SEO - 16h

794 views
745 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
794
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
204
Actions
Shares
0
Downloads
46
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SEO - 16h

  1. 1. Curso de SEOSearch Engine Optimization
  2. 2. O que é a SEO Marketing? A SEO Marketing elabora pacotes customizados para sua empresa combinando até 5 áreas que ampliam significativamente a sua presença na internet, definindo metas e monitorando os resultados das ações online realizadas. Há 5 anos no mercado, a SEO Marketing conta hoje quase 40 funcionários especializados em fazer com que a sua presença na internet não seja um quebra-cabeças sem solução.
  3. 3. 1ª posição no ranking TOPSEOs de agências brasileirasde SEO – Fevereiro 2013
  4. 4. About Me: • Fundei a SEO Marketing no final de 2006 • Líder do Comitê de Search da APADI • Pós-graduado em marketing pela ESPM • 20 anos no mercado de Tecnologia – Intel, Nortel, Cabletron, Eden… • Adoro andar de bicicleta • 44 anos, casado, 3 filhos, natural de …
  5. 5. About Bazon:• Formado em Comércio Exterior (UNIP)• Trabalhou com SEO de 2006 a 2012 nas agências THUK e Hedgehog Digital• Gerente da Equipe de SEO da SEO Marketing
  6. 6. QUEM SÃO VOCÊS?
  7. 7. SERP – Search Engine Results Page 1Search Engine Optimization 2SEO é o trabalho de melhoraros resultados orgânicos (não 3pagos) de um site na tela de 4resultados dos sites de buscapara um conjunto de palavras-chave. O trabalho de SEO envolvefatores internos (on-page) eexternos ao site (off-page). 1 Palavra-chave 3 Links Patrocinados 2 Links Patrocinados 4 Resultados Orgânicos destacados
  8. 8. Ranking Brasil de sites de BuscaE é por isso que só falamos de Google... Fonte: Serasa Experian
  9. 9. QUAIS FATORES QUEINFLUENCIAM OSRESULTADOS DE BUSCASDO GOOGLE?
  10. 10. Fatores que influenciam as buscas do GoogleOn-Page x Off-Page On-Page Off-Page • Domínio • Quantidade de links apontando para nosso site • Localização geográfica • PageRank da página apontando para nosso site • Diretórios x Sub-domínios • Importância do site de origem dos links apontando para nosso site • Tag Title • Domain Authority e Page Authority do site de origem • Meta Tags dos links • URL • Anchor text nos links apontando para nosso site • Imagens • Menção do site em redes sociais • Links internos • Google + • Heading Tags • Breadcrumbs • Rich snippets - Microdados • Menus • Web writing • negritos e itálicos • densidade de palavras-chave • posição da kw trabalhada na página • User Generated Content • Otimizar o tempo de carregamento • PageRank Sculpturing • Arquitetura de diretórios • Outbound Links • User experience • Botões Sociais • ...
  11. 11. Fatores que influenciam as buscas do GoogleVisão 2011 by SEOMoz seomoz.org/article/search-ranking-factors
  12. 12. COMO FUNCIONA OGOOGLE
  13. 13. Como funciona o GoogleO princípio de tudo: Links
  14. 14. Como funciona o GoogleGooglebot: o robô do Google O que você vê no Google não é o que está na internet, e sim o que o Google tem armazenado em seus servidores!
  15. 15. Como funciona o GoogleLinks nofollow Em poucas palavras, é um atributo da tag <a href=“”> utilizado para indicar aos buscadores que um link não deve passar Link Juice (PageRank) a página para onde esta sendo apontado. Como utilizar o nofollow: <a href="pagina.html" rel="nofollow" >Minha página</a> Veja alguns casos em que é recomendável usar o nofollow: • Conteúdo não confiável: comentários em blogs; • Link pagos: evita penalização pela venda de links; • Priorização do índice: evita que páginas irrelevantes sejam indexadas. http://support.google.com/webmasters/bin/answer.p y?hl=pt-BR&answer=96569
  16. 16. Como funciona o GoogleComo Identificar Links nofollow A forma mais fácil de identificar se os links tem nofollow é instalar um plugin (SEO for Chrome) no seu navegador que mostre quando é nofollow.
  17. 17. Como funciona o Google - CacheSaiba o que está armazenado no Google Ou…
  18. 18. Como funciona o Google - CacheSaiba o que está armazenado no Google
  19. 19. Como funciona o Google - CacheO que o Google consegue ler - TEXTO
  20. 20. Tele de resultados do GoogleSERP – Search EngineResults Page
  21. 21. SERP GooglePrincipais elementos
  22. 22. SERP GoogleUniversal Search O Google é mais do que links de texto. É comum encontrarmos mapas, imagens, notícias, vídeos.
  23. 23. SERP GoogleUniversal Search Desde de 2007, com a introdução do Universal Search, os resultados de busca do Google não incluem apenas os tradicionais links de texto. As SERPs estão povoadas com imagens, vídeos, resultados locais e mídias sociais. Veremos, a seguir, um estudo realizado pela SEOMoz.org e Mirametrix que comprava que essa mistura de resultados exerce grande influência sobre os usuários e, também o quanto é importante estar presente em todas as modalidades de resultados para diferentes pesquisas.
  24. 24. SERP GoogleUniversal Search – resultados Locais Como podemos observar na imagem ao lado, os resultados extraídos do Google Plus Local receberam mais cliques que as primeiras posições, contrariando o famoso “Golden Triangle” dos resultados de busca do Google.
  25. 25. SERP GoogleUniversal Search – resultados de vídeo Além de terem um posicionamento favorecido, os links de vídeo, quase todos extraídos do YouTube, também recebem mais cliques.
  26. 26. SERP GoogleUniversal Search – resultados de imagem Quando o usuário está buscando um produto, as imagens tendem a atrair a atenção dele, o que acaba instigando o clique. Daí a importância de utilizar o Google Shopping ou PLA AdWords.
  27. 27. SERP GooglePersonalized Search Buscas são afetadas por histórico de navegação, localidade de onde é feita a busca, login do usuário, língua...
  28. 28. SERP GoogleSitelinks Com a exibição de sitelinks, observou-se a importância de resumir a informação das meta descriptions nos 50 primeiros caracteres para as páginas que aparecem neles.
  29. 29. SERP GoogleFatores de Exibição de Sitelinks •Posicionamento alto na SERP Google •Estrutura de diretórios clara •Uso de Breadcrumbs
  30. 30. SERP GoogleRemoção de Sitelinks indesejados Os Sitelinks são gerados automaticamente pelo Google. Após rastrear seu site, determina por meio de seu algoritmo quais as páginas mais importantes a serem exibidas. Se você considerar que um URL de link do site é inapropriado ou está incorreto, poderá removê-lo no Google Webmaster Tools. O Google não garante que os URLs rebaixados não reapareçam como links do site, mas consideramos o rebaixamento como uma forte indicação.
  31. 31. SERP GoogleSitelinks Twitter
  32. 32. SERP GoogleSinais sociais
  33. 33. SERP GooglePreços
  34. 34. SERP GoogleBreadcrumbs
  35. 35. SERP GoogleGoogle Instant
  36. 36. SERP GoogleSearch Operators Exemplos:
  37. 37. SERP GoogleInfluência de erros gramaticais e stopwords Buscas no Google com erros, variações – os resultados mudam?
  38. 38. Como você quer aparecer no Google?URL, Title, Meta Description Title* URL Meta Description* Sitelinks Quirck Search Status Plugin Firefox*: Há exceções
  39. 39. Como você quer aparecer no Google?Title Quer aparecer para uma busca? Crie uma página exclusiva para essa palavra-chave!!!
  40. 40. Como você quer aparecer no Google?Title • Tamanho ideal: aproximadamente 508 pixels (not kidding!), ou aproximadamente 68 caracteres • Deixe o nome de sua empresa para o fim • Deixe a principal palavra-chave no início • Não repita – crie um título atrativo
  41. 41. Title e sua importância
  42. 42. Em qual resultado você clicaria?Meta Description 1 2 3
  43. 43. Site exemnplonaotemcrase.com http://www.naotemcrase.com
  44. 44. Como você quer aparece no GoogleCTR de resultados de busca orgânica Fonte: Google Webmaster Tools
  45. 45. Como você quer aparecer no Google?Meta Description <meta name="description" content="Profissionalizamos Pessoas para o Mercado de Marketing Digital. SEO, Links Patrocinados e E- Commerce são alguns de nossos Cursos. Faça sua Reserva Online!" /> • Tamanho ideal: aproximadamente 156 caracteres • Inclua a palavra-chave trabalhada na página para ter maiores chances de ter a meta description exibida • Deixe a principal palavra-chave no início • Não repita – crie um título atrativo • Meta Description não é um fator de rankeamento do Google – não encha de informações desnecessárias, e pense apenas no usuário que lê o resultado de busca!
  46. 46. BOAS PRÁTICAS PARA META TAGS-PREOCUPE-SE (MUITO) COM O <TITLE> E META DESCRIPTION-RESPEITE O LIMITE DE 68 CARACTERES PARA O TITLE E 156 PARA OMETA DESCRIPTION-REPITA A PALAVRA-CHAVE TRABALHADA NO TITLE E NA METADESCRIPTION-UM BOM META DESCRIPTION ATRAI MAIS GENTE PARA O SITE,ESCREVA-O BEM ATRATIVO
  47. 47. Dossiê SEODocumente, documente, documente… URL, Keyword Principal, Keywords secundárias, Title, Meta Description, Meta Keywords, H1, H2, alt img, internal links, …
  48. 48. On-page SEOMeta Tag Keywords – como não usar <meta name="keywords" content="Aros,by pass,bypass,bypass estatico,bypass estático,bypass manual, de tensão,estabilizador de voltagem,gerenciamento de energia,kva,manutenção de nobreak,no break,no break on line,no break senoidal,no break ups,no breaks,nobreak,nobreak,ups,o que é estabilizador,o que é no break,on line dupla conversão,onda senoidal,online dupla conversão,on-line dupla conversão,Perfection,regulador de voltagem,reguladores de tensão,Selection,Sentry,sistemas de energia,sistemas de missão crítica,Solution,apagão, apagao, bateria, baterias, blecaute, computador, confiabilidade, continuidade de operação, continuidade de operaçao, dupla conversão, dupla conversao, energia, energia alternativa, energia on-line, energia online, energia on line, energia sem interrupção, energia sem interrupçao, equipamentos trifásicos, equipamentos trifasicos, falta de energia, falta de luz, fonte on-line, fonte online, fonte on line, gerador, geradores, gerenciamento de bateria, gerenciamento de baterias, gerenciamento de energia, informatica, informática, infra-estrutura, instalações elétricas, instalaçoes eletricas, inteligente, microprocessado, no break, no-break, nobreak, no-break inteligente, nobreak inteligente, no break inteligente, no-break trifásico, nobreak trifásico, no break trifásico, on-line dupla conversão, online dupla conversão, on line dupla conversão, onda senoidal pura, proteção, proteçao, proteção de dados, proteçao de dados, proteção de energia, proteçao de energia, proteção para equipamentos, proteçao para equipamentos, qualidade de energia, segurança de dados, senoidal, sistemas de energia, sistemas de missão crítica, sistemas de missao critica, sobre-carga, sobrecarga, sobre-tensão, sobre-tensao, sobretensão, sobretensao, soluções de energia, soluçoes de energia, soluções de informática, soluçoes de informatica, surto, tecnologia, tempo de transferência, tempo de transferencia, tensão isolada, tensao isolada, trifásico, trifasico, no-breaks ">
  49. 49. On-page SEOMeta Tag ROBOTS • INDEX, NOINDEX • FOLLOW, NOFOLLOW • NOSNIPPET • NOARCHIVE
  50. 50. Escolha das Palavras-chavePor que usar noindex
  51. 51. Escolha das Palavras-chave A escolha correta de palavras-chave é a base de um trabalho de SEO eficiente ATENTE-SE PARA: - VOLUME DE PESQUISAS - SAZONALIDADE DAS PALAVRAS - VARIAÇÕES - MOMENTO DA PESQUISA DO POTENCIAL COMPRADOR - DIFICULDADE DA PALAVRA-CHAVE
  52. 52. Escolha das Palavras-chaveFAQ – ótima estratégia Long Tail
  53. 53. Escolha das Palavras-chaveFerramenta de Palavras-chave Google CRASE
  54. 54. Escolha das Palavras-chaveCTR médio de cliques orgânicos Fonte: SEOMoz
  55. 55. Escolha das Palavras-chaveCTR Orgânico x Pago (AdWords) Fonte: wordstream.com Hmmmmm..... Fonte: Econsultancy
  56. 56. Escolha das Palavras-chaveVolume de pesquisas aproximado - crase
  57. 57. Exercício Exercício: Qual o meu volume de cliques orgânicos esperado para a palavra crase, caso O SITE fique em primeiro lugar para a palavra exata CRASE? Qual termo devo usar – redes sociais ou mídias sociais?
  58. 58. Pergunta: Que palavra é mais digitada junto à palavra gerador?(Gerador XXXXXX)
  59. 59. Escolha das Palavras-chaveGeradores
  60. 60. Escolha das Palavras-chaveComo usar o AdWords em SEO
  61. 61. Escolha das Palavras-chaveKeyword Modifiers Keyword modifiers são palavras que em combinação com outros termos podem ser utilizadas para montar uma estratégia de long tail keywords. Abaixo temos exemplos de modifiers relacionados a momento da compra, características de produto, localização geográfica e marca. Resumindo: Se você não tiver essas palavras em seu conteúdo, será praticamente impossível aparecer no Google Orgâncio para buscas contendo essas variações. EXEMPLOS FORD FIESTA AZUL, 97, ALCOOL TELEVISÃO SAMSUNG LCD 40 POLEGADAS LIMPADOR DE JANELAS EM BAURU, EM POÁ CORTADOR DE GRAMA EM PROMOÇÃO, GRÁTIS
  62. 62. Escolha das Palavras-chaveKeyword Variations / Secondary Keywords Keyword Variations são palavras similares, sinônimos, abreviações das palavras principais que estamos trabalhando. Procure espalhá-las pelo texto que estiver trabalhando evitando a repetição excesssiva de termos. EXEMPLOS - TELEVISÃO, TV - CARRO, AUTO, AUTOMÁVEL, VEÍCULO - MOTO, MOTOCICLETA
  63. 63. Exercício Exercício: Pense no seu site, no seu negócio, e imagine quais keyword modifiers poderiam ser digitados por seus potenciais clientes. Defina as top 10 (ou 20) palavras-chave para o seu negócio. Escreva- as em uma folha. Defina ao menos 5 keyword modifiers. Escreva-as em uma folha
  64. 64. Escolha das Palavras-chaveMomento de compra x
  65. 65. Escolha das Palavras-chaveSazonalidade das palavras-chave
  66. 66. Pesquisa de palavras-chaveGoogle Analytics
  67. 67. Pesquisa de palavras-chaveGoogle Analytics – buscas internas
  68. 68. Análise de palavras-chave de concorrentesSEMRush - Orgânico
  69. 69. Análise de palavras-chave de concorrentesSEMRush - AdWords
  70. 70. Exercício conjuntoExportar dados do SEMRush para o Excel Vamos aprender a exportar os dados do SEMRush para criar um banco de dados de palavras-chave de concorrentes.
  71. 71. Análise de palavras-chave de concorrentesMeta Tag Keywords <meta name="keywords" content="Aros,by pass,bypass,bypass estatico,bypass estático,bypass manual, de tensão,estabilizador de voltagem,gerenciamento de energia,kva,manutenção de nobreak,no break,no break on line,no break senoidal,no break ups,no breaks,nobreak,nobreak,ups,o que é estabilizador,o que é no break,on line dupla conversão,onda senoidal,online dupla conversão,on-line dupla conversão,Perfection,regulador de voltagem,reguladores de tensão,Selection,Sentry,sistemas de energia,sistemas de missão crítica,Solution,apagão, apagao, bateria, baterias, blecaute, computador, confiabilidade, continuidade de operação, continuidade de operaçao, dupla conversão, dupla conversao, energia, energia alternativa, energia on-line, energia online, energia on line, energia sem interrupção, energia sem interrupçao, equipamentos trifásicos, equipamentos trifasicos, falta de energia, falta de luz, fonte on-line, fonte online, fonte on line, gerador, geradores, gerenciamento de bateria, gerenciamento de baterias, gerenciamento de energia, informatica, informática, infra-estrutura, instalações elétricas, instalaçoes eletricas, inteligente, microprocessado, no break, no-break, nobreak, no-break inteligente, nobreak inteligente, no break inteligente, no-break trifásico, nobreak trifásico, no break trifásico, on-line dupla conversão, online dupla conversão, on line dupla conversão, onda senoidal pura, proteção, proteçao, proteção de dados, proteçao de dados, proteção de energia, proteçao de energia, proteção para equipamentos, proteçao para equipamentos, qualidade de energia, segurança de dados, senoidal, sistemas de energia, sistemas de missão crítica, sistemas de missao critica, sobre-carga, sobrecarga, sobre-tensão, sobre-tensao, sobretensão, sobretensao, soluções de energia, soluçoes de energia, soluções de informática, soluçoes de informatica, surto, tecnologia, tempo de transferência, tempo de transferencia, tensão isolada, tensao isolada, trifásico, trifasico, no-breaks ">
  72. 72. Pesquisa de palavras-chaveGoogle Trends
  73. 73. Análise de palavras-chaveDificuldade em se obter bom posicionamento
  74. 74. Análise de palavras-chaveMelhores práticas Escolha palavras relacionadas a seu negócio Pesquise palavras trabalhadas por seus concorrentes Utilize variações de palavras Trabalhe palavras long-tail - são menos concorridas e geralmente mais eficientes Utilize ferramentas de mercado para aprimorar a pesquisa Dica: monte uma área no site de perguntas frequentes
  75. 75. Exercício conjuntoDossiê Vamos preencher em nossa planilha online a parte relacionada às palavras-chave que escolhemos para nosso projeto.
  76. 76. Exercício Vamos comprar um domínio, montar um site e aprender a otimizá-lo. Juntem-se em grupos e escolham um tema interessante, sem conotação política, comercial, religiosa, e que seja um assunto fácil de gerar conteúdo.
  77. 77. Arquitetura do SiteDomínio, sub-domínios, diretórios URL
  78. 78. Arquitetura do SiteDomínio • Branded x Non-Branded • Hífen ou palavra completa? • Com KW ou sem KW?
  79. 79. Arquitetura do SiteSub-domínios Quando usar Diretórios e quando usar sub-domínios?
  80. 80. Arquitetura do SiteDiretórios • Com base nas palavras-chave definidas, monte a arquitetura do site • Procure dar o nome do arquivo (ex.: curso-seo.php) à palavra-chave trabalhada na página • Dê nomes amigáveis ao arquivo e URL, evitando códigos, abreviações. • Organize o seu site em diretórios quando fizer senido, mas... • ... evite o uso desnecessário de diretórios, procurando trazer a palavra-chave para mais o mais perto possível da raíz do domínio. • Use hifens e não underlines para separar palavras-chave • Não use acentos
  81. 81. Arquitetura do SiteURL Rewrite via .htaccess É possível “reescrever” as URLs para uma forma mais amigável. The basics... URL antes do Rewrite: http://www.cats.com/cat=1_info_07_07_2008.php Como depois do Rewrite: http://www.cats.com/cat-food/ Antes de mais nada é preciso criar um documento de texto e nomeá-lo .htaccess e enviá-lo a raiz de seu site com o seguinte código: RewriteEngine On # Turn on the rewriting engine RewriteRule ^pet-care/?$ pet_care_info_01_02_2008.php [NC,L] # Handle requests for "pet-care"
  82. 82. Arquitetura do SiteURL Rewrite via .htaccess Dissecando o código: RewriteEngine On # Turn on the rewriting engine RewriteRule ^pet-care/?$ pet_care_info_01_02_2008.php [NC,L] # Handle requests for "pet-care“ • RewriteEngine On: Aciona a engrenagem de redirecionamento no servidor; • #: Utilizado para comentários dentro de .htaccess; • RewriteRule: Regra do Rewrite; • ^cat-food/?$: O padrão. O servidor irá verificar a URL de todas as requisições ao site à procura de uma par a o padrão. Se encontrado, o servidor substitui a URL da requisição pelo padrão. • pet_care_info_01_02_2008.php: URL da requisição sem rewrite a ser substituida pelo padrão; • [NC,L]: Informa ao servidor que a regra é case-insensitive “NC” e para não processar nenhuma outra regra se essa for utilizada.
  83. 83. Exercício conjuntoOperador de busca inurl: Faça uma buca no Gogole usando o operador de busca inurl:, para saber se seu site está utilizando as palavras-chave na URL.
  84. 84. URLs SEO FriendlyMelhores práticas A Estruturação das URLs Deve Seguir os Parâmetros: -Não fazer uso de caracteres especiais (?,!,*,><, etc); -Palavras devem ser sempre separadas por hífen; -Diretórios e Categorias separados por / ; -Evitar URLs muito longas; -Respeitar a arquitetura de informação do site. -Evitar stop-words
  85. 85. Arquitetura padrão de um website
  86. 86. Exercício Vamos preencher em nosso dossiê os dados relacionados aos diretórios
  87. 87. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoRobots.txt O arquivo robots.txt é simples, criado no bloco de notas. Ele é o primeiro arquivo que os buscadores procuram quando chegam a um site. Se os buscadores não o encontram e o servidor não retornar um erro 404, o site não é rastreado para não arriscar a indexação de páginas não permitidas. É por meio deste arquivo que permitimos ou não o acesso de todos ou determinados robôs de busca. Confira um exemplo: User-Agent: * Allow: / Disallow: /admin/
  88. 88. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoRobots.txt – Principais Comandos User-agent: A função deste comando é apenas dizer quais robots devem seguir as regras indicadas no robots.txt. Conheça os principais comandos: Google User-agent: Googlebot Google Imagens User-agent: Googlebot-images Google Adwords User-agent: Adsbot-Google Google Adsense User-agent: Mediapartners-Google Yahoo! User-agent: Yahoo! Slurp Bing User-agent: bingbot Todos os User-agent: *
  89. 89. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoRobots.txt – Principais Comandos Allow: Este comando diz aos robots qual pasta ou página pode ter o conteúdo rastreado. Allow: / - Informa aos buscadores que todos os diretórios a partir da home podem ser rastreados. Sitemap: Também é possível indicar no robots.txt o caminho do Sitemap do site. Este comando é recomendado, pois o Sitemap não tem um nome ou localização padrão, indicando-o no robots.txt. Sitemap: http://www.seusite.com.br/sitemap.xml
  90. 90. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoRobots.txt – Principais Comandos Disallow: Este comando diz aos mecanismos qual diretório ou página deve ser impedido de ter o conteúdo verificado. Exemplos: Disallow: / # Bloqueia completamente o acesso dos buscadores ao seu site. Disallow: /prod # Diz aos robots para que não rastreiem o conteúdo de pastas ou arquivos que comecem com "prod". Disallow: /prod/ # Diz aos robots para que não rastreiem o conteúdo dentro da pasta "prod". Disallow: print1.html # Diz aos robots para não rastrearem a página print1.html.
  91. 91. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoSitemap.xml O sitemap.xml é um arquivo em formato XML que tem como finalidade listar todas as páginas de um site. Este arquivo é usado como um índice aos buscadores, o qual facilita o acesso dessas páginas.
  92. 92. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoComo criar um Sitemap.xml O Google recomenda criar Sitemaps com no máximo 50.000 URLs. Caso seja necessário, poderá ser criado mais de um arquivo. Porém, pela nossa experiência, recomendamos arquivos com no máximo 10.000 URLs. O ideal é que este Sitemap seja gerado automaticamente por meio de programação, mas se isso não for possível, sugerimos usar o site: http://www.auditmypc.com/free-sitemap-generator.asp Ou o software: Bonus Tip: Crie sitemaps para as principais áreas de um site para facilitar a identificação e problemas de rastreabilidade e indexação.
  93. 93. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoEnvie seu site Sitemap.xml ao Google
  94. 94. Ajude o Google a indexar o seu conteúdoSitemap.html
  95. 95. Otimização de Imagens As imagens de um site são elementos, muitas vezes, esquecidos na hora da otimização. No entanto, é possível reforçar a palavra-chave de uma página ao utilizá-la nos campos das imagens que a compõe e, em alguns casos, conseguir acessos por meio de pesquisas de fotos realizadas nos mecanismos de busca.
  96. 96. Otimização de ImagensAlt e Title Tags Alt e title são dois atributos de imagens utilizados para classificar imagens, porém apenas o Alt tem influência direta no posicionamento. Quando o site não consegue carregar a imagem, o conteúdo alt dela é exibido. Esse texto alternativo (alt) também pode ser usado como anchor text, caso a imagem seja utilizada como link para outra área. A utilização destes atributos também é recomendada para tornar o site acessível a deficientes visuais. A tag title corresponde ao texto que aparece quando o cursor do mouse está sobre uma imagem. <img src=“foto-da-praia.jpg” alt=“foto da praia” title=“foto da praia”>
  97. 97. Otimização de ImagensAlt e Title Tags <img class="aligncenter wp-image-592" title="midias-sociais" src="http://digitalks.com.br/2012/wp-content/uploads/2012/01/midias- sociais-150x150.jpg" alt="" width="105" height="105"> <img class="aligncenter wp-image-592" title="midias-sociais" src="http://digitalks.com.br/2012/wp-content/uploads/2012/01/midias- sociais-150x150.jpg" alt=“curso mídias sociais" width="105" height="105">
  98. 98. Otimização de ImagensBonus Tip - <figure> e <figcaption> As tags <figure> e <figcaption> disponíveis em HTML5 proporcionam uma alternativa a mais para otimizar imagens e incluir texto rico em palavras-chave em sites ou páginas que trabalham mais imagens do que texto. <figure> <img src="/macaque.jpg" alt="Macaque in the trees"> <figcaption>A cheeky macaque, Lower Kintaganban River, Borneo. Original by Richard Clark</figcaption> </figure> A cheeky macaque, Lower Kintaganban River, Borneo. Original by Richard Clark
  99. 99. Otimização de ImagensBoas Práticas Boas Práticas para Otimização de Imagens - Incluir keywords relevantes à página nas tags das imagens; - Reduzir ao máximo o peso das imagens - Utilizar nome de arquivos SEO Friendly - evite nome de imagens como: 0001212.jpg; - Não utilizar atl e title em imagens de layout - Nome da imagem (e a imagem) relacionado ao conteúdo da página!!!
  100. 100. Heading Tags (H1, H2, H3, ..., H6)O que são São tags HTML utilizadas para denotar seções de forma hierárquica em uma página. <h1>Isso é uma H1</h1> <h2>Isso é uma H2</h2> <h3>Isso é uma H3</h3> <h4>Isso é uma H4</h4> <h5>Isso é uma H5</h5> <h6>Isso é uma H6</h6>
  101. 101. Heading Tags (H1, H2, H3, ..., H6)Heading Tags em SEO Para o SEO as heading tags são utilizadas para aumentar a relavância de uma página com o emprego de palavras-chave relevantes à mesma. Depois do <title>, a H1 é o elemento de maior importância para a otimização On-page. Os buscadores as analisam para determinar a relevância do conteúdo de uma página. Portanto, procure utilizá-las em áreas de importância para o conteúdo e não apenas para o layout da página, Dica: Utilize apenas uma H1 por página!!!
  102. 102. Heading Tags (H1, H2, H3, ..., H6)Como visualizar Com a ferramenta gratuita de análise Browseo é possível visualizar de forma rápida e eficiente as heading tags de uma página. http://www.browseo.net/ Com o plugin do Chrome Style Killer é possível visualizar onde as heading tags estão colocadas.
  103. 103. ExercícioVamos olhar alguns sites? Vamos navegar pela internet analisando suas heading tags. Que sugestões nós daríamos ao webmaster do site?
  104. 104. Breadcrumbs (Migalhas de Pão)O que são A navegação de um site deve ser concisa e simplificada para que o usuário consiga chegar às páginas em poucos cliques. Um recurso que auxilia a navegação são os breadcrumbs, ou trilha de navegação. Uma trilha de navegação é um conjunto de links que demonstram a sequência da navegação e tem como objetivo ajudar o usuário a se localizar e navegar pela hierarquia do site.
  105. 105. Breadcrumbs (Migalhas de Pão)Breadcrumbs e o SEO Para o SEO, os breadcrumbs são bastante úteis. Eles ajudam na arquitetura de “linkagem” interna, melhoram a rastreabilidade proporcionando um maior número de páginas indexadas. Com a aplicação de aplicação da marcação semântica é possível utilizar os breadcrumbs para enriquecer seus links nas SERPs do Google.
  106. 106. BreadcrumbsComo fazer a marcação semântica <div class="cont_home brdc-novo-bg"> <div id="breadcrumb-novo"> <span class="bdcb_home" itemscope itemtype="http://data- vocabulary.org/Breadcrumb">Você está em:<a href="https://www.seomarketing.com.br/" itemprop="url"> <span itemprop="title">Home</span></a></span> <span class="bdcb_atc1" itemscope itemtype="http://data- vocabulary.org/Breadcrumb"><a href=“/tutorial-Google.php" title=“Tutorial Google" itemprop="url"><span itemprop="title">Tutorial Google</span></a> </span> <span class=“bdcb_act2” itemscope itemtype="http://data- vocabulary.org/Breadcrumb"> <span itemprop="title"> <a href=“/perguntas-e-respostas-adwords.php” title=“FAQ Adwords”>FAQ Adwords</span></a></span> </div> </div>
  107. 107. Marcação SemânticaMicrodados e RDFa Adicionar marcação semântica (Microdados ou RDFa) às páginas de um site ajuda a aumentar a relevância para as keywords trabalhadas na mesma. É através dela que criamos os rich snippets que por sua vez exercem influência direta no CTR dos resultados orgânicos do Google. A marcação semântica indica ao Google o que é importante e relevante em uma página, auxiliando no processamento de informações da mesma. É como se a informação relevante da página já fosse “mastigada” para os motores de busca. Hoje os principais buscadores suportam dois tipos de linguagem semântica, a RDFa e Microdados (Microdata). A RDFa é utilizada pelo consórcio GoodRelations e as referências para Microdados são encontradas através do Schema.org. http://www.google.com/webmasters/tools/richsnippets
  108. 108. Marcação SemânticaRich Snippets Em qual resultado você clicaria??? Como criar uma descrição assim? Os Rich Snippets, termo utilizado para as descrições como a da imagem ao lado, são criados com a implementação de marcação semântica em áreas estratégicas de uma página, ou seja, utilizando as linguagens semânticas Microdata ou RDFa
  109. 109. BreadcrumbsComo fazer rich snippets <div itemscope itemtype="http://schema.org/Recipe"> <span itemprop="name">Receita para pizza extra macia</span> <img itemprop=“image” src=“pizza-extra-macia.jpg" alt=“Receita para pizza extra macia” /> <meta itemprop="prepTime" content="PT30M"> <meta itemprop="cookTime" content="PT2H"> <div itemprop="aggregateRating" itemscope itemtype="http://schema.org/AggregateRating"> <span itemprop="ratingValue">4.5</span>/5 <div itemprop="review" itemscope itemtype="http://schema.org/Review"> <span itemprop="reviewCount">175</span> </div>
  110. 110. Links InternosMelhores práticas Qual o melhor texto no link? • Conheça o tutorial Google da SEO Marketing. Clique aqui. • Conheça o tutorial Google da SEO Marketing em http://www.seomarketing.com.br. • Conheça o tutorial Google da SEO Marketing. Conheça o <a href="http://www.seomarketing.com.br/tutorial- Google.html" >tutorial Google</a> da SEO Marketing. Title no Link: opcional, anchor é mais relevante Conheça o <a title=“Tutorial Google da SEO Marketing" href="http://www.seomarketing.com.br/tutorial-Google.html" id="tr:5">tutorial Google</a> da SEO Marketing. Varie o texto apontando para a mesma página (Tutorial de SEO, Aprenda SEO, etc...)
  111. 111. Links InternosFerramentas e técnicas Para buscar palavras em seu site para incluir links, use o comando O resultado será o total de páginas indexadas no Google que contêm a palavra mídias sociais para que possa ser colocado um link para uma página falando de mídias sociais
  112. 112. Links apontados para outros sitesMelhores práticas • Evite linkar desnecessariamente para fora de seu site • Evite usar rel=nofollow nos links como forma de não perder PageRank • Linke preferencialmente para sites reconhecidos, com alto Authority Domain • Jamais linke para sites que possam ser considerados sites de SPAM pelo Google • Linke para sites de tema relacionado ao conteúdo da página de onde sai o link – ajuda o Google a entender melhor a relevância da sua página com a palavra-chave trabalhada • Evite links de rodapé, como para o desenvolvedor do seu site
  113. 113. Links internos e externosFormas de contabilizá-los facilmente
  114. 114. Broken Links – erros 404 Google Webmasters Help Forum: “Regra geral, os erros 404 não prejudicam o desempenho do seu Web site na pesquisa, mas pode utilizá-los para melhorar a experiência do usuários.” Como indentificar os erros 404 de seu site? No Google Webmaster Tools na seção Erros de Rastreamento o Google informa os links (internos e externos) não encontrados em seu site.
  115. 115. Broken Links – erros 404 Xenu Link Sleuth A ferramenta gratuita de análise Xenu Link Sleuth também analisa os erros 404 de um site.
  116. 116. Broken Links – erros 404 Como corrigir Erros 404? Uma vez mapeados os erros 404 devem ser redirecionados por meio de um redirecionamento permanente, mais conhecidos como Redirect 301, para páginas relevantes dentro do seu site. O redirecionamento 301 informas aos buscadores que página com erro 404 deixou de existir e foi transferida permanente para um novo endereço e assim atualizem seu cache transferindo toda a autoridade da página que deixou de existir para a nova. Exemplo de Redirecionamento 301 em PHP: <? Header( “HTTP/1.1 301 Moved Permanently” ); Header( “Location: http://www.meusite.com.br” ); ?> A tag acima deve ser inserida na head da página de erro.
  117. 117. Broken Links – erros 404 Páginas de 404 personalizadas ajudam e manter a usuário dentro de seu site quando encontram um broken link (erro 404), ajudando a melhorar sua usabilidade.

×