09 slides design dos processos logístico

235 views
144 views

Published on

Artigo publicado no meu site www.universidadelogistica.com.br , na forma de slideshare.
Esse artigo será publicado em breve numa revista científica em coautoria com Prof. Dr. Ricardo Colares.

Published in: Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
235
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

09 slides design dos processos logístico

  1. 1. DESIGN DOS PROCESSOS LOGÍSTICO DESIGN DOS PROCESSOS LOGÍSTICO Roger Martin, Reitor, Rotman School of Management “As pessoas de Negócios não precisam só entender melhor os designers; elas precisam se tornar designers”. “As pessoas de Negócios não precisam só entender melhor os designers; elas precisam se tornar designers”. http://www.universidadelogistica.com.br Roger Martin, Reitor, Rotman School of Management 2014 http://www.universidadelogistica.com.br 2014
  2. 2. Esse artigo tem como objetivo apresentar algumas das dificuldades que muitos Negócios Logístico apresentam no seu dia a dia. Muitas vezes o sócio Majoritário percebe alguma coisa de não conformidade nos processos mas não consegue, com precisão, identifica-los ou removê-los. O Empresário resiste ao contratar um Profissional para diagnosticar, verificar e solucionar o que não está de conformidade. Essa atitude é manifestada pela falsa ideia do custo/investimento ser alto na contratação do Profissional que faz a cobrança por horas e por projetos, coisa do passado.
  3. 3. O que ocorre na maioria dos casos é que os Modelos de Processos de Negócios Logístico desenhados no passado, já não atende mais ao cliente: o produto certo, na quantidade certa, no lugar certo, no tempo certo e ao custo mínimo. Hoje, projetar um novo e inovador Modelo de Negócio Logístico, requer um processo criativo para gerar um grande número de ideias e isolar as melhores. Esse processo se chama “ideação”, crucial para se projetar inovadores Modelos de Negócios Logístico que atenda à nova demanda.
  4. 4. Inovar em ideias para Modelos de Negócios Logístico, podem vir de qualquer lugar, de cada um dos nove fundamentos Canvas que pode ser um ponto de partida. As inovações transformadoras de Modelos de Negócios Logísticos afetam muitos componentes; pode-se citar quatro desses epicentros: a partir dos recursos, a partir da oferta, a partir dos clientes e a partir das finanças. Para se entender mais fácil, explica-se: cada um dos quatro epicentros pode servir como ponto de partida para uma grande melhoria nos Processos do Modelo de Negócios Logístico e cada um pode ter impacto nos outros oito componentes.
  5. 5. A inovação, algumas vezes, pode surgir a partir desses diversos epicentros citados. Uma investigação das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de um Modelo de Negócios Logístico, frequentemente, a mudança é identificada através de uma simples análise SWOT. Quase sempre se tem dificuldades em construir Modelos de Negócios Logístico inovadores, porque se permanece amarrados pelo status quo. Este por sua vez adormece a imaginação. Uma maneira para superar a dificuldade é desafiar as presunções iniciais com perguntas do tipo: “e se”. Questionamentos “e se” ajudam a quebrar as amarras impostas pelos modelos atuais. As perguntas devem provocar e desafiar os pensamentos. Também devem perturbar como proposições intrigantes e de difícil execução.
  6. 6. Quando se decide aprimorar um Modelo de Negócio Logístico, a técnica é simples: utiliza-se a “técnica visual”. Num ambiente de negócios sempre se faz uso frequente de “técnicas visuais”, como diagramas, tabelas. Esses elementos são muito utilizados para esclarecer mensagens em relatórios de planejamentos. Mas as técnicas visuais são pouco utilizadas para discutir, explorar e definir temas de Negócio. Pergunta-se: qual foi a última vez que se presenciou e participou de uma reunião onde executivos desenhassem nas paredes?
  7. 7. No entanto, é justamente ao processo estratégico que o pensamento visual pode adicionar valor. O pensamento visual aprimora os questionamentos estratégicos, tornando o abstrato concreto, que ilumina as relações entre os elementos e simplificando o que era complexo. Uma outra ferramenta muito útil para o desenvolvimento de Modelos de Negócios Logístico inovadores é a prototipagem. Igualmente como o pensamento visual, ela torna tangíveis conceitos abstratos e facilita a exploração de novas ideias. A origem da prototipagem vem das disciplinas do design e da engenharia, onde é amplamente utilizada para o design de produtos. Ela é menos comum na administração devido à natureza menos tangível do comportamento e da estratégia organizacionais.
  8. 8. Importante é, compreender que um protótipo de Modelo de Negócios Logístico não é, necessariamente, um rascunho bruto de como ficará o modelo finalizado. Um protótipo é uma ferramenta pensante, que ajuda a explorar diferentes direções nas quais se pode levar o Modelo de Negócio. Acredita-se que seja importante pensar em um número de possibilidades de modelos básicos antes de desenvolver um case para um modelo específico. Esse espírito de questionamento é chamado de “atitude de design”, pois é tão central às profissões da área, como descobriu o Professor de Gestão da Weatherhead, Richard Boland Jr.
  9. 9. A “atitude de design” exige mudar a sua orientação de tomada de decisão a fim de criar opções para fazer a melhor escolha do desenho de processo. O protótipo de um Modelo de Negócio Logístico é um raciocínio que se chama como já foi dito, de “atitude de design”. Não se trata de contornar apenas ideias que se realmente planeja implantar. Trata-se de explorar novas ideias, talvez absurdas ou até mesmo impossíveis, adicionando ou removendo elementos de cada protótipo. Pode-se experimentar com protótipos em diferentes níveis. Fonte de pesquisa: Inovação em Modelos de Negócios; um manual para visionários, inovadores e revolucionários / Alexander Osterwalder, Yves Pigneur.

×