Your SlideShare is downloading. ×
Revista Web Review
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Revista Web Review

98
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
98
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Web Review *PC SIQUEIRA *MOLUSCONTOS *LA FÊNIXFama além do Youtube
  • 2. SUMÁRIOMOLUSCONTOS..............1MASPOXAVIDA...............2LA FÊNIX.....................3 Web Review
  • 3. ww MOLUSCONTOS - Produzo tudo sozinho. Convido amigos pra participar, mas eles nunca tem tempo. Tento manter o ritmo de um vídeo a cada 20 dias, mas como Moluscontos ainda é no amor, acabo priorizando que me dá retorno, por isso, às N as palavras do próprio criador, a defini- vezes demora um mês, 40 dias para sair um ção é a seguinte: “contos mirabolantes, conto novo. Tenho muita história ainda pra surreais e ilógicos, um grande apanha- gravar. Gostaria de lançar um Moluscontos por do de situações bizarras transferidas para um semana. Mas para isso, seria necessário viver micro cosmos de sexo, drogas e diversão. O disso - explica Ulisses. universo dos vinte e poucos anos”. Inicialmen- te um blog feito para aliviar o estresse do dia Apesar de focado em histórias de jovens, o a dia do ex-publicitário Ulisses Oliveira, as his- autor tem 38 anos. tórias absurdas do Moluscontos (moluscontos. com) ganharam visibilidade quando passaram - Meu público vai de 18 a 40 anos, recebo a ser contadas em formato emails do mundo áudio visual. todo, de bra- sileiros que se divertem com os vídeos. Achei que - Fui desanimando do blog fosse esbarrar escrito porque me sentia com alguns con- meio solitário ali, com servadores xiitas, aquelas histórias. Percebi mas nem rolou. uma certa “preguiça” na maioria das pessoas Fico feliz, pois vejo que agrada à maioria que para leitura. Foi quando resolvi gravar os víde- assiste. Os contos são retalhos do que vivo e os. Entrei em contato com uma galera para me vejo no mundo, adaptado ao meu micromundo, ajudar, queria fazer dramaturgia com os con- sem amarras ou censuras. São doses de desca- tos. Como ninguém retornou, vesti a máscara ralhamento com uma pitada de bom senso. e resolvi contar histórias para uma câmera - conta Ulisses. - Audiovisual seduz, a pessoa Fica a dúvida: se a identidade não é secreta, se projeta com mais facilidade nas situações pra quê a máscara? através desse formato. Não é mais fácil pro- duzir vídeo. Tenho muito trabalho de edição, - Porque sou tímido - explica ele. - A másca- toma um tempo danado. A produção é simples, focada no Mo- lusco, um sujeito vestindo uma másca- ra de lucha libre, que conta os causos mais insólitos direto para câmera, num carioquês repleto de gírias e tiradas engraçadas, embalado por uma trilha sonora caprichada. Títulos como “Ninfetaminas”, “Malditos arquitetos” e “A dura” dão ideia do conteúdo. Somados, os 15 contos gravados até hoje totalizam 700 mil visualizações. É um número alto, especialmente con- siderando-se que alguns deles chegam a ter 24 minutos, não é fácil segurar alguém na rede por tanto tempo.
  • 4. MASPOXAVIDA Segundo Gabriela Bianco, coordenadora da agência de mídias sociais Riot, ele faz sucesso justamente por não ser um galã. “É uma figura que poderia trabalhar ou estudar com você. As pessoas se identificam com isso.” Ilustrador desde os 15 anos, PC afirma nãoC hato, nerd, vesgo e boca-suja, como gostar de ser famoso — até evita sair para não ele mesmo se define, o paulistano Paulo encarar os fãs — e demorou para levar a sé- Cezar Goulart Siqueira, mais conhecido rio a “carreira” de vlogueiro. Após percebercomo PC Siqueira, não tem o perfil de uma ce- que os vídeos estavam tomando o tempo quelebridade comum. No entanto, ele é reconhe-cido nas ruas e abordado por fãs quandopasseia em shoppings no fim de semana.Tem mais seguidores no Twitter (467 000)do que a supermodelo Gisele Bündchen ea apresentadora Luciana Gimenez — jun-tas. Tudo isso por causa do sucesso do seuvlog (blog em vídeo) Mas Poxa Vida, quedesde sua criação, em fevereiro desteano, já teve cerca de 41 milhões de aces-sos e está semanalmente entre os vídeosmais vistos por brasileiros no YouTube.Sentado em frente à câmera, PC faz mor-dazes crônicas contemporâneas e abordatrês prosaicos temas por vídeo, comoseu constrangimento num elevador, notrânsito ou numa balada. Provocativo, jáleu a “Bíblia” com batatas fritas enfiadas nas antes era dedicado aos desenhos, ele decidiunarinas. “Sempre fui meio advogado do diabo. se aproveitar da ferramenta para fazer dinheiro, vendendo merchandising, pos- tando vídeos promocionais e tweets pa- gos. Com isso, passou de uma renda que variava de 2 000 a 5 000 reais para uma média de 20 000 reais mensais. Nesse montante, está incluso também o valor que recebe como colaborador da MTV, já que o Mas Poxa Vida é exibido em uma versão editada no programa “Co- média MTV” que vai ao ar às quartas, às 22h30. Sobre a contratação do vlogeiro, Raquel Afonso, gerente de programação da emissora, conta que PC foi relutante: “Na primeira conversa, ele não queria, mas insistimos e refizemos a proposta até termos o seu o.k.”. O vlog funciona como uma terapia para ele.Vou lá e toco na ferida. Não para sacanear, Vítima de brincadeiras das outras crianças pormas para incitar discussões”, justifica. Não são causa do seu estrabismo, PC foi alfabetizadosó essas brincadeiras que o fazem tão popular. em casa. Mais tarde, chegou a desenvolver
  • 5. LA FÊNIXL a Fênix é um grupo de vídeos que se auto classifica como Humor Alternativo, uma espécie de humor que mistura cenas carade pau, ação, insanidades, pegadinhas e si-tuações engraçadas que eles inventam. Origi-nalmente produzido para a internet e exibídosdesde 2004. O grupo nasceu da reunião dealguns amigos, entre eles Rody Dio, inspiradosem outros programas como o Jackass, DirtySanchez e Dudesons todos da MTV e Pegadi-nhas. O grupo faz sucesso na internet e seusvídeos acumulam mais de 50 Milhões de visua- dros temáticos, agora suas insanidades cos-lizações em suas contas no Youtube, Videolog e tumam estar dentro de algum contexto, comVimeo. histórias, tentando colocar um pouco maisO La Fênix nasceu em 2004, a data exata não de humor nos vídeos, mas sem perder o ladose sabe ao certo, porém o primeiro dia de insano. alguns dos quadros atuais são: – Frasesgravações foi 11 de setembro de 2004. Nessa & Ditados, onde eles encenam frases e dita-época o grupo filmava com uma máquina fo- dos populares como “de graça até injeção natográfica de 1.0 MegaPixel que o pai testa”, “quem com ferro fere, com ferro serádo Rody Dio havia acaba- do ferido”; – Culinária La Fênix, onde criam osde comprar. Ela filmava mais bizarros pratos e receitas como um mara-apenas 2 minutos no vilhoso piquenique com figado cru e patatotal, sendo 15 segun- de boi e um maravilhoso hambur-dos no máximo cada guer frito na tampa de umvídeo. Assim que bueiro; – Esportes LaRody Dio conse- Fênix, onde eleguiu seu primeiro criam novosemprego gastou esportes bi-quase todo seu zarros como oprimeiro salário Surf de Gela-comprando deira e o Frangouma máquina Boxe onde usamfotográfica frangos na mão aoque filma- invés de luvas. – Ova melhor Dorminhoco, que sãopara as gra- situações bizarras quevações do grupo, vestido de pijama e ur-passando a filmar até sinho de pelúcia dorme20 minutos e com uma ima- em vários lugares inapro-gem um pouco melhor. Praticamen- priados como dentro dote todos os finais de semana os amigos se ônibus, na fila de uma lan-reuniam para filmar suas brincadeiras insanas e chonete e até mesmo den-lançar em seu site. tro de um carro parado no sinal de trânsi- to; – La Fênix no Guinness, onde tentam criar ou bater recordes como oDepois do incedente do Youtube e com poucos de tomar 500 tiros de fogos de artifício; – 100vídeos na internet os amigos resolveram se Maneiras incomuns de não ter mais filhos, achoreunir e pensar como fariam a partir daquele que esse título é auto-explicativo. Entre outrosmomento, foi quando resolveram fazer qua- quadros que podem ser vistos pelo site.