Manifesto em defesa de um IFPE LIVRE!

1,046 views
1,025 views

Published on

IFPE LIVRE!

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,046
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
302
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Manifesto em defesa de um IFPE LIVRE!

  1. 1. MANIFESTO EM DEFESA DO IFPE Após a promulgação da “Constituição Cidadã”, a partir de 1988, o Brasil vem consolidando a cada dia o seu processo de redemocratização, buscando tornar-se uma Nação livre, democrática e soberana. Neste contexto, foram definidos os dispositivos na nova Carta Magna, cuja disseminação tem se constituído em princípios basilares da democracia brasileira.Por meio desta ordem social, o Brasil vem se configurando numa potência emergente, permitindo ao seu povo uma distribuição derenda mais justa, mais oportunidade à sua juventude, mais justiça social e processos eleitorais transparentes e democratizados.Ainda assim, para galgar o nível de nação desenvolvida, o Brasil precisa investir muito mais na educação do seu Povo,especialmente na sua juventude, na organização social e política de suas comunidades e, principalmente, na formação de bonsprofissionais a fim de se estabelecer como uma nação moderna, equânime em justiça e em bem-estar social.Passados quase 25 anos da vigência da nova Constituição, ainda é comum a persistência de alguns dirigentes de instituiçõespúblicas que, por vaidade ou apego ao cargo, usam de práticas autoritárias e casuísticas, remanescentes da ditadura, como sevivessem naqueles tempos sombrios e não tivessem respirado o ar puro dos ambientes democráticos deste País. Em que pese oIFPE ser uma instituição educativa, ainda notamos rescaldos de tais práticas em sua gestão. Nenhum gestor é soberano, sejaele(a) Reitor(a) ou Diretor(a): a democracia só se consolida através do diálogo permanente, sincero e participativo. Manobrascasuísticas de permanência no poder e falta de transparência nas ações administrativas e atitudes incompatíveis com o desempenhode funções públicas não devem constituir-se como prática de gestão.Soberana é a Comunidade Acadêmica! Pois é ela quem dá corpo, alma e sentido à instituição. Não poderemos evoluir convivendocom a ausência do entendimento, dos debates das ideias, da solidariedade e da fraternidade entre todos. Não é possível promoveruma convivência harmoniosa e pacífica no seio desta comunidade vivendo em permanente clima de desconfiança, hostilidade,temor e retaliação contra aqueles que se levantam em oposição a tais procedimentos.Acima dos gestores desta instituição, existe uma comunidade de servidores docentes e administrativos que precisa estar unida,comprometida social e eticamente a interagir com os alunos para cumprir a missão de torná-los profissionais de alta qualificaçãotécnica, dar-lhes visão de cidadania, de princípios éticos e morais, com extrema formação democrática a serviço dodesenvolvimento do nosso País.Hoje, o IFPE vive um momento singular de sua história. Estamos vivendo o processo eleitoral que traçará os rumos do nossoInstituto nos próximos quatro anos.É inaceitável admitir que este Instituto seja usado como extensão de vaidades pessoais e desejos exclusivos de uma pequenaparcela da comunidade, colocando em lados opostos, diferentes, que no seu conteúdo têm se mostrado iguais, ou seja: aspráticas gerenciais da Gestão do Campus Recife em nada se diferenciam da Gestão da Reitoria.Denunciamos, como resultado da flagrante ineficiência, a recente devolução de R$ 6 milhões de reais do orçamento do exercíciopassado. Incompetência e falta de decisão das prioridades do planejamento levaram a esta absurda devolução de preciososrecursos, que deveriam ser corretamente aplicados, evitando prejuízos irreparáveis ao bom desempenho desta casa e ao conforto ebem-estar de sua comunidade. Citamos, ainda, algumas ações prometidas e não cumpridas no campus Recife: Agilidade nas licitações de obras civis necessárias ao bom funcionamento e conforto dos setores de ensino e administrativo como também na compra e instalação de equipamentos para climatização de salas de aulas, principalmente, no bloco B; Recuperação dos sanitários dos diversos blocos do IFPE-Recife, que há muito se encontram em estado precário; Recuperação, reestruturação e modernização da Biblioteca, que há tempos não vem recebendo nenhum investimento; Recuperação e modernização de todos os laboratórios, os quais estão em avançado estado de obsolescência; Melhoria do material de expediente didático para os professores, os quais são de péssima qualidade; Ampliação da quantidade e melhoria da qualidade da água e dos bebedouros, para atender às necessidades de dessedentação, que são poucos e mal instalados, causando desconforto e ameaça à saúde dos alunos; Construção de Restaurante Estudantil, com a oferta de alimentação de qualidade e a preços simbólicos, conforme exigência explicita do Programa Nacional de Alimentação; Concessão de espaço físico e apoio institucional para o fortalecimento dos Diretórios Acadêmicos, visando à organização política e social dos estudantes; Implantação de melhorias nas áreas das práticas desportivas, que se encontram bastante degradadas, trazendo inconveniências e prejuízos às práticas das aulas e de competições desportivas; Criação de área de convivência para os alunos, promovendo a integração e o bom convívio, necessários a sua formação cívica e cidadã;Estamos em Maio e, novamente, o orçamento de 2011 é um assunto exclusivo de poucos, se é que realmente existe.Retornam as promessas demagógicas: climatizaremos as salas de aula, melhoraremos as estruturas dos banheiros, das bibliotecas.Entretanto a prática tem mostrado o contrário.Não poderemos ficar omissos neste momento. Não devemos ser indiferentes e fechar os olhos diante de tantos descasos.
  2. 2. Junte-se ao movimento por um IFPE COMPETENTE, LIVRE E VERDADEIRAMENTE DEMOCRÁTICO!Sejamos LIVRES... De donos... De autoritarismo... De ineficiência administrativa... De perseguições... Deapadrinhamentos... e De fisiologismo!A luta por um Instituto democrático, com efetiva participação dos servidores e dos estudantes, além do diálogo e parceriapermanente com órgãos da sociedade civil, empresarial e política, é imperiosa para despontá-lo como um IFPE moderno,sintonizado com a realidade dinâmica do mundo e do mercado de trabalho. É o que queremos!Negaram o vermelho das lutas e destruíram o verde da esperança. Por isso lançamos a cor AZUL, símbolo da lealdade,fidelidade, verdade, compreensão e equilíbrio.FAÇA PARTE DESTE MOVIMENTO VOTANDO EM: ZÉ MÁRIO CAVALCANTI – REITOR - 60 ZÉ DE ARIMATÉA – DIRETOR RECIFE - 399 Especialização em Saneamento pela Mestrado em Ensino das Ciências pela Universidade Católica de Pernambuco; Universidade Federal Rural de Pernambuco; Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco; Especialização em Matemática pela UFCE; Professor do IFPE e da UNICAP; Graduado em Matemática pela Universidade Federal de Pernambuco; Atual Presidente do CREA-PE; Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Professor do IFPE e da UFRPE; Agronomia de Pernambuco. Autor do módulo de Elementos de Lógica e Exerceu as funções: Teoria dos Conjuntos para UAB/IFPE;  Professor do curso de Engenharia da Professor Conteúdista da UAB/IFPE UPE; Exerceu as funções:  Presidente do Clube de Engenharia  Chefe do Departamento de de Pernambuco; Matemática da UNICAP;  Diretor Administrativo da CELPE;  Chefe do Departamento de Ciências  Diretor Administrativo do BANDEPE; Exatas e da Natureza da FUNESO;  Diretor Executivo da Secretaria de  Coordenador do curso de Planejamento do Governo de Licenciatura em Matemática da Pernambuco; UFRPE;  Diretor da EMLURB Acesse: http://ifpelivre.blogspot.com http://Ifpelivre.xpg.com.br Contate nosso e-mail: ifpelivre@gmail.com

×