Your SlideShare is downloading. ×
 Geografia Guerra Fria e Fim da URSS
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Geografia Guerra Fria e Fim da URSS

222
views

Published on

Sugestão de atividade de Geografia sobre Guerra Fria e Fim da URSS by Delziene Perdoncini 2014

Sugestão de atividade de Geografia sobre Guerra Fria e Fim da URSS by Delziene Perdoncini 2014

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
222
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. EM Nazira Anache Campo Grande,19 de Março de 2014 Prof.ª :Roberta CSPTEC: Delziene Disciplina: Geografia Turno: Matutino 9º ano Alunos(as):
  • 2. Geografia Homem & Espaço ELIAN ALABI LUCCI E ANSELMO LAZARO BRANCO ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Capítulo 1- A Guerra Fria e o fim da URSS 9º ano Unidade I – Geopolítica e Economia Mundial
  • 3. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Conversa O que o cartum retrata? Você concorda com a visão do autor dessa imagem? Por quê? Lailson
  • 4. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Fonte: Guia do estudante. São Paulo: Abril, 2008. p.31 (adaptado).
  • 5. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Conversa  Que época o mapa retrata? Qual a sua abrangência em termos espaciais? Qual a informação do mapa? Quais fatores podem ter possibilitado aos Estados Unidos e à URSS assumirem a posição de líderes no cenário político- econômico mundial? O que significam as expressões ‘Países alinhados com os Estados Unidos’, ‘Países alinhados com a URSS’ e ‘Países não alinhados’?
  • 6. Kunihiko Bonkohara, 65 anos: Picles. Kunihiko Bonkohara está vivo graças aos picles. Em agosto de 1945, vivia no sul de Hiroshima, a 2 quilômetros do centro. Sua casa ficava de frente para um depósito de tsukemono (legumes em conserva japoneses), prédio alto de tijolos resistentes. Às 8h15 da manhã daquele 6 de agosto, recorda-se estar sentado ao lado de seu pai, engenheiro civil, diante da escrivaninha que ficava junto à janela da sala. A mãe e a irmã de 14 anos haviam sido convocadas para os trabalhos de demolição no centro da cidade. Bonkohara tinha 5 anos de idade. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 7. “De repente, uma luz muito forte entrou pela janela. Em seguida, ouvimos um grande estrondo e uma rajada de vento levou o andar de cima da casa pelos ares. O vidro estourou e nós nos escondemos rapidamente embaixo da escrivaninha. Meu pai deitou-se em cima de mim. Lembro dele com as costas todas cobertas de sangue.” Dos males, o menor. No lado de fora, o bairro inteiro estava destruído. As tradicionais construções de madeira – e quem quer que estivesse dentro – haviam sido reduzidas a entulho. Apenas duas casas tinham ao menos o térreo de pé: a de Bonkohara e a do vizinho. Precisamente aquelas sobre as quais o grande armazém de picles fazia sua abençoada sombra. Agindo como uma espécie de barreira, aquele prédio os protegera das ondas de calor, das rajadas de vento, do fogo e da radiação. Ou seja, da exposição total à bomba atômica. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 8. Quando pai e filho ainda procuravam entender o que diabos havia sido aquilo, uma chuva escura e espessa começou a cair sobre a casa sem teto. “Parecia pixe”, lembra Bonkohara. Quem dera fosse: trazia, na verdade, uma combinação mortal de água e fuligem radioativa produzida pelas cinzas da cidade que queimava do lado de fora. A nuvem descomunal criada pela própria bomba ajudou a carregar a “chuva negra” para áreas de Hiroshima que não haviam sido diretamente atingidas. E quem acreditou ter escapado ganhou também sua cota de radiação. Fonte: Os caminhos da Terra, agosto de 2005, ano 13, nº 160, p. 51. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 9. Conversa  Que situação o texto retrata? O que você sabe sobre esse acontecimento? O que representou para a história da humanidade?  É possível relacionar as informações presentes no cartum, no mapa e no texto? Explique. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 10. Relações Políticas e Econômicas no Espaço Mundial ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Importantes fontes de poder no mundo atual responsáveis pela organização do espaço geográfico mundial Governos dos Estados-nação Grandes empresas multinacionais ou transnacionais
  • 11. Estados-nação - fontes de poder  Particularmente governos de países desenvolvidos e mais ricos, como por exemplo EUA, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália;  Governos dos mais fortes militarmente, como a Rússia;  O governo da China, pois o país, além de possuir um dos maiores PIBs do mundo, é uma potência militar e um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU.
  • 12.  Ao tratarmos, por exemplo, do interesse e das ações dos EUA para controlar reservas de petróleo em países do Oriente Médio, por meio da manutenção de governos favoráveis aos norte-americanos (pró-EUA), que lhes vão vender petróleo, estamos tratando de questõesquestões geopolíticas.geopolíticas. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Geopolítica: analisa as relações políticas e econômicas no mundo e o modo como os governos dos Estados-nação atuam no espaço geográfico. Engloba, portanto, as disputas e os acordos entre os países, o jogo de forças do poder político-militar e econômico no cenário internacional, enfim, as relações entre poder e espaço
  • 13. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Soldados norte-americanos no Iraque, após a invasão, em 2003, “fantasiados” de Ronald McDonald’s FotomontagemdocartunistaLatuff
  • 14. Conversa  Os EUA promovem ações militares em determinados países para assegurar fornecimento de petróleo. No cartum fica evidenciada outra forma de interesse dos EUA no controle de áreas de influência no mundo. Qual é esse interesse? ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 15. Organização das Nações Unidas (ONU) A ONU foi criada em 1945 pela Conferência de São Francisco, com o objetivo de assegurar a paz mundial e a cooperação entre as nações. Hoje quase a totalidade dos países do mundo participa de órgãos ou agências da ONU. Apesar disso, desde a sua criação, representou os interesses dos vencedores da Segunda Guerra Mundial. Entre os seus princípios, está registrado que todos os Estados- membros são soberanos e iguais entre si. Entretanto, os EstadosEstados Unidos , Rússia, França, Reino Unido e China têm poder de vetoUnidos , Rússia, França, Reino Unido e China têm poder de veto em várias deliberações ou resoluções tomadas no interior da organização, compondo os cinco membros permanentes do ConselhoConselho de Segurançade Segurança.. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 16. Para compreender a geopolítica contemporânea e a estrutura da economia mundial Com a crise do socialismo e a dissolução da União Soviética nos anos 1990, o principal processo de estruturação do espaço geográfico passou a ser a mundialização do capitalismo, caracterizado pela disputa entre as grandes potências econômicas e suas empresas sobre o comércio internacional. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Guerra Fria – 2ª metade do século XX Os principais conflitos internacionais foram provocados pela rivalidade entre países capitalistas e socialistas. Foi um período no qual as super-potências, Estados Unidos e a então União Soviética, disputavam áreas de influência política no mundo.
  • 17. Capitalismo ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Nos países capitalistas, a sociedade está dividida em classes sociais e a maior parte dos meios de produção (fábricas, bancos, comércio e terras) são propriedades privadas, ou seja, pertencem a empresas particulares. A produção de mercadorias e a geração de serviços destinam-se ao mercado, à comercialização. Nesse sistema, os que não possuem os meios de produção (empregados) trabalham para os que os possuem, em troca de um salário; os donos dos meios de produção (empresários) visam ao lucro, ou seja, à ampliação do seu capital, representado por dinheiro, imóveis, terras, veículos, máquinas, entre outros.
  • 18. Socialismo ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. O socialismo é outro sistema que organiza a vida política, social e econômica de uma sociedade, com base nas idéias de Marx e Engels (por isso também é chamado de marxismo). Sua principal característica é a planificação da economia. As indústrias, máquinas, meios de transporte, terras etc., ou seja, todos os meios de produção, pertencem ao Estado, a quem cabe fornecer as condições mínimas de vida à população. Teoricamente, o socialismo daria origem a uma sociedade sem classes.
  • 19. Mundialização do capitalismo  No entanto, neste início de século, um quarto país já se configura como uma grande potência econômica: a China ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Grandes potências econômicas: Tríade •EUA •União Européia (27 países) •Japão responsáveis por cerca de 70% do PIB mundial e por aproximadamente 80% dos investimentos externos diretos, realizados anualmente ao redor do globo.
  • 20. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Fonte: OMC,2006 Em: Acompanhamento Internacional - Secretaria do Comércio Exterior – Secex, abr. 2006. p. 2
  • 21. Ponto de vista político-militar  Não se pode deixar de considerar a importância da Rússia, particularmente em termos político-militares, pois detém expressivo arsenal nuclear. Além disso, as crescentes exportações de petróleo, bem como os elevados preços desse produto no mercado internacional, contribuíram para a recuperação econômica desse país na primeira década do século XXI.  No entanto, do ponto de vista político-militar, na virada do século XX para o século XXI, o mundo presenciou uma situação na qual apenas um ator parece ser o protagonista – os EUA, nesse ponto de vista, chamado de hiper-potência mundial. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 22. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. MarioYoshida Disponível em : http://www.nukestrat.com/nukestratus.htm - Acesso em 15 jul. 2008.
  • 23. Linha do Tempo – Período entre Guerras e Segunda Guerra  1917 – Revolução Russa  1929 – Quebra da Bolsa de Nova York  1933 – Adolf Hitler conquista o cargo de chanceler da Alemanha  Formação do EIXO – Alemanha, Itália e Japão.  1938 – Hitler ocupa a Áustria e a Tchecoslováquia  1939 – Hitler invade a Polônia  1939 – França e Inglaterra declaram guerra à Alemanha  1941 – URSS e EUA entram na guerra do lado dos aliados.  1943 – Itália assina acordo de paz com os aliados.  1945 – Alemanha se rende incondicionalmente  Agosto de 1945 – EUA detonam duas bombas atômicas no Japão que consequentemente se rende. ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 24. Mundo pós 1945:  1945 – Início da Guerra Fria entre URSS e EUA  1947 – Doutrina Truman  1947- Plano Marshall  1949 – Criação da Otan  1955 – Criação do Pacto de Varsóvia  1991 – Dissolução da URSS  Fim do século XX início do século XXI – EUA emergem como hiper- potência ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 25. O novo papel da Otan  Atualmente a Otan constitui uma organização militar que oferece apoio e cooperação em matéria de segurança, defesa contra o terrorismo e combate ao tráfico de drogas.  Estrategicamente, a manutenção de uma organização militar envolvendo a Europa e os EUA reduz a possibilidade de criação de uma organização dessa natureza representando a União Européia (UE). ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva.
  • 26. Geografia Homem & Espaço ELIAN ALABI LUCCI E ANSELMO LAZARO BRANCO ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva. Capítulo 1- A Guerra Fria e o fim da URSS 9º ano Unidade I – Geopolítica e Economia Mundial