DESMATAMENTO E  DEGRADAÇÃO DO SOLO Erosão localizada na bacia do Apa/ fevereiro de 2007
<ul><li>Grave problema mundial, com conseqüências ambientais, sociais e econômicas significativas. </li></ul><ul><li>O sol...
O desmatamento é o principal fator relacionado à degradação da maioria dos solos.  Solo e cobertura vegetal  devem, pois, ...
Desmatamento e Degradação do solo Não apenas matas, mas  gramíneas  (capins),  arbustos e outros tipos de cobertura vegeta...
Desmatamento e Degradação do solo A supressão da vegetação nativa é o principal fator relacionado à degradação da maioria ...
Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Poluição; </li></ul>São provocados ou agravados  por atividades humanas, como: -...
Desmatamento e Degradação do solo O desmatamento no Brasil começou com a chegada dos portugueses,  que iniciaram a explora...
Desmatamento e Degradação do solo Hoje, o avanço de áreas desmatadas/ degradadas na Floresta Amazônica e no Cerrado são pr...
Desmatamento e Degradação do solo O desmatamento ocorre: para o plantio, criação de gado, indústria, expansão urbana etc;
Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Para a comercialização da madeira; </li></ul>
Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Para a construção de moradias, rodovias;  </li></ul><ul><li>Devido a  queimadas ...
Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Contribui para o rebaixamento do lençol freático, esgotamento das fontes naturai...
Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Interfere na fauna (perda de habitats, desequilíbrio da teia alimentar); </li></...
Desmatamento e Degradação do solo O desmatamento contribui para a poluição da água, do ar, formação de chuvas ácidas e o e...
Desmatamento e Degradação do solo Medidas para proteger o solo: terraceamento, conservação de restos de cultura na superfí...
Desmatamento e Degradação do solo O uso do solo e a recuperação de áreas degradadas devem ser feitos considerando-se a bac...
As medidas de  prevenção de degradação do solo e da água devem ser adotadas por todos, para garantir maior eficiência, e p...
<ul><li>Pesquisa bibliográfica e edição desta apresentação feita por </li></ul><ul><li>Simone Alves da Cunha </li></ul><ul...
<ul><li>Synara Broch  – Especialista em Recursos Hídricos / ABRH  </li></ul><ul><li>Paulo Robson de Souza  – Prof. de Prát...
<ul><li>Paulo Robson de Souza – Biólogo (Coordenação Geral) </li></ul><ul><li>Synara Broch – Especialista em Recursos Hídr...
    CIDEMA  SEMAC - MS  SED - MS  IBAMA - MS  REDE AGUAPÉ  EMBRAPA WWF Brasil ECOA – Ecologia e Ação REDE DE SEMENTES DO P...
  Prefeituras / Secretarias de Educação e de Meio Ambiente dos municípios brasileiros da Bacia:  Antônio João, Bela Vista,...
www.redeaguape.org.br/penaagua E-mail: penaagua@gmail.com (coordenações) paulorobson.souza@gmail.com (coordenação geral) T...
Atenção  Esta apresentação foi preparada exclusivamente para uso em sala de aula.  O projeto  Pé na Água  não detém o dire...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Desmatamento Degradacao Solo

7,786

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,786
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
124
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Desmatamento Degradacao Solo

  1. 1. DESMATAMENTO E DEGRADAÇÃO DO SOLO Erosão localizada na bacia do Apa/ fevereiro de 2007
  2. 2. <ul><li>Grave problema mundial, com conseqüências ambientais, sociais e econômicas significativas. </li></ul><ul><li>O solo é vivo devido à grande quantidade de microorganismos e pequenos invertebrados que vivem nele. Formado pela decomposição de rochas e matéria orgânica, leva milhares de anos para se formar. </li></ul>Início da formação de erosão em uma das nascentes do rio Apa <ul><li>A conservação do solo tem grande importância, pois dele retiramos água, alimento e onde são desenvolvidas todas as atividades humanas. E apesar disso sua degradação tem sido rápida e tem aumentado nas últimas décadas; </li></ul>
  3. 3. O desmatamento é o principal fator relacionado à degradação da maioria dos solos. Solo e cobertura vegetal devem, pois, ser considerados no planejamento da ocupação humana visando à conservação ambiental. Início de erosão devido ao pisoteio pelo gado na Cabeceira do Apa
  4. 4. Desmatamento e Degradação do solo Não apenas matas, mas gramíneas (capins), arbustos e outros tipos de cobertura vegetal contribuem para a conservação dos solos. No caso dos solos hidromórficos, por exemplo (encontrados em brejos e nascentes), ciperáceas costumam predominar na vegetação, como o piri-piri. Cada tipo de solo possui cobertura vegetal típica, adequada à sua conservação. Uma pequena “quaresmeira” (melastomatácea) em meio a ciperáceas, na nascente Estrelita (rio Apa)
  5. 5. Desmatamento e Degradação do solo A supressão da vegetação nativa é o principal fator relacionado à degradação da maioria dos solos. Solo e cobertura vegetal (não apenas as matas) devem, pois, ser considerados conjuntamente no planejamento da ocupação humana visando à conservação ambiental.
  6. 6. Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Poluição; </li></ul>São provocados ou agravados por atividades humanas, como: - Práticas agrícolas e florestais inadequadas; - Ocupação inadequada do solo (transgressão à legislação ambiental e desrespeito às aptidões agrícolas); - Atividades industriais, turismo, expansão urbana e industrial desordenados .
  7. 7. Desmatamento e Degradação do solo O desmatamento no Brasil começou com a chegada dos portugueses, que iniciaram a exploração da Mata Atlântica, interessados no lucro com a venda do pau-brasil na Europa.
  8. 8. Desmatamento e Degradação do solo Hoje, o avanço de áreas desmatadas/ degradadas na Floresta Amazônica e no Cerrado são preocupantes, e a Mata Atlântica praticamente desapareceu, como nota-se na figura acima.
  9. 9. Desmatamento e Degradação do solo O desmatamento ocorre: para o plantio, criação de gado, indústria, expansão urbana etc;
  10. 10. Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Para a comercialização da madeira; </li></ul>
  11. 11. Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Para a construção de moradias, rodovias; </li></ul><ul><li>Devido a queimadas e incêndios florestais. </li></ul>
  12. 12. Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Contribui para o rebaixamento do lençol freático, esgotamento das fontes naturais de água, prejudicando o abastecimento, e </li></ul><ul><li>Aumenta a erosão (o solo fica sem a proteção da vegetação); </li></ul>
  13. 13. Desmatamento e Degradação do solo <ul><li>Interfere na fauna (perda de habitats, desequilíbrio da teia alimentar); </li></ul><ul><li>Destrói espécies da flora; </li></ul><ul><li>Interfere na dinâmica dos ecossistemas, eliminando processos às vezes desconhecidos; </li></ul><ul><li>Prejudica serviços ambientais fundamentais (p.ex., elimina polinizadores e dispersores de sementes). </li></ul>
  14. 14. Desmatamento e Degradação do solo O desmatamento contribui para a poluição da água, do ar, formação de chuvas ácidas e o efeito estufa;
  15. 15. Desmatamento e Degradação do solo Medidas para proteger o solo: terraceamento, conservação de restos de cultura na superfície do solo, plantio em consórcio, evitar o uso de agrotóxicos, construção de cercas nas nascentes, controle do fogo, etc.
  16. 16. Desmatamento e Degradação do solo O uso do solo e a recuperação de áreas degradadas devem ser feitos considerando-se a bacia hidrográfica, ou seja, ela deve ser a unidade de planejamento. Bacia Hidrográfica do Rio Paraguai: todos os rios da bacia drenam para o rio Paraguai (principal). Fonte: WWF - Brasil
  17. 17. As medidas de prevenção de degradação do solo e da água devem ser adotadas por todos, para garantir maior eficiência, e proporcionar um ambiente mais saudável e produtivo para a atual e as futuras gerações. Foz do rio Perdido – Parque Mun. Cachoeira do Apa
  18. 18. <ul><li>Pesquisa bibliográfica e edição desta apresentação feita por </li></ul><ul><li>Simone Alves da Cunha </li></ul><ul><li>estagiária da disciplina de Prática de Ensino de Biologia/2007 da UFMS, como atividade curricular e para o projeto </li></ul><ul><li>Pé na Água </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Synara Broch – Especialista em Recursos Hídricos / ABRH </li></ul><ul><li>Paulo Robson de Souza – Prof. de Prática de Ensino de Biologia / UFMS </li></ul><ul><li>Elisabeth Arndt – Especialista em Recursos Hídricos / SEMAC-MS </li></ul><ul><li>Yara Medeiros – Jornalista </li></ul><ul><li>Allison Ishy – Jornalista </li></ul>Projeto Pé na Água Concepção Em atendimento ao Edital CT-HIDRO/MCT/CNPq nº 15/2005
  20. 20. <ul><li>Paulo Robson de Souza – Biólogo (Coordenação Geral) </li></ul><ul><li>Synara Broch – Especialista em Recursos Hídricos (Coordenação Técnica) </li></ul><ul><li>Yara Medeiros – Jornalista (Coordenação de Comunicação) </li></ul><ul><li>Elidiene Priscila Seleme – Bióloga (Bolsista CNPq, Coordenação das oficinas, organização do CD-ROM) </li></ul><ul><li>Ana Claudia Delgado Bastos Braga – Engenheira Sanitarista (Bolsista CNPq, pesquisa) </li></ul><ul><li>Allison Ishy – Jornalista (Organização da cartilha) </li></ul><ul><li>Diego Correia – Cientista Social (Bolsista CNPq, pesquisa) </li></ul><ul><li>Elisabeth Arndt – Engenheira Agrícola/ Especialista em Recursos Hídricos (organização do CD-ROM) </li></ul><ul><li>Vali Joana Pott – Botânica (levantamento florístico / colaboração </li></ul><ul><li>Angela Sartori – Botânica (palestra sobre Chaco / colaboração) </li></ul><ul><li>Lidimila Tadei, Lucas Pestana, Natasha Penatti, Simone Alves da Cunha – bolsistas de extensão UFMS 2007 </li></ul><ul><li>Paulo Moska – ilustrador </li></ul><ul><li>Marcelo dos Santos – design e programação do CD-ROM </li></ul><ul><li>Karina Rébulla Laitart, Flávia Acceturi, Luis Eduardo Lescano, Gabriel Delgado – coletas botânicas e apoio logístico / colaboração </li></ul><ul><li>Estagiários de Prática de Ensino de Biologia UFMS 2007 </li></ul>Realização (equipe técnica)
  21. 21.     CIDEMA SEMAC - MS SED - MS IBAMA - MS REDE AGUAPÉ EMBRAPA WWF Brasil ECOA – Ecologia e Ação REDE DE SEMENTES DO PANTANAL Autores dos capítulos do livro Pé na Água Parceiros
  22. 22.   Prefeituras / Secretarias de Educação e de Meio Ambiente dos municípios brasileiros da Bacia: Antônio João, Bela Vista, Bonito, Caracol, Jardim, Ponta Porã e Porto Murtinho Marinha do Brasil – Porto Murtinho Rádios e ONGs locais Professores(as) das oficinas realizadas nos sete municípios Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis Parceiros / apoio local Apoio
  23. 23. www.redeaguape.org.br/penaagua E-mail: penaagua@gmail.com (coordenações) paulorobson.souza@gmail.com (coordenação geral) Telefone: (67) 3345 7329 (UFMS) 9218 4853 (Yara) Laboratório de Prática de Ensino de Biologia Departamento de Biologia Centro de Ciências Biológicas e de Saúde Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campus Universitário, s/n. Caixa Postal: 549 CEP: 79070-900 Contatos
  24. 24. Atenção Esta apresentação foi preparada exclusivamente para uso em sala de aula. O projeto Pé na Água não detém o direito de utilização de mapas, ilustrações e fotografias utilizadas nesta apresentação, obtidas na internet, exceto as produzidas pela própria equipe do projeto. Para sua utilização em outros materiais ou veiculação em qualquer meio (eletrônico ou impresso), os autores ou os detentores dos direitos autorais devem ser formalmente consultados pelo(a) interessado(a).
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×