Conflitos no oriente médio

2,227 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,227
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
111
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conflitos no oriente médio

  1. 1. “Na luta do bem contra o mal, sempre é o povo que contribui com os mortos.” – Eduardo Galeano. CONFLITOS NO ORIENTE MÉDIO: FUNDAÇÃO DO ESTADO DE ISRAEL
  2. 2. • História dos Hebreus• Divisão do Estado da Palestina• Organização Judaica no Cenário Mundial• Conflitos O POVO SEM ESTADO
  3. 3. O povo sem Estado• Hebreus (Judeus): habitavam na antiga Palestina;• De origem semita (Descendentes de Sem, filho de Noé);• Migração para o Egito em razão da seca;• Escravização pelos Egípcios – Faraó Ramsés II (400 anos);• Retorno à Palestina (Êxodo);
  4. 4. O povo sem Estado• 935 A.E.C. Morre o Rei Salomão, filho de Davi;• Ocorre a divisão ente as doze tribos de Israel;• Formação de dois Estados;• Reino de Israel (dez tribos do norte): Israelitas;• Reino de Judá (duas tribos do sul): Judeus;
  5. 5. O povo sem EstadoAntigo Estado da Palestina com suas respectivas divisões
  6. 6. O povo sem Estado• 721 A.E.C. Crises sucedem o Estado de Israel;• Assírios (norte-iraquianos) submetem o Reino de Israel ao seu domínio;• Desaparecimento das dez tribos;
  7. 7. O povo sem EstadoAtual mapa do Oriente Médio
  8. 8. O povo sem EstadoInvasão da Assíria à Israel
  9. 9. O povo sem Estado• 596 A.E.C Nabucodonosor, rei da Babilônia, conquista o Reino de Judá;• Cativeiro da Babilônia (prisioneiros na cidade- estado da Babilônia) por aproximadamente 200 anos;
  10. 10. O povo sem EstadoMapa da Babilônia (séc. VI A.E.C.)
  11. 11. O povo sem Estado• Após a conquista persa, os Judeus foram libertados da Babilônia;• A civilização Judaica volta para a Palestina;• A região passou a ser dominada por Alexandre, rei da Macedônia;
  12. 12. O povo sem Estado Alexandre, o Grande.
  13. 13. O povo sem Estado Reino da Macedônia
  14. 14. O povo sem Estado• 63 A.E.C. Macedônia e Palestina são conquistadas por Roma;• Revoltas judaicas repreendidas por Roma;• Expulsos da Palestina, saíram em diáspora pelo mundo;
  15. 15. O povo sem EstadoDistribuição do povo judaico no mundo
  16. 16. O povo sem EstadoDistribuição do povo judaico no mundo
  17. 17. O povo sem Estado• Europa Medieval: Península Ibérica (Portugal e Espanha) – comunidade sefardita;• Influência no desenvolvimento científico e intelectual europeu;• Perseguição pela Santa Inquisição sobre pretexto da morte de Jesus Cristo;
  18. 18. O povo sem EstadoPenínsula Ibérica, Europa
  19. 19. O povo sem Estado• A partir da Idade Moderna, foram expulsos da Península Ibérica;• Êxodo para as regiões protestantes ao Norte da Europa;
  20. 20. O povo sem Estado• Revolução Francesa: Direitos Universais do Homem;• Desenvolvimento econômico e intelectual judeu na Europa;• Industrial, bancos, filosofia, ciências e artes;
  21. 21. O povo sem EstadoSigmund Freud Woody Allen Karl Marx
  22. 22. O povo sem Estado• Ascenção econômica da população judaico- europeia no século XIX;• Antissemitismo;• Desejo de retomada do Estado da Palestina;• Sionismo;
  23. 23. O povo sem Estado• Século XX: Ascenção do Fascismo e Nazismo;• Hitler toma o poder na Alemanha;• Saldo de 6 milhões de judeus submetidos aos campos de concentração;• Ao final da Guerra, o Movimento Sionista reivindica à ONU a criação do Estado de Israel na Palestina;
  24. 24. O povo sem EstadoAmontoado de judeus em estado de putrefação
  25. 25. • Estado Palestino: Guerra da Independência• Organização Árabe• Dominação Israelense RIVALIDADES: ÁRABES VS JUDEUS
  26. 26. Rivalidades: árabes vs judeus• Inconformados com a decisão da ONU, os palestinos declaram guerra aos israelenses;• (1948/49) Vitória de Israel;• Fim do domínio Árabe ao Estado Israelense;
  27. 27. Rivalidades: árabes vs judeus• Yasser Arafat: militante palestino;• Al-Fatah: Organização terrorista;• OLP (Organização para a Libertação da Palestina);
  28. 28. Rivalidades: árabes vs judeus Yasser Arafat
  29. 29. Rivalidades: árabes vs judeus• Guerra dos seis dias (1967): – Árabes apoiados Jordânia – Síria – Egito X Israel Israelenses com o auxilio logístico dos Estados Unidos, atacaram o Egito, Síria e Jordânia que preparavam uma ofensiva conjunta contra Israel; – Forças armadas de Israel saíram amplamente vitoriosas
  30. 30. Rivalidades: árabes vs judeus• Guerra do Yom Kippur (Dia do Perdão) (6 de outubro de 1973): – Ataque simultâneo durante o feriado judeu, envolvendo a Síria e o Egito contra Israel em resposta às invasões israelenses de 1967; – Recuperação dos territórios tomados por Israel: Península de Sinai, Colinas de Golã e redondezas;
  31. 31. – Duas superpotências da época defenderam seus interesses: EUA defendia Israel, e a URSS dos países árabes;– Cessar-fogo da ONU entrou em vigor de forma cooperativa em outubro de 1973;– Israelenses haviam adentrado profundamente em território árabe na Síria, a 40km de Damasco, capital, intensamente bombardeada, e 101km do Cairo, capital Egípcia;
  32. 32. Rivalidades: árabes vs judeus• Acordos de Paz – Presidente do Egíto Anuar Sadat (1970); – Distanciamento da URSS e aproximação dos EUA; – Conversações de paz entre egípcios e israelenses; – Acordo formalizado em Camp David, em 1979; – Jimmy Carter (presidente norte-americano), presidente egípcio, Sadat, e o primeiro-ministro israelense, o ultra-direitista, Menahem Begin;
  33. 33. Rivalidades: árabes vs judeus– O acordo previa que Israel devolveria o Sinai para o Egito até 1982;– Nasceria uma “autoridade autônoma” em Gaza e na Cisjordânia;– OLP não participaria e Israel a governaria por 5 anos até sua retirada definitiva;
  34. 34. Rivalidades: árabes vs judeus– O acordo não agradou aos judeus instalados nas colônias do Sinai, de Gaza e da Cisjordânia, nem aos árabes que esperavam maiores concessões por parte dos israelenses;– Traidor da causa árabe no Oriente Médio, Sadat foi assassinado em 1981;
  35. 35. Rivalidades: árabes vs judeus• Intifada(1987) – Atropelamento e morte de quatro palestinos por um caminhão do exército israelense em 87; – Árabes iniciaram a rebelião popular em Gaza; – Adolescentes munidos de paus e pedras, enfrentaram nas ruas os soldados de Israel e o levante se alastrou; – A repressão israelense foi brutal, desde então, os choques entre palestinos colonos nas áreas de ocupação israelense têm sido frequentes;
  36. 36. Rivalidades: árabes vs judeus– Eleição de Itzhak Rabin em 1992 (Partido Trabalhista) para Primeiro ministro de Israel;– Retomada das conversações de paz entre árabes e israelenses;– Dissidêcias internas a OLP;– Conduta de Arafat menos belicista e mais conciliadora;
  37. 37. Rivalidades: árabes vs judeus– Encontro em Oslo (1993): Israel devolveria a Faixa de Gaza e de Jericó, na Jordânia, para administração direta e autônoma dos palestinos;– Oposição das facções palestinas hostis a Arafat, alegaram que as concessões de Israel eram pequenas frente aos desejos dos palestinos, e os israelenses que habitavam as regiões a serem devolvidas;
  38. 38. Rivalidades: árabes vs judeusbjs – Assassinato de Itzhak Rabin em 4 de novembro de 1995, durante um comício pela paz na Praça dos Reis, em Tel Aviv, por um estudante judeu de 27 anos, membro de uma organização paramilitar de extrema direita; – Eleição de Benjamin Netanyahu, do Likud, partido de direita israelense; – As negociações não avançaram (Netanyahu não estava disposto a fazer concessões aos palestinos);
  39. 39. Rivalidades: árabes vs judeus– 1999: eleições gerais em Israel;– Partido Trabalhista, representado agora por Ehud Barak, reconduzido ao poder;– Negociações de paz para a região são reabertas;– Situação de Jerusalém: cidade sagrada tanto para judeus quanto para mulçumanos;
  40. 40. Rivalidades: árabes vs judeus– Setembro de 2000; visita de Ariel Sharon, líder do Partido Conservador, principal expoente do conservadorismo judeu à Esplanada das Mesquitas em Jerusalém;– A visita foi considerada como forte provocação aos árabes;– Início à “nova intifada”;– Ataques terroristas e confrontos diretos ameaçam as conversações de paz;
  41. 41. Rivalidades: árabes vs judeus– Início de 2001, Ariel Sharon eleito Primeiro ministro de Israel;– Sharon revela que israelenses não desejam retomar as negociações para a criação do Estado Palestino enquanto durar a intifada;– Atentados terroristas promovidos pelo Hamas e pelos Hezbolah;– Extremistas árabes pregam o extermínio dos judeus;
  42. 42. Rivalidades: árabes vs judeus– Ações do exército israelense mais cruéis, atingindo também a população civil das regiões dominadas;
  43. 43. Rivalidades: árabes vs judeusCrescimento exponencial do domínio Judeu na Palestina
  44. 44. • Conflitos Gerais no Oriente Médio• Guerras e Revoltas• Iraque: barril de pólvora• Petróleo, o ouro negro GUERRAS E REVOLTAS
  45. 45. Guerras e Revoltas• (1980 – 1988) Guerra Irã X Iraque;• (1990 – 1993/2003) Guerra do Golfo (Coalizão X Iraque);
  46. 46. Guerras e RevoltasIrã Iraque
  47. 47. Guerras e Revoltas• Iraque:Sunitas  Irã:Xiitas• (1980) Declaração de guerra iraquiana: – Assegurar o controle de Shatt-al-Arab; – Territórios petrolíferos; – Controle político do mundo árabe por Saddam; – Debilitar a influência xiita no Oriente Médio;
  48. 48. Guerras e RevoltasFaixa de conflito ente o Irã e Iraque
  49. 49. Guerras e Revoltas• Avanço Iraquiano nos fase inicial do conflito; – Apoio americano• Iraque aceita a proposta de cessar-fogo; – (1982) retomada das posições ocupadas – invasão do Iraque• (1988) Cessar fogo (após pressão internacional sobre o Irã);• Ninguém venceu a guerra;• O Brasil forneceu armas aos Iraquianos em troca de Petróleo durante todo o conflito;
  50. 50. Guerras e RevoltasIntervenientes Iraque
  51. 51. Guerras e Revoltas• 10 Bilhões de dólares (Dívida do Iraque após a guerra contra o Irã);• Motivo de invasão do Kuwait pelos iraquianos: – Acusando invasão de reservas – petrolíferas pelos kuaitianos – Reclamava o direito do Iraque sobre – Terras que diziam ser deles no passado• 1990 – Invasão iraquiana; – Boicote econômico (ONU)
  52. 52. Guerras e Revoltas• Resultados do conflito: – Perda de 100 mil soldados iraquianos – Embargo Econômico (troca de petróleo apenas por alimento) – Zonas de exclusão aérea ao norte e ao sul do país.
  53. 53. Guerras e RevoltasCenário pós-guerra no sul do Iraque
  54. 54. • Fotos e Fatos CONSEQUÊNCIAS
  55. 55. Consequências(2012) Nuvens de fumaça se formam sobre Gaza após uma série de ataques de aviões israelenses
  56. 56. Consequências(2012) Explosão de ônibus em Tel Aviv
  57. 57. ConsequênciasCrianças palestinas assistem a um funeral, da porta de sua casa
  58. 58. Consequências(2012) Sivan Hurvitz: Sala de aula em que a professora mostra um mapa noqual o Estado de Israel é maior do que atualmente. No lugar dos nomes dospaíses, está escrito "inimigos", e à direita do mapa, o quadro diz "Estado de Israel: 80.000 km²" (a área de Israel é de cerca de 20.000 km²)
  59. 59. Bibliografia• http://www.brasilescola.com/historiag/a-criacao-estado-israel.htm• http://www.mundoeducacao.com.br/historiageral/judeus-na-historia.htm• http://www.juliobattisti.com.br/tutoriais/adrienearaujo/historia006.asp• http://noticias.terra.com.br/mundo/fotos/0,,OI228690-EI308,00- Artista+pinta+visoes+futuristicas+de+um+Israel+totalitario.html• http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_do_Yom_Kipur• http://www.tendarabe.com/conteudo/guerra-do-yom-kippur-dia-do-perdao• http://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/oriente-medio-entenda-o-conflito- arabe-israelense.htm• http://farhangnews.ir/content/8605

×