Programa de Estágios Comunitários
Inovação e Perspectivas 2013/2014
Programa de
Estágios
Comunitários
• O Programa de estágios comunitários é um projecto que nasceu a partir
da experiência do programa “Summers Jobs” nos USA....
Critérios de Acesso
• Estudantes com frequência do 3º ano
• Não ter recursos no ano de candidatura
• Não ser bolseiro / Nã...
Objectivos
Facilitar o contacto entre os estudantes angolanos e a realidade das
suas comunidades através do fortaleciment...
Organizações Participantes
• PSI- Population Service
Internacional.
• ADRA- Acção Angolana de
Desenvolvimento Rural.
• Kix...
Actividades de Enquadramento
• Estudos e Pesquisa.
• Apoios á Iniciativas Comunitárias Locais.
• Água e Saneamento
• Luta ...
Alguns Resultados Alcançados
• Mais de 200 estudantes universitários beneficiados ao longo das dez
edições do programa
• 1...
 O facto dos estágios iniciarem no início do ano, nem sempre há
organização suficiente por parte das org. Hospedeiras par...
Perspectivas e Futuro
• Atrair mais doadores e ter o compromisso das instituições do Estado;
• Beneficiar mais de 40 estud...
Inovação
• Promover a prática de debates de carácter cultural, académico e
científico nas diversas universidades públicas ...
Apresentação no ISCED 15/08/13
Inovação
• Promover a prática de debates de carácter cultural, académico e
científico nas diversas universidades públicas ...
Inovação
• Promover a prática de debates de carácter cultural,
académico e científico nas diversas universidades públicas ...
• Vice-reitora da UAN
satisfeita com projecto de
formação da ong DW e da
BP-Angola
• Luanda – A vice-reitora da
Universida...
Faculdade de Arquitectura 13/08/13
Inovação
• Promover a prática de debates de carácter cultural,
académico e científico nas diversas universidades públicas ...
Universidade Católica 14/08/13
Encerramento da Edição 2012
ISUP-II 09/08/13
Actividades Paralelas
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Programa de Estágio Comunitário Inovação & Prespectivas 2013/2014 - José Maria, 23/08/2013

887 views
702 views

Published on

A apresentação foi feita pelo o Coordenador do Programa “ Estágio Comunitário da Development Workshop” Zé Maria. Foi feita uma resenha sobre os ultimos 10 anos do estagio implementado pela Ong DW, desde a altura que o programa era financiado pela empresa Petrolifera ESSO e até aos dias de hoje BP.

Dizer que já foram complementados nestes estágio cerca de 200 estudantes do ensino superior em Angola dos diferentes cursos da área social em particular (arquitectura, direito, economia , gestão, psicologia, educação social entre outros). O programa tem parceria com várias organizaçoes como ADRA, Hospital Divina Providência entre outros.

Nos dias de hoje em termos de inivação o Programa tem convidado estudantes que estudam no exterior que estão a fazer o seu trabalho de fim de curso (Mestrado ou Doutoramento ) em Angola a partilharem as suas experências com estudantes angolanos e também tem feitos debates a nível da universidades publicas e privadas a expectativas é de levar outros debates a nível destas universidades em parceria com o Centro de Documentação da DW (CEDOC).

Foi sugerido ao longo do Debate, que se fizesse uma pesquisa a volta deste 10 anos de Programa de formas a percebemos onde começamos, onde estamos e para onde vamos.

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
887
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
93
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Programa de Estágio Comunitário Inovação & Prespectivas 2013/2014 - José Maria, 23/08/2013

  1. 1. Programa de Estágios Comunitários Inovação e Perspectivas 2013/2014 Programa de Estágios Comunitários
  2. 2. • O Programa de estágios comunitários é um projecto que nasceu a partir da experiência do programa “Summers Jobs” nos USA. É um programa em que os estudantes universitários americanos realizam diversos trabalhos nas comunidades durante o período de férias. • A ideia de se trazer a realização deste programa para Angola nasceu da empresa petrolífera americana EXXON MOBIL através da sua filial angolana ESSO- Angola. • Nesta perspectiva através de contactos entre a DW e a ESSO celebrou-se um convénio para implementação do programa cuja Iº edição foi realizada em 2001/2002. • Na Iº edição participaram cerca de quinze estudantes dos diversos ramos de ensino. Introdução
  3. 3. Critérios de Acesso • Estudantes com frequência do 3º ano • Não ter recursos no ano de candidatura • Não ser bolseiro / Não ter compromissos laborais • A partir da oitava edição incluiu-se a possibilidade dos alunos finalistas escreverem as suas monografias com pesquisas feitas a partir dos projectos de enquadramento .
  4. 4. Objectivos Facilitar o contacto entre os estudantes angolanos e a realidade das suas comunidades através do fortalecimento do seu engajamento com as Associações estudantis e as instituições que trabalham para o desenvolvimento comunitário. Fortalecer o seu contacto com as instituições público-privadas que trabalham no âmbito do movimento das ONGs, para fortalecimento do desenvolvimento comunitário. Atrair os quadros do futuro para os problemas das comunidades e a opção de transformar em oportunidades Visa igualmente explorar a possibilidade dos estudantes escreverem as suas teses e pesquisas usando casos de estudos tirados de situações comunitárias reais.
  5. 5. Organizações Participantes • PSI- Population Service Internacional. • ADRA- Acção Angolana de Desenvolvimento Rural. • Kixi Crédito – Instituição de Micro Finanças Angolana. • Novo Jornal • APN- Ajuda Popular da Noruega. • AJPD- Associação Justiça Paz Democracia. • Miraconsultoria- Contabilidade Auditoria e Consultoria. • CARE, SFCG, CCF, ACJ, Pés Norte, Hospital Divina Providência, Hospital Militar e Hosp Divina Providência
  6. 6. Actividades de Enquadramento • Estudos e Pesquisa. • Apoios á Iniciativas Comunitárias Locais. • Água e Saneamento • Luta Contra Pobreza Urbana. • Governação e Influências de Políticas Públicas • Gestão de cooperativas agrícolas. • Governação e Poder Local. • Educação e Justiça do Género. • Boa Governação e transparência. • Gestão de Terras • Saúde Pública • Direitos Humanos. • Género. • VIH Sida e Direitos Humanos
  7. 7. Alguns Resultados Alcançados • Mais de 200 estudantes universitários beneficiados ao longo das dez edições do programa • 16 Universidades e Institutos de Ensino Superior de seis províncias já beneficiadas. • Muitos dos estudantes decidiram trabalhar em áreas viradas ao desenvolvimento comunitário • Maior aproximação entre núcleos estudantis e comunidades – universidade para comunidade • Mudança de atitude dos estudantes angolanos face a realidade do mundo e aos desafios do futuro
  8. 8.  O facto dos estágios iniciarem no início do ano, nem sempre há organização suficiente por parte das org. Hospedeiras para proporcionarem um estágio de qualidade;  A demanda pelos estágios é muito maior do que a capacidade de resposta (média de 400 candidaturas para 30 vagas ano);  O fim dos estágios as vezes coincide com o período de engrenagem dos estagiários nas dinâmicas das organizações hospedeiras;  Há sempre uma incógnita em relação a disponibilidade do doador para o ano seguinte;  Fraco domínio das TIC´s por parte da grande maioria dos nossos estudantes;  O tempo insuficiente de 60 dias de estágio Desafios e Constrangimentos
  9. 9. Perspectivas e Futuro • Atrair mais doadores e ter o compromisso das instituições do Estado; • Beneficiar mais de 40 estudantes por ano; • Realizar os estágios em zonas mais recônditas do país; • Realizar estágios de especialidade em comunidades carenciadas; • Divulgar monografias baseadas em realidades colhidas a partir do estágios realizados. • Manter o programa de forma regular durante os próximos cinco anos • Encontrar doadores paralelos que possam financiar subprogramas dentro do programa de estágios
  10. 10. Inovação • Promover a prática de debates de carácter cultural, académico e científico nas diversas universidades públicas e privadas. • Promover encontros de visita e troca de experiências entre estudantes estrangeiros e nacionais que se encontram em Angola a realizar trabalhos de pesquisa académica ou cientifica. • Promover cursos grátis de língua Inglesa e de outros mais, durante o período de férias, em colaboração com a associação dos estudantes das universidades privadas, (AEUPA); • Promover a ideia ou o sentido de empreendorísmo no ensino universitário
  11. 11. Apresentação no ISCED 15/08/13
  12. 12. Inovação • Promover a prática de debates de carácter cultural, académico e científico nas diversas universidades públicas e privadas. • Promover encontros de visita e troca de experiências entre estudantes estrangeiros e nacionais que se encontram em Angola a realizar trabalhos de pesquisa académica ou cientifica. • Promover cursos grátis de língua Inglesa e de outros mais, durante o período de férias, em colaboração com a associação dos estudantes das universidades privadas, (AEUPA);
  13. 13. Inovação • Promover a prática de debates de carácter cultural, académico e científico nas diversas universidades públicas e privadas. • Promover encontros de visita e troca de experiências entre estudantes estrangeiros e nacionais que se encontram em Angola a realizar trabalhos de pesquisa académica ou cientifica. • Promover cursos grátis de língua Inglesa e de outros mais, durante o período de férias, em colaboração com a associação dos estudantes das universidades privadas, (AEUPA);
  14. 14. • Vice-reitora da UAN satisfeita com projecto de formação da ong DW e da BP-Angola • Luanda – A vice-reitora da Universidade Agostinho Neto, Augusta Martins, manifestou hoje, em Luanda, a sua satisfação pela iniciativa da ONG Development Workshop (DW) e da petrolífera BP- Angola consubstanciada na formação de estudantes universitários em áreas comunitárias.
  15. 15. Faculdade de Arquitectura 13/08/13
  16. 16. Inovação • Promover a prática de debates de carácter cultural, académico e científico nas diversas universidades públicas e privadas. • Promover encontros de visita e troca de experiências entre estudantes estrangeiros e nacionais que se encontram em Angola a realizar trabalhos de pesquisa académica ou cientifica. • Promover cursos grátis de língua Inglesa e de outros mais, durante o período de férias, em colaboração com a associação dos estudantes das universidades privadas, (AEUPA);
  17. 17. Universidade Católica 14/08/13
  18. 18. Encerramento da Edição 2012
  19. 19. ISUP-II 09/08/13
  20. 20. Actividades Paralelas

×