Your SlideShare is downloading. ×
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




               PORTUGUÊS




       Estrutura e Processo...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




                                         Estrutura ...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




1. RADICAL (RAD)               É o elemento comum a toda...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




3. TEMA (T)                  A Junção do RADICAL (R...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




ESTÁS                      EST-                 -A-     ...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




   A palavra humanidade (4° quadrinho) apresenta um...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




                        Processos Formadores de Palavras...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




2. DERIVAÇÃO SUFIXAL        RADICAL + SUFIXO




  ...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




3. DERIVAÇÃO PREFIXAL E SUFIXAL       PREFIXO + RADICAL ...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




4. DERIVAÇÃO PARASSINTÉTICA          PREFIXO + RADI...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




   O pouso forçado do bimotor se deu em meio a um intens...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




COMPOSIÇÃO                Processo em que dois ou m...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




                                    COMPOSIÇÃO POR AGLUT...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




3. ABREVIAÇÃO VOCABULAR ou REDUÇÃO

   O processo d...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




6. NEOLOGISMO

    É um processo formador que consiste n...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




                                                 An...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




                                PRINCIPAIS DESINÊNCIAS

...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




                                                   ...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




                      DERIVAÇÃO PREFIXAL E SUFIXAL X DER...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




                                             Tipos ...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




                               Informações:          Gre...
http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br




                                                   ...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




02. Forme outras palavras, considerando os radicais não ...
http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br




                    Medo de voar

                      ...
http://blog.educacional.com.br/studiumport - http://profdiafonso.blogspot.com/
                         diafonsoport@yahoo...
Medo de lugares fechados ou de tamanho
                  reduzido

                         __________________________



...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Est. e proc. form. de palavras 2009

3,624

Published on

Published in: Education
2 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Atenção Leitores: ERRATA.

    página 17: Onde se lê Pretérito Imperfeito do Indicativo - morfema zero, leia-se PRETÉRITO PERFEITO;

    página 18: Onde se lê Pretérito Imperfeito do Indicativo (DNP), leia-se PRETÉRITO PERFEITO.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Nossa, como ficou bonito e agradável de ler esse material, professor! Eu li tudim prá dá uma recordada.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
3,624
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
115
Comments
2
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Est. e proc. form. de palavras 2009"

  1. 1. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br PORTUGUÊS Estrutura e Processos Formadores de Palavras 1
  2. 2. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br Estrutura das Palavras Organizando as Informações As palavras são constituídas de vários elementos. A análise estrutural da palavra nos revelará a presença do que se chama morfemas1 ou elementos mórficos. Os morfemas serão de base lexical (contendo o significado básico da palavra) ou de base gramatical (contendo as possíveis flexões ou variações de gênero, número, pessoa, modo, tempo). Leia o texto abaixo: Eu Te Amo Ah, se já perdemos a noção da hora Como, se na desordem do Se juntos já jogamos tudo fora [armário embutido Me conta agora como hei de partir Meu paletó enlaça o teu [vestido Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos E o meu sapato inda pisa no [desvarios [teu Rompi com o mundo, queimei meus navios Me diz pra onde é que inda posso ir Como, Como, se nos amamos feito dois pagãos Teus seios inda estão nas minhas mãos Se nós nas travessuras das noites eternas Me explica com que cara eu vou sair Já confundimos tanto as nossas pernas Diz com que pernas eu devo seguir Não, acho que estás te fazendo de tonta Te dei meus olhos pra tomares conta sorte Se entornaste a nossa sorte pelo chão Agora conta como hei de partir. Se na bagunça do teu coração Meu sangue errou de veia e se perdeu (Chico Buarque & Tom Jobim) As palavras perdemos e noites, por exemplo, apresentam as seguinte estruturas mórficas gerais: MORFEMA LEXICAL MORFEMA GRAMATICAL PERD- -(E)MOS NOIT- -(E)S Os elementos mórficos ou morfemas são os que se seguem: 1 A menor unidade linguística possuidora de significado.
  3. 3. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br 1. RADICAL (RAD) É o elemento comum a todas as palavras de uma mesma família2. Indica o significado básico da palavra. No décimo segundo verso da letra de Chico Buarque, a palavra sangue apresenta sempre um mesmo elemento (em destaque) que não se altera e que contém o mesmo significado básico. Este elemento denomina-se RADICAL (RAD) sanguífero sanguífero gu sanguificar sanguificar sangue sangue sanguinário sanguinário ensanguentado ensanguentado sangu sanguífero, sanguinário, sanguificar e ensanguentado são cognatas, pois, ao revelar As palavras sangu- o mesmo radical ( sangu- ), apontam para a mesma base semântica que as unem. 2. VOGAL TEMÁTICA (VT) Vogal que acrescida ao RADICAL forma o TEMA. Ela pode ser nominal (-A, - E, -O) ou verbal (-A, -E, -I). hora hor- No primeiro verso do texto, a palavra hora possui, além do radical (hor- ), o elemento -a. Este elemento é que denominamos de VOGAL TEMÁTICA (VT). Veja as VOGAIS TEMÁTICAS nos exemplos abaixo: PALAVRA RADICAL (RAD) VOGAL TEMÁTICA (VT) PERNAS PERN- -A- (nominal) NOITES NOIT- -E- (nominal) JUNTOS JUNT- -O- (nominal) JOGAMOS JOG- -A- (verbal) CONHECER CONHEC- -E- (verbal) PARTIR PART- -I- (verbal) 2 Palavras pertencentes a uma mesma família (apresentam o mesmo radical) são chamadas de COGNATAS. Estrutura e Processos Formadores de Palavras 3
  4. 4. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br 3. TEMA (T) A Junção do RADICAL (RAD) com a VOGAL (VT) gera o elemento mórfico denominado TEMA (T). PALAVRAS RADICAL (RAD) VOGAL TEMÁTICA (VT) TEMA (T) PERNAS PERN- -A- (nominal) PERNA NOITES NOIT- -E- (nominal) NOITE JUNTOS JUNT- -O- (nominal) JUNTO JOGAMOS JOG- -A- (verbal) JOGA CONHECER CONHEC- -E- (verbal) CONHECE PARTIR PART- -I- (verbal) PARTI 4. DESINÊNCIAS (D) Elementos que indicam a flexão dos nomes (gênero; número) e dos verbos (modo; tempo; número; pessoa). Daí dizer que há DESINÊNCIA NOMINAL de GÊNERO (DNG), DESINÊNCIA NOMINAL de NÚMERO (DNN), DESINÊNCIA VERBAL de MODO e TEMPO (DMT) e DESINÊNCIA VERBAL de NÚMERO e PESSOA (DNP). No texto, há palavras que apresentam elementos mórficos indicadores de gênero, número; modo, tempo, pessoa e número. Vejamos: PALAVRAS RADICAL (RAD) VOGAL TEMA (T) DESINÊNCIA DESINÊNCIA TEMÁTICA (VT) NOMINAL DE NOMINAL DE GÊNERO NÚMERO (DNG) (DNN) ETERNAS ETERN- Ø Ø -A- -S TONTA TONT- Ø Ø -A Ø PALAVRAS RADICAL (RAD) VOGAL TEMA (T) DESINÊNCIA DESINÊNCIA TEMÁTICA (VT) VERBAL DE VERBAL DE MODO E NÚMERO E TEMPO (DMT) PESSOA (DNP) PERDEMOS PERD- -E- PERDE- Ø -MOS CONTA CONT- -A- CONTA- Ø Ø ROMPI ROMP- Ø Ø Ø -I DEVO DEV- Ø Ø Ø -O ENTORNASTE ENTORN- -A- ENTORNA- Ø -STE
  5. 5. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br ESTÁS EST- -A- Ø Ø -S TOMARES TOM- -A- TOMA- -RE- -S O morfema zero ( Ø ) indica que a palavra não torna explícito determinado elemento mórfico. Assim é que as tabelas com as Desinências (DNN, DMT e DNP) não expõem estes elementos. 5. AFIXOS: Elementos que se juntam ao RADICAL (RAD) para formar outras palavras. Há dois tipos de AFIXOS. PREFIXOS (PREF) PREFIXO (PREF): é colocado antes do RADICAL (RAD); SUFIXOS (SUF) SUFIXO (SUF): é colocado depois do RADICAL (RAD).. Leia as tirinhas abaixo: A palavra desconversa (2° quadrinho) apresenta um elemento mórfico posto antes do radical. Este morfema é que se denomina PREFIXO (PREF). Vejamos a análise desta palavra: PALAVRA PREFIXO RADICAL VOGAL TEMA (T) DESINÊNCIA DESINÊNCIA SUFXO (RAD) TEMÁTICA VERBAL DE VERBAL DE (VT) MODO E NÚMERO E TEMPO PESSOA (DMT) (DNP) DESCONVERSA DES- -A- -A- CONVERSA Ø Ø - Estrutura e Processos Formadores de Palavras 5
  6. 6. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br A palavra humanidade (4° quadrinho) apresenta um elemento mórfico posto depois do radical. Este morfema é que se denomina SUFIXO (SUF). Vejamos a análise desta palavra: PALAVRA PREFIXO RADICAL VOGAL TEMA (T) DESINÊNCIA DESINÊNCIA SUFXO (RAD) TEMÁTICA NOMINAL NOMINAL (VT) DE GÊNERO DE GÊNERO (DNG) (DNN) HUMANIDADE - HUMAN- Ø Ø Ø Ø (I)DADE 6. INFIXOS São vogais ou consoantes de ligação que fazem parte de algumas palavras visando à facilidade de pronúncia. Segundo alguns estudiosos, os INFIXOS não são significativos, não sendo, pois, considerados morfemas. Ex. café > cafeteira; capim > capinzal; gás > gasômetro
  7. 7. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br Processos Formadores de Palavras Organizando as Informações As palavras, em língua portuguesa, são formadas por dois processos básicos: a Derivação e a Composição. Vejamos: DERIVAÇÃO Processo em que AFIXOS (Prefixos ou sufixos, ou ambos) são anexados ao radical. Assim, podemos ter as seguintes possibilidades formadoras de palavras: 1. DERIVAÇÃO PREFIXAL PREFIXO + RADICAL Mas sei que não se pode terminar assim O jogo segue nunca chega ao fim E recomeça a cada instante (A cada instante) (Me Liga – Paralamas do Sucesso) Desfaz o vento O que há por dentro Desse lugar Que ninguém mais pisou... (Skank – Resposta) DERIVAÇÃO PREFIXAL PREFIXO RADICAL RE- COMEÇ(A) DES- FAZ Estrutura e Processos Formadores de Palavras 7
  8. 8. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br 2. DERIVAÇÃO SUFIXAL RADICAL + SUFIXO Se fosse só sentir saudade Mas tem sempre algo mais Seja como for É uma dor que dói no peito Pode rir agora Que estou sozinho Mas não venha me roubar... (Legião Urbana – Angra dos Reis) Nunca vi fazer tanta exigência Nem fazer o que você me faz Você não tem consciência Nem vê que eu sou um pobre rapaz Você só pensa em luxo e riqueza Tudo o que você vê, você quer Ai, meu Deus, que saudade da Amélia Aquilo sim é que era mulher Às vezes passava fome ao meu lado E achava bonito não ter o que comer Quando me via contrariado Dizia: “Meu filho, o que se há de fazer!” Amélia não tinha a menor vaidade Amélia é que era mulher de verdade (Ataulfo Alves e Mário Lago) DERIVAÇÃO SUFIXAL RADICAL SUFIXO SÓ -ZINHO RIC(QU) -EZA
  9. 9. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br 3. DERIVAÇÃO PREFIXAL E SUFIXAL PREFIXO + RADICAL + SUFIXO 45 anos do Golpe Militar no Brasil por Michelle Amaral da Silva última modificação 31/03/2009 11:33 Colaboradores: Fórum dos Ex-presos políticos do Estado de São Paulo Às vésperas dos 45 anos do Golpe, chamamos a atenção para a nociva promoção do esquecimento sobre as conseqüências e seqüelas do nefasto golpe 30/03/2009 Fórum dos Ex-presos políticos do Estado de São Paulo Há 45 anos, a ilegalidade tomou conta do Brasil! No dia 31 de março de 1964, forças militares devidamente treinadas na Escola das Américas do Panamá desencadearam o Golpe Civil-Militar que afundou o país nas trevas do arbítrio durante 21 anos. O Golpe de Estado ocorreu depois de intensos preparativos e conspirações entre as classes dominantes e interlocutores norte-americanos, aliando militares às forças civis que viam no governo legitimo do Presidente João Goulart uma ameaça à supremacia de seus negócios. Passados 45 anos deste trágico acontecimento, o NÚCLEO DE PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA POLÍTICA do FORUM DE EX-PRESOS E PERSEGUIDOS POLÍTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO, procura resgatar a memória dos milhares de brasileiros que lutaram contra o regime militar, ilegal e ilegítimo. Pessoas de todas as tendências políticas que, de todas as formas e meios possíveis, deram sua contribuição para o retorno à democracia em 1985. A estes, brasileiros, brasileiras e estrangeiros que atuaram na luta pela liberdade e em defesa da legalidade tomada de assalto pelos militares, nossas homenagens e nosso respeito! (http://www.brasildefato.com.br/v01/agencia/analise/45-anos-do-golpe-militar-no-brasil) DERIVAÇÃO PREFIXAL E SUFIXAL PREFIXO RADICAL SUFIXO I- LEGAL -(I)DADE Estrutura e Processos Formadores de Palavras 9
  10. 10. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br 4. DERIVAÇÃO PARASSINTÉTICA PREFIXO + RADICAL + SUFIXO (OBRIGATÓRIA E SIMULTANEAMENTE) http://www.greenpeace.org.br/motosserra/ DERIVAÇÃO PARASSINTÉTICA PREFIXO RADICAL SUFIXO DES- MAT(A) -MENTO A diferença entre os processos de DERVIVAÇÃO PREFIXAL E SUFIXAL e DERIVAÇÃO PARASSINTÉTICA se dá pela análise da obrigatoriedade simultânea e a não-obrigatoriedade simultânea dos afixos. 5. DERIVAÇÃO REGRESSIVA SUPRESSÃO DE ELEMENTOS MÓRFICOS Neste processo, a palavra “diminui”. Ele se dá, de um modo geral, a partir de verbos e se faz pela substituição da terminação verbal pelos elementos –A, -E e –O. Vale ressaltar ainda que os substantivos formados a partir do processo de derivação regressiva indicam ação. Exemplos: A demorada ajuda aos desamparados pelo temporal foi alvo de crítica da oposição no Congresso Nacional. O resgate das vítimas fatais foi feito por voluntários, uma vez que o corpo de bombeiros da cidade demorou a chegar.
  11. 11. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br O pouso forçado do bimotor se deu em meio a um intenso temporal. Graças à perícia do piloto, ninguém se feriu. Note que as palavras em destaque perderam elementos mórficos: (AJUDAR – R + A = AJUDA; RESGATAR – AR + E = RESGATE; POUSAR – AR + O = POUSO) 6. DERIVAÇÃO IMPRÓPRIA MUDANÇA DE CLASSE GRAMATICAL Neste processo a palavra, sem mudar sua forma, passa de uma classe gramatical (pertencente a uma determinada classe gramatical: substantivo, adjetivo, advérbio etc.) a outra. Exemplos: Quando ANOITECER, estaremos em Recife. (verbo) O ANOITECER no sertão é deslumbrante! (verbo transformado em substantivo) O dia estava intensamente CLARO. Ela fala CLARO. (adjetivo transformado em advérbio) O mercado PUBLICITÁRIO cresceu 12% no primeiro semestre deste ano. O PUBLICITÁRIO não escondeu a decepção pela má campanha realizada. NÃO me venha com desculpas pouco inteligentes. O NÃO da noiva transformou a cerimônia num tumulto sem precedentes. (advérbio transformado em substantivo) A ARANHA tece seu destino com inteligência. “O beijo da mulher ARANHA” será reprisado amanhã pelo canal X. (substantivo transformado em adjetivo) Estrutura e Processos Formadores de Palavras 11
  12. 12. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br COMPOSIÇÃO Processo em que dois ou mais RADICAIS se justapõem ou se aglutinam. Desse modo, existem dois tipos de Composição: 1. COMPOSIÇÃO POR JUSTAPOSIÇÃO RADICAL + RADICAL(IS) Neste processo, os elementos formadores são postos lado a lado. Não há, portanto, alteração na estrutura do(s) radical(is). COMPOSIÇÃO POR JUSTAPOSIÇÃO RADICAL RADICAL SEGUNDA- FEIRA FOTO- GRAFIA 2. COMPOSIÇÃO POR AGLUTINAÇÃO RADICAL + RADICAL(IS) O processo de composição por aglutinação se dá quando dois ou mais radicais se juntam e pelo menos um deles sofre alteração em sua estrutura. Palácio do Planalto
  13. 13. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br COMPOSIÇÃO POR AGLUTINAÇÃO RADICAL RADICAL (PLANO) PLAN ALTO (ÁGUA) AGU ARDENTE OUTROS PROCESSOS Existem outros processos além da Derivação e da Composição. Estes processos formadores de palavras são considerados secundários. 1. HIBRIDISMO Neste processo, o que se verifica é a formação da palavra pela reunião de elementos mórficos ou morfemas (radicais, sufixos etc.) de origem distinta. Sambódromo Samba (de origem Africana) + dromo (de origem grega) Surfista Surf (de origem inglesa) + ista (de origem grega 2. ONOMATOPÉIA Este processo consiste na formação de palavras que visem imitar os sons da natureza (coisas, animais etc.). zunzum tique-taque Estrutura e Processos Formadores de Palavras 13
  14. 14. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br 3. ABREVIAÇÃO VOCABULAR ou REDUÇÃO O processo de abreviação vocabular ou redução se estrutura a partir da eliminação de um elemento da palavra para torná-la mais curta. Cine (de cinema) Extra (de extraordinário) Foto (de fotografia) 4. SIGLAS Neste processo, a formação ocorre pela combinação de letra(s) inicial(is) de uma sequência de palavras que constitui um nome. INSTITUTO BRASILEIRO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA PERNAMBUCO 5. EMPRÉSTIMO LINGUÍSTICO Aportuguesamento de palavras de origem estrangeira. Estressado (do inglês stressed) Futebol (do inglês football)
  15. 15. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br 6. NEOLOGISMO É um processo formador que consiste na criação de uma palavra ou expressão nova, ou na atribuição de um novo significado a uma palavra já existente na língua. A palavra ficar, que ocorre três vezes, assume um sentido diferente do que tinha originalmente. O significado, na tirinha, aponta para “namorar sem compromisso”. Estrutura e Processos Formadores de Palavras 15
  16. 16. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br Anexos SIGNIFICADOS DAS PALAVRAS COGNATAS DE SANGUE: 1. SANGUÍFERO: Adj. (poét.) || que tem sangue, que produz sangue; ensangüentado. F. lat. Sanguis (sangue)+ferre (ser portador). 2. SANGUINÁRIO: Adj. || que gosta de derramar sangue. (Fig.) || Cruel, feroz, sedento de sangue; que se compraz em derramar sangue; que tem o caráter de ferocidade ou de crueldade. (Fig.) || Que serve para ferir; com que se derrama sangue: Os punhais sanguinários. (Garrett.) F. lat. Sanguinarius. 3. SANGUIFICAR: v. tr. (fisiol.) || converter em sangue. || —, v. pr. converter-se em sangue. F. lat. Sanguis (sangue)+fic, de facere (fazer)+ar. 4. ENSANGUENTADO: adj. || coberto de sangue, que está a correr em sangue; salpicado, maculado de sangue. || Sanguinolento, sanguento: F. Ensangüentar. RETORNAR SOBRE DESINÊNCIA NOMINAL DE GÊNERO: Não há consenso quanto ao fato de o –O, em palavras masculinas, ser classificado como um elemento mórfico que indica o gênero masculino. Optamos pela análise de autores que definem aquele como Vogal Temática (VT). Assim sendo, e ainda conforme os autores que defendem este tipo de análise, as Desinências Nominais de Gênero (DNG) seriam assim avaliadas: MASCULINO Ø DESINÊNCIAS NOMINAIS (DN) GÊNERO FEMININO -A RETORNAR
  17. 17. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br PRINCIPAIS DESINÊNCIAS MASCULINO Ø GÊNERO NOMINAIS (DN) FEMININO -A SINGULAR Ø NÚMERO PLURAL -S PRESENTE DO INDICATIVO Ø PRETÉRITO IMPERFEITO Ø DO INDICATIVO PRESENTE DO -E SUBJUNTIVO (1ª conjugação) PRESENTE DO -A SUBJUNTIVO (2ª/3ª conjugações) PRETÉRITO IMPERFEITO -VA, -VE DO INDICATIVO (1ª conjugação) PRETÉRITO IMPERFEITO -IA, -IE VERBAIS (DV) DE TEMPO E MODO (DMT) DO INDICATIVO (2ª/3ª conjugações) PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO -RA, -RE (ÁTONOS) DO INDICATIVO PRETÉRITO IMPERFEITO -SSE DO SUBJUNTIVO FUTURO DO PRESENTE -RA, -RE (TÔNICOS) DO INDICATIVO FUTURO DO PRETÉRITO -RIA, -RIE DO INDICATIVO FUTURO DO SUBJUNTIVO -R 1ª PESSOA DO SINGULAR (PRESENTE DO -O INDICATIVO) 2ª PESSOA DO SINGULAR Estrutura e Processos Formadores de Palavras 17
  18. 18. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br (PRESENTE DO -S INDICATIVO) 3ª PESSOA DO SINGULAR (PRESENTE DO Ø INDICATIVO) 1ª PESSOA DO PLURAL (PRESENTE DO -MOS INDICATIVO) 2ª PESSOA DO PLURAL (PRESENTE DO -IS INDICATIVO) 3ª PESSOA DO PLURAL (PRESENTE DO -M INDICATIVO) VERBAIS (DV) DE NÚMERO E PESSOA (DNP) 1ª PESSOA DO SINGULAR (PRETÉRITO IMPERFEITO -I DO INDICATIVO) 2ª PESSOA DO SINGULAR -STE (PRETÉRITO IMPERFEITO DO INDICATIVO) 3ª PESSOA DO SINGULAR -U (PRETÉRITO IMPERFEITO DO INDICATIVO) 1ª PESSOA DO PLURAL -MOS (PRETÉRITO IMPERFEITO DO INDICATIVO) 2ª PESSOA DO PLURAL (PRETÉRITO IMPERFEITO -STES DO INDICATIVO) 3ª PESSOA DO PLURAL (PRETÉRITO IMPERFEITO -RAM DO INDICATIVO) -R: INFINITIVO -NDO: GERÚNDIO DESINÊNCIAS VERBO-NOMINAIS -DO: PARTICÍPIO REGULAR RETORNAR
  19. 19. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br DERIVAÇÃO PREFIXAL E SUFIXAL X DERIVAÇÃO PARASSINTÉTICA Na Derivação prefixal e sufixal há o emprego de prefixo e sufixo, embora não simultaneamente, pois existe a palavra derivada apenas com o prefixo ou apenas com o sufixo: infelizmente (infeliz, felizmente), deslealdade (desleal, lealdade). Já na Derivação parassintética constata-se o emprego do prefixo e do sufixo simultaneamente, gerando a palavra nova obrigatoriamente com o emprego dos dois. Desse modo, se eliminarmos um elemento mórfico (prefixo ou sufixo) surgirá uma palavra não empregada pela comunidade linguística: anoitecer,(Não há anoite, nem noitecer). RETORNAR Hibridismo O que se destaca neste tipo de processo é o fato de os elementos terem origem diferente, pois observamos a presença do processo de derivação ou de composição em palavras híbridas. Em SAMBÓDROMO, por exemplo, nota-se o processo de composição por aglutinação (samba + dromo = sambódromo); já na palavra SURFISTA, o processo formador é o de derivação sufixal (surf + ista = surfista). RETORNAR Algumas Palavras Aportuguesadas DE ORIGEM ÁRABE: Açougue (assuk), Açude (assudd), Açúcar (assukar), Alcalóide (álcali), Álcool (alkolrul), Algarismo (alkawarizmi) DE ORIGEM FRANCESA: Abajur, Ateliê, Batom, Bijuteria, Boate, Buquê, Chique, Menu, Purê, Omelete, Toalete, Turnê DE ORIGEM INGLESA: Chiclete / Chicle, Clipe, Esporte, Flerte, Folclore, Fórceps, Nocaute, piquenique, Rali, Recorde, Repórter, Soçaite, Teste, Time, RETORNAR Estrutura e Processos Formadores de Palavras 19
  20. 20. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br Tipos de Neologismo Seja qual for a razão para criar novas palavras, há quatro processos que permitem fazer isso e, portanto, quatro tipos de neologismos numa língua: o fonológico, o morfológico (ou sintagmático), o semântico e o alogenético. O neologismo fonológico é aquele em que a palavra surge de uma combinação inédita de fonemas, não procedente de nenhuma palavra já existente na língua, como em "chinfrim", "zureta" e "poperô", ou nas onomatopéias ("tique-taque", "miau" etc.). O neologismo morfológico resulta de dois processos básicos: composição (puxar + saco = puxa-saco, perna + longa = pernilongo) e derivação (cera > encerar > enceradeira, farofa > farofeiro). O neologismo semântico surge da atribuição de um novo significado a uma palavra já existente. Por exemplo, já havia em português a palavra "presunto" para designar um tipo de alimento quando a gíria dos marginais passou a usar o termo com o significado de "cadáver". Igualmente, arrasar, que sempre significou "destruir", passou a ter também o sentido de "fazer sucesso". Finalmente, o neologismo alogenético, também chamado de empréstimo, é a importação, com ou sem adaptação fonética ou gráfica, de palavras estrangeiras: futebol, abacaxi, pizza, bonbonnière. (Revista Língua Portuguesa, edição online, acessado em 07/09/2008.) RETORNAR
  21. 21. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br Informações: Greco- Vivenciando as Informações: Radicais Greco-latinos 01. Dê o significado das palavras abaixo e indique a origem dos radicais grifados: ____________________________ ____________________________ ____________________________ DEMAGOGO ____________________________ ____________________________ ____________________________ GIMNOFOBIA ____________________________ ____________________________ ____________________________ APICULTURA Estrutura e Processos Formadores de Palavras 21
  22. 22. http://diafonsoparanapuka.blogspot.com - diafonsoport@yahoo.com.br ____________________________ ____________________________ ____________________________ MATRIARCA ____________________________ ____________________________ ____________________________ BIOSFERA ____________________________ ____________________________ ____________________________ HERBÍVORO
  23. 23. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br 02. Forme outras palavras, considerando os radicais não grifados da questão anterior: _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ 03. Segundo o dicionário Aulete, a fobia é: 1. Psiq. Nome genérico de várias espécies de medo mórbido ou patológico de algo específico (escuro, altura, aranhas etc.); 2. Medo intenso (fobia de avião); HORROR; PAVOR. Baseado(a) no que nos diz o Aulete, associe as imagens abaixo e as possíveis fobias delas originadas, dando-lhes os nomes que a representam. Estrutura e Processos Formadores de Palavras 3
  24. 24. http://profdiafonso.blogspot.com/ - diafonsoport@yahoo.com.br Medo de voar __________________________ Estrutura e Processos Formadores de Palavras 5
  25. 25. http://blog.educacional.com.br/studiumport - http://profdiafonso.blogspot.com/ diafonsoport@yahoo.com.br Medo de multidão __________________________ Aversão ao sexo masculino ou a seres humanos __________________________ Aversão à luz __________________________ 1
  26. 26. Medo de lugares fechados ou de tamanho reduzido __________________________ Medo de altura ou de lugares altos __________________________ Estrutura e Processos Formadores de Palavras 2

×