• Save
Plano Desenvolvimento Individual
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Plano Desenvolvimento Individual

on

  • 7,565 views

 

Statistics

Views

Total Views
7,565
Views on SlideShare
7,527
Embed Views
38

Actions

Likes
4
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 38

http://rvcc-espa.blogspot.pt 26
http://rvcc-espa.blogspot.com 10
http://www.slideshare.net 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Plano Desenvolvimento Individual Plano Desenvolvimento Individual Document Transcript

  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de Desenvolvimento Individual- CidadaniaR eA Profissionalidade (CP) REGISTO DE AUTO-AVALIAÇÃO DIÁ I ANO LECTIVO 2008/2009 Candidato(a):____________________________________________________________________________________________Grupo:S____ PROF. SÓNIA ABREU NG / DR - Tema/Competência Orientações / Sugestões Temas de Vida CP - DD - DR1 Viveu alguma situação em que tomou uma decisão em que a sua responsabilidade Liberdade e Responsabilidade Pessoal pessoal se tenha tornado evidente? Exemplos: emancipação, casamento, ser Reconhecer constrangimentos e espaços de pai/mãe, compra de casa... liberdade pessoal CP - DD - DR2 Em alguma situação foram os seus direitos de trabalhadorviolados? Direitos e Deveres Laborais Exemplos: contratos, horas extraordinárias, recibos verdes, Assumir direitos laborais inalienáveis e despedimento, férias... responsabilidades exigíveis ao trabalhador CP - DD - DR3 Acha que a Constituição Portuguesa é importante? Porquê?Democracia Representativa e Participativa Exemplos: o voto, liberdade de expressão, liberdade religiosa, 25 de Abril,Reconhecer o núcleo de direitos fundamentais liberdade de imprensa... típico de um Estado democrático contemporâneo CP - DD - DR4 Conhece os Direitos do Homem (ou outros direitos globais)? Quais? Direitos, Deveres e Contextos Globais Exemplos: os direitos da Terra, os Elencar direitos e deveres na comunidade direitos do Homem, os direitos das global crianças... Porque deixou de estudar? Arrepende-se CP - CM - DR1 dessa decisão? Que alterações importantes ocorreram na sua vida? Aprendizagem ao Longo da Vida Exemplos: divórcio, nascimento de filhos, falecimento de familiar ou de alguémContextualizar situações e problemas da vida próximo, discussão em família, quotidiana e integrar as suas diferentes desistência dos estudos... dimensões CP - CM - DR2 Já alguma vez mudou de emprego? Quando foram introduzidos os TEMA: Processos de Inovação computadores no seu local de trabalho? Exemplos: introdução de novas Exercer iniciativa e criatividade em novos tecnologias no local de trabalho... processos de trabalho CP - CM - DR3 Participou ou participa em alguma associação? Praticou ou pratica desporto TEMA: Associativismo e Movimentos nalguma associação? Colectivos Exemplos: Bombeiros, Sindicato, Associações Desportivas, Associação deIdentificar constrangimentos à construção de Estudantes...dinâmicas associativas e actuar criticamente face a esses obstáculos Que alterações conhece que tenham tido CP - CM - DR4 efeitos globais? Exemplos: Internet, deslocalização de TEMA: Globalização empresas, comunicações, aquecimento global, desflorestação, turismo e Reconhecer factores e dinâmicas de circulação de pessoas e bens... globalização Acha que tem algum preconceito por alguém ou alguma coisa? CP - RPC - DR1 Exemplos: preconceitos raciais, TEMA: Preconceitos, Estereótipos e preconceitos sociais, preconceitos Página 1 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de Desenvolvimento Individual- CidadaniaR eA Profissionalidade (CP) REGISTO DE AUTO-AVALIAÇÃO DIÁ I Representações Sociais religiosos, E C T I V O 2 0 0 8 / 2 0 0 9 A N O L preconceitos étnicos... Assumir preconceitos pessoais na PROF. SÓNIA ABREU representação dos/as outros/as e demonstrar capacidade de os desconstruir Mudou de emprego? Ao mudar de CP - RPC - DR2 emprego, entrou em alguma organização diferente? Que diferenças sentiu? TEMA: Reconversões Profissionais e Acha que cumpre as funções de uma forma Organizacionais profissional e rigorosa? Alguma vez cumpriu funções reprováveis ou que não Reconhecer os limites pessoais no lhe agradaram? desempenho profissional e seu Exemplos: ?questionamento à luz de uma cultura de rigor CP - RPC - DR3 Com que instituições é que já se TEMA: Instituições e Modelos relacionou? Quais as diferenças entre uma e Institucionais outra? Exemplos: sistema de saúdeMapear diferentes modelos institucionais de pública/privado, escola pública/privada... escala local e nacional e reconhecer o seu conteúdo funcional CP - RPC - DR4 Vê televisão? Reconhece algum esterótipo na televisão ouTEMA: Opinião Pública e Reflexão Crítica na imprensa escrita? Exemplos: loiras, beleza, desportistas, Identificar estereótipos culturais e sociais, etnias... compreendendo os mecanismos da suaformação e revelando distanciamento crítico CP - IA - DR1 Apoia os mais necessitados? Por que razão ajuda os outros? Por que razão é atencioso TEMA: Códigos Institucionais e para com os mais velhos? Comunitários Exemplos: apoio aos mais velhos, apoio a pessoas com alguma deficiência, apoio Reconhecer princípios de conduta baseados aos mais probres... em códigos de lealdade institucional e comunitária CP - IA - DR2 Gosta de trabalhar onde trabalha? TEMA: Colectivos Profissionais e Já ajudou algum colega a integrar-se? Organizacionais Exemplos: diferenças multiculturais no local de trabalho... Exprimir sentido de pertença e de lealdade para com o colectivo profissional Já emigrou? Conhece alguém que o tenha CP - IA - DR3 feito? Conhece algum imigrante? O que acha das políticas públicas de TEMA: Políticas Públicas integração aos imigrantes? Exemplos: as políticas de imigração Identificar e avaliar políticas públicas de relativas à Segurança Social, Saúde,acolhimento face à diversidade de identidades Educação... CP - IA - DR4 Tem conhecimento de atentados aos valores TEMA: Identidades e Patrimónios da humanidade? Quais? Culturais Exemplos: Holocausto, Genocídio do Ruanda, a questão Sérvia... Relacionar património comum da humanidade com interdependência e solidariedade Página 2 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de Desenvolvimento Individual- CidadaniaR eA Profissionalidade (CP) REGISTO DE AUTO-AVALIAÇÃO DIÁ I ANO LECTIVO 2008/2009 CP - CFE - DR1 Já teve que F . Scom situações em que os P R O lidar Ó N I A A B R E U seus valores ou princípios foram colocados TEMA: Valores Éticos e Culturais em causa por outra pessoa de uma cultura diferente da sua? Distinguir as várias hierarquizações de Exemplos: ? valores, escolher e reter referentes éticos e culturais CP - CFE – DR2 No exercício da sua profissão, alguma vez TEMA: Deontologia e Normas foi tentado a fazer algo que não deveria? Profissionais Exemplos: situações de suborno, desvio de fundos...Adoptar normas deontológicas e profissionais como valores de referência não transaccionáveis em contextos profissionais CP - CFE – DR3 Por que é que paga os seus impostos? O queTEMA: Códigos de Conduta Institucional acha das pessoas que não os pagam? Exemplos: impostos, job for the boys...Identificar a convicção e firmeza ética comovalores necessários para o desenvolvimento institucional CP - CFE – DR4 Ajuda alguma instituição de solidariedade? TEMA: Escolhas Morais Comunitárias Em que medida é que essa instituição se empenha no Bem da Humanidade? Elencar escolhas morais básicas para a Exemplos: Banco Alimentar Contra a comunidade global: Fome, AMI, Amnistia Internacional... dignidade/desumanidade,desenvolvimento/pobreza, justiça/assimetria CP - AM – DR 1 Tem filhos? É tolerante para com eles? É tolerante para com outros grupos sociais? TEMA: Tolerância e Diversidade Exemplos: tolerância dentre pais e filhos, tolerância para com outros grupos Identificar exigências de tolerância e actuar sociais... em conformidade Já teve algum tipo de negociação no seu CP - AM – DR 2 local de trabalho? Já negociou férias com colegas? Já negociou turnos com colegas? TEMA: Processos de Negociação Já negociou mudança de cargo? Exemplos: mudanças de turno, mudanças Assumir princípios de negociação, escuta de cargo, férias, implementação de novas activa e respeito por intervenções e ideias propostas no local de trabalho... diversas CP - AM – DR 3 Já alguma vez exerceu actividade política?TEMA: Pluralismo e Representação Plural Exemplos: ?... Assumir o pluralismo como um valor da comunidade política CP - AM – DR 4 Sabe o que é um esterótipo cultural? TEMA: Mediação Inter-cultural Já lidou com pessoas de diferentes culturas ou nacionalidades? Relacionar-se com a diversidade cultural Exemplos: ?...segundo uma lógica de interacção e mediação Página 3 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de Desenvolvimento Individual- CidadaniaR eA Profissionalidade (CP) REGISTO DE AUTO-AVALIAÇÃO DIÁ I ANO LECTIVO 2008/2009 CP - AA – DR 1 Teve alguma situação doméstica em que foi PROF. SÓNIA ABREU capaz de aceitar argumentos diferentes dos TEMA: Capacidade argumentativa seus? Quais os argumentos que o convenceram? Calibrar a iniciativa argumentativa própria Exemplos: discussões entre com o acolhimento de pontos de vista marido/mulher, pais/filhos, amigos... divergentes CP - AA – DR 2 Como consegue conciliar as exigências TEMA: Capacidade assertiva profissionais com a sua vida familiar? Exemplos: ?... Identificar e compreender a interacção dos vários âmbitos problemáticos do dia-a-dia CP - AA – DR 3 Já participou em alguma instituição deliberativa? TEMA: Mecanismos deliberativos Exemplos: Assembleia de Condomínio, Assembleia de Clube... Participar activamente em instituições deliberativas de escala diversa CP - AA – DR 4 Já interveio publicamente? Como? TEMA: Debates e intervenção pública Exemplos: ? Intervir em debates Públicos CP - P – DR 1 Que projectos futuros tem? Como pretende concretizá-los? TEMA: Projectos pessoais e familiares Exemplos: o RVCC, curso superior, curso profissional, novas formações... Pensar prospectivamente a vida pessoal CP - P – DR 2 Como é que gere a sua vida profissional? Trabalha em equipa? Que saber mobiliza TEMA: Gestão do trabalho para as diferentes áreas do seu trabalho? Exemplos: ?... Mobilizar vários saberes para resolução de problemas profissionais complexos CP - P – DR 3 Que projectos colectivos desenvolveu? TEMA: Projectos colectivos Exemplos: construção de casa, actividades lúdicas... Conceber, desenvolver e cooperar em projectos colectivos CP - P – DR 4 No mundo de amanhã como podemos garantir o futuro? TEMA: Capacidade prospectiva Quais são as situações que o fazem mudar de atitude?Posicionar-se prospectivamente em contextos Exemplos: ambiente, desemprego... macro-sociais de incerteza e ambiguidade Página 4 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 Competência / P R O F . S Ó N I Orientações A A B R E U Dimensões Sugestões Temas de Vida STC - EST - Tipo I: Identifico em minha casa quem costuma utilizar o electrodoméstico. DR1 Sociedade Tipo II: Compreendo que existe desigualdades entre homem e mulher na utilização desse electrodoméstico. Tema: Tipo III: exploro soluções para ultrapassar essas desigualdades. Equipamentos Domésticos Tipo I: Identifico as principais funções do electrodoméstico. Tipo II: Compreendo como utilizar essas funções. Operar com Tecnologia Tipo III: exploro as limitações do electrodoméstico que adquiri e, tendo em equipamentos e conta essas limitações, sou capaz de fazer o balanço custo/benefício que faço sistemas técnicos emcontextos domésticos, do electrodoméstico adquirido. identificando e compreendendo as suas normas de boa utilização e os seus Tipo I: Identifico os princípios científicos que permitem o funcionamento dodiferentes utilizadores meu electrodoméstico. Ciência Tipo II: Compreendo esse princípio? Exemplos:fogão, Tipo III: Exploro de que modo o princípiocientífico identificado permite omicroondas, máquina funcionamento do meu electrodoméstico? de lavar, televisor, leitor de DVD... STC - EST – Tipo I: Identifico diferentes qualificações para trabalhar com equipamentos DR2 profissionais. Tipo II: Relaciono as qualificações com as categorias profissionais que os Sociedade trabalhadores ocupam numa organização. Tema: Tipo III: Quando um trabalhador adquire competências e/ ou qualificações Equipamentos profissionais deve melhorar a sua posição hierárquica na organização? Profissionais Porquê?Operar equipamentos e Tipo I: Identifico com precisão oque trabalho e componentes do sistemas técnicos em equipamento profissional com que trabalho. contextos Tipo II: Compreendo a forma de funcionamento dos componentes do profissionais, Tecnologia equipamento profissional. identificando e Tipo III: Reconheço as propriedades e limitações dos referidos compreendendo as equipamentos profissionais. suas normas de boa utilização e seus Tipo I: Identifico os princípios científicos dos equipamentos profissionais impactos nas que utilizo. organizações Tipo II:Compreendo os princípios científicos em que se baseia o Ciência funcionamento dos equipamentos profissionais.Exemplos: todo o tipo Tipo III: Exploro os princípios científicos em se baseia o funcionamento dos de equipamentos profissionais. equipamentos profissionais. STC - EST- Tipo I: Identifico a assistência técnica proporcionada por uma marca, por um DR3 concessionário e por um serviço independente. Tipo II: Compreendo e desenvolvo formas de negociação com as várias Sociedade entidades envolvidas (no tipo I), de forma a conseguir um bom serviço em TEMA: termos de custo qualidade. Utilizadores, Tipo III: Exploro a forma como o mercado evolui neste contexto. Consumidores e Reclamações Tipo I: Identifico as garantias dadas pelos fabricantes. Tipo II: Compreendo e tenho atenção aos momentos definidos para as Interagir com revisões em função do tipo de equipamento e das exigências do mesmo. instituições, em Tecnologia Tipo III: Argumento recorrendo a linguagem técnica adequada, as condições situações de garantia, reparação ou assistência técnica diversificadas com (poderá apresentar uma reclamação escrita). base nos direitos edeveres de utilizadores e consumidores de Tipo I: Identifico grandezas físicas e as suas unidades de medida. equipamentos e Ciência (por exemplo: volume, caudal, pressão, força, etc.). sistemas técnicos Tipo II: Compreendo os modelos matemáticos e qual a sua utilização noExemplos: avaria de contexto de uma reclamação. um equipamento, Tipo III: Analiso modelos matemáticos no contexto de uma reclamação. reclamação... Tipo I: Identifico transformações e evoluções dos equipamentos e sistemas técnicos. Por exemplo: (o aumento do uso do automóvel). STC - EST – Tipo II: Compreendo as consequências sociais da evolução dos Sociedade DR4 equipamentos e sistemas técnicos. Tipo III: Exploro a evolução dos equipamentos e sistemas técnicos e Página 5 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 TEMA: relaciono-os com R Onovas oportunidades e novos problemas das sociedades. as F . S Ó N I A A B R E U P Transformações e Evoluções Técnicas Tipo I: Identifico a evolução tecnológica que se tem sentido nos Mobilizar equipamentos e sistemas técnicos. conhecimentos e práticas para a Tecnologia Tipo II: Compreendo a evolução dos equipamentos e sistemas técnicos e compreensão e relaciono-a com a evolução tecnológica. apropriação das Tipo III: Exploro a relação entre a evolução dos equipamentos e sistemas transformações e técnicos com a evolução sentida ao nível tecnológico. evoluções técnicas e sociais Tipo I: Identifico as características dos movimentos, rectilíneos uniformes, acelerados e circulares. Ciência Tipo II: Compreendo os conceitos de velocidade, aceleração, força, forçaExemplos: telemóvel,computador, televisão, centrífuga, força de atrito. rádio, transportes... Tipo III: Exploro estes conceitos (tipo II) com o conceito de derivada. STC - AS – Tipo I: Em casa tenho cuidado com os consumos energéticos. DR1 O que faço nesse sentido. Tipo II: As práticas, referidas anteriormente, estão relacionadas com o status Sociedade TEMA: Consumo e social dos indivíduos?Eficiência Energética Tipo III: Explore a relação entre as boas práticas ambientais e o poder sócio económico dos indivíduos. Promover a Tipo I: Identifico os equipamentos que evitam o desperdício energético nas preservação habitações. e melhoria da Tipo II: Recolho informação técnica do rendimento de diversos qualidade ambiental Tecnologia através de práticas equipamentos e de condutividade térmica de várias superfícies. quotidianas que Tipo III: Exploro e discuto, novas situações de rentabilização energética, envolvam como por exemplo as energias renováveis alternativas. preocupações com oconsumo e a eficiência energética Tipo I: Identifico situações que envolvem diferentes formas de transmissão de calor. Exemplos: Ciência equipamentos de Tipo II: Compreendo as características da radiação e convecção. classes energéticas Tipo III: Exploro o efeito da radiação térmica na terra.AA, lâmpadas de luz fria... Tipo I:Identifico diferentes profissões relacionadas com a recolha e tratamento de resíduos. STC - AS - Tipo II: Compreendo a posição ocupada por estes profissionais na estrutura DR2 Sociedade social e a sua importância nessa mesma estrutura social. Tipo III: Exploro os diferentes modos de articulação entre as profissõesTEMA: Resíduos e relacionadas com o tratamento e recolha de resíduos. Reciclagens Tipo I: Identifico resíduos biodegradáveis, resíduos recicláveis e passíveis de entrega em entidades especializadas. Incluir processos de Tipo II: Compreendo as vantagens da separação selectiva dos lixos. valorização e Tecnologiatratamento de resíduos Tipo III: Exploro as consequências ambientais e relaciono-as com as nas medidas de consequências sócias originadas pela inexistência de boas práticas segurança e ambientais.preservação ambiental Tipo I: Identifico resíduos que possam ser utilizados como fonte de energia. Tipo II: Compreendo o processo de decomposição de alguns tipos deExemplos: separação resíduos.de lixos, valorização Ciência Tipo III: Exploro cientificamente, através de processos químicos, físicos ede resíduos sólidos... ou biológicos, as vantagens e desvantagens das diversas formas de tratamento e valorização de resíduos sólidos. Tipo I: Identifico diferentes instituições que participam na gestão dos STC - AS - recursos naturais. DR3 Sociedade Tipo II: Compreendo as relações e possíveis focos de tensão entre as instituições que participam da gestão desses recursos naturais.TEMA: Recursos Tipo III: Exploro com base científica os conflitos indicados no tipo II. Naturais Tipo I: Identifico os processos de gestão dos recursos naturais. Tipo II: Compreendo os processos de gestão dos recursos naturais tendo em Diagnosticar as tensões institucionais Tecnologia atenção as posições em confronto e os interesses envolvidos. entre o Tipo III: Exploro os processos de gestão de recursos naturais e discuto as desenvolvimento e a possibilidades de consensos.sustentabilidade face à Tipo I: Identifico em relação aos recursos naturais a ciência que estáexploração e gestão de implícita. recursos naturais Ciência Tipo II: Compreendo os conceitos científicos identificados no tipo I. Tipo III: Exploro e discuto o impacto ambiental resultante da utilização dos Página 6 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 Exemplos: a água, recursos naturais no planeta. PROF. SÓ N I A ABREU florestas... Tipo I: Identifico vários agentes e instituições na emissão dos níveis de dióxido de carbono. Tipo II: Compreendo queo volume de emissão de CO2 pode variar Sociedade consoante os grupos socioprofissionais, as regiões/países e os modos de produção. STC - AS - Tipo III: Exploro e discuto a introdução de medidas como o “poluidor- DR4 pagador”, no contexto de transição para uma sociedade de risco. Tipo I: Identifico o papel da evolução tecnológica na redução das emissões TEMA: Clima de CO2 (eficiência energética das indústrias, edifícios e transportes, energias alternativas, etc.). Mobilizar Tipo II: Compreendo as relações entre evolução tecnológica e medidas deconhecimentos sobre a Tecnologia prevenção e controlo das emissões poluentes para a atmosfera. evolução do clima aolongo do tempo e a sua Tipo III: Exploro a necessidade da progressiva substituição dos influência nas combustíveis fósseis por energias alternativas no controlo das emissões de dinâmicas CO2. populacionais, sociais Tipo I: Identifico as principais fases no ciclo do carbono (por exemplo, e regionais fotossíntese, respiração, fixação, etc.). Tipo II: Compreendo a acção do CO2 na atmosfera e nos oceanos e suasExemplos: mudanças consequências no equilíbrio do ciclo do carbono, relacionar aumento de climáticas... Ciência emissão de CO2 com aumento da temperatura e aumento da temperatura com a diminuição das calotes polares. Tipo III: Exploro as relações entre clima e concentração atmosférica de CO2 (efeito de estufa) ao longo da história, incluindo a influência da interferência humana no ambiente desde a era pré-industrial e fundamentar as conclusões. Tipo I: Identifico diferentes dietas alimentares consoante as origens e pertenças sociais. Sociedade Tipo II: Compreendo a relação entre práticas de sociabilidade específicas e os hábitos alimentares desenvolvidos pelos indivíduos em contextos distintosSTC – S - DR1 (por exemplo: familiar, profissional, convivial, etc.). Tipo III: Exploro as relações entre processos culturais e económicosTEMA: Cuidados associados a diferentes práticas alimentares no quotidiano privado (dieta Básicos mediterrânica, restrições culturais, fastfoodvsslowfood). Tipo I: Identifico formas saudáveis de saúde que não passam somente por Adoptar cuidados básicos de saúde em uma alimentação saudável, mas também pela necessidade de exercício físico função de diferentes Tipo II: Compreendo e relaciono uma alimentação saudável com a Tecnologia necessidades e necessidade de exercício físico, em função das idades dos indivíduos situações de vida Tipo III: Exploro e discuto a necessidade de uma alimentação saudável e o exercício físico em função das idades dos indivíduos. Exemplos: cuidados Tipo I: Identifico famílias de alimentos em função dos seus componentes com a alimentação, nutricionais, reconhecendo a importância de utilizar diferentes alimentos. desporto... Tipo II: Compreendo as funções (reguladoras, plásticas, energéticas) dos Ciência diferentes tipos de nutrientes (proteínas, lípidos, glícidos, vitaminas e sais minerais). Tipo III: Defino planos de alimentação equilibrados, criando refeições diversificadas de acordo com a idade, sexo, actividade e clima. Tipo I: Identifico em contratos de trabalho as cláusulas relativas às situações STC - S - DR2 de doença profissional. Tipo II: Interpreto as condições dos contratos de trabalho (por exemplo, TEMA: Riscos e salariais, de acidentes de trabalho, de rescisão, etc.) relacionando-as com as Comportamentos ocupações profissionais e os vínculos contratuais dos trabalhadores. Sociedade Saudáveis Tipo III: Exploro as diferenças existentes nos sistemas de protecção social (público e privado) relativamente aos modos de accionamento e actuação em Promover situações de doença profissional nas várias categorias socioprofissionais e comportamentos aprofundar o conhecimento das melhores opções para uma assistência mais saudáveis e medidas adequada. de segurança e Tipo I: Identifico símbolos e sinais relacionados com prevenção e segurança prevenção de riscos, no trabalho (químicos, mecânicos, radiações, biológicos, eléctricos). em contexto Tipo II: Compreendo as regras de segurança no trabalho, em particular, profissional interpretando a informação relativa a procedimentos de intervenção em TecnologiaExemplos: normas de situações de emergência e de manipulação de materiais e equipamentossegurança e higiene no perigosos. emprego... Tipo III: Intervenho na prestação de primeiros socorros de acordo com os conhecimentos e limites individuais. Página 7 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 Tipo I: IdentificoR efeitos S Ó organismo R(desvios de coluna, doenças do foro P O F . no N I A A B E U respiratório, desequilíbrios emocionais) decorrentes de práticas profissionais. Tipo II: Compreendo as alterações orgânicas responsáveis pelos sinais e sintomas de doenças profissionais (por exemplo, problemas respiratórios Ciência devido a inalações). Tipo III: Relaciono factores potenciadores de doenças no trabalho com os respectivos factores de protecção (postura, inalação, stress, manipulação de materiais perigosos). Tipo I:Identifico as várias instituições ligadas à saúde, hospitais, centros de saúde, instituições ligadas à distribuição de medicamentos, etc. Tipo II: Compreendo o direito à saúde e ao tipo de medicinas tradicional ou STC - S - DR3 Sociedade alternativas e discuto a utilização de genéricos. Tipo III: Exploro os conflitos de poderes e saberes entre diferentesTEMA: Medicinas instituições na polémica em torno da introdução dos genéricos (de marca ou e Medicação não) face às responsabilidades pelos risco e ou das medicinas alternativas. Tipo I: Identifico a composição, posologia, indicações e contra-indicaçõesReconhecer os direitos no folheto informativo de um medicamento.e deveres dos cidadãos Tipo II: Aplico rigorosamente medidas de bom uso de terapêuticas e e o papel dacomponente científica medicamentos, interpretando directivas médicas (receitas, datas de vacinas, Tecnologiae técnica na tomada de preparação para exames médicos, etc.). decisões racionais Tipo III: Exploro as diferentes classes de medicamentos (antipiréticos, anti- relativamente à saúde inflamatórios, antibióticos, anti-depressivos), reconhecendo os limites da auto-medicação e a necessidade, ou não, de receita médica. Exemplos: Tipo I: Identifico os elementos que permitem reconhecer a equivalência medicamentos terapêutica (princípios activos, composição, concentração e apresentação). genéricos, medicinas Tipo II: Compreendo a equivalência terapêutica entre medicamentos de convencionais vs. medicinas marca e medicamentos genéricos. Ciência alternativas... Tipo III: Tomo conhecimento e discutoas inovações farmacêuticas, fabrico, comercialização e comparticipação dos medicamentos genéricos sabendo distinguir face a dois modelos de comercialização/comparticipação qual serve melhor os objectivos fixados à partida. Tipo I:Identifico práticas sociais de risco face a determinadas patologias ao STC - S - DR4 longo dos tempos. Sociedade Tipo II: Compreendo que as práticas sociais de risco estão correlacionadasTEMA: Patologias com grupos sociais específicos (pobreza, estilos de vida etc.). e Tipo III: Exploro as diferentes práticas sociais de risco com o Prevenção desenvolvimento das sociedades. Prevenir Tipo I: Identifico modos de transmissão de determinadas patologias. adequadamente Tipo II: Compreendo os princípios associados à prevenção das patologiaspatologias em função Tecnologia que têm propensão de transmissão por agentes infecciosos. da evolução das Tipo III: Aplico a situações imprevistas técnicas de protecção e desinfecção realidades sociais, relativas à transmissão dos agentes infecciosos. científicas e Tipo I: Identifico doenças emergentes e doenças reemergentes. tecnológicas Tipo II: Compreendo o papel das mutações na constante variabilidade dosExemplos: doenças de agentes causadores de doenças infecciosa. difícil prevenção, Tipo III: Exploro os procedimentos a adoptar em caso de infecções virais ou Ciência doenças crónicas, bacterianas, reconhecendo as consequências do mau uso dos antibióticos doenças relacionadas utilizando informação estatística para estabelecer correlações entre factores e com o doenças a eles associados e para inferir do impacto de medidas no combate a envelhecimento... doenças. Tipo I: Identifico diferenças nos rendimentos médios das famílias consoante STC - GE - as suas actividades profissionais. DR1 Tipo II: Compreendo as diferentes categorias de rendimentos das famílias e a estrutura de tributação fiscal relacionando-as com as respectivas origens TEMA: Sociedade (por exemplo, no caso de declaração IRS: o trabalho por conta de outrem _ Orçamentos e A; trabalho independente _ B; predial – H; mais-valias – G). Impostos Tipo III: Exploro diferentes formas de conseguir combater a evasão fiscal com vista a uma maior justiça social (por exemplo, cruzamento de dados Organizar orçamentos através de sistemas informáticos). familiares tendo em conta a influência dos Tipo I: Identifico diferentes tipos de crédito (consumo, habitação,impostos e os produtos automóvel) e os organismos que os promovem. e serviços financeiros Tipo II: Compreendo as diferentes condições de crédito, comparando taxas disponíveis Tecnologia de juro efectivas (spread e regras de cálculo), prazos de pagamento e benefícios associados.Exemplos: orçamento Tipo III: Exploro formas de redução do endividamento das famílias e/ou dedoméstico, impostos... poupança e investimento mais institucionais (ex.: PPR, PPH, PPA) ou mais Página 8 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 produtivas (ex.:Pabertura de Ó N I empresa, Eaquisição de uma propriedade). R O F . S uma A A B R U Tipo I: Identifico despesas e receitas de um orçamento familiar. Tipo II: Aplico rubricas orçamentais a novos custos e/ou receitas de acordo Ciência com procedimentos contabilísticos elementares. Tipo III: Projecto a médio prazo, através de cálculos de estimativa de despesas e receitas investimentos familiares com viabilidade financeira. Tipo I: Identifico diferentes elementos num organograma: unidades funcionais, diferenças horizontais e níveis hierárquicos. Tipo II: Aplico a uma dada organização um esquema organizacional Sociedade representado através de um organograma. Tipo III: Exploro formas de aperfeiçoar a estrutura hierárquica de uma STC - GE - organização (supressão de níveis hierárquicos ou comunicação de unidades DR2 funcionais). Tipo I: Identifico os diferentes componentes do ordenado de um trabalhadorTEMA: Empresas, por conta de outrem (por exemplo, salário, IRS, subsídio de refeição, Organizações e contribuições para a segurança social, prémios, etc.).Modelos de Gestão Tipo II: Compreendo as diferenças salariais e contributivas entre Tecnologia trabalhadores por conta de outrem e trabalhadores independentes. Interagir com Tipo III: Aplico a situações de contratação de trabalhadores para umaempresas, instituições instituição as várias normas do Código Fiscal e do Código do Trabalho, e organizações consoante a situação do trabalhador. mobilizando Tipo I: Identifico com precisão a composição de diferentes empresas em conhecimentos de termos de recursos humanos (por exemplo, dimensão das empresas e gestão de recursos qualificação dos trabalhadores). Exemplos: Tipo II: Compreendo necessidades em termos de recursos humanos em organograma diferentes empresas e organizações em função de inovações tecnológicas empresarial... Ciência e/ou de necessidades de produção, perspectivando uma maior eficácia da organização. Tipo III: Exploro formas de reestruturação organizacional em termos de recursos humanos (reformas antecipadas, redução de trabalhadores, etc.) e estratégias (reengenharia de processos, downsizing, outsourcing) para melhorar a eficácia e eficiência das instituições. Tipo I: Identifico a existência de interacções, entre os sistemas monetários dos países da união europeia e dos países a nível mundial. Tipo II: Compreendo a intervenção de instâncias supra-nacionais, como a Sociedade UE e o Banco Central Europeu, na valorização e desvalorização do Euro. Tipo III: Exploro como as poupanças ou o consumo individuais podem afectar a economia e consequentemente os níveis de bem-estar de uma STC - GE - sociedade. DR3 Tipo I: Identifico as funções da moeda. Tipo II: Compreendo que os diferentes tipos de moeda - papel-moeda, TEMA: Sistemas moeda escritural (cheques), cartões de crédito, moeda electrónica (internet) Monetários e devem ter em comum certas características (por exemplo, divisibilidade, Financeiros durabilidade, aceitabilidade geral, manutenção de valor e dificuldade de Tecnologia falsificação). Perspectivar a Tipo III: Exploro a crescente introdução de sistemas de segurança parainfluência dos sistemas validação da moeda como resposta à cada vez mais alargada acessibilidade monetários e de alta tecnologia à generalidade da população (por exemplo, introduzir o financeiros na chip de segurança em resposta à disseminação de leitores de bandas economia e na magnéticas). sociedade Tipo I: Identifico o significado de inflação. Exemplos: moeda, Tipo II: Compreendo as relações entre a taxa de inflação, o déficesistemas financeiros... orçamental e a existência de uma moeda única no espaço europeu e as circunstâncias em que existe uma aceleração (desaceleração) da inflação. Ciência Tipo III: Exploro os critérios do pacto de estabilidade e crescimento no contexto da União Europeia e sua evolução, relacionando-os com os desempenhos das economias nacionais, sendo capaz de, usando modelos económicos/financeiros, estabelecer medidas tendo em vista metas ou diagnosticar causas de desvio relativamente a essas metas. Tipo I: Identifico como a duração da jornada de trabalho diária evolui ao STC - GE - longo dos tempos e varia de acordo com as actividades económicas (por DR4 exemplo, agricultura vs industria vs serviços, etc.). Sociedade Tipo II: Relaciono a regulação da jornada de trabalho com lutas sociais, TEMA: Usos e políticas públicas e evoluções tecnológicas. Gestão do Tipo III: Exploro e discuto como a duração da jornada de trabalho diária Tempo evoluiu ao longo dos tempos, sobretudo a partir do processo de Página 9 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 industrialização. R O F . S Ó N I A A B R E U P Diagnosticar os Tipo I: Identifico diferentes processos e tecnologias de medição do tempo impactos das (relógio de sol, estações do ano, relógio de pêndulo, etc.). evoluções sociais, tecnológicas e Tipo II: Compreendo a evolução tecnológica ao longo dos tempos tenhacientíficas nos usos e Tecnologia mudado o conceito de gestão do tempo.(por exemplo: o transporte aéreo vs a gestão do tempo vídeo conferencia). Tipo III: Exploro a relação entre novos processos e tecnologias usados naExemplos: tempo e a gestão do tempo. sua gestão... Tipo I: Identifico tipos de custos de produção associados ao tempo (tempos de amortização de equipamentos, tempos de trabalho, tempos de fabrico, tempos de transporte, tempos de armazenamento, etc.) Ciência Tipo II: Compreendo a relação existente entre os aumentos de produtividade e a gestão do tempo. Tipo III: Exploro relacionando o aumento de produtividade com a evolução técnica e organizativa Tipo I: Identifico diferentes usos sociais das funcionalidades dos telemóveis, por exemplo, consoante as idades dos indivíduos (jogos versus agendas). Tipo II: Compreendo o uso dos telemóveis como objectos simbólicos de Sociedade status social. Tipo III: Exploro evoluções futuras no uso dos telemóveis (por exemplo, biologização dos equipamentos) e discutir as suas consequências, positivas e STC - TIC - negativas, nas relações e práticas sociais. DR1 Tipo I: Identifico os componentes principais de um telemóvel: antena, ecrã de cristais líquidos, teclado, microfone, bateria, etc. TEMA: Tipo II: Compreendo o telemóvel como um equipamento celular, discutindo Comunicações Tecnologia a relação entre a potência utilizada e o princípio de funcionamento. Rádio Tipo III: Exploro as novas tecnologias de funcionamento do telemóvel, distinguindo as potencialidades e limitações das redes: GSM, GPRS, 3G.Entender a utilização das comunicações Tipo I: Identifico com precisão a presença de ondas electromagnéticas em rádio em diversos fenómenos naturais e em aplicações tecnológicas (a luz que chega do sol, oucontextos familiares e as ondas de rádio e televisão que chegam aos receptores, por exemplo). sociais Tipo II: Compreendo as características gerais das ondas electromagnéticas: velocidade de propagação da onda, frequência, período e comprimento deExemplos: telemóvel, onda. rádio, telefrone, Ciência Tipo III: Exploro as relações fundamentais entre as características gerais das televisão... ondas electromagnéticas: frequência, velocidade de propagação e comprimento de onda; campo E, campo B e direcção de propagação; amplitude e intensidade da onda (por exemplo, o comprimento de onda de uma onda electromagnética é tanto maior quanto menor for a frequência; a intensidade da onda é proporcional ao quadrado da amplitude; a direcção do campo E, do campo B e de propagação são perpendiculares entre si; etc.). Tipo I: Identifico diferentes práticas sociais relativamente ao computador em contextos profissionais (por exemplo, maior ou menor intensidade de uso consoante as profissões). Tipo II: Relaciono os usos dos computadores com os perfis de literacia e os perfis sociais da população portuguesa (por exemplo: compreender as STC - TIC – Sociedade diferenças de utilização entre pessoas mais qualificadas e menos qualificadas DR2 ou por idades). Tipo III: Exploro mecanismos formais e informais de aquisição de TEMA: Micro e competências em TIC como forma de inserção ou reconversão profissionalMacro Electrónica (por exemplo, auto-formação, apoio de familiares e colegas de trabalho, acções de formação profissional em TIC, cursos pós--laborais, ensino Perspectivar a recorrente para adultos). interacção entre a Tipo I: Identifico várias aplicações informáticas e diferentes sistemasevolução tecnológica e operativos (por exemplo, nos sistemas operativos, Windows 2000, Windows as mudanças nos XP, Linux e nas aplicações informáticas, o Office, o Photoshop, o Winzip, contextos e etc.). qualificações Tipo II: Compreendo as vantagens e desvantagens de vários programas e profissionais sistemas operativos para a realização de determinadas funções (por exemplo, Exemplos: Tecnologia utilizar o Word para processamento de texto e não o Notepad, reconhecer o computador... Photoshop como ideal para tratamento de imagem e fotografia, nomear o Adobe Acrobat como o formato de criação de documentos com elevada portabilidade, etc.). Tipo III: Relaciono a produtividade informática com a evolução tecnológica das aplicações e a crescente capacidade de cálculo, memória e armazenamento em disco (por exemplo, a gravação vídeo com qualidade, a Página 10 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 manipulação dePsom digital,Óetc.). A B R E U R O F . S N I A Tipo I: Identifico com precisão características diferentes nos monitores dos computadores (por exemplo, dimensão, peso, brilho, contraste, definição, ângulo de visão, consumo, etc.), assim como o sistema de representação binário. Tipo II: Compreendo o princípio de funcionamento de um monitor CRT (tubo de raios catódicos) e de um TFT-LCD (ecrã plano cristais líquidos com Ciência transístores de filme fino) (por exemplo, que o CRT é um ecrã de emissão e o TFT-LCD de transmissão, etc.) e a aritmética binária. Tipo III: Exploro o funcionamento de um monitor CRT (tubo de raios catódicos) e de um TFT-LCD (ecrã plano cristais líquidos com transístores de filme fino) (por exemplo, que o CRT é um ecrã de emissão e o TFT-LCD de transmissão, etc.) e a aritmética binária. Tipo I: Identifico os principais meios de comunicação de massas nas sociedades contemporâneas. Tipo II: Compreendo como os mass media combinam, geralmente, uma cultura jornalística de objectividade e isenção com estratégias de cariz Sociedade empresarial e/ou político. STC - TIC – Tipo III: Exploro oportunidades de (e desigualdades na) participação DR3 proporcionada pelos mass media, equacionando o seu papel na construção da opinião pública e da sociedade democrática. TEMA: Media e Tipo I: Identifico o papel do satélite nas comunicações como receptor e Informação emissor de mensagens entre locais fora de linha de vista. Tipo II: Compreendo a capacidade dos vários meios de informação(estaçõesDiscutir o impacto dos Tecnologia de televisão, estações de rádio, agencias de informação etc.) na disseminação media na construção pelos mass media de informação em grande escala. da opinião pública Tipo III: Exploro a tecnologia usada pelos vários meios de informação a larga escala. Exemplos: imprensa escrita, imprensa Tipo I: Identifico a evolução nos meios de informação na informação ao televisiva... longo do tempo. Tipo II: Compreendo que a tecnologia originou uma evolução nas formas de Ciência comunicação. Tipo III: Exploro novos conceitos e procedimentos na forma de fazer informação relacionados com problemas sociais ou de saúde(ex: tabagismo, medicamentos, publico infantil, etc.). Tipo I: Identifico diferenças da internet relativamente a instrumentos anteriores de comunicação, em particular, os meios de comunicação de massas. Tipo II: Relaciono a informação da Internet com estratégias diferenciadas de Sociedade diversas entidades e actores que a produzem. Tipo III: Exploro o efeito da Internet nas configurações sociais enquanto STC - TIC – processo específico de apropriação das tecnologias pelas populações (por DR4 exemplo, articulação entre redes tecnológicas e redes sociais. Tipo I: Identifico a crescente oferta de redes para a utilização da Internet TEMA: Redes e com ou sem fios. Tecnologias Tipo II: Compreendo as tecnologias de funcionamento de uma rede para Tecnologia Internet (protocolos, velocidades, etc.).Relacionar a evolução Tipo III: Exploro a instalação de uma rede WiFi num computador portátil edas redes tecnológicas sua configuração de acesso seguro (através dos modos WPA e WEP ou da com as redes sociais atribuição de números de MAC das máquinas permitidas, por exemplo.Exemplos: a internet... Tipo I: Identifico o bit (contracção das palavras “dígitos binários”), o byte, o sistema binário. Tipo II: Compreendo a conversão do sistema binário para o sistema decimal Ciência (por exemplo, explicitando o significado de se usar uma ligação à rede a 512K, 1M, 2M, etc.). Tipo III: Exploro a manipulação, transmissão e armazenamento de informação em código binário. Tipo I: Identifico diferentes espaços funcionais nos alojamentos das famílias portuguesas em função de tradições socioculturais (por exemplo, pátios STC - UM – interiores, alpendres, cozinhas, zona social e zona privada, etc.). DR1 Tipo II: Compreendo apropriações diferenciadas dos espaços de um Sociedade alojamento familiar e suas necessidades de remodelação consoante o estilo TEMA: de vida dos diferentes elementos da família (por exemplo, transformar Construção e varandas em marquises para escritórios, espaços multifuncionais, etc.). Arquitectura Tipo III: Exploro necessidades de remodelação de habitações no sentido de uma melhoria do bem-estar social e da qualidade de integração sociocultural. Página 11 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009Associar conceitos de Tipo I: Identifico diferentes N I A A B R E U P R O F . S Ó tecnologias utilizadas nos actuais materiais de construção e construção (por exemplo, tintas anti-fungos, isolamento por wallmate e arquitectura à roofmate, paredes e tectos falsos,estruturas de vigas de aço, canalização de integração social e à PEX ou de aço inoxidável, etc.).melhoria do bem-estar individual Tipo II: Compreendo a introdução de novos materiais como meio para melhorar as condições de habitabilidade e durabilidade das construções e de Exemplos: obras, diminuição de custos (por exemplo, a introdução do wallmate no isolamento Tecnologia compra de casa... das paredes permite menores amplitudes térmicas da habitação e maior poupança nos custos de aquecimento e consequentemente ambientais, etc.). Tipo III: Exploro o desenvolvimento de novos materiais como resposta a recuperações inovadoras de edifícios antigos ou a construções de novos edifícios de arquitectura inovadora, com respeito pelos crescentes critérios de segurança sísmica, de isolamento térmico e acústico, ou de inclusão de serviços (climatização central, aspiração central, cablagem estruturada, etc.). Tipo I: Identifico os componentes, químicos/físicos, de um dos novos materiais(ex: tintas ecológicas, isolantes reciclados, etc.) Tipo II: Compreendo as quantidades a utilizar de materiais em função da Ciência área / volume em que serão utilizados. Tipo III: Exploro formas de determinar as quantidades de material a usar, em função das áreas e volumes envolvidos, bem como o tipo de material adequado. Tipo I: Identifico profissões ou ocupações profissionais relacionadas com a produção agrícola. Tipo II: Compreendo a evolução recente das actividades económicas e produtivas em Portugal e relacioná-las com a alteração de inserções profissionais e modos de vida das populações de certas regiões (por exemplo: Sociedade o Alentejo ou a Região Oeste). Tipo III: Exploro novos modos de evolução das actividades agrícolas como factor de desenvolvimento regional (por exemplo: a agricultura biológica ou STC - UM – culturas de produtos tradicionais que entram nas quotas da Política Agrícola DR2 Comum da União Europeia). Tipo I: Identifico produtos químicos adequados a diversas intervenções TEMA: (fertilizantes, herbicidas, fungicidas), equipamentos agrícolas e respectivas Ruralidade e aplicações. Urbanidade Tipo II: Compreendo a adopção de diferentes técnicas agrícolas em funçãoPromover a qualidade de diferentes culturas e ambientes, relacionando algumas práticas agrícolas de vida através da com mecanismos de prevenção e redução de danos por contaminação harmonização Tecnologia química ou biológica (por exemplo, rotação de culturas e cultivos mistos,territorial em modelos análise de solos, utilização correcta dos prazos de tratamento relativamente a de desenvolvimento colheitas, distância segura em culturas transgénicas em relação a outras rural ou urbano culturas, etc.). Tipo III: Exploro a produção de novas agriculturas, tais como agricultura Exemplos: agricultura... biológica, produtos transgénicos e/ou geneticamente modificados, tendo em conta vantagens e inconvenientes. Tipo I: Identifico as etapas do ciclo do azoto. Tipo II: Compreendo a acção das bactérias das raízes das leguminosas e dos solos nas reacções de transformação dos compostos azotados. Ciência Tipo III: Exploro os mecanismos biológicos de transformação de compostos azotados relacionando-os com a utilização de estrumes orgânicos e de fertilizantes inorgânicos (por exemplo, degradação da ureia nas pastagens ou nos estrumes e formação de nitritos por acção das bactérias dos solos, etc.). Tipo I: Identifico diferentes instituições que regulam a rede rodoviária STC - UM – nacional (por exemplo, Direcção-Geral de Viação, Instituto das Estradas de Portugal, Brigada de Trânsito, concessionários de exploração das auto- DR3 estradas, etc.). Tipo II: Compreendo como as diferentes instituições têm poderes, campos TEMA: Tecnologia de actuação e modos de regulação distintos (por ex., prevenção rodoviária, Administração, construção e sinalização de estradas, formulação do código de estrada, Segurança e medidas de coação, etc.). Território Tipo III: Exploro a relação entre o desenvolvimento da rede rodoviária e a transformação da densidade e aglomeração populacional dos territórios.Mobilizar informação sobre o papel das Tipo I: Identifico várias técnicas de vigilância, sinalização e segurançadiferentes instituições rodoviária de base tecnológica. no âmbito da Sociedade Tipo II: Compreendo o princípio de funcionamento de equipamento de administração, apoio ao sistema rodoviário, por exemplo: o sistema de detecção de álcool nosegurança e território sangue conhecido vulgarmente como “o balão”, etc.). Página 12 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009 Tipo III: Exploro Fda SnecessidadeB das U várias técnicas de vigilância, PRO . Ó N I A A R E Exemplos: carta de sinalização e segurança rodoviária. condução, prevenção Tipo I: Identifico diferentes soluções rodoviárias para regulação de fluxos de rodoviária... tráfego. Tipo II: Compreendo a função de diferentes soluções rodoviárias na gestão de fluxos, modos de condução, segurança, etc. (por exemplo uma rotunda, diminui a velocidade automóvel e regula a distribuição do tráfego de uma Ciência forma participada) e compreender que num grafo a escolha de caminhos não é aleatória. Tipo III: Exploro as alterações rodoviárias com base em teoria de tráfego para a facilitação do fluxo de tráfego em diferentes momentos do dia (por exemplo, a substituição de cruzamentos por rotundas, a gestão dos tempos dos semáforos, etc. Tipo I: Identifico fluxos migratórios importantes (de entrada e saída) verificados em Portugal no século XX. STC - UM – Tipo II: Relaciono esses fluxos migratórios com estruturas de oportunidades DR4 Sociedade (económicas, políticas e culturais) muito assimétricas entre regiões e países. Tipo III: Exploro características dos pólos de atracção de população (regiões TEMA: em expansão) e dos pólos de repulsão (regiões deprimidas). Mobilidades Tipo I: Identifico os meios de transporte utilizados nas migrações ao longo Locais e Globais dos tempos. Tipo II: Compreendo as alterações dos custos e tempos de transporte naReconhecer diferentesformas de mobilidade Tecnologia estrutura das migrações (locais de origem, períodos de retorno a casa, etc.). territorial – local e Tipo III: Exploro a relação entre a evolução dos meios de transporte, as global – e sua evoluções tecnológicas e as configurações das migrações efectuadas (por evolução exemplo, as alterações nos casos das migrações sazonais entre países). Tipo I: Identifico espécies migratórias no reino animal.Exemplos: emigração, Tipo II: Relaciono essas migrações com dinâmicas do ecossistema. imigração... Ciência Tipo III: Exploro formas de intervenção humana que alterando o equilíbrio do ecossistema interferem nos processos migratórios. Tipo I: Identifico a diversidade de características individuais dos elementos que compõem uma sociedade, a partir de variáveis como o sexo, a idade, a etnia ou a escolaridade. Tipo II: Aplico a contextos de diversidade sociocultural (por exemplo, constituídos por pessoas de diferentes etnias) princípios de igualdade e Sociedade tolerância entre os indivíduos com diferentes características sociais, compreendendo o conceito de acção social. (sentido weberiano). STC - SF – Tipo III: Exploro modos de integração no colectivo de indivíduos em DR1 situações de exclusão social ou alvo de discriminação por serem portadores de características específicas (ex: idosos, indivíduos portadores de TEMA: O deficiência, ex-reclusos, toxicodependentes, etc.). Elemento Tipo I: Identifico contextos de utilização de análises de ADN. Tipo II: Compreendo a análise de ADN em termos de sequência de Mobilizar o saber constituintes básicos, como processo de identificação única de seres formal para o Tecnologia humanos, realizada a partir de diferentes suportes (cabelo, sangue, saliva, reconhecimento do etc.). elemento como uma Tipo III: Exploro as potencialidades do conhecimento da sequenciação unidade estrutural e genética na determinação de paternidades, doenças hereditárias, etc. organizativa Tipo I: Identifico o ADN como a chave do património genético dos seresExemplos: exclusão vivos em geral.social,ADN, filhos... Tipo II: Relaciono os constituintes e a estrutura da molécula de DNA com a transferência da informação genética e manutenção das características hereditárias (por exemplo, papel das 4 bases azotadas como “letras” do Ciência código a ser transcrito e traduzido); Tipo III: Exploro o papel das mutações genéticas na geração de diferenças e na evolução e adaptação do homem e utilizar a Teoria das Probabilidades para estabelecer a probabilidade de um descendente possuir uma determinada característica. Tipo I: Identifico técnicas ou procedimentos de recolha de informação em STC - SF – ciências sociais. DR2 Tipo II: Compreendo a opção por uma determinada técnica ou processo de recolha de informação em função de objectivos e de um quadro teórico pré-TEMA: Processos Sociedade definido. e Métodos Tipo III: Exploro modos de actuação em contextos profissionais vários com Científicos base em procedimentos científicos como forma de melhorar a eficácia e a eficiência das organizações (por exemplo, enquadrar actuações Página 13 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoT Individual–V Sociedade, RTecnologia e Ciência (STC) REGIS O DE AUTO-A ALIAÇÃO DIÁ IA ANO LECTIVO 2008/2009Recorrer a processos e fundamentadas P R modelosÓpreviamente testados). em O F . S N I A A B R E U métodos científicos Tipo I: Identifico o papel da experiência na utilização de equipamentos para actuação em técnicos, e a vantagem de haver uma maior compreensão dos processos emdiferentes domínios da vida social jogo para se conseguir procedimentos mais eficientes. Tipo II: Interpreto resultados de experiências controladas na utilização de TecnologiaExemplos: utilização equipamentos face aos procedimentos técnicos aconselhados. de conhecimentos Tipo III: Exploro as relações entre teoria e experimentação que estão nacientíficos no local de base do desenvolvimento tecnológico, considerando um caso concreto (por trabalho... exemplo, aparelhagem electrónica). Tipo I: Identifico a teoria, a experiência e a modelação matemática como componentes do processo científico. Tipo II: Compreendo o papel da experiência na motivação dos princípios teóricos bem como na sua verificação ou infirmação (por exemplo: experiência que verificou a produção de ondas electromagnéticas) e o papel Ciência dos modelos matemáticos na antecipação de novos factos. Tipo III: Exploro a utilização da teoria e da experiência como competências de base no trabalho científico adequando-as permanentemente a novas situações, sendo capaz de modificar modelos de modo a acomodar novos dados experimentais. Tipo I: Identifico a diversidade de actores e valores presentes num assunto que é uma controvérsia pública. Ex: co-incineração. Tipo II: Reconheço a STC - SF – presença crescente da ciência e dos cientistas nessas controvérsias, bem DR3 como o uso recursivo do conhecimento científico por outros actores Sociedade envolvidos.TEMA: Ciência e Tipo III: Exploro relações diferenciadas com a ciência de actores e Controvérsias instituições várias de acordo com as suas posições ideológicas e tradições Públicas culturais. Tipo I: Identifico os processos tecnológicos associados ao referido da Intervir racional e controvérsia pública. criticamente em Tipo II: Compreendo os prós e os contras das diferentes tecnologias numquestões públicas com Tecnologia base em debate público. conhecimentos Tipo III: Exploro as limitações tecnológicas e os possíveis científicos e desenvolvimentos na implementação de soluções mais convenientes. tecnológicos Tipo I: Identifico argumentos de índole científica que estão na base de diferentes pontos de vista sobre a controvérsia pública.Exemplos: aborto, co- Tipo II: Compreendo que a argumentação científica utilizada não éincineração, eutanásia, Ciência suficiente para justificar os pontos de vista em jogo. clonagem... Tipo III: Exploro a utilização da ciência pelos poderes em geral, como argumento de validação dos diferentes pontos de vista. STC - SF – Tipo I: Identifico diferentes modelos de sociedade e suas principais DR4 características. Tipo II: Relaciono as transições dos modelos de sociedade com processos Sociedade tecnológicos, económicos, culturais e políticos. TEMA: Leis e Tipo III: Analiso a sociedade como uma rede de agentes, grupos e Modelos instituições em permanente interacção. Científicos Tipo I: Identifico diferentes estádios de evolução tecnológica na nossa Mobilizar o saber capacidade de entender o Universo. formal na Tipo II: Compreendo a relação entre evolução tecnológica na capacidadeinterpretação de leis e Tecnologia humana de entender o Universo e a evolução social (por exemplo, o papel da modelos científicos máquina a vapor na evolução industrial, a água potável e a saúde). num contexto de Tipo III: Discuto os possíveis caminhos de desenvolvimento tecnológico e coexistência de possíveis consequências no desenvolvimento social. estabilidade e mudança Tipo I: Reconheço que o Universo não é estático e está em evolução. Exemplos: o Tipo II: Compreendo as condições que permitiram a existência de vida na evolucionismo, a Terra e a sucessão das estações do ano tendo em conta a dinâmica do planeta Ciênciamecânica newtoniana, na sua orbita. a teoria da Tipo III: Discuto, no quadro da evolução e a partir do facto de existir vida Relatividade, na Terra, a possibilidade de existirem outros mundos habitados.mecânica quântica... Página 14 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009Competência / PROF. SÓNIA ABREU Dimensões Orientações Temas de Vida Sugestões Cultura Tipo I: Identifique, no conjunto dos diversos equipamentos Actuar face aos equipamentos e domésticos, aqueles que podem produzir bens culturais ou serCLC - EST - sistemas técnicos usados em usados de forma criativa. DR1 contexto doméstico, identificando Tipo II: Explique de que modo concreto tais equipamentos o seu potencial criativo e favorecendo o cruzamento entre produzem cultura ou manifestam o seu poder criativo. Tema: Tipo III: Mostre de que forma a vulgarização de tais arte, cultura quotidiano, criandoEquipamentos ainda a possibilidade de uma mais equipamentos pode ajudar à sensibilização e/ou intervenção em Domésticos activa participação (prática e iniciativas diversas (concursos, eventos, etc.) no âmbito das artes consumos culturais) dos cidadãos. e da cultura. Lidar com Tipo I: Identifique algumas características e funções dos equipamentos esistemas técnicos Língua equipamentos de referiu, recorrendo a vocabulário específico em contexto Actuar face aos equipamentos para o efeito.privado acedendo técnicos no contexto doméstico, Tipo II: Interprete alguns conteúdos fornecidos no Manual de à multiplicidade interpretando correctamente Instruções (textos, desenhos, ícones…) do equipamento em de funções que instruções contidas em manuais causa. comportam e de utilização em língua Tipo III: Mostre de que modo as instruções fornecidas com o reconhecendo a portuguesa e/ou estrangeira. equipamento podem ajudar na resolução de eventuais problemas sua dimensão com o mesmo. criativa Comunicação Actuar no contexto doméstico Tipo I: Identifique algumas características dos equipamentos Exemplos: face aos equipamentos técnicos referidosTelevisão, Rádio, que possibilitam a comunicação que possibilitam a comunicação. MP3, Leitor de entre indivíduos, compreendendo DVD, Câmara Tipo II: Apresente algumas vantagens e desvantagens do uso o seu papel e reconhecendo asfotográfica/vídeo, e/ou abuso de tais equipamentos. suas diferentes funções (telefones, Telemóvel, Tipo III: Mostre como usa efectivamente um desses telemóveis, intercomunicadores, Internet televisores, rádios, computadores, equipamentos para fins de comunicação no seu dia-a-dia. entre outros). Tipo I: Identifique, no conjunto dos equipamentos profissionais, CLC - EST aqueles que podem ser usados para a – DR2 Cultura produção/realização/elaboração de um determinado produto Actuar peranteequipamentos do cultural (um espectáculo, um evento musical, um filme, uma contexto profissional de modo a sessão fotográfica, um jornal, um site na internet, etc.). Tema: dominar o seu funcionamento e a Tipo II: Descreva algumas funcionalidades de tais equipamentosEquipamentos conseguir articular competências indispensáveis à produção/realização/elaboração do produto Profissionais próprias com a de outros cultural em questão. profissionais. Tipo III: Mostre de que modo concreto é possível usar um dos Agir perante equipamentos e equipamentos referidos com vista à produção de um determinadosistemas técnicos evento, produto ou objecto cultural. em contexto Tipo I: Identifique conteúdos relacionados com o tema a partir Língua profissional de fontes diversas. Actuar face aos equipamentos conjugando Tipo II: Mostre, com base em exemplos, que compreende o técnicos no contexto profissional saberes especializados e interpretando correctamente sentido dos textos que contêm instruções para a montagem e uso instruções contidas em manuais de equipamentos em contexto profissional.rentabilizando os de utilização em língua Tipo III: Apresente e explore, a partir do tema, diferentes tipos seus variados portuguesa e/ou estrangeira. de texto: informativo, expressivo, criativo… recursos noestabelecimento edesenvolvimento Tipo I: Identifique, no conjunto de equipamentos técnicos por si de contactos referidos, aqueles que possibilitam a comunicação entre Comunicação indivíduos. Exemplos: Actuar no contexto profissional Tipo II: Pesquise e seleccione informação sobre o tema emTelefone/telemóve face aos diferentes equipamentos l, Redes vários suportes/meios de comunicação, mostrando que técnicos que possibilitam ainternas/externas, compreende a informação recolhida. comunicação entre indivíduos, Computador, Tipo III: Mostre, com base em exemplos, como se pode utilizar compreendendo o seu Impressora/Fax, a informação contida em vários suportes – e utilizando vários funcionamento. Microfones, suportes – com vista à aquisição e/ou uso de equipamentos Câmara fotográfica/de técnicos em contexto profissional. Filmar, Projector Tipo I: Identifique diversas modalidades de assistência técnica Cultura e/ou agentes a quem pode dirigir o seu pedido deCLC - EST- Actuar no sentido de estar apto a ajuda/queixa/reclamação. DR3 lidar com alguns aspectos mais Tipo II: Explique a natureza e a importância (social, cultural, inovadores no funcionamento de equipamentos culturais e institucional…), bem como o modo de funcionamento de uma ou TEMA: várias dessas modalidades e/ou agentes. percebendo as suas virtualidades Utilizadores, Tipo III: Mostre, com base em exemplos concretos, como se Página 15 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009Consumidores podem FresolverN (ou como Eresolveu efectivamente) problemas PRO . SÓ IA ABR Ue Reclamações ligados ao (mau) funcionamento dos equipamentos técnicos. Língua Tipo I: Identifique diversas modalidades (oral, escrita…) de Utilizar reclamação. conhecimentos Actuar numa situação de relação institucional Tipo II: Explique qual o modo adequado de elaborar e dirigir sobre equipamentos e redigindo/apresentando oralmente uma reclamação, tendo em conta não apenas a natureza do textosistemas técnicos ou por escrito, em língua (ou da fala) em que a mesma é elaborada, mas também o seu para facilitar a portuguesa e/ou estrangeira uma destinatário. integração, a reclamação e/ou sugestão, Tipo III: Exponha oralmente e/ou por escrito uma situaçãocomunicação e a elaborada de forma efectiva de reclamação, tendo o cuidado de aplicar correctamente intervenção em argumentativa. as regras de funcionamento da língua. contextos Comunicação institucionais Actuar em situações de relacionamento com instituições Tipo I: Identifique alguns dos suportes (telefone, internet…) a Exemplos: privadas ou públicas que podemos recorrer para fazer uma reclamação, um pedido de Avaria/mau compreendendo as mudanças ajuda ou para comunicar com instituições públicas ou privadas. funcionamento ocorridas nas formas de Tipo II: Estabeleça uma comparação entre os suportes referidos dos equipamtos, comunicação pelo de modo a realçar as suas vantagens e/ou desvantagens reclamações... desenvolvimento dos respectivas, tendo em vista o fim pretendido. equipamentos técnicos e Tipo III: Mostre, exemplificando, como se pode usar/como usou contextualizando a sua em concreto um ou diversos suportes para comunicar, interagir, intervenção face ao leque das escolhas possíveis (correio relacionar-se com agentes e/ou instituições públicas ou privadas. electrónico, telefone,internet). CLC - EST Tipo I: Identifique os principais momentos na evolução técnica Cultura de um determinado equipamento ou sistema técnico. – DR4 Actuar nos consumos culturais e Tipo II: Esclareça de que modo esta evolução técnica promoveu artísticos tendo em conta que a um acesso mais generalizado aos bens culturais e artísticos, TEMA: incorporação de equipamentos e destacando a importância de um tal fenómeno a nível social.Transformaçõe sistemas técnicos na cultura e nas artes promoveu o acesso mais Tipo III: Explore o acesso a obras de arte através do se generalizado aos bens e levou a visionamento de reproduções (de fotografias, de pinturas…), Evoluções transformações na relação entre acessíveis, por exemplo, na internet, e contraponha tal Técnicas diferentes géneros artísticos. experiência ao contacto directo com as mesmas (através da visita Relacionar a museus, a exposições…). transformações e Tipo I: Identifique em textos/documentos (livros, páginas Línguaevoluções técnicas Actuar em contextos sociais Web…) elementos que denotem/façam referência à evoluçãocom novas formas alargados através da formulação técnica de um determinado equipamento ou sistema técnico. de acesso à oral e/ou escrita de uma opinião Tipo II: Relacione textos de diferentes épocas sobre as informação, à fundamentada, em língua características e/ou o uso de um determinado equipamento cultura e ao portuguesa e/ou estrangeira, sobre técnico, de modo a realçar as suas diferenças relativas. conhecimento o papel e as consequências das proporcionado Tipo III: Elabore um comentário crítico sobre o papel e as evoluções dos equipamentos consequências das transformações e evoluções técnicas na também pelos técnicos na organização da vida novos suportes formação pessoal e social do indivíduo e nas transformações em sociedade e nos usos da língua tecnológicos de linguísticas e culturais. comunicação Tipo I: Identifique algumas das principais alterações técnicas a Comunicação nível da comunicação social. Exemplos: Actuar face às evoluções e Tipo II: Relacione essas alterações técnicas com o modo como a cinema, transformações dos equipamentos fotografia, informação é trabalhada, apresentada e difundida pelos diferentes técnicos compreendendo a sua música, rádio, relação com as mudanças meios de comunicação social.televisão, internet, ocorridas nos diferentes meios de Tipo III: Elabore um comentário crítico sobre a relação entre as telemóvel, audio- comunicação social. alterações na comunicação social e o modo como vivemos e/ou livro, e-book, ... percepcionamos o mundo. CulturaCLC - AS – Actuar perante os consumos Tipo I: Identifique gastos energéticos relativos aos equipamentos DR1 culturais em contexto privado e (televisão, leitor de CD’s, computador, entre outros) que estão doméstico aplicando directa ou indirectamente relacionados com consumos culturais. TEMA: conhecimentos técnicos e Tipo II: Compare estilos de vida e opções diversas em termos de procurando evitar desperdícios consumos culturais e respectivos dispêndios energéticos. Consumo e energéticos de modo a poder Tipo III: Mostre, em concreto, como é possível diminuir o Eficiência contribuir para a qualidade do Energética dispêndio energético desses equipamentos. ambiente. Tipo I: Identifique, através da leitura, escuta e visionamento deRegular consumos energéticos Língua informação, símbolos e outros elementos significantes que aplicando Actuar em contextos privados, possam contribuir para a redução de consumos energéticos em conhecimentos através da interpretação de contexto privado. técnicos e símbolos relacionados com o Tipo II: Esclareça o significado desses elementos e mostre a sua competências consumo e eficiência energética e importância para o fim pretendido. interpretativas sua aplicação na vida quotidiana. Tipo III: Mostre, de forma argumentativa, como poderemos convencer outras pessoas acerca da importância e/ou necessidade Página 16 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009Exemplos:televis de diminuir S Ógastos energéticos. P R O F . os N I A A B R E Uão, leitor de CDs, vídeogravador, Tipo I: Identifique campanhas ou informações diversas (por computador... Comunicação Actuar em situações de exemplo na comunicação social) apelando a um consumo comunicação interpessoal energético mais eficiente. produzindo e transmitindo Tipo II: Explicite o conteúdo de tais informações e saliente a sua informação clara e tecnicamente importância. correcta sobre consumos Tipo III: Apresente, de forma clara e adequada ao destinatário da energéticos eficientes no contexto mensagem, uma ou várias estratégias de promoção de boas privado. práticas no quotidiano em termos de poupança energética. Tipo I: Identifique obras ou processos (culturais, artísticos…) Cultura compostos ou baseados em produtos reciclados. CLC - AS - Actuar reconhecendo o crescente Tipo II: Mostre de que modoesses produtos são usados na obra DR2 recurso a processos de reciclagem ou no processo referido. de materiais usados no trabalho Tipo III: Evidencie as preocupações (sociais, políticas ou outras) artístico e cultural que poderão estar na base, por exemplo, da integração de TEMA: Resíduos e materiais usados na produção de obras de arte. Reciclagens Língua Actuar em contextos profissionais Tipo I: Identifique termos ou formas verbais (separar, Agir de acordo diversos produzindo indicações reutilizar…) com o tema da reciclagem.com a percepção precisas e claras, oralmente e ou Tipo II: Analise e apresente um texto/documento em que essesdas implicações por escrito, sobre práticas de termos sejam usados no âmbito do tema referido. de processos de reciclagem de materiais usados Tipo III: Mostre, argumentativamente, de que modo poderia reciclagem em (papel, plástico, metais, pilhas motivar/convencer outros elementos do seu âmbito profissional contexto e/ou específicos de actividades sobre a importância e/ou necessidade da reciclagem. profissional, industriais). reconhecendo a Comunicação Actuar de acordo com Tipo I: Identifique campanhas ou informações diversas (pormais-valia da sua asmensagens emitidas na exemplo na comunicação social) apelando à prática da utilização, recorrendo à publicidade institucional dos reciclagem, nomeadamente no contexto profissional e/oucomunicação de mass media de apelo às práticas empresarial. mensagens de reciclagem de materiais Tipo II: Explique o conteúdo e/ou a mensagem de, pelo menos, eficazes usados, compreendendo a sua uma dessas campanhas ou informações. importância para o Tipo III: Mostre, por meio de exemplos, se considera que essas Exemplos: desenvolvimento sustentável e campanhas são importantes e/ou eficazes na promoção de reciclagem... para a responsabilidade ambiental das empresas. práticas sustentáveis no seio das empresas. Cultura Tipo I: Dê exemplos de recursos ou patrimónios naturais. Actuar reconhecendo a Tipo II: Relacione projectos (urbanísticos, arquitectónicos, CLC - AS - importância da salvaguarda dos recursos quer para o ordenamento turísticos…) com tais recursos ou patrimónios naturais. DR3 territorial quer para a afirmação Tipo III: Esclareça a importância cultural da preservação, da identidade dos lugares. nomeadamente, do património natural. TEMA: Tipo I: Identifique num texto/livro/documento elementos ou Recursos marcas (título, subtítulo, vocabulário…) relacionados com a Naturais Língua preservação do ambiente, dos recursos e/ou do património Actuar individual ou natural. Agir perante os colectivamente através da Tipo II: Apresente, resumidamente, a ideia ou ideias veiculadasrecursos naturais expressão oral e/ou por escrito de uma ideia fundamentada de apoio no texto sobre o assunto. reconhecendo a importância da ou oposição a uma intervenção Tipo III: Elabore uma petição, escreva uma carta (de protesto ousua salvaguarda e em recursos naturais. agradecimento), etc., dirigidas a instituições relacionadas com a participando em preservação do ambiente, do património e/ou dos recursos actividades naturais. visando a sua Tipo I: Identifique, na Constituição Portuguesa, direitos e protecção deveres, individuais e colectivos, relacionados com a preservação Comunicação Actuar civicamente apropriando- do património natural. Exemplos: se dos direitos e deveres Tipo II: Explicite alguns desses direitos e deveres.ambiente, recursos naturais, individuais e/ou colectivos que Tipo III: Intervenha junto das instituições por meio de diversas património regulam a vida em sociedade e, formas de comunicação (carta, email, jornal…), sensibilizando-as em particular, a protecção dos para os seus deveres e responsabilidades relativamente à natural... recursos naturais. preservação do ambiente, dos recursos e/ou do património natural. Tipo I: Identifique tipos diferentes de paisagem (área urbana, CLC - AS - Cultura espaço rural…). DR4 Actuar percepcionando a Tipo II: Demonstre a evolução da paisagem de um lugar tendo importância e o impacto das alterações climáticas nos estilos em conta mudanças urbanísticas e ambientais (crescimento daTEMA: Clima área urbana, desertificação…), recorrendo, por exemplo, a de vida e no aproveitamento dos tempos de lazer. imagens fotográficas, a documentários, etc. Agir de acordo Tipo III: Mostre, com base em exemplos (das artes visuais, do Página 17 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 com a cinema...,. masÓtambém da R E U ciência, da religião ou da filosofia, por PROF S NIA ABcompreensão dos exemplo), o modo como a paisagem foi sendo vista e pensada.diversos impactos Tipo I: Identifique termos e/ou expressões (num texto, no das alterações climáticas nas argumento de um filme ou documentário…) relacionados com actividades preocupações ambientais e/ou paisagísticas. humanas Língua Tipo II: Compare textos e/ou documentos de diferentes épocas Actuar emitindo opiniões orais sobre um determinado lugar ou paisagem em que seja clara, pela Exemplos: a e/ou por escrito sobre importância maneira como estes são vistos, pensados ou descritos, a evolução paisagem, das alterações climáticas para a do entendimento sobre os mesmos.visionamento do vida humana. Tipo III: Elabore um texto em que apresente e/ou descreva asfilme "Home"... principais mudanças (alterações climáticas…) ocorridas num lugar/paisagem que conheça, relacionando tais mudanças com a diminuição (ou incremento) da qualidade de vida. Tipo I: Identifique programas (informativos, de debate público…) nos media e/ou documentários relacionados com as alterações climáticas e a preservação do ambiente e dos recursos Comunicação naturais. Actuar criticamente face ao papel Tipo II: Mostre quais são os principais problemas e soluções que os programas de informação apresentados e discutidos nos referidos programas e/ou e debate público transmitidos pelos media têm na formação da documentários. opinião dos indivíduos sobre as Tipo III: Mostre, de forma concreta (elaborando uma petição, alterações do clima a nível construindo um blog, publicando imagens no Face-book…), de mundial. que modopodemos interagir para sensibilizarmos/chamarmos a atenção de outros para os efeitos das alterações climáticas, por exemplo, mas também dos nossos comportamentos ou estilos de vida na “saúde” e sustentabilidade da terra. Tipo I: Identifique diferentes modalidades e/ou actividades de Cultura lazer que podem contribuir para melhorar a qualidade de vida. Actuar no quotidiano tendo em Tipo II: Relacione tais actividades de lazer com as características CLC - S - conta que as actividades de lazer (idade, sexo, profissão, origem social…) dos indivíduos que as – das sociabilidades às práticas DR1 amadoras – contribuem para praticam. melhorar a qualidade de vida. Tipo III: Mostre, se possível com base num exemplo concreto, TEMA: de que modo o lazer se articula (ou não) com outras dimensões Cuidados dos cuidados de saúde, como o exercício físico ou a alimentação. Básicos Língua Actuar em situações de foro Tipo I: Identifique textos/documentos que relacionem a Interpretar e privado, compreendendo a ocupação de tempos livres ou as actividades de lazer com a saúde comunicar importância da língua portuguesa e a qualidade de vida dos indivíduos. conteúdos com e/ou estrangeira como meio de Tipo II: Apresente, resumidamente, o argumento ou as ideias objectivos de comunicação em diferentes suportes para a adopção de sobre o assunto veiculadas por um desses textos/documentos. prevenção na cuidados básicos de saúde Tipo III: Construa um texto, de forma argumentativa, apelando à adopção decuidados básicos (conversas interpessoais, folhetos, prática de actividades de lazer e em que fique claro o valor/ de saúde, em cartazes, consulta de artigos importância das mesmas na promoção e incremento da saúde contexto científicos e/ou revistas (física e psíquica). doméstico generalistas). Tipo I: Identifique programas (informativos, de debateExemplos: lazer, Comunicação público…) nos media e/ou documentários relacionados comexercício físico, Actuar em contexto privado, actividades de lazer, exercício físico, alimentação, alimentação, tendo em conta as informações comportamentos ou estilos de vida saudáveis.comportamento / transmitidas pelos mass media sobre cuidados básicos de saúde e Tipo II: Explore algumas das ideias ou argumentos estilos de vida saudáveis... de acordo com opiniões apresentados/discutidos em tais programas ou documentários. tecnicamente especializadas. Tipo III: Interaja (intervindo em fóruns, comentando artigos, escrevendo a sua opinião num blogue, participando em redes sociais…) sobre este tema. CLC - S - Tipo I: Identifique grupos ou profissões (actores, bailarinos, DR2 futebolistas…), no âmbito das artes/espectáculos/cultura, que Cultura exijam uma particular atenção relativamente às condições de Actuar reconhecendo o estatuto trabalho.TEMA: Riscos específico de algumas profissões Tipo II: Reflicta sobre a necessidade de existirem (ou não) e do sector cultural no que respeita regimes especiais de segurança social para as referidasComportament a condições de trabalho, profissões, uma vez que implicam geralmente risco ou desgaste os Saudáveis profissionalização e segurança físico rápido. social. Intervir em Tipo III contexto Analise e/ou compare o estado destas questões em diferentes profissional países da União Europeia. Página 18 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 apreendendo e Tipo I F . S Ó N I A A B R E U Língua PRO comunicando Identifique, em textos ou outros documentos orais e escritos,regras e meios de Actuar com vista ao estabelecimento de cumprimento mensagens relativas a práticas de prevenção e/ou regras de segurança e de regras, meios de prevenção e segurança no âmbito profissional. desenvolvendo uma cultura de segurança no desempenho de Tipo II: Explicite algumas dessas práticas e regras. prevenção tarefas de natureza profissional, Tipo III: Interaja (oralmente ou por escrito) de modo a evitar o interagindo, oralmente e por incumprimento de regras e prevenir possíveis danos naExemplos: riscos, escrito, em língua portuguesa integridade física ou psíquica, individual ou colectiva, no prevenção e e/ou estrangeira. contexto profissional. segurança no Tipo I: Identifique, em diversos suportes, mensagens trabalho... relacionadas com a prevenção e segurança nos contextos Comunicação Actuar junto de diferentes profissionais. interlocutores, em situações de Tipo II: Reflicta criticamente sobre a eficácia de tais mensagens comunicação e em contextos nos seus destinatários. profissionais, com vista à Tipo III: Apresente uma ou várias estratégias de actuação, com execução e controlo de regras de recurso a mensagens em diversos suportes e organizadas em segurança. função do interlocutor, com vista à observância de regras de segurança na execução das tarefas/actividades profissionais. Tipo I: Identifique diferentes tipos de terapêuticas, tendo em Cultura conta, por exemplo, a sua origem cultural. Actuar no campo da saúde com Tipo II: Compare as medicinas modernas com as medicinas um posicionamento abrangente, tradicionais (também designadas “naturais”), realçando os traços capaz de relacionar a variedade distintivos de cada uma. CLC - S - de práticas terapêuticas com a Tipo III: Reflicta e apresente possíveis razões do DR3 diversidade cultural. incremento/procura de práticas terapêuticas “alternativas” na sociedade ocidental, em especial nos últimos anos. TEMA: Língua Actuar expressando-se, oralmente Tipo I: Identifique, em textos orais e escritos, referências a Medicinas e e por escrito, em língua terapêuticas diversas. Medicação portuguesa e/ou estrangeira, de Tipo II: Analise e apresente, de forma sucinta mas clara, o Relacionar a forma correcta e adequada, no conteúdo de um desses textos. multiplicidade de âmbito do aconselhamento, Tipo III: Construa um texto argumentativo em que defenda asterapêuticas com a prescrição e/ou prática de vantagens ou desvantagens de uma determinada prática diversidade actividades de natureza terapêutica (moderna, tradicional…) comparativamente a outra. cultural, terapêutica. respeitando Tipo I: Identifique formas de aceder/comunicar com instituições, opções Comunicação empresas, organizações que desenvolvem diferenciadas Actuar em várias situações de actividades/intervenções com recurso a diferentes terapêuticas. comunicação e face a diversos Tipo II: Pesquise e interprete mensagens em diversos suportes Exemplos: interlocutores, incluindo relacionadas com actividades de natureza terapêutica e a sua terapêuticas, instruções, com a finalidade de eficácia. medicinas... desenvolver uma atitude de Tipo III: Produza um ou vários materiais de divulgação a apelar receptividade relativamente a para determinada prática terapêutica, recorrendo para tal ao diferentes terapêuticas. suporte e à argumentação que considere mais adequados, tendo em vista o público-alvo. CLC - S - Tipo I: Identifique situações (características, problemas…) relacionadas com o envelhecimento, tendo em conta, por DR4 exemplo, a autonomia/dependência, a maior ou menor facilidade Cultura Actuar reconhecendo que o no acesso a serviços de qualidade, a participação na vida social, TEMA: entre outros. prolongamento do ciclo da vida Patologias e dos indivíduos veio alterar Tipo II: Explique a importância dos cuidados de prevenção no Prevenção representações e atitudes perante processo de envelhecimento. a velhice, a identidade, os modos Tipo III: Mostre de que modo o aumento da esperança de vidaMobilizar saberes de vida, a saúde, a prevenção. culturais, nas sociedades contemporâneas veio introduzir novas linguísticos e expectativas, hábitos, valores e maneiras de experienciar ascomunicacionais diversas fases do ciclo de vida. para lidar com Tipo I: Identifique, em textos orais e escritos, marcas linguísticas patologias e Língua relativas ao envelhecimento. cuidados Actuar expressando-se, oralmente Tipo II: Analise e apresente, de forma resumida, um preventivos e por escrito, e recorrendo arelacionados com texto/livro/artigo que tenha por tema o envelhecimento e/ou a diversos tipos de texto, sobre ao envelhecimento temática do envelhecimento como esperança de vida. e o aumento da processo biológico e/ou como Tipo III: Elabore um texto em que exponha, de forma clara eesperança de vida vivência social. argumentada, alguns dos problemas, mas também oportunidades, que o envelhecimento implica nos dias de hoje. Exemplos: Comunicaçãoenvelhecimento, Tipo I: Identifique suportes ou serviços de comunicação Actuar face às novas tecnologiasciclo e esperança de informação e comunicação (internet, linhas de apoio especializadas…) relacionadas com o de vida... como recurso adicional de tema do envelhecimento. Página 19 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 informação técnica e Tipo O F . Analise/interpreteE mensagens, em suportes diversos, P R II: S Ó N I A A B R U especializada sobre as patologias sobre a problemática do envelhecimento. relacionadas com o Tipo III: Elabore um texto, um folheto, um blogue, uma petição, envelhecimento etc., visando sensibilizar as pessoas para uma mudança de atitude face ao envelhecimento e aos idosos nos comportamentos individuais e colectivos. Cultura Tipo I: Identifique, nos orçamentos familiares, rubricasCLC - GE - Actuar na organização dos relacionadas com actividades de lazer e consumos culturais. DR1 orçamentos familiares procurando Tipo II: Explique de que modoessas rubricas são articuladas com que estes contemplem rubricas despesas de carácter mais momentâneo ou continuado, tendo em relativas a lazer e consumos vista os diferentes interesses do agregado familiar a curto, médio TEMA: culturais, de acordo com os e longo prazo.Orçamentos e interesses dos diversos elementos Tipo III: Mostre de que forma é possível conciliar os vários Impostos que compõem os agregados interesses e/ou prioridades em jogo, recorrendo, por exemplo, a familiares. Definir oferta cultural de acesso livre ou a preço reduzido. orçamentos Língua Tipo I: Identifique, nos orçamentos familiares e/ou declarações familiares e Actuar face a orçamentos e de impostos, expressões ou termos técnicos (tais como despesas, preencher impostos apropriando-se das receitas, saldo, entre outros). formulários de terminologias utilizadas para as questões técnicas (despesas, Tipo II: Esclareça o significado dos termos por si referidos. impostos receitas, saldos…) e Tipo III: Pesquise e seleccione, em textos, artigos, sites (se dominando terminologias e compreendendo o seu significado possível especializados) informação relevante, e gramaticalmente aplicando no contexto privado. correcta, sobre este tema. tecnologias que Tipo I: Identifique, com recurso às novas tecnologias defacilitam cálculos, informação e comunicação, a informação necessária para opreenchimentos e Comunicação preenchimento de declarações de impostos ou elaboração de envios Actuar através das novas orçamentos privativos. tecnologias de informação e Tipo II: Analise e apresente, de forma sucinta, a informação Exemplos: comunicação para o orçamento preenchimento de declarações de recolhida. familiar, impostos ou elaboração de Tipo III: Opere, através das novas tecnologias da informação epreenchimento de orçamentos privativos comunicação, aplicando a informação sobre impostos ou impostos... elaborando orçamentos que demonstrem que compreendeu a informação recolhida e que se adequam ao seu agregado familiar. Cultura Tipo I: Identifique diferentes tipos de organograma (representação gráfica da estrutura e das relações entre os váriosCLC - GE - Actuar em contextos profissionais elementos de uma empresa ou organização). compreendendo que a DR2 organização do trabalho em Tipo II: Relacione tais organogramas com diferentes modelos de equipa é essencial em algumas gestão e/ou organização praticados pelas instituições a que dizem TEMA: ocupações culturais e que o respeito. Empresas, desenvolvimento de projectos Tipo III: Mostre de que modo a organização do trabalho emOrganizações e neste formato potencia, de modo equipa é (ou não) essencial em certos projectos e/ou ocupações Modelos de geral, as especializações. de natureza cultural. Gestão Língua Actuar em contextos profissionais Tipo I: Identifique diferentes tipos de texto a que se podeSaber adequar-se diferenciados, compreendendo os recorrer para comunicar entre os vários elementos de uma a modelos de modos de utilização da língua e empresa ou organização (notas, circulares, memorandos…). organização e os diferentes tipos de texto a que Tipo II:Explicite algumas características específicas de cada um gestão que se pode recorrer para a dos textos por si referidos. valorizam o comunicação organizacional trabalho em Tipo III: Elabore um texto (carta, circular, memorando…) (notas, cartas, circulares, formal e gramaticalmente correcto. equipa em memorandos, directivas…).articulação com Tipo I: Identifique diversos tipos de suporte para a comunicação outros saberes Comunicação especializados Actuar em contexto profissional organizacional (telefone, internet, face-a-face…). através das tecnologias da Tipo II: Analise e interprete, recorrendo a um exemplo, algumas Exemplos: informação e da comunicação convenções ortográficas e a linguagem usada no estabelecimento organogramas, para estabelecimento de de comunicação organizacional. organização e comunicação organizacional (fax, Tipo III: Use /mostre que sabe usar efectivamente um ou vários gestão do telefone, e-mail, internet, recursos das tecnologias da informação e da comunicação com trabalho... comunicação face-a-face. vista ao estabelecimento de comunicação organizacional. Tipo I: Identifique, no funcionamento de diferentes artes,CLC - GE - elementos/aspectos que manifestem a sua dimensão económica. DR3 Tipo II: Reflicta sobre as razões/motivações económicas que Cultura levam ou podem levar algumas TEMA: Actuar perante a cultura e as artes reconhecendo a dimensão pessoas/empresas/organizações/instituições a investir em arte e Sistemas cultura. económica do seu funcionamento. Monetários e Tipo III: Explique de que modo a produção e circulação de bens Financeiros culturais e artísticos podem ser afectadas pela situação ou funcionamento dos sistemas monetários e financeiros. Página 20 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 Agir de acordo Tipo O FIdentifique, em textosUrelacionados com tema, termos ou P R I: . S Ó N I A A B R E com a expressões que demonstrem a importância ou o papel da língua compreensão do Língua (portuguesa ou estrangeira) no funcionamento do sistema funcionamento Actuar individual ou económico ou nas transacções à escala mundial. dos sistemas colectivamente compreendendo o monetários e Tipo II: Reflicta sobre o papel (maior ou menor) da língua papel da língua no sistemafinanceiros (como económico e nas transacções à portuguesa no actual contexto económico mundial e sobre a elemento de escala mundial (interesses importância da sua defesa e divulgação. configuração económicos geoestratégicos, Tipo III: Mostre, com base num texto coeso e coerente, como se cultural e acordos de cooperação…). pode promover e incrementar a defesa e divulgação da língua comunicacional portuguesa no actual contexto económico mundial onde das sociedades predomina o inglês. actuais) Comunicação Tipo I: Identifique, no âmbito dos mass media, programas, Exemplos: a Actuar face aos mass media serviços, etc., que tenham, respectivamente, objectivos moeda... compreendendo como se económicos e objectivos de interesse público. distinguem objectivos Tipo II: Distinga, de forma clara, entre uns e outros. económicos de objectivos de Tipo III: Reflicta e argumente sobre a importância (ou não) da serviço público, no contexto dos manutenção de um serviço público (de rádio, de televisão…) no sistemas financeiros nacionais. contexto da realidade económico-financeira nacional. Tipo I: Identifique diferentes actividades culturais e/ou artísticas Cultura que recorram ao chamado “tempo real”(conversas e jogos on-CLC - GE - Actuar perante a gestão do tempo line, programas televisivos, videoconferências…). tendo em conta o impacto das DR4 Tipo II: Explicite possíveis razões do recurso ao “tempo real” no evoluções técnicas nos modos de experienciar o tempo, comunicar âmbito de tais actividades.TEMA: Usos e e partilhar informação. Tipo III: Analise e apresente algumas vantagens e/ou Gestão do desvantagens das actividades e operações desenvolvidas em Tempo “tempo real”. Língua Tipo I: Identifique características do registo linguístico Identificar os Actuar em contextos sociais dependentes do factor tempo. impactos de alargados e transversais, Tipo II: Apresente um ou vários exemplos que manifestem aevoluções técnicas compreendendo como os diferentes usos da língua e as suas evolução/variação da língua ao longo do tempo (diacronia). na gestão do tempo formas de gestão se cruzam com Tipo III: Mostre, por meio de exemplos, como o tempo interfere reconhecendo o elemento tempo (a distância, nas variações regionais, socioculturais, etc., da língua ainda os seus presencial, verbal, não-verbal). (regionalismos, pronúncia…).efeitos nos modos Tipo I: Identifique diferentes programas ou meios de de processar e Comunicação comunicação que lidam com o factor tempo. transmitir Actuar face aos diferentes meios Tipo II: Mostre como é gerido ou qual a importância do tempo informação de comunicação social em cada um desses programas ou meios de comunicação. compreendendo a gestão do Exemplos: o tempo em cada um deles e a sua Tipo III: Elabore um texto em que mostre como actuou (ou tempo... relação com o tipo de programas poderia actuar) face a diferentes meios de comunicação social, e linguagens utilizadas. tendo em conta a necessária adequação da forma e do modo de comunicar em função do factor tempo. Tipo I: Identifique diversas funcionalidades dos telemóveis adequadas a práticas culturais e/ou de lazer. Cultura Tipo II: Mostre de que modo os telemóveis se integram nasCLC - TIC - actividades de lazer (jogos, envios de mensagens…), Actuar perante as novas DR1 tecnologias de comunicação relacionando as utilizações preferidas dos seus utilizadores de reconhecendo as suas múltiplas acordo com as respectivas características socioeconómicas TEMA: funcionalidades e compreendendo (idade, sexo, profissão, nível de escolaridade…).Comunicações as suas aplicações na organização Tipo III: Reflicta e apresente possíveis vantagens (economia de Rádio do quotidiano. tempo, gestão do quotidiano…) e desvantagens (menor capacidade de interacção com os outros…) do uso dos telemóveis Operar com as no contexto privado. comunicaçõesrádio em contexto Língua Tipo I: Identifique símbolos e códigos necessários ao uso de um doméstico Actuar no contexto privado telemóvel. adequando-as às compreendendo e distinguindo as Tipo II: Compare diferentes usos da língua no âmbito da necessidades da diferentes formas de utilização da utilização de um telemóvel, distinguindo por exemplo um texto organização do língua e respectivos símbolos e oral (conversa) de um texto escrito (mensagem). quotidiano e códigos face às tecnologias de Tipo III: Relacione, com base em exemplos, texto, imagens e compreendendo informação e comunicação sons, destacando a sua importância relativa para o bom uso do de que emergentes. telemóvel em contextos diversos. Página 21 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009modoincorporam Tipo OI: .Identifique, A B R Ealém do telemóvel, outros meios PR F S Ó N I A para U e suscitam tecnológicos que permite a comunicação (por imagem, texto, diferentes Comunicação som…). utilizações da Actuar comunicando através dos Tipo II: Demonstre, por meio de exemplos, que compreende a língua meios tecnológicos disponíveis Exemplos: mensagem (intenção comunicativa) dos textos/imagens em contexto privado,telemóveis, novas compreendendo os diferentes transmitidos pelos meios tecnológicos em contexto privado. tecnologias... símbolos e suportes de Tipo III: Mostre de que forma comunica (com a família, amigos, comunicação utilizados. colegas, instituições…) fazendo uso das funcionalidades do telemóvel (ou de outros meios tecnológicos ao seu dispor) em contexto privado. CLC - TIC Cultura Tipo I: Identifique actividades e /ou processos em contexto Actuar perante as TIC tendo em profissional que podem ganhar com a utilização do computador. – DR2 conta as suas virtualidades nos Tipo II: Exponha algumas vantagens da utilização do uso do processos de comunicação, computador nas actividades e/ou processos referidos.TEMA: Micro sistematização e tratamento da informação e sendo capaz de Tipo III: Explore a relação do uso do computador (e das TIC em e Macro relacionar a micro e a macro geral) com alterações recentes na organização do trabalho em Electrónica electrónica em novas tendências diversos sectores (flexibilidade, polivalência, trabalho àLidar com a micro na organização do trabalho distância…). e macro Língua Tipo I: Identifique linguagens específicas de programação electrónica em Actuar face aos dispositivos (visual Basic, ASCII…). contextos tecnológicos informáticos Tipo II: Mostre que compreende os meios linguísticos dossocioprofissionais reconhecendo os recursos dispositivos tecnológicos informáticos em contextos profissionais identificando as linguísticos na utilização de em língua portuguesa e/ou estrangeira. suas mais-valias linguagens específicas dena sistematização Tipo III: Actue face às tecnologias da informação e programação (binária, visual comunicação, manipulando os meios linguísticos necessários ao da informação, basic, ASCII, etc.) decorrentes seu funcionamento em contexto profissional. também da Comunicação Tipo I: Identifique elementos/aspectos (formais, tecnológicos…)especificidade de Actuar face aos diferentes meios que manifestem a evolução das tecnologias de informação e linguagens de de comunicação social comunicação em contexto profissional. programação compreendendo o seu Tipo II: Mostre que compreende (que utiliza) conteúdos empregues desenvolvimento e relacionando- relacionados com diferentes TIC. o com a evolução das tecnologias Tipo III: Actue, usando, discutindo e argumentando sobre as Exemplos: da informação em contexto computador, vantagens e desvantagens das diferentes TIC no contexto profissionalnovas tecnologias. profissional. Tipo I: Identifique diferentes modalidades de divulgação (tratamento jornalístico, publicidade…) dos bens culturais e/ou artísticos pelos meios de comunicação social. Cultura Tipo II: Relacione os vários media (rádio, jornais, televisão…) Actuar nas práticas culturais com o grau e/ou tipo de visibilidade/exposição que autores e bens reconhecendo a importância dos media para os processos de culturais ou artísticos podem obter por seu intermédio. CLC - TIC difusão e recepção dos bens Tipo III: Explore um ou mais exemplos do trabalho de – DR3 culturais e artísticos. divulgação de um determinado bem cultural ou artístico (um livro, um filme, um concerto…), mostrando a importância doTEMA: Media marketing e/ou da crítica jornalística para a sua maior ou menore Informação aceitação do mesmo junto do público. LínguaRelacionar-se com Actuar face aos diferentes meios Tipo I: Identifique diferentes tipos de texto (informativo, os mass media de comunicação social publicitário…) usados na comunicação social em língua reconhecendo os identificando as diferentes formas portuguesa e/ou estrangeira. seus impactos na de texto utilizadas a sua construção (notícias para Tipo II: Caracterize e distinga entre si os textos referidos. constituição do Tipo III: Recolha e organize informação comparativa sobre umpoder mediático e televisão ou rádio, programas de entretenimento, publicidade, etc.), determinado tema que seja (tenha sido) abordadotendo a percepção dos efeitos deste em língua materna e/ou simultaneamente por diversos meios de comunicação social. na regulação estrangeira. institucional Comunicação Actuar face aos diferentes meios Tipo I: Identifique o poder e a função daExemplos: meios de comunicação social imagem/visibilidade/exposição em diferentes meios dede comunicação compreendendo como as comunicação social. social... tecnologias de informação Tipo II: Mostre de que forma o poder mediático se manifesta, possibilitam o aparecimento de um poder equivalente ao servindo-se de diferentes meios e estratégias (argumentação, legislativo ou ao executivo – o persuasão, manipulação de interesses socioprofissionais e/ou poder mediático, e políticos…). simultaneamente a necessidade da Tipo III: Actue, criticamente e de forma responsável, face às sua regulação através de estratégias e manifestações do poder mediático no quotidiano. instituições próprias. Página 22 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 Cultura Tipo O F Identifique diferentes aplicações/utilizações da internet PR I: . S Ó N I A A B R E U Actuar perante as novas no trabalho artístico (criação, difusão…). tecnologias da informação Tipo II: Relacione a internet com novas formas de arte (arte identificando modos de digital, arte interactiva…). apropriação pela produção Tipo III: Compare, por meio de exemplos diversos, a CLC - TIC artística e compreendendo de que circulação/navegação no espaço virtual (transição entre sites, – DR4 modo a circulação no ciberespaço altera hábitos perceptivos. imagens, animações multimédia…) com a circulação no espaço não virtual.TEMA: Redes Tipo I: Identifique diferentes conteúdos (textos, imagens…)e Tecnologias disponibilizados na rede de internet. Língua Tipo II: Compare a natureza/estrutura de textos ou documentos Perceber os Actuar relativamente a conteúdos disponíveis na internet (de tipo expositivo, argumentativo ou impactos das disponibilizados na rede da outro) com a natureza/estrutura de textos ou documentos redes de internet internet através da produção e/ou veiculados por outros suportes, destacando as respectivas nos hábitos interacção com esses mesmos perceptivos, diferenças. conteúdos em língua materna e/ou Tipo III: Mostre, por meio de exemplos, ser capaz de utilizar de desenvolvendo estrangeira.uma atitude crítica forma criteriosa e responsável a informação face aos pesquisada/seleccionada a partir de diferentes fontes da internet conteúdos aí em língua portuguesa e/ou estrangeira. disponibilizados Tipo I: Identifique alguns dos perigos/armadilhas que minam a Comunicação confiança que se pode depositar nos conteúdos/sites/serviços Exemplos: Actuar criticamente face à disponibilizados na rede de Internet. Internet, novas tecnologias... confiança que se pode Tipo II: Explique detalhadamente a natureza de alguns desses desenvolver relativamente a perigos. conteúdos disponibilizados na Tipo III: Actue criticamente face a eles, apresentando algumas rede de internet e sua fruição. estratégias, regras e/ou procedimentos a ter em conta para uma circulação/navegação/comunicação tanto quanto possível segura. Cultura Tipo I: Identifique diferentes necessidades dos espaços Actuar perante o planeamento e habitacionais relativamente à prática de actividades de lazer edificação de espaços (existência de zonas verdes, espaços lúdicos…). habitacionais identificando Tipo II: Relacione tais necessidades com diferentes estilos de condições que permitam oCLC - UM – desenvolvimento de certas vida. DR1 práticas de lazer e contribuam Tipo III: Com base em exemplos, mostre de que forma a história para uma maior qualidade de da arquitectura (moderna, contemporânea) têm reflectido (ou TEMA: vida. não) estas preocupações e/ou necessidades. Construção e Tipo I: Identifique termos e/ou expressões relacionados com a Arquitectura arquitectura e a construção (área coberta, projecto de construção, Língua licença, caderno encargos…). Participar no Actuar em contexto privado tendo Tipo II: Analise e apresente, resumidamente, um texto onde processo de em conta a terminologia específica e seus significados em surjam alguns dos termos referidos. planeamento e Tipo III: Mostre de que forma o conhecimento dessa construção de situações relacionadas com a construção e arquitectura. terminologia tem importância (maior, menor) no contexto edifícios recorrendo a privado, nomeadamente, por exemplo, quando se trata de terminologias construir ou comprar uma casa próprias e Tipo I: Identifique, num contexto comunicativo, a importância e procurando Comunicação a funcionalidade dos deícticos; isto é, marcas que identificam ogarantir condições Actuar em situações privadas de sujeito da enunciação e/ou da comunicação e o(s) interlocutor(es)para as práticas de construção e arquitectura através da mesma. lazer do estabelecimento de Tipo II: Mostre de que forma o conhecimento de terminologia comunicação eficaz com Exemplos: operários e técnicos específica de construção e arquitectura é importante para obras... especializados, com vista ao comunicar/interagir, no contexto privado, tendo em vista as obras esclarecimento de um a efectuar. pedido/resolução de situações de Tipo III: Interaja/comunique com operários e técnicos incumprimento. especializados, utilizando terminologia adequada, com vista ao cumprimento do respectivo caderno de encargos.CLC - UM – Cultura Tipo I: Identifique sectores de emprego relacionados com a DR2 Actuar tendo em conta o crescente valorização do património rural e urbano por parte das potencial de oportunidades autarquias. laborais resultantes da Tipo II: Mostre em que medida o turismo cultural, por exemplo, TEMA: progressiva atenção dada pelas implica novas necessidades de mercado, mas também exige Ruralidade e políticas locais à valorização do novos tipos de formação e profissionalização a fim de responder Urbanidade património rural e urbano de forma adequada a tais necessidades. enquanto factor de Tipo III: Explore a relação crescente entre a procura de turismo Intervir em desenvolvimento e qualificação contextos cultural (bairros culturais, semanas culturais, cidades culturais…) dos territórios. profissionais e novas oportunidades de emprego. Página 23 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 considerando a Tipo O F Identifique algumas U Língua P R I: . S Ó N I A A B R E variantes (pronúncia, vocabulário, ruralidade ou Actuar em contextos profissionais significado…) da língua portuguesa em “falares” de váriasurbanidade que os regiões e/ou outros países lusófonos. envolvem e diferenciados regionalmente, identificando sotaques ou Tipo II: Mostre de que forma tais variantes podem ser um factorprocurando retirar daí benefícios regionalismos, através do uso da de inclusão e/ou exclusão socioprofissional dos respectivospara a integração língua portuguesa e/ou falantes. estrangeira, no sentido de uma Tipo III: Interaja, utilizando diversos níveis da língua de acordosocioprofissional melhor integração com os interlocutores e valorizando as diferenças linguísticas socioprofissional. Exemplos: com vista a uma melhor integração socioprofissional.património rural e Tipo I: Identifique diferentes suportes de comunicação oral e urbano, turismo Comunicação escrita, em língua portuguesa e/ou estrangeira, quer podem servir rural... Actuar, comparando textos para trocar ideias, informações, documentos sobre o património utilitários e literários recentes ou rural e urbano. de outras épocas, em debates que Tipo II: Distinga textos utilitários de textos de textos literários reforcem o interesse pela preservação, equilíbrio e de diferentes épocas, directa ou indirectamente relacionados com dinamização do espaço rural e a temática do património rural, urbano e afins. urbano, tendo em conta a Tipo III: Interaja em grupo (ou noutros contextos) através da evolução histórica, a situação exposição ou debate de ideias sobre o interesse de promover a actual e a reflexão sobre o futuro. preservação, o equilíbrio e a dinamização do espaço rural e urbano. Cultura Tipo I: Identifique diferentes redes de equipamentos (teatros, Actuar perante as questões museus, bibliotecas, cinemas…). relativas à administração do Tipo II: Explique algumas das as funções de tais redes deCLC - UM – território compreendendo que as equipamentos (instrumentos de coesão, meios de difusão DR3 diferentes redes nacionais de cultural…). equipamentos culturais Tipo III: Explore, em concreto, a estrutura, o funcionamento e os promovem ordenamento e a objectivos de uma rede específica (Rede de bibliotecas, Rede de TEMA: coesão social.Administração, museus…). Segurança e Língua Tipo I: Identifique terminologia relacionada com diversas redes Território Actuar individual e/ou de equipamentos, em língua portuguesa e/ou estrangeira. colectivamente através da Tipo II: Pesquise e descodifique informação de diferentes tipos Identificar descodificação de informação (textos relacionados com prevenção rodoviária, sinalização de sistemas de institucional sobre questões de estradas, estatística sobre acidente…). administração administração do território Tipo III: Consulte sitesrelacionados com o tema e mostre que é territorial e (mapas, sinalização, legislação, capaz de seleccionar, interpretar e divulgar informação relevante respectivos dados estatísticos…) funcionamentos sobre este e/ou outros assuntos afins. integrados Tipo I: Identifique meios e formas que as instituições responsáveis pela área utilizam para comunicar informações,Exemplos: redes Comunicação conselhos, regras de segurança, etc., aos cidadãos.de equipamentos, Actuar civicamente Tipo II: Mostre, por meio de exemplos, que compreende a prevenção compreendendo as diferentes mensagem/intenção comunicativa de certas recomendações rodoviária, formas e conteúdos de (“Programa de acção para a segurança rodoviária”; consumo de visionamento e comunicação do Estado com osexploração do site álcool; horas de repouso dos condutores profissionais, etc.). seus cidadãos, em matéria de Tipo III: Elabore um texto em que denuncie/chame a atenção "PORDATA"... administração do território. das autoridades competentes para a necessidade de eliminar os “pontos negros” nas estradas e melhorar as infra-estruturas rodoviárias. Tipo I: Identifique diferentes comunidades imigrantes emCLC - UM – Cultura Portugal e as causas principais da imigração. Actuar compreendendo as causas DR4 económicas, políticas e culturais Tipo II: Relacione a presença de comunidades imigrantes com dos fluxos migratórios das novas tendências em termos de expressão cultural e artística TEMA: populações e reconhecendo a (música, dança…) Mobilidades importância do multiculturalismo Tipo III: Mostre, por meio de um ou mais exemplos, em que Locais e para a diversidade da oferta medida a programação cultural de equipamentos e/ou eventos Globais cultural. contempla (ou não) o multiculturalismo. Língua Tipo I: Identifique aspectos diferenciados da língua portuguesa Relacionar Actuar individual e nos países lusófonos. mobilidades efluxos migratórios colectivamente na defesa do Tipo II: Mostre de que forma essas diferenças e/ou variantes com a património linguístico comum da constituem uma riqueza da nossa língua. disseminação de língua portuguesa e do seu papel Tipo III: Elabore um texto, com base na recolha e selecção de patrimónios e lugar no mundo, informação relevante, sobre a importância da língua portuguesa linguísticos e compreendendo a sua importância no mundo, acentuando em particular os diversos contactos culturais e seus económica, histórica e cultural, a estabelecidos e/ou mantidos ao longo dos séculos com os falantes impactos par com outras línguas. de outras línguas. Página 24 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 Comunicação Tipo I: F . S Ó N I A A B onde se fala português. P R O Identifique países R E U Exemplos: Tipo II: Mostre em que medida a língua portuguesa, na era das visionamento e Actuar no mundo global, tendo em conta que a língua é um comunicações globais, é/pode ser um factor de união/cooperação exploração do elemento essencial do entre os povos que a falam. filme "HOME", Migrações, funcionamento das sociedades e Tipo III: Elabore uma reflexão em que mostre, por meio demulticulturalismo, das relações entre as pessoas de exemplos, até que ponto – no mundo globalizado, na era da diferentes origens sociais e internet e das migrações em que vivemos - falar uma determinada lusofonia... culturais, e um factor indiscutível língua (portuguesa ou outra) pode ser uma vantagem ou uma de integração. desvantagem, um factor de inclusão ou de exclusão, etc. Tipo I: Identifique os principais factores e/ou situações que, em seu entender, contribuíram para configurar o seu Cultura percurso/trajectória de vida (família, escola, amizades, Actuar tendo em conta que os trabalhos…). percursos individuais são Tipo II: Mostre de que modo as formações não formais (aquelasCLC - SF – afectados por condições sociais e que não conferem títulos escolares) constituíram uma das fontes DR1 que as trajectórias se (re)constroem a partir da vivência da sua aprendizagem ao longo da vida, em particular no de diversos contextos e da incremento dos seus recursos culturais. TEMA: O reconfiguração da posse de Tipo III: Esclareça, com base na própria história de vida e/ou da Elemento diferentes recursos. de outros, em que medida a alteração da posse de um ou mais recursos (económicos, sociais, culturais…) afectou a evolução daIntervir tendo em conta que os trajectória pessoal. percursos Tipo I: Identifique em memórias, diários, cartas, retratos, etc., individuais são Língua elementos informativos que expressem trajectórias individuais afectados pela Actuar face aos textos, e/ou colectivas.posse de diversos identificando os seus elementos Tipo II: Recolha e seleccione informação relevante, em textos recursos, constituintes e organizativos e orais ou escritos, sobre variedades linguísticas individuais e/ou incluindo garantindo a correcta utilização regionais.competências ao da língua portuguesa e/ou Tipo III: Escreva um texto em que reflicta sobre um nível da cultura, estrangeira. da língua e da acontecimento marcante do seu próprio trajecto de vida e em que comunicação demonstre uma correcta utilização da língua portuguesa. Tipo I: Identifique, na comunicação social, programas que Exemplos: Comunicação versam sobre condições, percursos ou projectos de vida. biografia, Actuar face aos modelos dos Tipo II: Analise, em pormenor, um desses programas, mostrando memórias... processos de comunicação que compreende as diferentes intenções do emissor e os efeitos pública, identificando as produzidos e/ou visados no receptor. diferentes intenções do emissor e Tipo III: Com base num programa, documentário, etc., relate os efeitos produzidos no receptor. vivências e experiências relativas ao conhecimento da(s) sociedade(s) onde o português é falado. Tipo I: Identifique métodos e técnicas que podem ser utilizados em estudos e/ou investigação sobre temas culturais (análise Cultura documental, inquéritos, entrevistas, sondagens…). Actuar em contextos profissionais Tipo II: Estabeleça a distinção entre estratégias de investigação identificando o que são intensivas e extensivas e reflicta sobre a vantagem de usar uma procedimentos científicos e ou outra consoante aquilo que se pretende da investigação emCLC - SF – diferentes métodos de produção causa. de conhecimento sobre temáticas Tipo III: Apresente, com base num ou mais exemplos, alguns DR2 relacionadas com a cultura. benefícios de estudos que integram uma componente de TEMA: diagnóstico e prospecção para um mais eficaz funcionamento das Processos e organizações na área da intervenção e produção cultural. Língua Métodos Actuar em contextos profissionais Científicos diversos, tendo em conta os Tipo I: Identifique diversos tipos de texto (literário, diferentes tipos de texto e as suas autobiográfico, argumentativo, expositivo, descritivo…).Agir em contextos características (literário/não Tipo II: Caracterize e distinga entre si os textos referidos.profissionais, com literário, autobiográfico, Tipo III: Seleccione e explore, de entre os textos referidos, recurso aos expositivo, descritivo, etc.) e a saberes em aqueles que mais directamente se relacionam com a experiência sua correcta utilização em língua profissional ou são mais frequentemente usados neste contexto. cultura, língua e portuguesa e/ou língua comunicação estrangeira.Exemplos: teorias Tipo I: Identifique, nos meios de comunicação, programas e/ou Comunicação rubricas relacionadas com a actividade/contexto profissional. e práticas no Actuar no mundo global, Tipo II: Relacione/distinga entre si alguns desses programas contexto compreendendo como os segundo o conteúdo, a forma, os objectivos, etc. profissional... diferentes suportes e meios de comunicação fizeram evoluir as Tipo III: Com base em informação recolhida nos media, reflicta inserções profissionais e os e elabore um comentário sobre a (necessária) complementaridade modos de trabalhar e produzir dos conhecimentos teóricos e das experiências/práticas riqueza. profissionais. Página 25 de 26
  • ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO ALEXANDRINO Plano de DesenvolvimentoO Individual–A Cultura,I Língua, Comunicação (CLC) REGIST D E A U T O - A V L I A Ç Ã O D Á R I A ANO LECTIVO 2008/2009 Tipo OI: . Identifique, Acom E base em debates públicos sobre PR F SÓNIA B R U intervenções artísticas, diferentes concepções sobre arte, urbanismo e património. Cultura Tipo II: Relacione uma ou mais das concepções referidas com Actuar perante debates públicos intervenções efectivas em espaços públicos (praças, jardins,CLC - SF – reconhecendo a multiplicidade de transportes…) e o modo como as mesmas são DR3 instituições, agentes e interesses vistas/apropriadas/usufruídas por diferentes segmentos da em presença. população. TEMA: Tipo III: Seleccione um projecto urbanístico de grande dimensão Ciência e (CCB, Casa da Música…) e explore a relação entre a política, asControvérsias artes e a cultura. Públicas Tipo I: Identifique, em debates públicos e/ou outros documentos, termos e expressões linguísticas relacionadas com o tema dasFormular opiniões Língua artes, urbanismo e património. críticas Actuar individual e/ou Tipo II: Mostre, exemplificando, de que modo num debate são mobilizando colectivamente entendendo a importantes não apenas os elementos linguísticos (o que é dito, saberes vários e língua e sua utilização – língua portuguesa e/ou estrangeira – enunciado) mas também os elementos não-linguísticos ou para- competências culturais, como forma de intervenção cívica linguísticos (a disposição dos participantes, a gestualidade, o tom linguísticas e e social e campo de conhecimento da voz…). comunicacionais científico. Tipo III: Intervenha publicamente num debate, defendendo argumentativamente um ponto de vista sobre um tema da Exemplos: actualidade, e respeitando as regras do mesmo. debates, fóruns, Tipo I: Identifique informação, disponibilizada em meios de intervenções comunicação, sobre temas da actualidade. públicas, artes, Comunicação Tipo II: Esclareça em que medida a forma como é transmitida urbanismo e Actuar nas sociedadespatrimónio, temas uma informação ou conduzido um debate sobre temas da contemporâneas reconhecendo o da actualidade... actualidade influencia o modo como os mesmos são recebidos papel central dos sistemas de comunicação nas formas de junto do público e/ou contribui para formar/orientar a opinião intervenção e construção da pública sobre os mesmos. opinião pública mundial. Tipo III: Seleccione e explore um tema da actualidade, manifestando argumentativamente o seu ponto de vista sobre o mesmo. Tipo I: Identificar alguns dos principais factores que influenciaram a mudança social ao longo da história (ambienteCLC - SF – Cultura físico, organização política, factores culturais…). Actuar reconhecendo que a Tipo II: Explique, em particular, a influência dos factores DR4 evolução das sociedades resulta culturais na referida mudança, recorrendo para tal a alguns de processos de mudança social e exemplos (a invenção da escrita…).TEMA: Leis e identificando os principais Tipo III: Esclareça em que medida a expansão do capitalismo Modelos factores que a influenciam. industrial e do desenvolvimento da ciência (entre outros factores) Científicos contribuíram decisivamente para acelerar a mudança social no Identificar os período moderno.principais factores Língua Tipo I: Identifique, a partir de várias fontes (enciclopédias,que influenciam a Actuar nas sociedades artigos, sites…), elementos que manifestem que a língua é um mudança social, contemporâneas, tendo em conta dos constituintes indispensáveis do universo em que vivemos. reconhecendo que a língua é um elemento Tipo II: Compare entre dois textos, um de natureza literária e nessa mudança o constituinte do universo em que vivemos e compreendendo o seu outro técnico-científico, de forma a realçar as suas papel da cultura, especificidades. da língua e da papel na expressão da evolução comunicação do pensamento e das Tipo III: Com base em textos, artigos, livros, sites dedicados ao mentalidades bem como da tema, reflicta sobre o modo como a língua se relaciona com o Exemplos: evolução científica e tecnológica. pensamento, as mentalidades e/ou a evolução tecnológica. evolução das Tipo I: Identifique, com base em programas, documentários, sociedades, artigos científicos e/ou de opinião, etc., elementos que ajudem a sociedades Comunicação caracterizar o universo (físico, social, cultural…) em que modernas e Actuar nas sociedades vivemos.contemporâneas, o contemporâneas identificando as Tipo II: Explicite alguns dos problemas e das soluções mais mundo/universo teorias fundamentais dos sistemas em que vivemos, falados/debatidos, etc., nesses programas, documentários e/ou de comunicação (um para um, um visionamento e para muitos, muitos para muitos, artigos relativamente ao mundo/universo em que vivemos. exploração do em rede) e tendo consciência do Tipo III: Reflicta sobre a importância/e ou o poder da documentário carácter instrumental dos mediae informação e da comunicação, nas suas várias formas e "HOME"... da eficácia do seu poder. modalidades (um para um, um para muitos, muitos para muitos, em rede…) no mundo actual, desenvolvendo alguns “prós” e “contras” deste fenómeno. Página 26 de 26