Natação PPT
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Natação PPT

on

  • 10,424 views

 

Statistics

Views

Total Views
10,424
Views on SlideShare
9,861
Embed Views
563

Actions

Likes
3
Downloads
191
Comments
0

4 Embeds 563

http://modalidadesdanatacao.blogspot.com 291
http://modalidadesdanatacao.blogspot.com.br 171
http://modalidadesdanatacao.blogspot.pt 74
http://www.slideshare.net 27

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Natação PPT Natação PPT Presentation Transcript

  • Modalidades da Natação
  • Modalidades da Natação
    • Natação pura
    • Polo aquático
    • Saltos para a água
    • Águas abertas
    • Natação sincronizada
    • Masters
    • Mergulho Aquático
  • Natação Pura A natação pura, também conhecida por natação desportiva, é a prática da natação de competição em piscina, envolvendo os 4 estilos básicos, Crawl, Bruços, Costas e Mariposa. Insere-se nos desportos aquáticos e faz parte dos Jogos Olímpicos modernos desde o seu inicio em 1896. O desporto é regido pela Federação Internacional de natação, juntamente com as outras modalidades aquáticas, Natação sincronizada, Pólo aquático, Saltos para a água, Águas abertas, Masters e Mergulho aquático. View slide
    • O polo aquático é um desporto colectivo, semelhante no princípio básico do handebol. As equipes devem tentar jogar a bola dentro da baliza adversária, defendido pelo guarda-redes, mas é praticado dentro de uma piscina.
    • Olympic pictogram Water polo.png
    • O jogo foi oficialmente inventado no fim do século XIX, embora existam desportos ancestrais ao polo aquático praticados desde o início do século XVIII. Era conhecido como o râguebi aquático e junto ao futebol, foram os primeiros desportos colectivos oficiais das olimpíadas dos tempos modernos (SILVA, 2007).
    • Cada equipa é formada por sete jogadores (incluindo o guarda-redes) e seis suplentes, e o campo de jogo é um piscina de no mínimo 20 e no máximo 30 metros de comprimento — distância entre as balizas —, no mínimo 10 e no máximo 20 metros de largura e a profundidade mínima de 2 metros. A baliza tem 3 metros de largura e esta 90 centímetros acima da superfície da água.
    • As duas regras básicas oficiais são: a bola não pode ser agarrada com as duas mãos juntas por qualquer jogador com excepção do guarda-redes, a bola não pode ser afundada por qualquer jogador quando atacado.
    Polo Aquatico View slide
  • Saltos para a água Saltos ornamentais ou saltos para a água é o nome dado ao conjunto de habilidades que envolve saltar de uma plataforma elevada em direcção à água, executando movimentos estéticos durante a queda. Além de ser uma tradição em muitas comunidades, tanto humanas como animais, que vivem próximas de uma massa de água, o salto ornamental é um desporto de grande técnica, plasticidade e flexibilidade[1]. Na natureza, o saltador geralmente se posiciona em rochedos localizados à beira de rios, lagos ou mares, e dali salta em direcção à água. A entrada na água deve ser feita na vertical, principalmente se as alturas de salto forem altas — uma entrada horizontal pode provocar sérias lesões no atleta. Na modalidade desportiva, as condições naturais são limitadas pela plataforma fixa, que pode ter até 10 metros de altura em relação à piscina (que deve ter no mínimo 4 metros de profundidade). São avaliadas a criatividade do saltador, sua destreza, o rigor na execução do salto previsto, a simetria (o saltador não pode se desviar para os lados), a cadência dos movimentos (não pode executar muitos movimentos em um espaço curto de tempo, reservando o restante da queda para poucos movimentos) e a entrada na água, que deve ser perfeitamente vertical e deve espalhar o mínimo de água possível (o efeito é conhecido como splash). Além da plataforma móvel existe o trampolim, uma espécie de plataforma flexível (no sentido vertical), que exige maior perícia do saltador e permite a execução de saltos que envolvam uma subida razoável. Nesta modalidade, o brasileiro César Castro vem se consolidando como um dos melhores atletas do mundo, estando entre os 10 melhores no ranking mundial. Os saltadores ornamentais costumam treinar suas acrobacias no trampolim acrobático, antes de treinar na própria plataforma. Muitos saltadores ornamentais são oriundos da ginástica, inclusive, e vários movimentos dos saltos ornamentais desportivos são criações da ginástica artística.
    • Esta modalidade remete às origens da natação, quando ainda não havia piscinas.
    • Em finais do século XIX e no primeiro quartel do século XX as competições em águas abertas tiveram uma grande aceitação. Até, porque, devido à existência de poucas piscinas, as competições de natação desenrolavam-se utilizando os meios aquáticos naturais.
    • Os primeiros desportistas da natação procuravam vencer desafios difíceis e, por vezes, extravagantes.
    • A necessidade de alcançar grandes feitos, em diferentes domínios, era uma constante. Os jornais da época publicitavam disputas, desafios públicos para que alguns homens, do desporto náutico, cometessem esta ou aquela façanha ou medissem forças numa prova definida. Quanto mais difícil melhor era para atrair as audiências.
    • Juntavam-se multidões para assistirem a esses duelos onde o espírito de honra era posto em causa e que o cumprimento integral do proposto era prestigiante.
    • Estas competições foram caindo em desuso, por um lado, pelo aumento do número de piscinas existentes, por outro, devido à poluição que gradualmente foi tomando conta dos recursos hídricos naturais.
    • Tornaram-se célebres as travessias do canal da Mancha e as longas maratonas natatórias que ocorriam nos rios e no mar de todo o mundo.
    • Há uns anos a esta parte, estas competições tem renascido e algumas delas são já consideradas um marco na Europa.
    • Hoje as provas são divididas entre as de distância inferior e superior a 10km. Nos campeonatos mundiais, são realizadas três provas da modalidade, nas distâncias de 5km, 10km e 25km, sempre para mulheres e homens.
    • Tal como a natação desportiva, a natação sincronizada, os saltos ornamentais e o pólo aquático, as provas de natação de águas abertas são regidas pela Federação Internacional de Natação.
    • Em 27 de Outubro de 2005, o Comité Olímpico Internacional decidiu integrar a natação de águas livres no programa dos Jogos Olímpicos de Verão de 2008[1]. Uma só prova, a de 10 km, será disputada por homens e mulheres. No mês seguinte, a Organização Desportiva Pan-Americana (ODEPA) incluiu a modalidade no programa dos Jogos Pan-americanos do Rio 2007, quando também fez a estréia em edições de Jogos Pan-americanos.
    • Na competição do triatlo, o percurso de natação é efectuado em águas abertas.
    Águas abertas
    • A natação sincronizada é um desporto híbrido, que inclui conceitos da natação, da ginástica e da dança, consistindo aos nadadores (indivíduos, duetos, trios, equipes ou combos) executar uma rotina sincronizada de movimentos elaborados e dramáticos na água, acompanhada de uma música.
    • A natação sincronizada exige habilidades de primeira ordem na água ao exigir força, resistência, flexibilidade, benevolência, arte e o sincronismo preciso, sem mencionar o controle excepcional da respiração quando estiver de cabeça para baixo na água. Desenvolvido na década de 1900 no Canadá, é um esporte executado quase exclusivamente por mulheres, embora haja alguma participação de homens.
    Natação sincronizada
    • Masters é uma modalidade de natação para nadadores que tenham abandonado a alta competição mas que queiram continuar a praticar a modalidade.
    • A natação Masters começou oficialmente 2 de Maio de 1970[1] após o Capitão Ransom J. Arthur, um médico da marinha de San Diego ter convencido John Spannuth, presidente da Associação de Treinadores dos Estados Unidos da América a realizar o primeiro Campeonato Nacional Masters de Natação na piscina do Amarillo Aquatic Club. Ransom sentiu que, se o incentivo fosse apelativo, daria aos nadadores mais velhos (ex-atletas de alta competição e principiantes) um objectivo para se manterem fisicamente activos.
    • Alem de provas locais e campeonatos regionais e nacionais, também se realizam campeonatos Europeus e Mundiais.
    Masters
    • O mergulho é uma prática muito antiga que consiste na exploração submarina utilizando-se ou não de equipamentos especiais.
    • O padre italiano Giovanni Alfonso Borelli foi o primeiro homem a mergulhar com segurança e conforto. Seu bem-sucedido passeio subaquático, em 1679, contou com um traje impermeável feito de couro e untado de sebo. Ele tentava, rusticamente, reduzir as agruras causadas pelo frio, uma das grandes dores de cabeça dos mergulhadores. Antes dele, porém, o historiador grego Heródoto relatava que o imperador Xerxes tinha organizado expedições para buscar, nas profundezas do oceano, os tesouros submersos dos persas.
    • Aristóteles, o notável filosofo da Grécia antiga, narrou a descida de Alexandre, o Grande, num sino de mergulho primitivo para observar a vida marinha.
    • No ano de 1899, o francês Besnoit Rouquayrol patenteou o primeiro aparelho de respiração autónoma. Mas faltava uma válvula de alta pressão. Sem ela, não havia como equilibrar as altas pressões existentes no fundo do mar. A solução foi encontrada pelo francês Jacques-Yves Cousteau, em 1943. Na época, ele vivia no sul da França, praticando caça submarina para se manter. Junto com o engenheiro Emile Gagnham, que projetou uma válvula de alta pressão, Cousteau aperfeiçoou o aparelho de Rouquayrol, batizado de aqualung.
    Mergulho Aquático
  • Numero Participantes Mundial 100.000 Mergulho Aquático 90.000 Masters 190.000 Natação Sincronizada 200.000 Saltos para a Água 150.000 Águas Livres 20.000 Polo Aquático 420.000 Natação Pura Média de pessoas participantes por continente Modalidade
  • Blibliografia http:// pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1gina_principal