Your SlideShare is downloading. ×
Web dócil para jornalistas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Web dócil para jornalistas

973
views

Published on

oficina ministrada para estudantes de jornalismo da Unifor durante as férias de 2012-1

oficina ministrada para estudantes de jornalismo da Unifor durante as férias de 2012-1

Published in: Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
973
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Web dócil para jornalistas Oficina de férias Aula 1 Profª Adriana Santiago Unifor -2012
  • 2. O Delimitação das terminologias. O jornalismo na Web
  • 3. Evolução
  • 4. Wejornalismo de primeira geraçãoO Num primeiro momento, os produtos oferecidos eram reproduções de partes dos grandes jornais impressos, que passavam a ocupar o espaço na Internet.O O chamado, então, de jornal online na web não passava da transposição de uma ou duas das principais matérias de algumas editorias. Este parco material era atualizado a cada 24 horas, de acordo com o fechamento das edições do impresso.O Alguns jornais colocavam as revistas semanais (domingueira)O Os produtos desta fase, em sua maioria, são simplesmente cópias para a web do conteúdo de jornais existentes no papel. A rotina de produção de notícias é totalmente atrelada ao modelo estabelecido nos jornais impressos.
  • 5. Webjornalismo de segunda geraçãoO Nesta fase, o jornal impresso é utilizado como metáfora para a elaboração das interfaces dos produtos.O Ao mesmo tempo em que se ancoram no modelo do jornal impresso, as publicações para a web começam a explorar as potencialidades do novo ambiente, tais como links com chamadas para notícias de fatos que acontecem no período entre as edições; o e-mail passa a ser utilizado como uma possibilidade de comunicação entre jornalista e leitor ou entre os leitores, através de fóruns de debates; a elaboração das notícias passa a explorar os recursos oferecidos pelo hipertexto; surge as seções „últimas notícias’ no impresso.O A tendência, salvo exceções, ainda é a existência de produtos vinculados não só ao modelo do jornal impresso enquanto produto, mas também às empresas jornalísticas cuja credibilidade e rentabilidade estavam associadas ao jornalismo impresso.
  • 6. Web 3.0 - Semântica
  • 7. Webjornalismo de terceira geraçãoO O cenário começa a modificar-se com o surgimento de iniciativas tanto empresariais quanto editoriais destinadas exclusivamente para a Internet. São sites jornalísticos que extrapolam a ideia de uma versão para a web de um jornal impresso já existente.O Neste estágio, entre outras possibilidades, os produtos jornalísticos apresentam: O recursos em multimídia, como sons e animações, que enriquecem a narrativa jornalística; O recursos de interatividade, como chats com a participação de personalidades públicas, enquetes, fóruns de discussões; O Customização - apresentam opções para a configuração do produto de acordo com interesses pessoais de cada leitor/usuário; O a utilização do hipertexto não apenas como um recurso de organização das informações da edição, mas também como uma possibilidade na narrativa jornalística de fatos; O atualização contínua no webjornal e não apenas na seção „últimas notícias‟.
  • 8. Características do webjornalismo INTERATIVIDAD E ATUALIZAÇÃO HIPERTEXTUALID CONTÍNUA ADE MULTIMIDIALIDA MEMÓRIA DE PERSONALIZA ÇÃO
  • 9. Diferenças entre o jornalismo online e off-lineO Há um processo de convergência em curso entre: O Produção jornalística convencional e na Web; O Profissionais e pessoas sem formação técnica em jornalismo.
  • 10. Diferenças entre o jornalismo online e off-line
  • 11. Diferenças entre o jornalismo online e off-lineO A grande diferença entre o jornalismo convencional e o online não está nas redações, mas fora delas; O O jornalismo na Web manteve a preocupação do jornalismo convencional com a ética, objetividade e credibilidade; O Contexto do jornalismo online – Novo conceito de notícia / multimídia / produção colaborativa. 14
  • 12. Participação do público na produção informativaO Grande diferencial da nova ecologia informativa;O Questão complexa e polêmica;O Estudos e debate em salas de aula sobre participação do público na produção de notícias;O Mudança de paradigmas em matéria de relacionamento com superiores hierárquicos nas redações.
  • 13. Novas habilidades criadas pela participação do público 1. Administrar comentários e sugestões do público; 2. O público como parceiro e colaborador; 3. Conselheiro e tutor de leitores, ouvintes, telespectadores e internautas; 4. Promotor da formação de redes informativas
  • 14. Novos adjetivos para a função jornalísticaO Jornalismo CidadãoO Jornalismo MóvelO Jornalismo ParticipativoO Jornalismo CívicoO Jornalismo em RedeO Jornalismo amador
  • 15. O mundo da participação e da colaboraçãoO BlogsO Plataforma 2.0O Equipamentos acessíveisO Plataformas amigáveisO Formador de opiniãoO Pólo de emissãoO Ações colaborativas
  • 16. Amadores / hard news; 19
  • 17. Participação do público na produção informativaO Amadores -> hard news;O Profissionais -> investigação e contextualização.
  • 18. Enfoque multi, inter e transdisciplinar do jornalismo online• O jornalismo não é uma disciplina isolada das demais disciplinas. Não está nem acima e nem abaixo delas I) Jornalismo investigativo - estatística/matemática/ ciências da computação; II) Redes informativas – sociologia / antropologia; III) Administração de comentários de leitores – psicologia /pedagogia; IV)Weblogs – design / informática; V) Multimídia – computação / ergonomia /semiótica
  • 19. Enfoque multi, inter e transdisciplinar do jornalismo online O Multidisciplinaridade– Uso de técnicas e métodos de outras disciplinas; O Interdisciplinaridade – Uso interativo de conhecimentos de outras disciplinas para resolver um problema O - Transdisciplinaridade – Disciplinas interagem e produzem um novo conhecimento.
  • 20. Tarefinha Rupturas e continuidades!O Olhe nos sites, anote e aponte oralmente características de webjornalismo e diferenças do jornalismo off-line:O http://g1.globo.com/ceara/O http://www.jangadeiroonline.com.br/O http://diariodonordeste.globo.com/O http://www.opovo.com.br/O http://www.cnews.com.br/
  • 21. Web dócil para jornalistas Oficina de férias Aula 2 Profª Adriana Santiago Unifor -2012
  • 22. Como você se organiza?
  • 23. Mundo planoO Ligação on-line da cadeia produtiva O Rapidez O Redução de custos O Aumento da concorrência O Excesso de oferta para consumo O Economia da atenção
  • 24. O problema é comoorganizar toda essainformação potencial.Para cadaindivíduo, diferentesblogs serão de Como colecionar seusinteresse. endereços? Além disso, muitos blogs são criados e logo deixam de ser atualizados por seus autores.
  • 25. Superabundância de informaçõesAs informações quando organizadas de maneira apropriada são libertadoras e não opressivas. Vivemos hoje numa economia da atenção O Curadores O Digg O Del.ici.o.us O Viral Video Chart
  • 26. Superabundância de informaçõesO Agregadores/ leitores RSS (Really Simple Syndication) O no computador O RSS Owl O FeedReader O Firefox O Thuderbird O on-line O PageFlakes O Bloglines O Netvibes O GoogleReader.
  • 27. Os RSS são “feeds”(alimentadores) que servem paradescrever estruturas e conteúdosde páginas na web, permitindo aousuário coletar informações dediferentes blogs e sites e agregartodo este conteúdo em uma sótela, sabendo de antemão o quefoi ou não atualizado em cadablog ou site de seu interesse.
  • 28. Esses “feeds” sãocolecionados na forma deuma lista, usando-se paraisso um programa(Agregador de RSS) quepode ser baixado einstalado em seucomputador ou - aindamelhor - recorrendo-se aum serviço de agregaçãodisponível na Internet, quepode ser utilizado a partirde qualquer computadorconectado.
  • 29. À medida que os blogs esites que você agrega àsua lista vão sendoatualizados, o agregadormostra a você os títulose as primeiras linhas decada postagem,permitindo que vocêsomente abra aquelasque realmenteinteressam, naquelemomento.
  • 30. Trata-se de sites nos quais a pessoa se Dois exemplos de agregadores RSS registra e pode então disponíveis na Internet são o Bloglines criar listas de blogs e sites de seu interesse.• http://www.bloglines.com Ambos são gratuitos e• http://reader.google.com atualmente disputam as preferências dos internautas. Qual é o melhor? Os recursos são muito semelhantes. Experimente os dois e decida por qual vai optar.
  • 31. http://google.com/reader
  • 32. Google e Facebook dominam internet nos EUA em 2011O Veja a matéria e a tabela no portal R7 http://noticias.r7.com/tecnologia-e- ciencia/noticias/google-e-facebook- dominam-internet-nos-eua-em-2011- 20111230.html
  • 33. BuscadoresO Search Engine Marketing O Marketing de Otimização em Buscadores são as estratégias de Marketing via Ferramenta de Busca. Ele é baseado na palavra-chave. O Busca natural O Links patrocinados
  • 34. Agilizando uma busca na Web O É preciso procurar em uma maior base de dados e em menos tempo possível, porque o tempo cada vez se torna mais nosso inimigo. O Existem os buscadores: O AltaVista: http://www.altavista.com/ O Ask Jeeves: http://www.ask.com/ O Bing: http://www.bing.com O Cuil: http://www.cuil.com O Exalead: http://www.exalead.com/search O Excite: http://www.excite.com/ O Google: http://www.google.com O Lycos: http://www.lycos.com/ O MSN: http://www.msn.com/ O Teoma: http://teoma.com/ O WebCrawler: http://webcrawler.com/ O Yahoo: http://www.yahoo.com
  • 35. Agilizando uma busca na Web O E os metabuscadores: O Copernic: http://www.copernic.com/ (para download) O Dogpile: http://www.dogpile.com/ O Info.com: http://www.info.com/ O Ixquick: http://www.ixquick.com/ O Mamma.com: http://www.mamma.com/ O MetaCrawler: http://www.metacrawler.com/ O MonsterCrawler: http://monstercrawler.com/ O Search: http://www.search.com/ O StartingPoint: http://www.stpt.com/ O Colossus: http://www.searchenginecolossus.com/ (Di retório de buscadores)
  • 36. A melhor busca não é a que oferece mais resultadosO Os chamados “métodos de filtragem” são apenas técnicas de pesquisa com o uso de operadores.O Os operadores lógicos permitem combinar os termos de busca de acordo com nossas necessidades. A combinação de palavras ou frases permite obter resultados mais exatos.O Na busca inicial do Google, podemos fazer pesquisas extensas com o rastreio eficiente de informação solta, em bases acadêmicas, em arquivos de jornais e até em livros. É possível ainda procurar por formato, recorte de domínios e com técnicas leitura de links
  • 37. Agilizando a buscaO No uso da Web, os operadores booleanos AND (+) e NOT (-) são os operadores de restrição (para obter um menor número de resultados), enquanto o OR é um operador de expansão (trazendo um número maior de resultados).O Esses elementos facilitam a busca, ligando termos de pesquisa e definindo a relação entre eles. O 1- O operador AND (ou “e”) localiza os registros que contêm todos os termos de busca especificados. A mesma função (e mais utilizada de todas) é cumprida pelo operador SOMA (+), ou seja, o sinal + O 2- O operador OR localiza registros que contenham qualquer um ou todos os termos especificados. O 3- O operador NOT, representado pelo sinal (-), localiza os registros que contêm um ou vários termos, mas excluindo outros. O 4- O operador ASPAS encontra páginas que contenham a frase exata escrita e incluída dentro delas.
  • 38. Web dócil para jornalistas Oficina de férias Aula 3 Profª Adriana Santiago Unifor -2012
  • 39. Como escrever para web? Segundo Nielsen,o tempo que o usuário utiliza para procurar algo numa página é de 26 segundos
  • 40. Você tem 26 segundos para me seduzir!
  • 41. Em ambientes digitais O tempo e o espaço são “reduzidos”
  • 42. O que você faz quandoTem pouco tempo e espaço?
  • 43. O que você faz quandotem pouco tempo e espaço?
  • 44. O que você faz quandotem pouco tempo e espaço?
  • 45. O que você faz quandotem pouco tempo e espaço?
  • 46. Principais parceiros >> Webdesigner >> Desenvolvedor>> Arquiteto da Informação>> Analista de Usabilidade São eles que irão dar a cara e o comportamento do seu conteúdo
  • 47. Edição de TextosProdução Webwriting
  • 48. Os três princípios da usabilidadeO Nielsen recomenda escrever de modo objetivo, tentando ser criativo e persuasivo, destacando os pontos principais e conduzindo o leitor O OBJETIVIDADE O VISIBILIDADE O NAVEGABILIDADE
  • 49. Características do webjornalismo INTERATIVIDAD E ATUALIZAÇÃO HIPERTEXTUALID CONTÍNUA ADE MULTIMIDIALIDA MEMÓRIA DE PERSONALIZA ÇÃO
  • 50. OBJETIVIDADEO Ir direto ao pontoO Preferencialmente textos curtosO Não reprima seu textoO Se a informação pedir, use outros recursos: O Links O Podcasts O Galerias O Apresentações O Mapas O Videos O Infografias
  • 51. Corte sem pena!!
  • 52. OBJETIVIDADEO Trabalhe uma ideia a cada parágrafoO (se o raciocínio for longo, desdobre em mais de um parágrafo) O Planeje, fragmente, fracione, divida o conteúdo O em páginas, links, áreas, seções, etc O Objetividade é dar a informação completaO Como fazer isso depende do seu planejamentoe da sua criatividade
  • 53. Content ChunksO Blocos de conteúdos para facilitar a leitura e evitar excesso de informação O Coloque ideias diferentes em blocos de texto diferentes
  • 54. Pense o conteúdo em camadas
  • 55. VISIBILIDADEO Guidelines - para o usuário perceber o seu conteúdoO Blocos de conteúdos para facilitar a leiturae evitar excesso de informaçãoO Coloque ideias diferentes em blocos de texto diferentes
  • 56. Texto função visualO Dê destaque às informações mais importantesO Em mídias digitais, o texto também tem uma função visual
  • 57. VISIBILIDADE Promova interação com o conteúdo Se precisar, seja “redundanteO Essa imagem é do Museu da História do ComputadorO http://www.computerhistor y.org/highlights/stevejobs/
  • 58. NAVEGABILIDADEO Imagine-se com um guia turísticoO Primeiro, capture a atenção e o interesse do usuárioO Depois, dê a ele opções de saber mais dudasantanna.com.br
  • 59. NAVEGABILIDADEO Evite excesso de links O Evite links para sites externos O Use textos que sejam autoexplicativos O Utilizar títulos de links que sejam auto- explicativos, com informações suficientes sobre o conteúdo apontado. O Apontar exatamente para o conteúdo descrito no link. O Não usar expressões como “Clique aqui”.
  • 60. NAVEGABILIDADE
  • 61. Outras dicasO Perceba reações da audiência fazendo mudanças no conteúdoO Data Visualization : O http://fernandoribeiro.eti.br/2010/09/07/da vid-mccandless-the-beauty-of-data- visualization/ O http://www.ted.com/talks/jonathan_harris_ tells_the_web_s_secret_stories.html
  • 62. Atenção para Ortografia e RevisãoO Evite a Voz Passiva: O Ex: “O formulário deve ser preenchido”O Prefira a Voz Ativa O Ex: “Preencha o formulário.”O Use tempos verbais simples: : O Infinitivo O Presente do indicativo O Pretérito perfeito O Ex: “O objetivo é fazer com que você possa...”O Evite jargões, teasers e trocadilhosO Use as palavras que os usuários estão acostumados
  • 63. Valorize a interaçãoO Promova interação com o conteúdoO Converse com o usuárioO Pergunte sua opiniãoO Promova a avaliação do conteúdoO Reviews de usuáriosO Recomendações de usuários ajudam o conteúdo a servir de referência
  • 64. - Pense como ele (redes sociais, msn, sites e blogs similares, comentários, etc...)ÉPOCA – Qual o ISTOÉ - Como VEJA - Como fazersegredo do sucesso explica o sucesso para se manter emdos seus livros entre dos seus livros? sintonia com osas adolescentes? jovens de hoje? Eu costumo conversar Eu simplesmenteAcredito que haja grande com os adolescentes: tento escrever doidentificação com minhas eu tenho amigos jeito que falo. Utilizeiheroínas porque são jovens e, no meumeninas absolutamente lembranças da site, há espaço paracomuns, mas que vivem minha que os leitores deixemcircunstâncias adolescência, dos mensagens, relatemextraordinárias. E elas diários que escreviareagem ao que lhes seus problemas. e dos meus sonhosacontece exatamente e desejos da época.como eu ou vocêreagiríamos.
  • 65. Linguagem do públicoO Fale a linguagem do seu públicoO Escritores de sucesso focam em seu públicoO Na dúvida, use o tom semi- formalO Procure perceber cruzamentos de informações O “Esse assunto se assemelha com que outros e em que páginas?”O Use um tratamento PESSOALO Use sempre a MESMA forma de tratamentoO Economize palavras O Se você pode dizer algo em duas palavras, não use três
  • 66. Web dócil para jornalistas Oficina de férias Aula 4 Profª Adriana Santiago Unifor -2012
  • 67. Hora da multimídia!O As ferramentas mais utilizadas hoje são: O Mapas O Vídeo O Entrevista O Documentário O Micro-jornal O Podcasts O Apresentação de fotos
  • 68. Bons usos de multimídia no jornalismoO http://www.nytimes.com/pages/multimedia /index.htmlO http://www.nytimes.com/interactive/2010/0 7/02/sports/soccer/facebook- worldcup.html?scp=5&sq=facebook&st=cs eO http://www.nytimes.com/slideshow/2010/0 9/14/world/asia/20100914_PSTAN-4.html
  • 69. Para que servem infografias e mapasO Fornecem uma maneira fácil e rápida de entender a história.O Permitem detalhar informações pertinentes ao local rapidamenteO Os mapas podem ser criados com muita facilidade, e acrescentados com relativa facilidade por não-jornalistasO Mapas utilizam dados estruturados, tornando-os uma forma muito útil para apresentar os dados, tais como tabelas de escolas, estatísticas sobre a criminalidade ou os preços da gasolinaO Podem ser automatizado, com resposta em tempo real
  • 70. MapasO http://www.washingtonpost.com/wp- srv/politics/interactives/campaign08/electi on/uscounties.htmlO http://projects.nytimes.com/census/2010/e xplorerO http://www.wikicrimes.org/main.htmlO http://wikimapps.com/O http://labs.aljazeera.net/warongaza/
  • 71. Podcast
  • 72. Apresentação de fotografias
  • 73. Web dócil para jornalistas Oficina de férias Aula 5 Profª Adriana Santiago Unifor -2012
  • 74. Escolher o tipo e o nome do blog?
  • 75. Hora de postarO Vamos postar nossos textos sobre o curso, com o vídeo das entrevistas editadas e foto geral, resguardando os valores da pirâmide invertidaO Vamos postar o texto sobre tecnologia pesquisada através das ferramentas de buscar rápida e alertas do google.O Vamos postar uma matéria de serviço utilizando um mapa e pesquisa rápida,O Vamos criar um programa de podcast onde colocaremos nossa avaliação sobre a oficina.