Síndrome de ardência bucal

3,690 views
3,440 views

Published on

Apresntação de TCC UNIBAN

Published in: Education
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
  • Professora ea stou a procura de algum site com conteúdo, e acabo de encontrar, sou fã da estomatologia e tenho prentensão de segui-la como profissão, gostaria muito de manter contato com a senhor, meu email é binho.jobson @hotmail.com.

    Att, Jobson Ribeiro
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
3,690
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Síndrome de ardência bucal

  1. 1. OPÇÕES TERAPÊUTICAS PARA SÍNDROME DA ARDÊNCIA BUCALTrabalho de Conclusão de Curso<br />Aluna: Elizabeth Duque de Macedo<br />Orientadora: Prof. Dra. Dulce Cabelho Passarelli - Disciplina de Semiologia Uniban<br />Co- Orientador: Prof. Dr. Mário Sérgio Giorgi- Disciplina de Clínica Integrada Uniban<br />
  2. 2. O que é a síndrome da ardênciabucal?<br />A síndrome da ardência bucal (SAB) é um distúrbio sensitivo doloroso crônico caracterizado por sensação de ardor ou queimação na mucosa bucal, sem esta apresentar clinicamente lesão. A etiologia é desconhecida, porém acredita-se que seja multifatorial com envolvimento de fatores sistêmicos, locais e psicológicos.<br />
  3. 3. Acomete mais mulheres no período pós menopausa, porém há casos de pessoas com menor idade que apresentam sintomas da SAB. E em todos os estudos clínicos já realizados há envolvimento do fator psicológico, a ansiedade e depressão.<br />
  4. 4. Abordagem Homeopática para Tratamento da SAB<br />A anamnese homeopática torna-se o instrumento com o qual Cirurgião-Dentista aprofundará a história semiológica do paciente, buscando dados correlacionados com a sua queixa odontológica. A partir deste quadro sintomatológico e com o auxílio dos Repertórios Homeopáticos, dicionários de sinais e sintomas pode-se prescrever um medicamento adequado. (Jorge-Giorgi, 2006)<br />
  5. 5. O Por quê da Abordagem Homeopática<br />O CD desempenha o tratamento de forma padrão, enquanto o homeopata atua com o conceito de que a boca, por meio das manifestações orais, é o reflexo do todo.  Desta forma, conflitos interiores e psíquicos, como a alteração de humor e de personalidade, podem repercutir na cavidade oral. O tratamento homeopático é recomendado aos pacientes que apresentam, por exemplo, síndrome da ardência bucal, o ranger de dentes, a mania de roer as unhas etc. Giorgi (2008). <br />
  6. 6.
  7. 7.
  8. 8. Conclusão<br />Há diversas terapêuticas para a SAB, porém todas elas são paliativas. <br />De acordo com a literatura todos os casos que apresentam essa síndrome possuem algum tipo de transtorno psicológico, depressão e ansiedade.<br /> Nos estudos realizados a ansiedade apareceu em todos os casos diferentemente da depressão.<br />
  9. 9. ...<br />Diante desse fato venho reforçar a importância da homeopatia, pois a terapêutica visa à individualização e equilíbrio do indivíduo.<br />Quem chega apenas para cuidar dos dentes é levado a falar sobre a sua vida, saúde e relacionamento com as pessoas, relatando sinais e sintomas que o profissional homeopata saberá utilizar para prescrever os medicamentos que mais se assemelham àquele paciente.<br />
  10. 10.
  11. 11. Agradecimentos <br />
  12. 12. Referências<br />NERY, Fernanda Sampaio e col. Avaliação da ansiedade e depressão em pacientes da terceira idade e sua relação com a síndrome da ardência bucal. Rev.ci.med.biol, Salvador, v. 3, n.1, p. 20-29, jan/jun.2004<br />. BLACHMAN, Isaac Tobias; SALGADO, Caio Marcelo de Moraes; SILVA, Olga Maria Panhoca. A carência do nível sérico de lítio e a síndrome da boca ardente da observação da ação. Rev. Odontol. UNESP, São Paulo, 30(2): 271-275, 2001<br />SIQUEIRA, José Tadeu Tesseroli de; TURBINO, Carla Lacalle; NASRI, Cibele. Dor orofacial em pacientes com disfunção temporomandibular e secura bucal: Necessidade de diagnostico diferencial- discussão clinica. JBO- Jornal Brasileiro de Ortodontia & ortopedia Facial-vol 3 –nº 14.1998<br />SOARES, Maria Sueli Marques;LIMA, Julia Magalhães da Costa;PEREIRA, Suelen Cristina da Costa. Avaliação do fluxo salivar, xerostomia e condição psicológica em mulheres com síndrome da ardência bucal. Revista de odontologia UNESP.2008;37 (4):315-319<br />MAIDANA, Juliana Donato et al. A síndrome de ardência bucal e hipossialia. Revista FAC. Odontol. Univ. Passo Fundo 2005.v.10, n.1, p. 24-28, jan./jun.2005<br />
  13. 13. CHERCHIARI, Dafne Patrícia et al. Síndrome da boca ardente: etiologia. Revistabrasileira de otorrinolaringologia 2006v. 72 n.3: 419-24.<br />NASRI, Cibele et al. Estudo clinico sobre as características gerais dos pacientes com queixas de ardência bucal. JBA Jornal brasileiro de oclusão, ATM e dor orofacial, Curitiba, v.2, n8, p. 278-284,2002<br />TESE/ARAP, Astrid Marie Michaluate. Características odontológicas e prevalência da ardência em doentes com diabetes mellitus do tipo II, são Paulo, 2009<br />TESE/CAVALCANTI, Desirée. Síndrome de ardência bucal: estudo duplo cego cruzado placebo controlado da efetividade do acido alfa- lipóico sobre a sintomatologia e avaliação da função gustatória, São Paulo,2008<br /> TESE / FRÉO, Bianca. Estudo clinico da atividade da capsaicina em portadores da síndrome de ardência bucal, São Paulo,2008<br /> TESE AMENÁBAR, JOSÉ MIGUEL. Níveis de cortisol salivar, grau de estresse e de ansiedade em indivíduos com síndrome de ardência bucal. Porto Alegre,2006<br />BORAS, VanjaVucievic. Quantity of salivary immunoglobulin A, Lysozyme and Magnesium in Patients with Burning Mouth Syndrome and Xerostomia. ActaStomatol Croat,vol 35,br. 2, 2001<br /> BULJAN, Danijel et al. correlation between anxiety, depression and burning mouth syndrome. ActaClin Croat, v.47,nº 4, 2008<br />CAVALCANTI, Desireé Rosa et al. burning Mouth Syndrome: clinical Profile of Brazilian Patients and oral Carriage of Candida Species. Braz Dent J v. 18 n. 4 p. 341-345,2007<br />
  14. 14. TAEBUNPAKUL, Patrayu et al. Folate Levels in Burning Tongue. Acta Stomatol Croat. 2007;41(3):233-240.GRUSHKA, Miriam et al. Burning Mouth Syndrome, American Family Physician, February 15, 2002 / v. 65, n. 4 , disponível: www.aafp.org/afpKAPCZINSKI, Flávio et al. Tratamento farmacológico do transtorno bipolar: as evidencias de ensaios clínicos. Revista Psiquiatria Clínica. 32, supl.1 ; 34-38, 2005.ANVISA, Agência Nacional de Vigilância sanitária. Ministério da Saúde, http://www.icc-br.org/art/a172.pdf  acesso em 14/10/09).JORGE-GIORGI, J.S. - Projeto para aprovação da Homeopatia Habilitação em Odontologia – CROSP Disponível em: (http://www.crosp.org.br/FORUMTC/2006/Homeopatia.pdf. Acesso em 14/10/09GIORGI, M. S.; Guia de Atendimento Homeopático; Editora Aurea, SP, 2008. PIROLO, E.; Constituição e Homeopatia. Cultura Homeopática; V. 3; Nº 6; JAN-FEV-MAR; 2004.SCULLY, Crispian et al. Atlas Colorido de Doenças da Boca- Diagnóstico e Tratamento; Editora Revinter,1996, 2ª edição.<br />

×