Your SlideShare is downloading. ×
Viagens De Metro Na Minha Terra
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Viagens De Metro Na Minha Terra

777

Published on

o metro do Porto

o metro do Porto

Published in: Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
777
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. No âmbito do módulo CLC (Cultura Língua e Comunicação) a professora Raquel propôs que abordássemos a vertente urbanismo e mobilidade. Partimos no metro e realizamos os seguintes trajectos: Porto-Póvoa de Varzim, Porto-Matosinhos, Matosinhos-Maia
    Porto-Vila Nova de Gaia e para finalizar
    Porto-Porto. Todos os percursos tinham por meta as Câmaras desses concelhos.
    Viagens de metro na minha terra
    Turma EFA
  • 2. Começamos pela Póvoa, foi uma viagem que trouxe à minha memória lembranças passadas, recordações de imigrante.
    O conforto é inegável, não se ouve o ensurdecedor guinchar das rodas mas tenho a sensação de viajar de comboio.
    Depois de falarmos sobre o impacto que poderia ter causado o metro, cheguei à conclusão que a nível de Mobilidade pouco ou nada mudou na Póvoa de Varzim. Apenas trocaram o comboio pelo metro em superfície. Um pormenor chamou a minha atenção, foi o asseio daquelas ruas.
    Viagens de metro na minha terra
    Estação do metro da Póvoa de Varzim
  • 3. Viagens de metro na minha terra
    Câmara Municipal da Póvoa de Varzim
  • 4. Viagens de metro na minha terra
    Próxima viagem; a Maia. No metro existe muita agitação, é a queima das fitas.
    Câmara Municipal da Maia
    O meu sonho tornou-se realidade. Enfim enfeitei a minha cabeça com a devida cartola. Mesmo tendo sido emprestada para a foto, por um instante foi minha.
  • 5. Os terrenos agrícolas bem cultivados, o gado ao ar livre e as florestas estão pintadas com um verde magnífico.
    Viagens de metro na minha terra
  • 6. As nossas viagens também nos levaram até Matosinhos
    Viagens de metro na minha terra
  • 7. Périplo dentro de Gaia. Partimos do Porto como sempre, em direcção a Gaia.
    Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia
    Viagens de metro na minha terra
  • 8. Posto da Mobilidade na estação ferroviária de General Torres, Vila Nova de Gaia
    Viagens de metro na minha terra
    Respostas foram dadas as todas as questões por nós formuladas. Na minha opinião, Urbanismo e Mobilidade na parte sul do rio traduz-se em turismo por um lado, e população em massa pelo outro.
  • 9. Viagens de metro na minha terra
    Quando se fala em urbanismo as conversas giram à volta do centro histórico, sem esquecer a avenida. A mobilidade direcciona-se para as aglomerações, deixando as aldeias e as zonas pouco habitadas à margem desses projectos.
  • 10. Viagens de metro na minha terra
    Acho óptimo preocuparem-se
    com o nosso património
    e com a aparência do nosso concelho,
    mas talvez devessem também
    pensar na restante população, que
    possivelmente por falta de transporte
    nunca chegarão a ver tais mudanças.
  • 11. Viagens de metro na minha terra
    Vista sobre o Porto a partir de Gaia
    Metro sobre a Ponte D. Luis,
    Vila Nova de Gaia
  • 12. Viagens de metro na minha terra
    Estação do metro no Morro em Vila Nova de Gaia
  • 13. Viagens de metro na minha terra
    Câmara Municipal do Porto
  • 14. Viagens de metro na minha terra
    Com ele ouvimos um pouco da história do Porto, da lei de 1948 que condicionou as rendas das habitações.
    Ficamos a saber que a quantia mais elevada das rendas na Baixa é de 0,75 cêntimos!!!!!!
    No Porto fomos recebidos pelo Vereador do Urbanismo e Mobilidade, Lino Ferreira. Pudemos constatar que este senhor conhece bem a cidade onde vive.
    Turma EFA
    Lino Ferreira Vereador da C.M.do Porto
  • 15. Claro está, que nestas condições, não há proprietário que consiga renovar nem mesmo pintar uma casa. O que explica a degradação de certas zonas. Outro problema abordado foi o do ordenamento de território, e citando o Sr. Vereador «não existe planeamento em Portugal». Para corroborar as suas palavras deu-nos como exemplo a Vila d’Este. Depois da construção finalizada, verificaram que não tinham incluído uma escola. Para corrigir o erro, utilizaram o que servia de estaleiro para o efeito.
     
    Viagens de metro na minha terra
  • 16. Falámos do metro, da sua importância para a cidade do Porto.
    Neste ponto o Sr. Vereador e eu estamos de acordo; o metro ajuda a libertar as vias transitórias nas grandes cidades, por isso o metro é subterrâneo. Seria inconcebível numa cidade como a nossa se assim não fosse. O metro trouxe uma diminuição de automóveis na Baixa de 50%. Também se falou numa nova ponte entre Porto e Gaia, e na futura construção de parques de estacionamento contíguos ao metro (parques pagos), para assim evitar a entrada de automóveis e até de autocarros (privados), no centro da cidade.
    Viagens de metro na minha terra
  • 17. Para as algibeiras dos que atravessam todos os dias as pontes, não vai ser de certo compensatório, em contrapartida, os Portuenses vão beneficiar de uma melhor qualidade de vida. Menos poluição e menos ruído.
    Ainda pensei em abordar o problema do que é realmente a mobilidade, neste caso a falta dela, para aqueles que como eu, vindos de uma pequena aldeia, têm que utilizar carro, autocarro, metro, e ainda os STCP. Desisti, porque apesar do Sr. vereador ser bem simpático, e mostrar-se interessado no bem-estar da população do Porto (cidade), o metro para ele (é a minha opinião) serve para conduzir as pessoas a pontos estratégicos bem definidos. As zonas de negócios são as predilectas, além de ter sempre passageiros para o metro, terão sempre pessoas que serão induzidas ao consumismo pela proximidade do comércio nas redondezas.
    Viagens de metro na minha terra
  • 18. Viagens de metro na minha terra
    Talvez não haja planeamento territorial, mas eu estou convencida que o metro e as cidades ligadas por ele, foram bem planeados.
  • 19. Viagens de metro na minha terra
    Fotos da Professora Raquel
    Trabalho realizado por Dorinda Da Silva

×