada, clima tropical com muita chuva e mares de sombra. 0 cafe Robusta e produzido nas regioes dos Dembos- -Kibaxe, Uige, Kwanza Norte e Kwanza SuI. As tecnicas de cultivo utilizadas, na maiar parte dos casos, sac as tradicionais: limpeza e poda manuais, No entanto, na regiao da CESACOPA (Gabela/Amboim-Kwanza Sul), devido a existencia do projecto do INCA.com a assistencia tecnica do PROAGRO- Projecto de Desenvolvimento Agricola e Financeiro, foram introduzidas inovacoes, tais como a fertilizacao organica e a renovacao dos cafezais antigos com mudas melhoradas pelo Instituto Nacional do Cafe. o que faz duste 0 melhor cafe de Africa? A vanedade de cafe Robusta Amboim e um dos melhores cafes biol6gicos do mundo. Tern qualidades que sac apreciadas pelas torrefaccoes na preparacao das misturas, caractensticas unicas que the dao um valor acrescentado, bem cotado na Bolsa de Londres, em particular. ,. CAFE RDBUSTA AMBOIM NA ROTA DO SUCESSo -ANASTAclO ROQUE GONt;ALVES, 47 ANOS, Ii MEMBRO HONORARIO DA CESACOPA, COOPERATIVA QUE CONGREGA MAIS DE SEIS MIL FAMiLiAS DE CAFEICULTORES E QUE CONQUISTOU, NA HOLANDA, 0 PREMIO INTERNACIONAL DE PROJECTO INCUBADOR TEXTO DE PATRiCIA CAETANO m crianca sonhava construir pontes, hoje, aos 47 anos, e membro honorario da CESACOPA,cooperativa que congrega mais de seis mil familias de cafeicultores e que conquistou recentemente, na Holanda, 0 premio mternacional projecto Incubador. Depois de convencer 0 juri da Africa Finance Investment que financia projectos sustentaveis em Africa, Anastacio Roque Goncalves garante que so Ira parar quando vir 0 cafe biologico Robusta Amboim - urn dos rnelhores do mundo, ja cotado na Bolsa de Londres - na cadeia norte-americana de cafes Starbucks, ern Nova Iorque. E nao tern duvidas- 0 cafe e 0 neg6cio do futuro. o que representa a premia de projecta Incubadar atribuida pel a Africa Finance Investment para a CESACOPA(Centro de Servil;as de Apoia as Couperativas du Ambaim SCRL)? . Foi das melhores coisas que aconteceram 11 CESACOPA desde que foi fundada. A CESACOPAcongrega 101associacoes e 13cooperativas de produtores de cafe, tern 4917 associados, numa area coberta por mais de seis mil familias de cafeicultores. E 0 resultado de urn trabalho de-mats de cinco anos, iniciado com um projecto do Instituto Nacional do Cafe que visa 0 fomento da cafeicultura no Amboim, e e Setembro 2012 I ~mu
    • It;CRESCER Cooperativa pegar nas grandes empresas, sejam elas do sector petrolifera do ~Qctor indUQtri!ll OUdo QQctorrnin@o, l:lIQV!lI-IhQQ!lid~ de que temos pequenos produtores que nao conseguem vender ror~uenao tern rnercado: mas ~ue tern nestas tfan empresas clientes que podem absorver 0 que os pequenos produzem. em yez de irem bUScaImateria aEuropa OU aAt do Sul. Este e 0 nosso metier, 0 nosso grande objective- Iigar o menos favorecido (nao gosto de falar em pobres) ao grande. desenvolvendo negoctos sustentaveis. Que analise faz do empreendedorismo am Angola? Ha dias promovi um semlnarlo sobre elaboracao de planes de negocios, com 27participantes de diversos extractos, todos empreendedores. 0 nosso jovem empreendedor, se nao for formado, nao vai a lado nenhum. Entre 100 individuos, 32 sao novos empreendedores, mas "morrem" logo no ano seguinte, Porque e que tantos ficam pelo caminho? Porque nno tern urn plano de negocio, entram nos neg6cios sem perspectivas, nao sabem como e que 0 mere ado se comporta, nao tern ideia sequer de como se faz urn tluxo de caixa, como e 0 controlo das entradas e saidas. Temos jovens empreendedores que venderam 0 produto deles e dizem que tiveram lucro, mas nao contabilizaram 0 tempo gasto de casa ao local de venda, 0 dinheiro que pagaram ao taxista para ir para 0 ponto de venda ... aquilo que pensam que e 0 lucro, muitas vezes e 0 prejuizo. sente que ainda hili um longo caminha a parcorrer na questaD da fDrma-:iD, em Angola? Ha ainda muito caminho a percorrer, mas 0 nosso maior problema e dar as ferramentas necessarias para 0 empreendedor ter sucesso, pois nao basta ser empreendedor, pegar num negocio e vender na rua. E depois ternos urn grande desafio, porque a maior parte dos nossos empreendedores estao na rua, vendem em mercados de rua, e tira-los destes mercados informais e coloca-los em mercados formals e 0 nosso grande desafio. Este premiD, conquistadD na HDlanda, da um sa bar especial a cada chavena qua be be do cafe biolagicD da CESACDPA? Em que e que pensa? Eu penso 0 seguinte. imagine-me em Nova Torque,em Wall Street, a ver urn reclame na Starbucks (cornpanhia multinacional de cafes) a dizer: este cafe veio do Amboim ... [Risos] Esta e a minha ambicao e e para isto que irei lutar. E gosta mesmo de cafe? Gosto, muito. [Risos] Ja bebi de mais, agora estou mais moderado. S6 urn expresso de manha e outro as 151130. Deixei de fumar ha 2Sanos, so ficou 0 vicio do cafe, mas agora bebo apenas dots por dia, mas recomendo 0 cafe. Sabe que o cafe previne doencas cancengenas? Sabe que 0 cafe regula a circulacao do sangue, por isso recomendo 0 cafe, mas com moderacao. lRisosl«, Como olha para 0 futuro da CESACDPA? Em Angola, havera margem para outras emprasarios apostarem na produt;,:aode cafe biolagico nacional? Para 0 futuro, pretende-se produzir muito mais, para que sejam aumentados os voiumes, visando a certiflcacao intemacional e 0 mercado de preco justo. 0 maior mercado do ~fe Amboim e 0 europeu, principalmente Portugal e Espanha. Em Angola, SaG poucos os jovens que apostam na agricultura. A agricultura nao traz lucros imediatos, e necessaria muito trabalho e paclencla. Mas nao deixo de aconselhar os empreendedores angolanos, particularmente os [ovens, a apostarem na cafeicultura, que e 0 negocio do futuro. Que caracterlsticas fazem da si um bam empreendedor? Sou membro honorario da CESACOPAe trabalho para 0 Programa das Nacoes Unidas para 0 Desenvolvimento (PNUD) em Angola, ond.e sou coordenador do projecto Desenvolvendo Negocios Sustentaveis (DNS),urn programa orientado para os neg6cios que facilita as parcerias entre as empresas e os actores relevantes do sector publico e da sociedade civil, com vista a desenvolver e a empreender projectos de investimento comercialmente viaveis que tenham impacto positivo no desenvolvimento econ6mico local e na reducao da pobreza. De que forma nota, no terreno, esse impacto na redut;,:aoda pobreza? Nos, africanos, nao queremos ter a pobreza como algo impregnado em nos, a pobreza nao pode ser algo que nasceu connosco, e vai vlver connosco, e vai crescer connosco, e vai morrer connosco. 0 que pretendemos com este projecto e ROBUSTA AMBOIM E UM DDS MElHORES CAFES BIOlliGICOS DO MUNDO, BEM COTADO NA BOlSA DE lONDRES ANASTAclO ROgUE GON/fALVES MEMBRO OA CESACOPA eo Setembro 2012 I ~mo Veja fotogaleria da entrega do premio em It!tmtJli1blt"l