Your SlideShare is downloading. ×
28 slides  unifor rh  curso interno metodologia projeto canvas    24 jan 2014 apresentação3
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

28 slides unifor rh curso interno metodologia projeto canvas 24 jan 2014 apresentação3

233
views

Published on

Neste trabalho apresenta-se uma nova Metodologia do Modelo Canvas de Projeto para Planejamento Estratégico. …

Neste trabalho apresenta-se uma nova Metodologia do Modelo Canvas de Projeto para Planejamento Estratégico.
É um Método simples onde se visualiza num só quandro todas as etapas de um Porjeto.

Published in: Business, Technology

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
233
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. UNIVERSIDADE DE FORTALEZA PROF. Ms. DELANO GURGEL DO AMARAL
  • 2. 8.Parceiros Chave 7. Atividades Chave 6.Recursos Chave 9. Estrutura de Custos 2.Proposta de Valor 4.Relacionamento com Clientes 1.Segmento de Clientes 3.Canais 5. Fontes de Receita Modelo Canvas de Negócios para Planejamento Estratégico
  • 3. Para se dar início ao Planejamento do Projeto Recomenda-se uma ferramenta de gerenciamento Estratégico; o Business Model Canvas, que permite desenvolver, analisar e esboçar novos modelos de negócio ou já existentes. É um mapa visual (quadro) préformatado contendo nove blocos do Modelo de Projeto. 3
  • 4. Modelo de Projeto Canvas Modelo Canvas de Projeto: nova ferramenta para Planejamento Estratégico. Em um mercado cada vez mais complexo e competitivo, é de fundamental importância planejar as atividades e áreas que devem ser priorizadas nas estratégias da empresa, evitando assim desperdício de energia com atividades que não conduzem ao resultado planejado. Desta forma, cabe ao empresário utilizar-se de ferramentas que auxiliem a formatação deste planejamento. Uma das ferramentas atualmente disponíveis é o Canvas Business Model, ou Modelo Canvas de Negócio, inicialmente proposto em 2004 por Alexander Osterwalder. 4
  • 5. Modelo de Projeto Canvas Modelo Canvas de Projeto: nova ferramenta para Planejamento Estratégico. Em 2009, com a publicação do livro Business Model Generation, este manual prático para elaboração de planejamento estratégico de forma simples e objetiva, popularizouse. Trata-se de um mapa visual pré-formatado, que divide o negócio em nove blocos, onde cada um corresponde a um ponto chave. Dentro de cada bloco são feitos questionamentos que permitem a elaboração de uma visão global do negócio, com metas e prazos definidos para cada ponto chave. 5
  • 6. Modelo Canvas de Projeto para Planejamento Estratégico Como pode ser visualizado na figura do slide anterior, cada ponto chave compõe uma peça de quebra cabeça do Planejamento Estratégico. Para melhor entendimento do modelo, são apresentadas a seguir, algumas das questões que compõem o roteiro de coleta de informações, feitas em cada ponto chave:  1 – Segmentos de Clientes – define os diferentes grupos de pessoas ou organizações que uma empresa busca alcançar e servir.  Para quem estamos criando valor?  Quem são nossos clientes mais importantes?  2 – Proposta de Valor – descreve o pacote de produtos e serviços que criam valor para um Segmento de Clientes específico.  Exemplos: novidade, desempenho, personalização, design, marca/status, preço, redução de custo, redução de risco, conveniência/usabilidade.  Que necessidades estamos ajudando a resolver?  Quais problemas dos nossos clientes estamos ajudando a resolver?  Que valor entregamos ao cliente? 6
  • 7. Modelo Canvas de Projeto para Planejamento Estratégico  3. Canais – descreve como uma empresa se comunica e alcança seus Segmentos de Clientes para entregar uma Proposta de Valor.  Quais canais de comunicação, distribuição, logística e venda usaremos para entregar nossa proposta de valor aos clientes?  Qual funciona melhor?  Tipos de Canais – equipes de venda, vendas na web, lojas próprias, lojas parceiras, atacado.  4 – Relacionamento com Clientes – descreve os tipos de relação que uma empresa estabelece com Segmentos de Clientes específicos.  Que tipo de relacionamento cada um dos nossos Segmentos de Clientes espera que estabeleçamos com eles?  Como este relacionamento está integrado ao modelo de negócio?  Qual o custo de cada um? 7
  • 8. Modelo Canvas de Projeto para Planejamento Estratégico  5 – Fontes de Receita – representa o dinheiro que uma empresa gera a partir de cada Segmento de Clientes (os custos devem ser subtraídos da renda para gerar lucro). Exemplos?  Quanto os nossos clientes querem pagar pela nossa proposta de valor?  Como os nossos clientes preferem pagar?  O quanto cada Fonte de Receita contribui para o total da receita?  6 – Recursos Principais – descreve os recursos mais importantes exigidos para fazer um Modelo de Negócio funcionar.  Quais recursos são necessários para fazer o modelo negócio funcionar?  Que Recursos Principais nossa Proposta de valor requer? 8
  • 9. Modelo Canvas de Projeto para Planejamento Estratégico 7 – Atividades-Chave – descreve as ações mais importantes que uma empresa deve realizar para fazer seu Modelo de Negócios funcionar. Quais são as atividades mais importantes para fazer o modelo de negócio funcionar? Nossos Canais de Distribuição 8 – Parcerias Principais – descreve a rede de fornecedores e os parceiros que põem o Modelo de Negócios para funcionar. Quais as parcerias necessárias para criar e entregar a nossa proposta de valor? Quem são nossos principais parceiros? Que Atividades Chaves os parceiros executam? 9 – Estrutura de Custo – descreve todos os custos envolvidos na operção de um Modelo de Negócios. Quais são os custos mais importantes relacionados a operação do modelo de negócio? Que recursos principais são mais caros? 9
  • 10. Uma curiosidade refere-se à estruturação do Modelo CANVAS. O modelo foi elaborado de forma a respeitar uma divisão natural do cérebro humano. É aceito mundialmente na psicologia que o lado direito do cérebro é voltado para as emoções, enquanto o lado esquerdo é voltado para a razão. Desta forma, os pontos chave do mapa são distribuídos de forma a manter atividades de cunho emocional do lado direito do mapa, enquanto pontos chave que exigem decisões racionais estão do lado esquerdo. Em seu preenchimento, o mapa deve ser iniciado pelos pontos chave do lado direito (emoção), e finalizado pelo lado esquerdo (razão). A seguir, é apresentada a sequência lógica de preenchimento:
  • 11. 11
  • 12. PROF. Ms. DELANO CHAVES 12
  • 13. PROF. Ms. DELANO CHAVES 13
  • 14. O que é o PM Canvas? O Project Model Canvas é uma adaptação do Business Model Canvas para a área de Gerenciamento de Projetos. O grande diferencial destas ferramentas é que elas reúnem em apenas uma página todas as informações necessárias e relevantes de um negócio, projeto ou ideia. O PM Canvas, o BM Canvas e outros semelhantes, como o Lean Canvas, são um diagrama visual sobre as principais áreas de seu negócio que podem ser elaborados de forma colaborativa, entre todos os envolvidos no projeto, desde o gerente aos stakeholders externos. 15
  • 15. 16
  • 16. PM Canvas aplicado ao Projeto Desenvolvido pelo consultor e professor da FGV José Finocchio Jr., o Project Model Canvas possui 13 principais itens que quando preenchidos respondem as principais perguntas: o quê, como, quando, por quê, quem, quando e quanto. Ele foi construído de forma maleável com o objetivo de facilitar a visualização de relações, eventuais problemas e riscos dos projetos. Assim, ele é um retrato visual e conciso do projeto, ideia ou negócio que comunica de forma rápida e clara as informações e destaca seus principais elementos. 17
  • 17. PM Canvas mata Moby Dick em 10 min 18
  • 18. 19
  • 19. 0 – Pitch: *o passo-montar-lançar A maneira mais simples de descrever o seu projeto é usar o mínimo de palavras possível. O Pitch é a primeira parte a ser preenchida do seu PM Canvas. Nele, você deverá resumir seu projeto em apenas uma frase. Exemplo: escritório de projetos rodando! Por quê? Nesse ponto, você deverá responder o porquê da realização desse projeto. Se não conseguir encontrar a resposta, todo o seu planejamento perderá o sentido. Para fundamentar a defesa do seu projeto é importante analisar a situação atual da empresa, identificando quais são as principais dores, que problemas estão enfrentando com essas dores e quais necessidades é preciso atender. Com o dever de casa respondido, vamos aos post-it. 1 - Justificativa: (passado) Coloque os problemas que a organização atualmente enfrenta e quais necessidades não são atendidas no momento. 20
  • 20. Exemplo: projetos fora do padrão, insatisfação do patrocinador, gerentes de projetos gastam a maior parte do tempo apagando incêndio, perda de faturamento, perda de cliente. 2 - Objetivo Smart: Coloque nesse post-it o objetivo do projeto de maneira que fique “smart”. Isso significa: Specific (específicos) Measurable (mensuráveis) Attainable (atingíveis) Realistic (realistas) Time Bound (temporizáveis) Exemplo: implantar o escritório corporativo de projetos na empresa Acme, responsável por padronizar a gestão de projetos, capacitar os gerentes de projetos na sua metodologia, dar suporte aos projetos estratégicos da empresa até 25 de janeiro de 2014, gastando até R$ 80 mil. 3 - Benefícios: Deve descrever o que a empresa irá conquistar após a implantação do projeto. Exemplo: aumento de faturamento, ampliação da satisfação do cliente, redução de custos, melhor qualidade de vida para o gerente de projeto. 21
  • 21. O quê? Quais necessidades serão atendidas? Nessa etapa, serão listados que produtos, serviços ou resultados serão entregues ao final do projeto. 4 – Produto: O produto é o resultado final do projeto. Um projeto pode também gerar um serviço ou um resultado único. Exemplo: escritório implantado e operando na empresa Acme. 5 – Requisitos: Definem a qualidade que o produto (serviço/resultado) precisa apresentar para ter valor para o cliente. Exemplo: deve ter fluxograma da gestão de projetos, deve ter a metodologia padrão de gestão de projetos, deve ser aplicado o treinamento padrão da metodologia de gestão de projetos, deve ser implantado o software Project Builder, deve ter uma festa de encerramento no final do projeto. 22
  • 22. Quem? Define quem participa do projeto. Inclui os stakeholders, os membros da equipe e o gerente desse projeto. 6 – Stakeholders : Podem ser stakeholders externos ou fatores externos. Stakeholders externos – são os envolvidos que não estão subordinados ao gerente de projeto. Fatores externos – que podem afetar o projeto e devem ser listados. Exemplo: consultoria em gestão de projetos, fornecedor Builder, diretorias da Acme, gerentes funcionais da Acme do Project 7 – Equipe: Todos os participantes que são responsáveis por produzir as entregas do projeto. Exemplo: gerente do projeto, analista do PMO, consultor de projeto, analista de processos, instrutor. 23
  • 23. Como? Nessa etapa, respondemos como o trabalho será entregue no projeto. Para que o projeto ocorra naturalmente, é importante definir quais são as entregas e quem são os responsáveis, suas premissas e restrições. 9 – Premissas: São suposições dadas como certas sobre o ambiente e os fatores externos ao projeto, que não estão sob controle do gerente de projeto Exemplo: 90% dos gerentes de projetos vão aderir ao projeto, o Project Builder será implantado até 24 de dezembro de 2013. 10 – Grupos de entregas: São os componente concretos, mensuráveis e tangíveis que serão gerados pelo projeto. Exemplo: 1 - Estratégia de implantação 2 - Processo de GP 3 - Implantação do PB 4 - Apresentação do Processo 5 - Aplicação do Treinamento 6 – Evento de Encerramento 24
  • 24. 8 – Restrições: Nesse quadro, serão descritas as limitações do projeto, de qualquer natureza e origem, que impactam no desenvolvimento do trabalho da equipe. Exemplo: os gerentes funcionais não podem se ausentar por mais de 8 horas de suas funções, não poderá ser gasto mais de 20% do orçamento com serviços externos, a equipe de TI interna não dará suporte à nova aplicação. Quando e Quanto? Em seguida, definimos quando o projeto será concluído e quanto custará para a organização. Mesmo sabendo de toda incerteza do planejamento, o gerente de projetos deverá dar uma estimativa de custo e de prazo para entregar os trabalhos do projeto. 11 – Riscos: Riscos são eventos futuros e incertos que têm relevância para o projeto. Nessa etapa, identificamos e analisamos os riscos do projeto e, para os mais relevantes, devemos buscar e implantar as respostas. Exemplo: gerência funcional não adere ao método de GP, baixa qualidade do treinamento realizado internamente, atraso na implantação do software. 25
  • 25. 12 – Linha do tempo: Nesse momento, definimos quando vão ocorrer as entregas do grupo de entregas. A metodologia PM Canvas sugere que o prazo do projeto seja dividido em 4 períodos definidos pela equipe do projeto. Exemplo: 13 – Custos: Quanto será gasto para concluir esse projeto? É importante distribuir os custos pelos grupos de entregas pré-definidos. Exemplo: 1 – R$ 800 2 – R$ 2 mil 3 – R$ 5 mil 4 – R$ 1,2 mil 5 – R$15 mil 6 – R$ 4 mil 26
  • 26. A DINÂMICA A dinâmica de construção do CANVAS não tem papéis rígidos prédefinidos, mas apenas duas regras básicas: deve ser feito em equipe; uma das pessoas deve conhecer os conceitos básicos de gestão de projetos. A equipe ideal para construir um CANVAS: um gerente de projetos com conhecimentos na área do projeto um especialista no negócio um especialista no processo de gestão de projetos da organização que trabalhará criticando o Canvas construído de maneira positiva 27
  • 27. Como se pode observar, apesar de estar em apenas uma página, o PM Canvas consegue de forma concisa englobar praticamente todos os aspectos do Plano de Projeto. Além disso, o PM Canvas é um ponto de partida para outras plataformas como cronogramas, apresentações e planilhas. Cada um de seus itens pode ser trabalhado separadamente de forma a subsidiar os gestores do projeto com mais informações de determinada área. Entretanto, é sempre importante lembrar que a relevância de ferramentas como o Canvas é de justamente permitir que o projeto seja percebido de forma global. 28