Bases sobre a Teoria da Cor
aplicada aos Sistemas Digitais
Bases sobre Teoria da Cor aplicado
aos Sistemas Digitais
Bases sobre Teoria da Cor aplicado
aos Sistemas Digitais
Modelo Aditivo
• Num modelo aditivo a mistura das cores
vermelha (Red), verde (Green) e azul (Blue)
indicam a presença da ...
Modelo Subtrativo
• No modelo subtrativo, ao contrário do modelo
aditivo, a mistura de cores forma uma cor
mais escura, po...
Modelo Subtrativo
• Este modelo explica a mistura de pinturas e
tintas para criarem cores que absorvem alguns
comprimentos...
O Modelo HSV
• HSV (hue, saturation e value, ou
seja,
matriz,
saturação
e
valor, respetivamente), é a abreviatura usada
pa...
Parâmetros deste Sistema de Cores
• Matriz (Tonalidade):
– Verifica o tipo de cor, englobando todas as cores
do espetro.
–...
Parâmetros deste Sistema de Cores
• Saturação:
– Indica a maior ou menor intensidade da
tonalidade, quanto menor este valo...
Parâmetros deste Sistema de Cores
• Valor (Brilho):
– Indica a luminosidade ou o brilho de uma cor, ou
seja, se uma cor é ...
O Modelo CMYK
• O Modelo CMYK é constituido a partir do
modelo CMY (Cian, Magenta, Yellow –
Ciano,
Magenta
e
Amarelo, resp...
O Modelo CMYK
• Neste modelo cada cor é descrita com uma
percentagem de 0% a 100%, em que as
percentagens maiores originam...
O Modelo CMYK
• Geralmente, quando 100% de Ciano, 100% de
Magenta e 100% de Amarelo estão
combinados, a cor resultante é o...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Bases sobre a Teoria da Cor

747

Published on

Apresentamos aqui os principais Modelos sobre Teoria da Cor Aplicada aos Sistemas Digitais.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
747
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bases sobre a Teoria da Cor

  1. 1. Bases sobre a Teoria da Cor aplicada aos Sistemas Digitais
  2. 2. Bases sobre Teoria da Cor aplicado aos Sistemas Digitais
  3. 3. Bases sobre Teoria da Cor aplicado aos Sistemas Digitais
  4. 4. Modelo Aditivo • Num modelo aditivo a mistura das cores vermelha (Red), verde (Green) e azul (Blue) indicam a presença da luz ou a cor branca, enquanto que a ausência de luz ou de cor corresponde à cor preta. • O modelo aditivo explica a mistura dos comprimentos de onda de qualquer luz emitida. • Este modelo aditivo (modelo RGB) é usado pelos monitores e televisores, para representar a cor.
  5. 5. Modelo Subtrativo • No modelo subtrativo, ao contrário do modelo aditivo, a mistura de cores forma uma cor mais escura, porque os comprimentos de onda são absorvidos, subtraindo-os à luz. • A ausência de cor corresponde ao branco, sinal de que nenhum comprimento de onda é absorvido, mas sim refletido.
  6. 6. Modelo Subtrativo • Este modelo explica a mistura de pinturas e tintas para criarem cores que absorvem alguns comprimentos de onda da luz e refletem outros. • Assim, a cor de um objeto corresponde à luz refletida por ele e que os olhos recebem. • As impressoras e posters utilizam modelos subtrativos para representar a cor (modelo CMYK).
  7. 7. O Modelo HSV • HSV (hue, saturation e value, ou seja, matriz, saturação e valor, respetivamente), é a abreviatura usada para o sistema de cores. • O HSV, é também conhecido por HSB ( hue, saturation e brightness, ou seja, matriz, saturação e brilho, respectivamente). • Alvy Ray Smith criou este sistema em 1974.
  8. 8. Parâmetros deste Sistema de Cores • Matriz (Tonalidade): – Verifica o tipo de cor, englobando todas as cores do espetro. – A tonalidade permite fazer a diferenciação entre várias cores puras. – Atinge valores entre 0⁰ e 360⁰. Tonalidade Vermelho Amarelo Graus 0⁰ ou 360⁰ 60⁰ Verde Ciano Azul Magenta 120⁰ 180⁰ 240⁰ 300⁰
  9. 9. Parâmetros deste Sistema de Cores • Saturação: – Indica a maior ou menor intensidade da tonalidade, quanto menor este valor, a imagem aparecerá com mais tom de cinza. – Quanto mais o intensidade, mais pura é a imagem. – Atinge valores de 0% (inexistência de cor ) a 100% (cor saturada ou pura).
  10. 10. Parâmetros deste Sistema de Cores • Valor (Brilho): – Indica a luminosidade ou o brilho de uma cor, ou seja, se uma cor é clara ou escura, indicando a quantidade de luz que esta contém. – A luminosidade relaciona-se com a luz refletida e o brilho relaciona-se com a luz emitida. – Esta grandeza indica a quantidade de preto associado à e cor e varia entre 0% (cor muito escura ou preto) e 100% (cor saturada ou pura).
  11. 11. O Modelo CMYK • O Modelo CMYK é constituido a partir do modelo CMY (Cian, Magenta, Yellow – Ciano, Magenta e Amarelo, respetivamente), acrescentado da cor preta (black). • A cor preta foi acrescentada ao modelo por ser mais fácil a sua obtenção quando impressa em papel do que recorrendo à mistura de cores.
  12. 12. O Modelo CMYK • Neste modelo cada cor é descrita com uma percentagem de 0% a 100%, em que as percentagens maiores originam cores mais escuras. • Os pigmentos produzem cor refletindo determinados comprimentos de onda de luz e absorvendo outros. Os pigmentos mais escuros absorvem mais luz. • O modelo de cor CMYK é chamado de modelo subtrativo de cores porque cria cores absorvendo luz.
  13. 13. O Modelo CMYK • Geralmente, quando 100% de Ciano, 100% de Magenta e 100% de Amarelo estão combinados, a cor resultante é o preto. • Na verdade é um castanho-escuro, por isso o pigmento preto precisa ser adicionado ao modelo de cor e ao processo de impressão para compensar as limitações de cor.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×